domingo, 30 de setembro de 2012

Resenha: “Sempre” (Maggie Stiefvater)

- Clique aqui para ler a resenha dos livros anteriores.

Por Juny: Um dos livros mais esperados do ano para mim, mas que logo que comecei a ler, quis estender ao máximo a leitura, temi pelo desfecho que a autora iria proporcionar.

Em “Calafrio” Sam era o lobo que se transformava no inverno, Grace sofria na sua ausência. Em “A Espera” Sam consegue a tão sonhada cura e o vírus depois de anos silencioso se manifesta em Grace, separando assim mais um vez esse casal tão sofrido. E o que esperar em “Sempre”? Como encontrar uma saída?
“Quando nos beijamos, não importava o fato de eu ter sido loba horas antes, ou de que voltaria a ser. Não importava que mil problemas nos tomariam quando deixássemos aquele lugar. Só uma coisa importava: nossos narizes se tocando, a maciez dos lábios dele, o desejo dentro de mim”
E as coisas vão muito além disso. Cole e Isabel, personagens fantásticos, tão ricos em sentimentos, dão um tempero a trama. O romance deles, tão errado, tão incerto, balanceia o clima do romance puro e perfeito entre Sam e Grace.
Eu não sabia o que queria. E então, não escutei mais as respirações e, um segundo depois, senti os lábios dele nos meus. Não foi como o beijo que havíamos dado antes, faminto, cheio de desejo, desesperado. (...) Cole tocou o meu pescoço, com o polegar pressionando minha mandíbula. Não era um toque do tipo “eu quero mais”. Era um toque do tipo “eu quero isso”.
– É assim que eu a beijaria se a amasse.
Cole está em busca da cura ou de uma maneira de controlar o vírus, porém suas primeiras experiências não são muito animadoras. Para piorar a situação o pai de Isabel, Tom Culpeper, consegue autorização para uma caçada aérea para matar os lobos, os dias da matilha de Mercy Falls estão contados. Shelby também continua causando problemas.

E ainda a policia suspeita que Sam seja um criminoso psicopata que matou Grace e outras pessoas. E Sam também continua com seu dilema sobre a real personalidade de Beck... Um anjo ou um demônio? Tudo o que ele viveu parece distorcido.
No meio da noite, Grace acordou, com os olhos arregalados e o corpo tremendo. Ela disse meu nome, como Beck dissera anos antes no acostamento, e então, como Beck, ela me deixou apenas com uma muda de roupas e mil perguntas sem resposta.
Um livro com fortes emoções, momentos tensos para todos os envolvidos. Paro por aqui para não dizer nenhum spoiler, fiz apenas um panorama dos assuntos que esse livro envolve.
Rilke disse: “Entre esses invernos há um tão infinitamente inverno que apenas passando por ele seu coração sobreviverá.”

Foi assim que Cole me encontrou, uma hora mais tarde. Sentado de pernas cruzadas na banheira vazia, com o violão no colo, e os dedos dedilhando um Sol maior, cantando uma música que eu nunca havia cantado.
Não vou esquecer tão cedo de tudo que vive com Sam, Grace, Cole e Isabel, nessa luta contra tantas coisas. Não faltam citações maravilhosas nesse livro, por isso não resisti e separei várias.
Quando Cole abriu a porta da casa de Beck, ele estava sem camisa e um pouco suado. Parecia que estava cavando com as próprias mãos e havia um leve arranhão acima do seu olho esquerdo. Ele tinha um sorriso amplo e bondoso no rosto. Era uma expressão linda, apesar dos seus cabelos estarem despenteados e ele estar vestido apenas com uma calça de moletom. Havia algo inegavelmente teatral em Cole, mesmo quando seu palco era o mundo.
O final foi intenso... Fiquei algum tempo pensando sobre o assunto, tentando chegar a uma conclusão sobre a leitura dessa trilogia e no fim das contas achei que autora  terminou muito bem, embora tenha deixado algumas coisas em aberto e saído um pouco do previsível, ela marcou, deixou a cargo do leitor imaginar algumas coisas, além do que foi escrito. Ela fez jus ao título “Sempre” (ou “Forever” na versão original). Recomendo muito essa trilogia!


Continue Lendo

sábado, 29 de setembro de 2012

#PROMO "Belo Desastre" (Jamie McGuire)

Que tal concorrer a um dos romances mais comentados do momento? Confira as regras abaixo e participe! ^^

Continue Lendo

[Mangá/Anime]: Bem-vindo à N.H.K



Depois de algumas semanas de ausências estou de volta e dessa vez trazendo um Seinen, mangá voltado para adultos e que aborda um tema importante da sociedade japonesa. Bem-vindo à N.H.K.

Continue Lendo

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

[Séries] Perception


Olá galerinha!!! Como ficou combinado a umas semanas atrás, eu iria retornar toda sexta com uma série novata para vocês conhecerem. E eis aqui, euzinha, de volta, trazendo mais uma série. A indicação de hoje foi um verdadeiro achado. Veio com tudo e preencheu aquele vazio que House nos deixou...

