quarta-feira, 29 de junho de 2011

Resenha: "A Vidente" - Hannah Howell

Por Paula: A Vidente, livro de Hannah Howell, traz a história das Irmãs Wherlocke, família onde cada integrante possui um dom, e o da protagonista, Chloe, é o de prever o futuro. Até o momento o enredo tem tudo para encantar e arrasar. Trata-se de uma história épica com elementos sobrenaturais e interessantes, mas a verdade é que não empolga.

O primeiro capítulo introduz a história de Hannah e é interessante, mas a partir do terceiro capítulo me vi fazendo algo que não gosto: ler por obrigação. A escritora tem um jeito peculiar de escrever, mas a história não decola, os personagens não empolgam.

Não é um enredo que traz a versatilidade que estamos acostumados a ler e justamente pela história ser um diferencial esperava justamente esse fator incomum, mas não encontrei.

“Não se pode prever uma grande paixão...
e amar é sempre arriscado.”

Chloe não é uma personagem que se destaca, por vezes até a confundimos com um personagem secundário, a verdade é que ela não tem vez como protagonista. E uma protagonista que não exerce força sobre a trama perde o encanto rapidamente e cansa o leitor. E foi o que aconteceu comigo, a leitura já não exercia mais efeito algum, independente das cenas e dos conflitos.

As cenas mais quentes entre os protagonistas, por vezes, também se perdiam e eram sem graça, mas não todas, algumas apenas continham diálogos que não empolgavam. O que eu esperava quando comecei a ler foi algo que não encontrei: paixão, devoção, cenas quentes e bem escritas.

Infelizmente, o primeiro volume da série não me empolgou, me encantou em alguns poucos momentos e esses não foram cenas entre Chloe, mas sim entre Leo e Anthony, respectivamente o primo e protegido da protagonista. O segundo livro, A Sensitiva, já foi lançado e eu torço para que seja superior ao primeiro. Pretendo ler, pois não gosto de histórias inacabadas.

A Vidente é recomendado para quem gosta de ler romances despretensiosos, pois é exclusivamente uma literatura de entretenimento, nada mais do que isso.

Continue Lendo

domingo, 26 de junho de 2011

Correio Coruja #1 e #2

O Correio-Coruja é um meme hospedado pelo blog Psychobooks e traz, toda semana, uma nova pergunta relacionada ao universo de Harry Potter

Não costumo responder esses memes, mas um sobre Harry Potter se torna especial e obrigatório! *-* Parabéns para as meninas do Psychobooks pela idéia e realização!


1- Como foi que você descobriu a série escrita pela J. K. Rowling?

Tudo começou com a "Sala de Leitura" da minha escola (que era publica/municipal, acreditem!), chegaram uns tais livros novos, chamados Harry Potter e todo mundo so falava disso, o que me irritava um pouco, porque eu era aversa a "modinhas".

A Paula (minha prima, aqui da equipe do blog) começou a ler também e ficava falando que eu tinha que ler que era muito bom. Acabei cedendo e emprestei na biblioteca o segundo livro ("Harry Potter e a Câmara Secreta") e foi amor a primeira vista!

Nunca um livro tinha me tocado tanto, feito viajar tão longe, me apegar ao ponto de passar o dia todo lendo!


2- Com qual personagem da série você mais se identifica e por quê?

Eu confesso sempre fui um pouco Hermione na escola, mas mesmo assim não é com ela que eu mais me identifiquei e sim com a Tonks!

Achava o máximo o estilo dela, toda a atitude e o fato dela ter se casado com o Lupin (que diferente do ator que representa ele nos filmes, sempre achei um dos caras mais lindos e importantes da série)! *-*

Continue Lendo

Resenha e #PROMO "Boa ventura! – A corrida do ouro no Brasil" (Lucas Figueiredo)



“A cobiça que forjou um país, sustentou Portugal e inflamou o mundo”.

Por Juny: A resenha de hoje não é sobre literatura, não fala sobre anjos e nem vampiros, mas nem por isso é menos interessante, muito pelo contrario, já está entre os meus livros favoritos.

Que tal conhecer momentos pouco comentados da História do Brasil, de forma interessante e algumas vezes até engraçada? Conheça o livro "Boa ventura! – A corrida do ouro no Brasil" do autor Lucas Figueiredo.

Tudo começa quando o rei de Portugal, Luís I, em 1876 está fazendo uma vistoria, das poucas riquezas que ainda lhe restam para escolher algumas para vender e pagar as dívidas do reino. Em meio a joias, relógios, pedras preciosas e peças de ouro, ele se depara com uma pepita de ouro 20 quilos extraída na época da corrida do ouro no Brasil.

A partir disso começa a história desde antes do descobrimento do Brasil até a independência. O autor escreve de uma maneira que em nenhum momento fica monótona, esqueça as aulas traumatizantes de história que você teve na escola, aqui a leitura é interessante e de quebra você aprende muitas coisas.

Portugal era um reino falido. Quando o Brasil foi descoberto só servia para extrair pau-brasil e como parada para quem ia as Indias, porque nem Cabral e nem outras expedições posteriores encontraram o tão sonhado ouro. Enquanto isso a Espanha fazia o maior sucesso conquistando muito ouro dos Astecas e dos Incas.

E começam a surgir as lendas do “Sabarabuçu” que é um lugar com montanhas e rios de ouro, escondido no sertão do Brasil, a parte até então não colonizada, já que os povoados eram quase todos no litoral, exceto o pequeno vilarejo de São Paulo, que ficava serra acima.