Não digo que as séries em si se pareçam. Mas ambas são inteligentes, possuem um protagonista perspicaz e deveras excêntrico, no mínimo. E ambas as séries VICIAM!! =)

So Darling, let me show you about Perception *--*


Continue Lendo

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

[Gastronomia e Literatura] Google 14 anos

Bom Dia Pessoas,

Acredito que a maioria reparou que o doodle do Google de hoje é justamente o de seu aniversário de 14 anos. E fazendo uma pesquisa na gigante da informação encontrei esse artigo do site Tech Tudo, e como é de praxe, quero compartilhar com vocês e de quebra trazer uma receita para comemorar.


Continue Lendo

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Resenha: "O Senhor das Sombras" (Leandro Reis)

Por Sheila: Olá pessoas! Hoje vim apresentar a vocês o segundo volume da trilogia "Legado Goldshine", de Leandro Reis. A resenha do primeiro livro, Filhos de Galagah, pode ser lida aqui Como este é a continuação da trama contida no primeiro volume, a partir daqui serão lançados alguns spoilers então, para a galera que ainda não leu e não gosta de estragar a surpresa é melhor parar por aqui e ler antes o primeiro livro :)

Bom, o segundo livro começa eletrizante já no prólogo, quando um dos grandes mistérios deixados sem solução no Livro I nos é revelado: o destino do príncipe Thomasil, irmão de Galatea Goldshine, que havia sido aprisionado por Enelock. Para resumir em uma palavra: impactante. De forma alguma eu esperava o que é revelado nas dua primeiras páginas (e, desculpem, mas eu não vou contar ...)

Já nos primeiros capítulos a estória dá seguimento à busca da Campeã Sagrada às crianças com os arcanos, chamadas Serafins, junto com seu grupo de amigos formado ao longo do primeiro livro: Gawyn, um elfo criado por humanos, Sephiros, elfo guerreiro-mago, Ethan, O Flagelo Dourado e Iallanara Nindra, a bruxa vermelha das florestas de Galagah, com o acréscimo de mais alguns aliados importantes. Mas a busca pela segunda criança se mostrará tarefa que parece, em alguns momentos, abalar até mesmo a fé de Galatea a Guardiã da Vida. Preocupada com a segurança dos seus, um momento de fraqueza pode por toda a jornada em risco.
O som da batalha, ainda distante, chamou a atenção de Galatea: gritos de alerta e sons de trovões ecoaram. Chamavam por seu nome.
Há semanas ela procurava pela criança, guardiã da segunda runa, sem êxito. Havia passado próximo à fronteira de Galagah e avistara fumaça, mas Ethan a convencera a tomar a estrada para sudoeste, evitando sua terra natal.
A batalha pareceu aproximar-se. Cheiro de fumaça. Gritos apavorados. A princesa conseguiu distinguir a voz de Gawyn em meio ao tumulto.
- Fé e paciência ... - realçou Vanliot. Seguido de um forte trovão.
Com a descoberta de que a criança procurada encontra-se junto aos povos bárbaros do sul, é para lá que a comitiva se dirige, tendo que correr contra o tempo para que a visão mais aterradora de Galatea não se realize: perder o segundo Serafim para as forças de Enelock. Mas, infelizmente, por mais que o grupo tenha se fortalecido com o acréscimo de novos e valorosos aliados, é na traição de um amigo que reside a fragilidade da missão da Campeã Sagrada.

Enquanto num plano macro trava-se a batalha contra o Bem e o mal no mundo, Iallanara Nindra a bruxa vermelha continua lutando contra as trevas que nela habitam, e que ameaçam subjugar sua, algumas vezes frágil vontade de parara de flertar com as forças das trevas. Além disso, o ressurgimento de Sukemarantus, seu antigo mestre, irá colocá-la em meio a uma escolha aparentemente impossível: matar seus amigos ou traí-los? O fato de ser descendente de uma raça pura, chamada Templaris, só parece confundi-la mais

Ethan sorriu, procurou palavras para explicar e, após alguns segundos, optou pelo modo fácil. - Eles emanam energia positiva para o mundo. (...)
- Eu não emano Energia Positiva, Campeão Sagrado. - Iallanara encarou-o. Ele podia ver a alma fragmentada da pobre criança.
- Mas você já emanou - respondeu ele. - E, não fosse por sua criação, ainda emanaria. Você sabe melhor que ninguém que esta perdida... E sabe também que somente você pode encontrar o caminho de volta à luz.
A ruiva manteve o olhar nele, ainda que seus pensamentos estivessem distantes ... Focados em Sukemarantus, ou na velha que a servira como mãe na infância e como uma serva-zumbi durante o restante de sua vida. Pensava nos homens, mulheres e crianças que oferecera em sacrifício. Não. Não havia mais luz, não havia nada de bom nela. Só restava sobreviver, não importasse como.
Comparado ao primeiro livro, este é muito mais intenso, com batalhas maiores e mais épicas: já não estamos mais às voltas com um grupo isolado em uma missão secreta, mas toda uma guerra é deflagrada, são delineados aliados e inimigos, há intrigas, traições e até mesmo o sacrifício de um dos companheiros de jornada - que não é um dos personagens principais, mas acaba morrendo para poder dar maiores chances a seus amigos de sobreviver.

As vezes as exigências dos leitores devem soar estapafúrdias; se ninguém morre, o texto é taxado de previsível. Se o autor resolve sacrificar um dos personagens eu sou uma leitora que lá no fundo, mas beeeeem no fundinho, espera que ele se salve no último segundo. Mas isso não acontece, e no Livro III (que estou ansiosíssima para ler) haverá menos um companheiro nesta jornada que, aliás, parece ficar cada vez mais difícil.

Além de chamar atenção para a ação neste segundo volume, muito maior que no primeiro, iremos encontrar um grupo menos entrosado, com Iallanara aprofundando-se mais em seu conflito interno entre luz e trevas, e Galatea mostrando-se mais humana e sujeita a falhas. Enfim, Leandro Reis consegue construir uma miscelânea de personagens, diálogos, espaços, narrativas e conteúdo para leitor de Literatura Fantástica nenhum colocar defeito. E se você não é muito fã deste tipo de livro, mesmo assim recomendo ler. Realmente muito bom.

Continue Lendo

Novidades da Semana #42

Ok, aposto que vocês acharam que eu morri. Ainda não, calma. Mas estou prestes. Estou na fase"fazendo TCC" da vida, então minha morte está mais próxima do que vocês imaginam. Pode crer.
Enfim, desculpem-me pelo longo período de abandono... Mas estou prestes a abandonar até a vida, então... HAHAH Ok, chega de enrolar, há muita coisa para vocês lerem. Enjoy! ^.^


Um Porto Seguro - Nicholas Sparks
Maníacas por Sparks, vocês têm sorte (?). Pois é, a editora Novo Conceito está lançando mais um livro do rei do romance atual. Interessado? Então vamos logo dar uma olhada.
Sinopse:
Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades relutantes: uma com Alex, o viúvo, com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando... Leia mais da sinopse aqui.


Feita de Fumaça & Osso - Laini Taylor
Ok, vocês conhecem aqueles animes em que todo mundo tem o cabelo colorido (a maioria deles é assim, na verdade...) e onde há aquelas coisas sobre demônios e monstros? Então, essa história é nessa linha. Para quem adora animes (como EUZINHA), é bem legal vocês verem. E quem não está familiarizado... Está aí uma ótima maneira.
Sinopse:
Não são só o cabelo azul e as várias tatuagens que fazem de Karou uma garota diferente. Ela não se lembra dos pais e, criada no covil de um demônio, não entende por que uma criança humana foi acolhida ali. Muito menos sabe o verdadeiro motivo por trás das estranhas missões que desempenha para seu protetor, recolhendo dentes ao redor do mundo. Em um instante ela pode estar... Continue a ler clicando aqui.


Divergente - Veronica Roth
Você com certeza deve estar a par de todo o bafafá ao redor desse livro. Isso porque a Rocco está apostando nesse lançamento, que segue o estilo de Jogos Vorazes e, de acordo com algumas críticas lá fora, pode chegar bem perto da trilogia mas nunca irá se equiparar a THG que é a trilogia mais perfeita do mundo e não tem discussão sobre isso...
Sinopse:
Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem... Leia o restante da sinopse aqui.

Continue Lendo

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Resenha: "Belo Desastre" (Jamie McGuire)

Por Juny: Abby é aquela garota toda certinha, que só pensa em estudar e não esta a procura de um romance. Por trás de tudo isso ela esconde um passado misterioso.

Travis é um bad boy, popular, lindo e maravilhoso que estuda na mesma universidade que Abby. Ele ganha dinheiro participando de lutas, nas quais ele sempre ganha. Em uma dessas lutas ele acaba conhecendo Abby.
– Nosso próximo lutador dispensa apresentações, mas, como eu morri de medo dele, vou apresentar o cara mesmo assim! Tremam nas bases, rapazes, e fiquem de quatro, meninas! Com vocês, Travis “Cachorro Louco” Maddox!

Houve uma explosão de sons quando Travis apareceu do outro lado da sala, sem camisa, relaxado e confiante. Foi caminhando a passos largos até o centro do circulo, como se estivesse se apresentando para mais um dia de trabalho. Com os músculos firmes estirados sob a pele tatuada, cumprimentou Marek, estalando os punhos cerrados nos nós dos dedos do oponente.
Ela no inicio o detesta e acha que ele quer conquista-la para ser mais uma em sua lista, ele nunca fica com a mesma garota mais de uma noite. Eles se aproximam depois de uma aposta. Com o tempo ela começa a perceber um outro lado de Travis e começam uma grande amizade. E dessa amizade surge um romance conturbado, cheio de amor e brigas.
Eu me inclinei para trás e olhei nos olhos dele, tocando cada lado de seu rosto com as mãos. Fiz carinho no queixo dele com o polegar. Sua expressão era de partir o coração. Fechei os olhos e me inclinei para beijar o canto de sua boca, mas ele se virou e beijei mais do que tinha pretendido. Mesmo tendo sido pega de surpresa pelo beijo, não recuei de imediato. Ele manteve os lábios nos meus, mas não foi além disso. Por fim, eu me afastei e dei um sorriso.
Nem só de romance esse livro vive. Há também Las Vegas, pôquer e mafiosos! Isso dá um folego extra nos acontecimentos.