A cada nova expedição em busca do ouro o leitor fica na expectativa, tanto quanto o Rei, pensando que dessa vez dará certo. Mas muitos foram os fracassos até conseguir o tão sonhado ouro da América Portuguesa.

Muito se fala da importância dos paulista, que ficaram conhecidos na história como “bandeirantes” – sem idealizar e nem isentar sua violência contra os índios – na colonização do interior do Brasil. Conhecemos personagens como Fernão Dias e Borba Gato.
“Os paulistas eram tudo isso e muito mais: homens de negócios, nômades, guerreiros violentos. Dos índios que caçavam e matavam e com quem também se uniam com laços de sangue, herdaram o amor a liberdade, o domínio da natureza e as técnicas de guerrilha. Dos antigos conquistadores portugueses, legaram o gosto pela aventura levada com destemor e uma grande dose de imprudência.”
Foram 200 anos de expedições atrás do ouro. Até que um dos governadores, da parte Sul do Brasil, criou uma teoria que os paulistas podiam estar “escondendo o ouro” que se o Rei lhes desse garantias e incentivos, finalmente as descobertas aconteceriam. Não se sabe ao certo se era isso que acontecia, mas após essas medidas a corrida do outro deu inicio e foram descobertas as primeiras jazidas, num lugar que era conhecido como “Minas de Ouro de São Paulo” e hoje é o estado de “Minas Gerais”.

O ouro trouxe muitos forasteiros atrás do dinheiro fácil (metade da população de Portugal, moradores de outras regiões do Brasil e estrangeiros), e eles entraram em conflitos com os paulistas, que se sentiam donos do ouro, por serem os primeiros a descobrirem as jazidas. Tudo isso gerou a “Guerra dos Emboabas” (nome pejorativo que os paulistas davam aos forasteiros). Depois disso o ouro começou a aparecer por todos os lados: na Bahia, no Mato Grosso, em Goiás.

Portugal tinha tudo para ser o país mais rico do mundo se fosse pelos seus Reis fúteis que não paravam de gastar o ouro brasileiro para alimentar seu luxo, enquanto o país continuava na miséria. Foram incontáveis as obras grandiosas, doações a Igreja, os gastos com joias, com presentes, tudo para tentar mostrar uma riqueza superficial ao resto do mundo.
“A ideia de que não bastava possuir uma fortuna, era preciso exibi-la, tinha um mentor: d. João V. Filho, neto e bisneto de reis que deviam na praça, d. João V era obcecado em provar, a todo o instante e em todos os lugares, que sua condição era diferente.”
Eu contei apenas 10% de toda essa história, muito rica em detalhes, o livro mostra muito mais, com uma escrita encantadora. Como termina essa história? Leia o livro e descubra!

O livro conta também com anexos, que contém mapas, informações complementares, ilustrações. A única coisa que não gostei é que as notas, ao invés de serem no rodapé são no final de cada capitulo, o que faz que muitas vezes esqueçamos aquilo que queríamos conferir o detalhe. Mas após a leitura de alguns capítulos entendi que essa medida foi necessária, pois há partes que tem 80 dessas referencias.

É fascinante conhecer a origem de nosso país! Esqueça seus traumas com as aulas de história, aqui é tudo bem diferente, não da sono, é algo que da prazer em ler, descobrir, conhecer. Recomendo muito esse livro!



Continue Lendo

Resultado das promoções de Junho!

Resultado da Promoção de "Dracula veste Dior"


A promoção contou com 552 participações!!! E quem vai conhecer as dicas de estilo vampirescas e rir muito é....


Evelyn, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para a Editora enviar o livro! ^^
_______________________________________________________

Resultado da Promoção de "Lonely Hearts Club"




A promoção contou com 939 participações!!! E quem vai se emocionar com a estória de Penny Lane é...
Bruna, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para a Editora enviar o livro! ^^
_______________________________________________________

Resultado da Promoção de "Quarto"



A promoção contou com 1.655 participações no twitter!!! E quem vai levar o best-seller é...

Leitoras Anonimas, mandem um email para dear.book@hotmail.com com o endereço para a Editora enviar o livro! ^^
_______________________________________________________

Resultado do sorteio de marcadores entre os leitores que enviaram perguntas para o Chat com a Elizabeth Eulberg

Muito obrigada a todos que participaram! Já enviamos suas perguntas para a Editora, agora é torcer para serem selecionadas para o Chat ^^ E quem ganhou o kit de marcadores é...Joana, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para a Editora enviarmos os marcadores! ^^
_______________________________________________________

Resultado da Promoção de "Águas para elefantes"



A promoção contou com 901 participações!!! Um grande sucesso!! E a sortuda é...

Sanélia, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para a Editora enviar o livro! ^^

Continue Lendo

quinta-feira, 23 de junho de 2011

E se você não pudesse escolher o seu par?

Confiram o video promocional de "Destino" (Ally Condie)!

E se quiser conferir a nossa resenha e participar da promoção, clique aqui!

Continue Lendo

sábado, 18 de junho de 2011

Indicação: "Liberte meu coração" (Mia Thermopolis / Meg Cabot)

É com muita alegria que venho anunciar a nossa mais nova editora parceira: Galera Record! A que sempre desejamos e agora com quase 1 ano de blog conseguimos! Muito obrigada Vivi, Luiza e Yasmin pela oportunidade!

A indicação de hoje é um lançamento da Meg Cabot, escrito sobre o pseudonimo Mia Thermopolis (personagem principal da série "Diários de Princesa"), é o livro "Liberte meu coração".

Parece ser um ótimo romance de época! Em breve postaremos resenha e promo aqui no blog! ;D

"Liberte meu coração"
Autora: Mia Thermopolis / Meg Cabot
Ano: 2011
Páginas: 344
ISBN: 9788501086686

Sinopse: Finnula é a caçula de seis irmãs e um irmão na Inglaterra do século XIII. Enquanto suas irmãs se contentam em fofocar sobre maridos, crianças e afazeres domésticos, Finnula é alvo de comentários maldosos de toda a vila por caçar nos terrenos do conde e por andar por aí em calças de couro justas!

Mas de repente Finnula se vê envolvida numa complicação sem tamanho... Uma de suas irmãs acabou com o seu dote comprando vestidos e bugigangas, e a única forma em que as duas conseguem pensar para recuperar esse dinheiro é muito pouco usual... Sequestrar um lorde ou um cavaleiro rico que possa pagar um resgate!

O que ela não esperava é que esse sequestro fosse criar mais problemas do que soluções: o cavaleiro recém-chegado das Cruzadas que é escolhido por Finnula vai acabar se mostrando alguém muito diferente do esperado, e a moça pode acabar tendo que abrir mão do resgate... e de seu coração.

Sobre a autora: Sua Alteza Real, a princesa Mia Thermopolis da Genovia, cujos diários se tornaram sucessos de venda, agora mostra ao mundo inteiro seu primeiro romance — cheio de perigo, desejo e um amor que vencerá todos os obstáculos... com a ajuda da incrivelmente talentosa Meg Cabot!

- Clique aqui para ler o Primeiro capítulo

Continue Lendo

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Resenha: "Um amor para recordar" - Nicholas Sparks


Parabéns, Nicholas Sparks! Primeiramente, por construir uma história que teria tudo para ser igual as outras, mas tem um diferencial, ela talvez seja a história mais comovente de todos os tempos. Ou ainda a mais triste, a mais especial e ainda assim, a mais linda.
"Esta é a minha história - e prometo contar tudo.
No início você vai sorrir e, depois, chorar - não diga que não avisei."
Um amor pra recordar trouxe a mim, primeiramente o filme, e confesso que mesmo lendo a obra depois, não me decepcionei. O filme é diferente em vários aspectos, o que é normal de se esperar de todas as versões cinematográficas de adaptações de obras literárias, mas ainda assim também é tão bom quanto o livro.
As principais diferenças estão em algumas cenas e principalmente em Landon Carter. A história de Jamie e Landon, na verdade, não começa da forma como foi mostrada no filme. Landon opta por cursar as aulas de teatro por vontade própria, como ele mesmo diz, "era teatro ou física, então optei pelo mais fácil." Jamie Sullivan é conhecida por ele desde a infância, mas só vem a ter contato com o mesmo, nas aulas de teatro que é aonde surge o romance, que é como o filme.
As cenas entre eles, porém, são mais detalhadas no livro, certamente, e a magia que vai acontecendo aos poucos é imensa e nostálgica, não há como não se emocionar. Landon Carter, como havia dito anteriormente, também é diferente, aliás totalmente diferente do Landon Carter, interpretado por Shane West. O Landon de Sparks é mais doce, muito menos rebelde e mais consciente de seus atos. No filme nos deparamos com um verdadeiro rebelde, aliás, muito bem interpretado por Shane, mas na obra nos deparamos com um garoto que não teve o pai por perto e por esse motivo faz coisas estranhas, como comer amendoins no cemitério, nada rebelde para o que vimos no filme. O Landon, de Sparks, é doce sim, é romântico e especial, feito como uma luva à Jamie.
"Pela primeira vez desde que a conheci, seu cabelo cor de mel não estava preso em um coque. Em vez disso, estava solto e era mais comprido do que imaginava, bem abaixo dos ombros. Havia um pouco de glitter espalhado pelos fios, refletindo luzes do palco, brilhando como uma auréola de cristal. Combinado com o vestido branco feito especialmente para ela, era algo absolutamente incrível de se observar. Não se parecia com a garota que eu havia visto crescer ou com a garota que eu havia conhecido recentemente."
Já a protagonista, Jamie Sullivan, é verdadeiramente a mesma interpretada por Mandy Moore, e não tem nada de exagero no que vimos no filme. Ela é exatamente do jeito que a assistimos no cinema, cheia de fé, amor, perseverança e compreensão. Suas frases têm o mesmo impacto, suas vestimentas são descritas da mesma forma e ela nos encanta de forma muito maior.

"No momento em que me contou, senti o sangue fugir da face, e um turbilhão vertiginoso de imagens golpeou a minha mente. Era como se, naquele breve momento, o tempo tivesse repentinamente parado e eu conseguisse entender tudo o que havia acontecido entre nós. Entendi por que ela quis que eu participasse da peça de teatro; entendi por quê, ao final da primeira noite do espetáculo, Hegbert havia sussurrado para ela com lágrimas nos olhos, chamando-a de "meu anjo"; entendi por que ele parecia tão cansado o tempo inteiro e por que ficava incomodado quando eu ia até a casa deles, por que ela queria que o Natal no orfanato fosse tão especial, por que ela achava que não iria para a faculdade, por que ela havia me dado a sua Bíblia."
Foi um livro que não li com toda a velocidade que poderia, mas ainda preferi que fosse dessa forma, pois a complexidade e os sentimentos que essa obra aflora em nós são muitos e preferi ir me dosando pouco a pouco. Ultimamente, me emociono com mais frequência e a minha Maitê vivencia tudo comigo, por isso preferi ir chorando e sorrindo pouco a pouco, mas de forma profunda, pois o que Nicholas Sparks descreve em cada página é o mais puro sentimento do mundo, e não é exagero dizer exatamente essas palavras. Um amor pra recordar é uma obra que irei sempre me recordar mesmo!