Travis embora não seja o maior amor da minha vida literária, me agradou, ele é aquele bad boy pegador que um dia se apaixona e muda completamente. Porém meu problema foi com a inconstância de Abby, em muitos momentos o orgulho e a teimosia dela prolongaram a trama, criaram problemas desnecessários.
– Eita! Calma, Beija-Flor. Não vamos nos deixar levar pela emoção. – Seus olhos encontraram foco e ele veio até mim e me envolveu nos braços. – Não importa o que você foi ou o que você não é mais. Eu só quero você.
Personagens secundários como América (melhor amiga de Abby), Shepley (namorado da América e melhor amigo de Travis), Finch (amigo gay) e a família de Travis, roubam a cena em vários momentos, deixando o livro melhor.

Vi comparações desse livro com “Cinquenta tons de cinza”, mas acho que foram exageradas, só para tentar inclui-lo nessa onda dos romances eróticos, porque o livro tem algumas “cenas hots”, mas no geral é “light”, são poucas se comparadas a outros livros desse gênero.
– Eu pertenço a você. – sussurrou, sua raiva se derretendo quando ele deu conta de como estávamos próximos um do outro.
Sinceramente, não sei o que dizer sobre esse livro. Estava cheia de expectativas antes da leitura, comecei na maior empolgação e no decorrer da leitura acabei enjoando um pouco da história depois de tantas brigas, encontros e desencontros. Não posso negar que o romance ficou um tanto realista, afinal brigas entre namorados são comuns, nada é um mar de rosas. Mas acho que faltou algo que me encantasse na leitura. A blogosfera literária está repleta de resenhas positivas sobre esse livro, por isso, talvez o problema seja pessoal. Se você gosta de um romance complicado e cheio de reviravoltas, dê uma chance a “Belo Desastre”.

Continue Lendo

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

#Promoção entre amigos 2

  
 Para quem não conhecia, começamos o projeto no ano passado (2011), Natal Entre Amigos . Nessa segunda etapa, convocamos novos blogs amigos para sortear alguns de nossos grandes lançamentos. 

Para participar é muito simples, você deve preencher somente o Rafflecopter abaixo: 

Continue Lendo

domingo, 23 de setembro de 2012

Resenha: "Laços do Espírito - Vampire Academy #5" (Richelle Mead)

- Clique aqui para ler as resenhas dos livros anteriores!Por Paula: Depois de um tempo sem aparecer por aqui resolvi voltar em grande estilo e, nada melhor do que trazer uma resenha de um livro fantástico do início ao fim. Trata-se do quinto volume da série Vampire Academy, escrita por Richelle Mead.

Laços do Espírito, como todos os outros volumes da série é surpreendente, aliás, se existe uma palavra para descrevê-lo, sem dúvida nenhuma, é surpreendente. Um quê de misticismo, crenças, muitos conflitos e um humor ácido que só a nossa querida protagonista Rose Hathaway tem é a receita para o sucesso impressionante de mais esse sucesso da série.

"_Quem você trouxe, Victor? - Robert ainda tinha aquele ar absorto, disperso, mas era iluminado pela desconfiança agora. Medo e paranoia. - Quem são essas crianças? Dois usuários do espírito e... - Seu olhar caiu sobre mim de novo. Ele examinava minha aura. - Um dos beijados pela sombra?"
No quinto livro da série encontramos uma protagonista um tanto quanto madura e infantil, pois Rose nunca poderá ser descrita sem estar acompanhada desses dois adjetivos. Ora ela é uma guardiã responsável e absolutamente incrível e ora não passa de uma adolescente fútil que só pensa em seus romances, mas isso, porém, alterna a magia do livro para o nosso encantamento e entendimento, pois essa personalidade de Rose é que torna tudo capaz de ser tão sagaz e brilhante. Não vejo há muito tempo uma protagonista como Rose, aliás, há tempos não existe alguém tão encantadora no universo literário, pois ela de fato, encanta e nos seduz, mas dessa vez Adrian também encanta, pois se mostra diferente, mais intenso, mais maduro, mais disposto a assumir Rose e mostrar ao mundo que ela é o que ele quer.

Já o meu adorado Dimitri não tenho coragem de compartilhar com vocês o que acontece, pois de tudo é o que mais se destaca e emociona, então: se encantem mais uma vez com ele rs.

"Seguir em frente era difícil, mas Adrian me fazia mesmo feliz. E por enquanto bastava."
A história está magnífica em um todo, pois não há fatos isolados, e muito menos fatos sem lógica, aliás, o que não existe nessa série desde o primeiro volume é a falta de lógica, tudo é muito coerente ao mundo ao qual se é retratado.

E o que mais me proporcionou prazer nessa leitura é o fato de não conseguir me desprender dela, li o livro em 3 dias, e nos momentos em que estava a fazer algo que não fosse lê-lo minha cabeça sempre se pegava a pensar na trama e no que viria a acontecer, pois Laços do Espírito impressionantemente é o melhor de todas as tramas anteriores a ele, pois mal acabamos de ler um ápice e num passar de páginas lá vem outro e nos inebria de surpresa, revolta ou qualquer outro misto de sentimentos, o fato é que não há como se desvencilhar, a história prende em cada frase, cada palavra e quando nos damos conta mais dez capítulos se foram e nós estamos ali sem saber o que nos espera. E essa incerteza deliciosa vai até a penúltima página e permanece na última quando nós de verdade não sabemos o que irá acontecer e o que nos espera, pois nada é definido, nada é concreto, mas tudo parece claro demais.

"Era o tipo de pequeno detalhe que fôramos treinados para notar: qualquer coisa incomum, qualquer coisa que possa ter mudado. Num piscar de olhos, os dois já estavam com as estacas na mão, ladeando os Moroi. Serena e o guardião designado a Christian levaram apenas alguns segundos para fazer o mesmo. Era mais uma coisa para a qual fôramos treinados. Manter-se em guarda. Reagir. Seguir os colegas.
Foram rápidos. Todos eles. Mas não fez diferença.
Porque, de repente, havia Strigoi em toda parte."
Não entendeu? rs. Não é necessário que entenda, apenas leiam e sintam. Ahh, e se vocês já julgaram Rose louca por alguma vez, esqueçam completamente, nenhuma loucura anterior fora tão longe quanto agora... Enfim, estou ansiosa pra ver o que vão achar. Um beijo.

Continue Lendo

#PROMO "O Leitor de Almas" (Paul Harper)

Que tal concorrer a esse suspense eletrizante? Confira as regras abaixo e participe! ^^

Continue Lendo

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

[Séries] Veep


Estamos as vésperas da tão esperada premiação que escolherá os melhores do “ano” na televisão americana, o Emmy Awards. Todos os anos a apreensão é grande, principalmente quando temos algumas de nossas séries favoritas concorrendo... Então caso queira saber a lista dos indicados, confira aqui, e comece a fazer suas especulações... Não esqueça que a premiação ocorre neste domingo, dia 23 de Setembro e será transmitido pelo canal da Warner. E quem quiser, estarei no twitter (@DLeitoraCompul e @JUJUBA_PIUPIU) comentando em tempo real a cerimônia e os vencedores *--*

Mas nem sempre nossas favoritas serão aquelas que irão receber o premio, e portanto podem aparecer algumas surpresas, como no ultimo ano... E esse ano já prevendo alguns prêmios para as série de comédia da HBO, vim aqui especialmente contar sobre uma das “prováveis” vencedora, que está concorrendo em 3 indicações (Melhor série de Comédia, Melhor atriz em série de comédia e Melhor elenco de Série de Comédia)

A HBO tem o costume de promover séries cômicas beirando ao trágico. Suas críticas ácidas não só entretem mas como nos faz questionar por muitas vezes a ordem real das coisas. Veep é mais uma série nesse sentido. Com perfeição, a série nos leva aos bastidores sujos e hipócritas da política.


  

Continue Lendo

Happy Hour #23 - Grafologia

Oi pessoal, como vão vocês?! Fora o cansaço do trabalho e dos estudos (e desse tempo seco e quente), tudo muito bem, né! rsrsrs Antes de começar, de fato, nosso assunto de hoje, gostaria de levar um papinho com os senhores. Sim, você mesmo que está aí do outro lado!! =P Nunca os vi tão preguiçosos quanto na Happy Hour #22! =O Me surpreenderam com apenas 3 comentários e mais de 130 visualizações. Podem parar com isso já, hein! rs '-' Mas agradeço àqueles que deixaram sua opinião por lá e também aos que visitaram! Afinal, vocês sempre são mega fofos comigo. *-*

Maas vamos ao tema de hoje. Vamos falar de uma ciência que estuda a personalidade pela escrita: é a Grafologia!  Já ouviram falar?!  Então vamos lá...


As Origens...
A grafologia começou a ser estudada no século XVII, na Itália, por um médico chamado Camilo Baldi, que percebeu que o estado fisiológico de seus pacientes se refletia no formato de sua escrita. Antes, porém, uma forma similar de análise era feita em confessionários da Espanha, no século XIV. O rabino Samuel Hangid avaliava o modo como os fiéis escreviam e lhes dava conselhos a partir disso. 

Muito interessante ver que pessoas já desenvolviam modernas técnicas de análise psicológicas há centenas de anos, não é?!

Continue Lendo

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

[Gastronomia e Literatura] Irmãos Grimm

Boa Tarde Pessoas

Hoje, dia 20 de Setembro, faz 149 anos que Jacob Grimm faleceu. Ele é um dos famosos Irmãos Grimm, que nos deixaram muitos contos de "fadas". É, justamente, um desses contos que gostaria de compartilhar com voes nessa semana.

Branca de Neve (em alemão Schneewittchen) é um conto de fadas originário da tradição oral alemã, publicado entre os anos de 1812 e 1822, num livro com vários outros contos, intitulado "Kinder-und Hausmaërchen" ("Contos de Fada para Crianças e Adultos") pelos Irmãos Grimm.