Continue Lendo

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Resenha: “Palavras Envenenadas” (Maite Carranza)

Confesso que não tinha muito interesse nesse livro e só comecei a lê-lo porque achei que era o mais leve para carregar na bolsa para ler enquanto esperava a aula da auto-escola. E mais uma vez me surpreendi!

Bárbara é uma garota muito controversa, embora na época em que tudo aconteceu tenha apenas 15 anos, ela parece seduzir todos ao seu redor e esconde muitos segredos. Sua mãe, tenta ser liberal, mas acaba sendo omissa, acobertando suas saídas e muito alheia a sua vida. Seu pai é mais rígido e tenta controlá-la.
Ao completar 15 anos, Bárbara levava uma vida dupla amparada pelas suas desculpas. Por essa razão, os segredos foram aumentando, e foi aumentando também a dificuldade para guardá-los.
Após uma serie de acontecimentos obscuros Bárbara foge de casa. Após alguns dias a policia tem informações sobre uma possível cidade onde ela está, mas logo a perde de vista tendo como prova apenas uma cabine telefônica cheia de sangue e sua bolsa no local do crime. Salvador Lozano, o investigador do caso por 4 anos, está prestes a se aposentar, mas não quer sair sem resolver seu caso mais desafiador. Em seu ultimo dia de trabalho começa a encarar o caso sob novas perspectivas ao passar os dados ao seu sucessor, Sureda.
Ele tem razão, sempre tem razão, diz que acabei com a vida dela. Qualquer coisa que eu faça sempre consigo estragar tudo. Não posso tirar a sujeira de cima de mim, não posso, ainda que esfregue meu corpo com uma bucha até sangrar. Quando fica irritado, ele me diz que uma pessoa como eu merece morrer, e é exatamente nisso que todos acreditam. Estou morta e não deveria ter tentado entrar em contato com o mundo os vivos.
Bárbara é mantida em cativeiro em um porão por seu seqüestrador, por mais de 4 anos, em seus capítulos sentimos sua culpa e seu desespero. Um fato que eu achei muito interessante é que após parar suas tentativas de fuga e ter um bom comportamento, ela ganha as temporadas de “Friends” para assistir e usa isso como seu único momento onde esquece o sofrimento que vive.
Depois de comer, assistia Friends e, naquele momento, me sentia como se estivesse em casa, dividindo o apartamento de Joey e Chandler, cuidando de seus animais, tolerando a gravidez de trigêmeos de Phoebe ou roendo minhas unhas toda vez que Ross e Rachel terminavam, quando Joey ficava desempregado ou quando Mônica queria ganhar uma aposta.
Os suspeitos que a policia considera são um ex-namorado com problemas relacionados a drogas e um professor acusado de se aproveitar de suas alunas. Qual é o culpado? Será que há mais alguém nesse quebra-cabeça?

“Palavras Envenenadas” é um grande suspense em que as pistas são reveladas aos poucos por diversos personagens. Contamos com capítulos narrados por Bárbara, Eva (sua melhor amiga), Nuria (sua mãe) e Salvador Lozano (o investigador do caso). O livro é dividido em três partes: “A garota que assistia Friends”, “Ás Escuras” e “O mal de Molière”.

A narrativa é muito bem construída, só tenho elogios a autora, que conseguiu manter o suspense e as duvidas por muito tempo, levando o leitor a palpites falsos sobre o criminoso, até a surpresa da revelação.

É um livro duro, que trata de um dos crimes mais horríveis que o ser humano pode cometer. Também vemos o poder de destruição das “palavras envenenadas”. E principalmente que a família não pode ser omissa na educação dos filhos, é necessário estar presente, ajudar nos momentos mais difíceis, para evitar tragédias.

Após a leitura fiquei muito triste pensando em quantas Bárbaras não tem por ai, mesmo que não estejam trancafiadas em um porão, mas sofrem dessa violência e não sabem a quem recorrer... É uma leitura forte, que não poupa detalhes da violência, mas que pode conscientizar as pessoas sobre esse crime. Recomendo!

Continue Lendo

terça-feira, 14 de junho de 2011

Filme: "Os Agentes do Destino"

Título: "Os Agentes do Destino" (The Adjustment Bureau)
Direção: George Nolfi
Atores: Matt Damon, Emily Blunt, John Slattery, Anthony Ruivivar.
Duração: 105 min
Gênero: Ficção Científica, Romance

Sinopse: David Norris (Matt Damon) é um jovem político com uma carreira promissora, mas um escândalo atrapalhou a sua corrida ao Senado. Tão logo perde a disputa pela vaga ele conhece Elise (Emily Blunt), bailarina por quem se apaixona. Contudo, homens com estranhos poderes de interferir no futuro aparecem do nada e começam a pressioná-lo para que ele não dê continuidade a este romance, porque isso poderá atrapalhar o futuro de ambos. Sem saber ao certo quem são essas pessoas, a única certeza que David possui é que precisará reunir forças para enfrentá-los e encarar o que o destino lhe reserva.
Em celebração ao dia dos namorados, que foi domingo passado, o filme de hoje é um romance. "Os Agentes do Destino", é um filme com boas doses de ficção cientifica, mostra que nossas vidas, mais especificamente o Destino, está escrito em um livro e há agentes que garantem que tudo ocorra conforme o plano.