Continue Lendo

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

#PROMO: "Geração SubZero"

Que tal concorrer a essa fantástica coletanea nacional? Confira as regras abaixo e participe! ^^

Continue Lendo

Resenha: "O Espião - Uma aventura de Isaac Bell" (Clive Cussler e Justin Scott)

Por Sheila: Oi pessoas! E aí, vocês já conheciam Clive Cussler? Se a resposta for não, então você é tão desinformado quanto eu, tive que pesquisar para saber quem era essa pessoa... Bom, mas para quem não sabe, o escritor é considerado um mestre em romances de espionagem, sempre recheados com muita ação e aventura. Já Justin Scott é especializado em romances policiais, o que me leva ao motivo de toda esta explicação: Em O espião veremos a junção destes dois gêneros de narrativa, ambientada na primeira década do séc. XX.

Além disso, o livro é baseado em filmes noir, o que eu também não sabia o que queria dizer e que, segundo nosso grande amigo google, é um estilo de filme primariamente associado a filmes policiais, que retrata seus personagens principais num mundo cínico e antipático. Ou seja, a narrativa consegue fazer com que você praticamente veja a ação se desenrolando, em preto e branco ainda por cima. Mas vamos ao livro.

Isaac Bell é um detetive particular, trabalhando à serviço da Agência Vandorn, considerada uma das melhores do país. Tudo começa quando um talentoso projetista de canhões morre num aparente suicídio, fazendo com que sua filha procure a agência em busca da verdade, já que as instalações militares onde o pai trabalhava - e onde o aparente suicídio ocorreu - recusam-se a aceitar seus protestos e tentam abafar o ocorrido.
Dorothy Langner recusou a ofert de chá ou água e foi direto ao assunto.
- A Marinha divulgou uma história segundo a qual o meu pai se matou. Quero contratar sua agência de detetives para reabilitar o nome dele.
Van Dorn preparara-se como pudera para a difícil entrevista. Tinha muitas razões para duvidar da sanidade mental do pai dela ...
- A Marinha diz que meu pai causou a explosão que o matou, mas ninguém lá quer me dizer como chegaram a isso (...) Ele não teria se matado daquele jeito.
Impressionado com a veemência da jovem, o detetive Isaac Bell resolve assumi-lo, mesmo que acredite que Langler realmente se matou, e contra as argumentações e reticencias do Sr Van Dorn, dono da agência. No entanto, o que parecia ser um caso simples, destinado a trazer conforto a uma jovem - e bela - filha enlutada, transforma-se em uma caçada perigosa, a um espião fora do convencional.

Em sua busca pela verdade, Isaac irá se confrontar com uma intrincada trama, já que tudo leva a crer que a morte de Langler é apenas a primeira de uma série de assassinatos direcionados às mentes tecnológicas mais aguçadas de seu tempo e atrasar a corrida marítima ao extinguir os principais responsáveis pela criação e aprimoramento dos couraçados dreadnoughts, navios que com as melhorias sendo criadas seria imbatível.

Por trás de tudo, há um ardiloso espião, que não parece seguir as regras do jogo e trona-se um enigma difícil de resolver até mesmo para Isaac Bell, considerado o melhor investigador das Agências Van Dorn. Quem estaria tentando acabar com o poderio militar naval dos Estados Unidos? Seriam, os Alemães? Japoneses? Franceses? Todos são suspeitos e nada é o que parece ser.
- Três suspeitos diferentes - observou Marion - Três nacionalidades diferentes ... É claro, o que poderia ser mais internacional do que uma corrida de couraçados?
- O capitão Falconer inclina-se a culpar o Japão.
- E você?
- Não há dúvida de que os japoneses têm prática em espionagem ... Mas eu não tenho preconceitos. Realmente, acredito que poderia ser alguém de qualquer uma dessas nacionalidades.
O tema é muito bem explorado por Cussler e Scott, não deixando nenhuma ponta solta na estória. Tudo ´s explicado, todos os detalhes são revistos, e existe um conhecimento detalhado a respeito dos navios, em torno dos quais gira a trama, bem como do cenário político em que a trama é ambientada - no ano de 1908, se eu ainda não havia dito.

O livro é bem escrito e desenvolvido, e gostei bastante apesar de esta não ser uma das minhas leituras preferidas. Pelo menos para mim ficou um pouco cansativa a leitura já que não entendo NADA de navios, engrenagens e há tantos personagens e reviravoltas que as vezes eu acabava me perdendo um pouquinho. Mas Cussler realmente merece a aclamação a ele dirigida, o livro é realmente muito bom. Recomendo.

Continue Lendo

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Filme: "Resident Evil 5- Retribuição"


Para os fãs de vídeo game, fãs de filmes futuristas, fãs de filmes de terror, fãs de zumbi,... trago pra vocês hoje a resenha do mais novo “Resident Evil”!

Tudo começa onde o quarto parou. E fiquem tranqüilos, pois, para quem não lembra ou não viu algum “Resident Evil”, logo após essa primeira cena, a personagem Alice (Mila Jovovich) faz um “resumão” de todos os outros.

Agora, Alice vai passar por Nova York, Tóquio e Moscou para caçar os infectados pelo vírus.

A cena do primeiro ataque dos zumbis é bem interessante e o fato de o filme ser em 3D fez com que ficasse ainda mais eletrizante. Portanto, se você vai ver “Resident Evil”, veja em 3D!