David Norris (Matt Damon) é candidato ao Senado e após um escândalo perde a eleição. Enquanto ensaia o discurso pós-derrota, conhece Elise (Emily Blunt) uma mulher misteriosa que lhe inspira a fazer um dos seus melhores discursos, dando-lhe mais chances nas próximas eleições.

Em um erro do acaso, David se desvia de seu destino quando encontra Elise novamente e se vê apaixonado por ela. Devido a esse erro ele também descobre a existência dos agentes do destino e precisa manter segredo, sob ameaça de ser reinicializado, ou seja, perda de memoria e problemas psicológicos. E outra das exigências dos agentes foi que ele nunca mais encontrasse Elise, porque ela não faz parte do destino dele.

David luta contra o destino de todas as formas para tentar viver seu amor com Elise, mesmo que a união dos dois possa atrapalhar o que o futuro lhes reserva.

Embora o filme tenha todo esse contexto de ficção, adorei a questão do romance, há química entre Emily Blunt e Matt Damon. Um filme que agrada com as cenas de ação e com a luta pelo amor, pela liberdade de escolha. Recomendo!

Trailer:

Continue Lendo

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Indicação: "Glimmerglass - O encontro de dois mundos" (Jena Black)

A Editora Universo dos Livros anunciou nessa semana um mega lançamento, a série Faeriewalker, escrita por Jena Black e que tem como primeiro livro "Glimmerglass: O encontro de dois mundos".

Gostei da premissa, depois de tantos livros de anjos e vampiros, é bom ler sobre algo diferente, que envolve magia e fantasia.

Estou ansiosa pelo lançamento, espero poder resenha-lo! *-*

"Glimmerglass: O encontro de dois mundos"

Série: Faeriewalker
Autor: Jena Black
Tradução: Cristina Calderini Tognelli
ISBN: 978-85-7930-238-1
Editora: Universo dos Livros

"Quando o mundo real e o de magia se cruzam..."

Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie.

Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance... Até ter uma.

Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.

- Clique aqui para ler o primeiro capitulo

- Pagina no Facebook https://www.facebook.com/FaeriewalkerBrasil

Continue Lendo

sexta-feira, 10 de junho de 2011

[Série] "Beverly Hills 90210"


Antiga? Sim, aliás, bem antiga! Da época de quando eu era criança, mas jamais deixará de ser especial! Faço a indicação de Beverly Hills 90210, por que ela marcou muitas vezes a minha vida e tenho certeza de que a de outras pessoas também. Foi um seriado que durou cerca de dez anos e ainda é transmitido em alguns canais, como a Sony.

Se trata, primeiramente, da história de Brenda e Brandon, dois irmãos gêmeos que se mudam de Minneapolis, Minnesotta, para Beverly Hills com seus pais Cindy e Jim, uma dona de casa e um contador. Os gêmeos são os únicos que ainda têm os pais casados e felizes e que são modestos em tudo o que se dispõem a fazer, já que em BH e no colégio West Beverly o que mais existe são os filhinhos de papai mimados e insuportáveis e os filhos de celebridade.

O universo de West Beverly é totalmente diferente do que Brenda e Brandon estão acostumados, a vida simples ali não existe e aos poucos eles vão se dando conta do ambiente em que foram inseridos. Os personagens vão conquistando o público pouco a pouco e vão ganhando espaço na trama, que logo não tem apenas dois protagonistas, mas oito. Brenda, Brandon, Kelly, Steve, Dylan, David, Andrea e Donna.

Muitos já devem ter assistido, alguns já ouviram falar, mas a verdade é que BH 90210, conhecido aqui no Brasil como "Barrados no Baile" foi um seriado maravilhoso. Nele trataram-se questões como drogas, tráfico, estupro, diferenças sociais, preconceito e muitos outros temas que foram mostrados de uma forma trabalhada e articulada, nunca sensacionalista, como o que vemos atualmente em Malhação, por exemplo.

Hoje a série não mais existe, apesar de ainda ser reprisada e ter uma versão que nada se parece com a verdadeira.Vale conferir a extinta série, pois as dez temporadas são ótimas, os atores crescem, amadurecem e se tornam referências artísticas aos nossos olhos. E nós acabamos fazendo parte daquele código postal famoso, o 90210, em Beverly Hills.

Elenco Base das temporadas:

Brenda Walsh (Shannen Doherty), Brandon Walsh (Jason Priestley), David Silver (Brian Austin-Green), Dylan McKay (Luke Perry), Donna Martin (Tori Spelling), Andrea Zuckerman (Gabrielle Carteris), Kelly Taylor (Jennie Garth), Steve Sanders (Ian Ziering)






Continue Lendo

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Resenha e #PROMO: "Destino" (Ally Condie)

Por Juny: Um livro que de tanto que comentaram antes, durante e depois do seu lançamento, criou grandes expectativas durante a leitura, e ao invés de decepção, elas foram superadas, pois é ainda melhor do que eu imaginava.

A “Sociedade” é um governo do futuro, que criou um sistema perfeito, baseado em estatísticas e probabilidades, que impõe onde você mora, o que você come, onde você trabalha, como você se diverte, com quem você casa e quando você morre.

A trama começa no "Banquete de Pares" de Cássia, no qual ela é apresentada para a pessoa que a Sociedade escolheu para que seja seu companheiro. Após um erro no telão ela descobre que seu par está lá e é seu melhor amigo, Xander, algo que dificilmente acontece.

Ela fica feliz com a escolha, mas quando vai conferir o cartão onde deveriam estar as informações do seu par ela se depara com a foto de outra pessoa, Ky, que ela também conhece.

A família de Cássia passa por um momento difícil, esta chegando o aniversário de 80 anos do avô de Cássia, o qual ela é muito apegada e todos sabem o que essa data significa: ele terá que morrer. Mas antes ele compartilha um segredo com ela, um poema que sua avó guardou antes de que fosse destruído, escondido dentro de seu artefato (um pote de pó compacto).

Cássia buscou forças para começar a questionar a Sociedade quando conheceu o poema secreto de seu avó e descobriu o amor e a liberdade com Ky. Eu não conhecia esse poema e assim como Cássia, me apaixonei por essas palavras, talvez eu esteja sensível e passando por um momento em que eu precisava delas, precisava não entrar docemente.

“Não entre docemente naquela boa noite,
A velhice deve arder e delirar ao fim do seu dia;

Revolte-se, revolte-se contra o apagar da luz

Embora os sábios, ao morrer, saibam que a escuridão é o certo
P
orque suas palavras não provocaram centelhas, eles

Não entraram docemente naquela boa noite.”

(Dylan Thomas)
Gostei muito da Cássia como protagonista, ela é inteligente, forte e questionadora, suas qualidades crescem ao decorrer do livro. Xander, embora seja uma opção de Par imposta a Cássia, é um cara legal, digno, que a ajuda sempre. Ky é apaixonante, no começo você tem dó dele, depois se deixa envolver em seus encantos, assim como a Cássia, mesmo sendo uma escolha perigosa.

O romance entre Ky e Cássia, é feito de olhares, de palavras escritas na terra durante as trilhas, do poema que só os dois conhecem, de pequenas coisas, que acabam tendo muito valor, são o que eles conseguem sem a vigilância da Sociedade.
Não nos beijamos. Não fazemos nada além de nos segurarmos e respirar, mas eu sei. Não posso entrar docemente agora. Nem pelos meus pais, pela minha família. Nem mesmo por Xander.
Já vi criticas muito negativas a esse livro e acho que vai do sentimento de cada um com a estória, da identificação. Particularmente é uma série que me marcou e eu não perco por nada o próximo livro “Crossed” (ainda sem título em português e nem previsão de lançamento).

A autora escreve muito bem, consegue nos envolver no clima da narrativa, muitas vezes fiquei tensa junto com a Cássia, com medo que tivesse algum Funcionário da Sociedade observando tudo.

Quero pegar essa moldura e caminhar até o meio da área verde. Vou ficar ao lado daquela fonte seca e esperar e esperar até que a Funcionária me encontre. E quando me encontrar e perguntar o que eu estou fazendo, vou dizer a ela e a todo mundo o que eu sei: estão nos dando pedaços da vida real em vez da coisa inteira. E vou dizer que não quero minha vida em amostras e retalhos. Uma provinha de tudo, mais uma refeição de nada.
“Destino” é uma critica a passividade, ao medo, ao aceitar tudo aquilo que nos é imposto, o livro clama por liberdade, que as pessoas questionem mais, que sejam responsáveis por suas escolhas.

Um dos melhores livros que li nesse ano, um livro que nós faz pensar depois da leitura, vai além do entretenimento. Recomendo muito!


Continue Lendo

terça-feira, 7 de junho de 2011

Indicação: "A Sensitiva" (Hannah Howell)

A indicação de hoje é um lançamento da Editora Lua de Papel. Depois de "A vidente" a autora Hannah Howell está de volta com mais um belo romance de época: "A sensitiva".

Pelo visto ele segue a mesma linha do primeiro livro, com muito romance e intrigas! Essa coleção foi muito boa para o publico conhecer Hannah Howell, que ja era conhecida entre os fãs de "livros de banca" e agora sua obra esta tendo mais visibilidade.

"A Sensitiva"
Autor: Hannah Howell
Páginas: 224
ISBN : 978-85-63066-51-0
Formato : 16×23
Gênero: Romance

SEGREDOS E INTRIGAS COMO O ESTOPIM DE PAIXÕES PERIGOSAS

SINOPSE: Por toda a Londres do século XVII, é possível ouvir sussurros e boatos sobre os dons inexplicáveis da família Wherlocke. Mas o Lorde Ashton, um homem com firmes convicções, é uma das vozes mais céticas de seu tempo, e tudo caminhava para continuar assim…até encontrar uma bela mulher desacordada, largada no quarto de um bordel.

A mulher misteriosa é Penélope Wherlocke, e seu dom especial a levou para um mundo perigoso de alta sociedade, quando foi sequestrada e vendida a uma cafetina criminosa. Ao vê-la, Ashton ficou enfeitiçado.

Algo lhe diz que deveria esquecê-la, mas é atraído cada vez mais para a vida dela, transformando-se em seu protetor. Porém, Penélope é uma mulher com ideias próprias, algo que sempre a afastou dos homens de sua época, mas enfim encontra alguém seguro e capaz de lidar com suas habilidades sobrenaturais…

Continue Lendo

Indicação: "De volta à Caixa de Desejos" (Ana Cristina Melo)

- Clique aqui e leia a resenha do primeiro livro da série.


Ta ai um livro nacional que eu aguardava ansiosamente pela continuação! No primeiro livro temos uma narrativa mais infantil, conflitos na escola, descoberta do primeiro amor, tudo escrito de forma muito encantadora.

E agora Marília cresceu e embora seus problemas sejam outros, ela precisa da amizade de sua irmã e da Caixa de Desejos deixada por sua Avó, para buscar soluções para esses dilemas.