Continue Lendo

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

[Minhas Palavras] "Eu queria você"


A coluna "Minhas Palavras" apresenta textos originais, de diversos temas, produzidos pela equipe do Dear Book.
"Eu queria você"

Por: Kell, Colunista de Cinema do blog


Em uma noite fria e chuvosa, eu queria você como se você fosse um cobertor para me aquecer,

Em um dia quente e de sol, eu queria você como se você fosse a onda gelada de um mar quebrando em minhas costas,

Em um dia nublado, eu queria você como se você fosse um filme romântico, dramático, de suspense, comédia ou de terror (dependendo do meu humor no dia) para que eu pudesse me entreter e nem visse a hora passar,

Em um dia de aula, eu queria você como se você fosse o professor, para me ensinar o que eu não sei e me lembrar do que eu sei,

Em um dia tedioso, eu queria você como se você fosse um livro best seller, que me prendesse a atenção do começo ao fim e quando visse, o dia já teria acabado,

Em uma noite de balada, eu queria você como se você fosse a minha vodca, para eu me embebedar a ponto de perder os sentidos,

Em uma manhã de ressaca, eu queria você como se você fosse o meu remédio, para me curar das minhas dores,

Mas, em qualquer outro dia, eu queria você, como se você fosse você, apenas isso, para eu poder desfrutar do prazer de sua companhia.

Continue Lendo

domingo, 16 de setembro de 2012

Resenha: "Travessia" (Ally Condie)

- Clique aqui para ler a resenha do primeiro livro da série: “Destino”.

Por Juny: E enfim pude ler a tão aguardada continuação de “Destino”, uma das séries distópicas de mais destaque no momento, com grandes possibilidades de ser adaptada no cinema.

Assim como o título já sugere, “Travessia” é um livro que marca a transição, a saída dos domínios da Sociedade e a busca pela Insurreição.

Ky é enviado junto com outras Aberrações para combater “O inimigo” nas Províncias Exteriores, logo no inicio ele já percebe que eles estão lá apenas para simular aldeões das províncias (alvos) e morrer. Não há maneira de se defender, as armas não funcionam. Ele conta com o apoio de Vick para tentar sobreviver em meio a essa guerra injusta.

Os mortos não veem, mas eu vejo. Vejo coisas demais. Sempre vi. Na minha mente palavras e imagens se conectam de maneiras estranhas, e onde quer que eu esteja reparo em detalhes. Como agora. Vick não é nenhum covarde, mas o medo cobre seu rosto. Nos braços moles do menino morto a smangas do casaco estão esfiapadas, e alguns fios roçam a água.
Cássia está em um campo de trabalho enquanto não é decidido o seu cargo na Sociedade. Ela busca uma oportunidade para ir ao encontro de Ky e fica amiga da misteriosa Indie.

Indie e eu saímos correndo pelo topo da Escultura e deixamos os corpos para trás.
Ky ainda está vivo, digo a mim mesma. Tem que estar.
No céu, apenas o sol. Nada voa. Aqui não há anjos.
Em meio há tudo isso ainda há Xander, que mesmo não aparecendo muito, agita a narrativa com o seu “segredo” (que me surpreendeu muito!).

A esperança de todos é a busca pelo “Piloto”, citado em um dos poemas, e que muitos dizem ser o líder da Insurreição, a ultima esperança.

“(...) E do nosso riacho de Tempo e Lugar
A torrente pode me levar para longe, mar afora,
Mas espero ver meu Piloto cara a cara
Quando a margem eu cruzar.”
Os personagens secundários (Indie, Eli, Hunter e Vick) desempenham papeis fundamentais e tornam a narrativa mais interessante, dispersando um pouco o foco do triangulo amoroso. Ky continua sendo meu personagem favorito, o mais surpreendente.

A narrativa é lenta, um livro para ser lido aos poucos, para ser sentido. A busca é tensa e é sofrida. Os capítulos são narrados por Cássia e Ky, de forma alternada. Todos personagens passam por momentos críticos. A Sociedade mostra o seu poder. A Insurreição é ao mesmo tempo uma dúvida e uma esperança.

Gostei muito da continuação, principalmente dos últimos capítulos onde o ritmo dos acontecimentos é acelerado e revelador. Torço muito por Ky e Cássia, espero que fiquem juntos no final. “Destino” continua como uma das minhas séries favoritas e mal posso esperar pelo último livro. Recomendo!

Continue Lendo

Resultado das promoções de Setembro!




Confira aqui o resultado das seguintes promoções:


- Promoção de Aniversário do Dear Book - Número 3
- Promoção de Aniversário do Dear Book - Número 4
- Promoção "Presente Literário"

Continue Lendo

sábado, 15 de setembro de 2012

[Séries] Miss Fisher's Murder Mysteries


Yaaaaayyyy quem aqui sentiu minha falta??? *calma calma, respira e um de cada vez* Já sentia saudades de estar por aqui, no meu cantinho especial compartilhando com vocês algumas series que me conquistaram... Fiquei afastada por vários motivos, entre eles a falta de tempo, Bienal e começo numa nova faculdade. Mas a partir de hoje, todos podem comemorar => Jujuba is back !!