Espero que "De volta à Caixa de Desejos" seja tão emocionante quanto o primeiro livro! Em breve teremos a resenha aqui! ;D

"De volta à Caixa de Desejos"
Autora: Ana Cristina Melo
Editora: Vermelho Marinho
Gênero: Juvenil.
ISBN: 978-85-64298-29-3
288 páginas

Sinopse: Marília, uma jovem apaixonada pela literatura, prestes a entrar na fase adulta, vive de novo as turbulências desse rito de passagem. Ela, que achava sua vida perfeita, de repente, se dá conta que está no meio de um terremoto, muito parecido com o estado do seu quarto.

São muitos os abalos: as brigas dos pais que ameaçam se separar, o namorado ciumento com quem ela não tem coragem de romper, a chegada do vestibular e de um novo amor, o estranhamento de sua melhor amiga e a chegada do enigmático Joca, trazendo sonhos, revelações e suspeitas para sua casa. Além, claro, da volta da meia-irmã Francine, carregando seus próprios problemas de relacionamento.

Diante de tantos conflitos, só lhe resta apelar para a caixa de desejos que vó Laurinda lhe deixou antes de morrer. A caixa e a irmã traçam o fio invisível que Marília precisa para se equilibrar e achar novos caminhos.

EVENTO DE LANÇAMENTO


- O 1º lançamento está marcado para o 13º Salão FNLIJ, no Centro de Convenções Sul América na Cidade Nova (RJ). Será dia 11 de junho, às 13h, na Biblioteca FNLIJ para Jovens.

PRÉ-VENDA

O livro está em pré-venda por R$ 32,00 e vem autografado, com o "KIT Leitor" (2 marcadores do livro + 2 marcadores do Caixa de Desejos + 1 bolsa ecológica do Caixa de Desejos) e o frete é grátis!

Continue Lendo

Filme: "Padre"

Título: Padre (Priest)
Lançamento: 2011 (EUA)
Direção: Scott Charles Stewart
Atores: Paul Bettany, Karl Urban, Cam Gigandet, Maggie Q.
Duração: 87 min
Gênero: Aventura

Sinopse: Há séculos humanos e vampiros estão em guerra, o que fez com que o planeta fosse devastado. Padre (Paul Bettany) é um guerreiro lendário que participou da guerra com os vampiros. Hoje ele vive na obscuridade, numa das cidades controladas pela igreja. Ele volta à ativa quando Lucy Pace (Lily Collins), sua sobrinha de 18 anos, é sequestrada por um grupo de vampiros liderados por Black Hat (Karl Urban). Ao lado do xerife Hicks (Cam Gigandet) e de Priestess (Maggie Q), uma integrante da legião de matadores de vampiros, Padre parte para resgatar a sobrinha.


Mais um filme baseado em um HQ de sucesso, dessa vez de origem coreana (é um manhwa), porém com um clima mais sombrio, pouco alarde publicitário e ótimas atuações.

Logo na abertura o filme já surpreende explicando a guerra entre humanos x vampiros e a atuação decisiva dos padres, em formato de animação, com uma narrativa ágil e de qualidade.

Os vampiros aqui são seres brutais e sanguinários, e tem um detalhe muito importante são cegos, se guiam pelos instintos. Exceto pelo misterioso líder do bando, um vampiro mais parecido com o modelo que nos mais conhecemos, aparência humana, ágil e bonito (Ui, que olhos verdes! *-*).

Os Padres são guerreiros de elite que conseguiram vencer a guerra e depois foram esquecidos e marginalizados. Até que um deles fica sabendo de um incidente envolvendo sua família e resolve se rebelar diante da Igreja para ir tentar resgatar sua sobrinha. Para isso ele conta com a ajuda do xerife Hicks, que é apaixonado pela moça sequestrada.

Um filme que me surpreendeu muito pelo roteiro, pelas atuações e pela possibilidade de continuações, que se houverem não vou deixar de assistir. Recomendo!

Trailer:

Continue Lendo

domingo, 5 de junho de 2011

Indicação: "Cante para eu dormir" (Angela Morrison)

A indicação de hoje é um super lançamento da Editora Pandorga, "Cante para eu dormir" da autora Angela Morrison.

Uma obra que já foi muito comentado por blogs internacionais e agora teremos a oportunidade de ler a versão nacional. O livro promete uma história sobre amizade, família, amor e vida!

Quero muitoooo ler e resenhar esse livro! *-*

"Cante para eu dormir" (Angela Morrison)

Tradução: Marcelle Barros Soares
ISBN:- 978-85-61784-13-3
Assunto: Romance/Ficção
353 páginas

O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott.

Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida.

Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando á milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles.

A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.

Continue Lendo

quinta-feira, 2 de junho de 2011

RESENHA: "Romeu & Julieta e Vampiros" (Claudia Gabel)

A resenha de hoje é sobre uma leitura rápida, divertida e romântica. É a versão fantástica do maior romance de todos os tempos “Romeu e Julieta”. Não li a versão original, mas assim como todo mundo, conheço as principais partes desse romance.

Para tornar a leitura mais atraente e contemporânea, a autora adicionou “vampiros” na trama.