Pena que o Summer Season já acabou, e nem pude falar das 15 series que assisti, mas ainda tenho tempo pra isso (me lembrem)... Estamos agora em Setembro e o Fall Season começou a todo vapor trazendo nossas queridinhas e algumas novatas que prometem, sem contar os preparativos para o Emmy 2012!!! Então, preparem-se pois nas próximas semanas estarei comentando series indicadas ao prêmio dos melhores da telinha Hihihi

Mas hoje, como é minha volta, e é especial, pretendo comentar uma serie que me deixou super viciada desde o primeiro episódio e é super difícil de encontrar os episódios, seja na net ou na televisão, que aqui no Brasil é transmitida pelo GNT aos sábados....

Estou falando da serie australiana que esta conquistando todos que assistem - Miss Fisher's Murder Mysteries


Continue Lendo

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

#PROMO: "Carte Blanche - O Novo Romance de James Bond" (Jeffery Deaver)


Que tal concorrer ao novo livro do James Bond? Confira as regras abaixo e participe! ^^

Continue Lendo

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

[Gastronomia e Literatura] Siri - Capítulos Quatro e Cinco

Essa mensagem faz parte de uma série de postagens, capítulo a capítulo, com receitas inspiradas no enredo do livro "Siri" (Rachel Cohn). Para ver as receitas anteriores clique aqui

Bom Dia Pessoas,

Gostaria de pedir desculpas pela semana passada onde não compareci ao blog para lhes trazer receitas deliciosas do mundo da literatura, portanto hoje quero me redimir então farei um post duplo.

O dobro de confusão na vida da nossa Pequena Rebelde, Cyd Charisse.

Novos personagens estão entrando na vida da reformada, ou não, Cyd. Agora, na parte que me cabe, gastronomia, o que daria se juntássemos uma bebida que caiu no gosto dela e seu grande amor?

Continue Lendo

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Resenha: "O Encontro" (Richard Paul Evans)

Por Carine Vieira: "O Encontro" conta a história de Alan Christoffersen, um jovem publicitário bem sucedido que tem tudo o que alguém normal pode querer: um emprego que adora, sucesso, amor e estabilidade financeira, ou seja, sua vida é perfeita! Como nem tudo na vida é perfeito, uma série de tragédias o atinge e é aí que ele precisará encontrar consolo para superar tudo o que lhe ocorreu.
"[...] Segundo minha experiência, as maiores tragédias são aquelas que nem passam por nossa cabeça – os acontecimentos que nos pegam desprevenidos, numa tarde de sexta-feira, quando estávamos imaginando como passar o fim de semana."
Posso adiantar para vocês que essa história rende algumas lágrimas, mas é bonita e nos faz refletir sobre nossos problemas e angústias e sobre o que realmente é importante.

Cristoffersen é casado com McKale, sua amiga de infância, é dono de uma agência de publicidade que, apesar do pouco tempo de existência já ganhou vários prêmios, demonstrando que o rapaz é bom e que o negócio é bem promissor. O casal vive uma vida daquelas dos contos de fadas: ele é um príncipe com uma linda casa uma esposa linda e maravilhosa e vivem felizes com suas viagens, carros e doações a obras de caridade.
Tudo estava mais do que perfeito quando McKale sofre um acidente grave. Alan então, deixa tudo de lado para cuidar de seu grande amor, abandonando os negócios que ficam sob a responsabilidade de seu sócio, Kyle.
“É nas horas mais sombrias que a luz da amizade brilha mais reluzente.”
McKyle fica paraplégica e no dia em que recebe alta do hospital, Alan descobre que o sócio lhe aplicou um golpe, roubando seus clientes, seus funcionários e abrindo outra agência, enfim, Alan perdeu tudo: a esposa está doente, ele tem dívidas e seu negócio praticamente não existe mais. Alan entra em choque, mas procura disfarçar e lidar com a situação da melhor maneira possível, para que sua esposa não percebe nada e para que isso não estrague sua recuperação.

Passam-se alguns depois do retorno de sua esposa a casa quando ela sente-se mal e acaba falecendo. Antes de morrer, porém, ela pede que o marido prometa que viverá mesmo sem ela, pois o conhece bem e sabe que ele iria ficar arrasado com a sua partida repentina. Alan faz a promessa, e aí ela parte.

Sofrendo muito, sem forças, desesperado e angustiado Alan pensa em tirar a própria vida, entretanto, lembra-se da promessa feita ao seu grande amor e desiste. Sem saber ao certo o que fazer ele decide realizar uma jornada, a pé, por diversos lugares dos Estados Unidos levando somente uma mochila e o dinheiro que sua secretaria e amiga conseguiu arrecadar com a venda do que não foi levado pelos credores.

A jornada se inicia e nosso personagem busca encontrar respostas e uma maneira de recomeçar, ele busca um sentido para viver, pois acreditava ter perdido tudo. Alan caminha e caminha por diversas cidadezinhas e lugares diferentes dos quais está acostumado. Em cada parada ele encontra pessoas que o ajudam abrir a mente e os olhos, ele passa a enxergar melhor tudo o que se passou em sua vida. Cada um deles têm uma história de vida e/ou superação incríveis que o leva a repensar em tudo o que viveu e a compreender que as tragédias da vida devem ser superadas, que devemos seguir em frente ainda mais fortes e amadurecidos.
"Eu amei e fui amado com a