Julieta Capuleto é de uma tradicional família de vampiros, no seu aniversário de 16 anos terá que passar pelo rito de iniciação que a tornará uma. Porém ela odeia o estilo de vida de sua família e prefere a morte a se transformar num monstro que mata inocentes.
Julieta suspirou. A criada estava ali para ajudá-la a preparar-se para um suntuoso baile que seria oferecido por seus pais naquela noite. Contudo, ela preferia esconder-se mo quarto a desempenhar o papel da filha obediente em uma sala cheia de vampiros estranhos – principalmente por estar tão melancólica.
Romeu Montéquio é de uma tradicional família de caçadores de vampiros, arqui-inimigos dos Capuletos. Embora Romeu nunca tenha participado dos confrontos, pois era muito novo, agora começa a treinar para seguir a tradição da família.

O novo príncipe da Transilvânia, Radu, põe fim a guerra entre Montéquios x Capuletos, com um tratado de paz, mas mesmo assim é difícil conter os ânimos desses inimigos mortais.

Romeu tem uma paixão platônica por Rosalina Capuleto, uma mestiça, e convence os primos, Mercúcio e Benvólio, a perigosa missão de irem disfarçados a um baile promovido pelos Capuleto para vê-la. Porém no baile ele nem vê Rosalina, quando se depara com Julieta é amor a primeira vista, por ambas as partes e disso surge uma das mais lindas e dramáticas histórias de amor já contadas.
– Eu também não entendo. Mas sendo ou não absurdo, quando se trata dos sentimentos que tenho por você, a última coisa que quero é fazer perguntas – disse ele

Então ele apoiou-se em joelho e acrescentou:


– Exceto uma....quer casar-se comigo?

Julieta sentiu o corpo leve, como se a qualquer momento pudesse flutuar até as nuvens.


– Ofereço-te tudo o que tenho e tudo o que sou – continuou ele enquanto Julieta continuava deslumbrada.
Se contar mais que isso, vou estragar os melhores momentos do livro. Há varias diferenças e peculiaridades adotadas pela autora que dão mais emoção ao romance. Confesso que gostei muito da maneira como a trama fluiu.
– Não sei do que precisa em Transilvânia, mas não vale a pena morrer por isso – disse Benvólio severamente.

Mas valia a pena. Um milhão de vezes, se fosse necessário
Há vários personagens com participações importantes como a ama de Julieta, Frei Lourenço, Benvólio, Mercúcio, Teobaldo, Lady Capuleto, Lorde Capuleto, Conde Paris.

No final há o primeiro capítulo do livro “Pequenas mulheres vampiras”, que é uma alusão ao clássico “Mulherzinhas” (“Little Women”) da autora Louise May Alcott, que também será publicado pela Editora Pandorga.

É uma nova maneira de ver um grande clássico, não acho que ofenda, é apenas uma releitura que pode ser mais atraente no cenário atual da literatura. Se você gosta de vampiros e procura uma leitura leve, divertida e com romance, não pode perder “Romeu & Julieta e Vampiros”

Continue Lendo

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Chat com Elizabeth Eulberg, a autora de "Lonely Hearts Club"!


- Ainda não conhece "Lonely Hearts Club"? Clique aqui e leia nossa resenha!

Acabamos de receber uma ótima noticia da Editora Intrinseca!

Semana que vem, na quarta (08/06) as 20h haverá um Chat promovido pela Editora Intrinseca com a autora Elizabeth Eulberg, autora do livro "Lonely Hearts Club"! No dia do chat postaremos o link para que todos possam acompanhar.

Todos poderão assistir ao vivo e os leitores do Dear Book podem mandar suas perguntas até dia 06/06 as 23:59 através dos comentários nesse post para que possamos repassar para a Editora (vamos passar todas para o inglês antes de enviar, por isso o prazo).

As perguntas que forem selecionadas pela Editora serão feitas no chat ao vivo! Babado!

Mandem perguntas referentes ao livro ou a autora, usem a criatividade! ;D

- Sortearemos um kit de marcadores abaixo entre os que mandarem perguntas, participem! ^^


Continue Lendo

Resultado das promoções de Maio!

Resultado da Promoção de "Fazendo meu filme 1" - Comentarista do mês de Maio


A promoção contou com 494 participações!!! Obrigada a todos!! E a sortuda é...

Camila, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para enviarmos o livro!
_____________________________________________________________

Resultado da Promoção de "It's happy bunny"


A promoção contou com 446 participações!!! E quem vai aprender as travessuras do Coelho é...
Isabella, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para repassarmos para a editora enviar o livro.
_____________________________________________________________

Resultado da Promoção de "O noivo da minha melhor amiga"



A escolha das melhores respostas foi feita pelo site Telelistas que promoveu essa promoção, o resultado pode ser conferido nesse link.

_____________________________________________________________

Resultado da Promoção de "Lolita"



A promoção contou com 1651 participações o maior babado! Muito bom ver tanta gente interessada em um clássico!

Foi divulgado um resultado ontem, porém na pressa de divulgar, só fui conferir as regras depois (Thx Evelyn Chen por avisar!) e 2 das vencedoras não haviam seguido as regras (fizeram tweet depois do encerramento da promoção). A que seguiu as regras foi mantida como vencedora e foram feitos outros 2 sorteios.

E os vencedores são...

LINK DO SORTEIO 1 // LINK DO SORTEIO 2 // LINK DO SORTEIO 3

Lucia, Ilana e Dyana: mandem um email para dear.book@hotmail.com com o endereço completo para encaminharmos para a editora enviar os livros! ^^

_____________________________________________________________

Resultado da promoção de "Draculea"



A promoção teve 653 participações no twitter! ^^ E o vencedor(a) é........


Yara, mande um email para dear.book@hotmail.com com seu endereço para repassarmos para o autor enviar o livro.

Continue Lendo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris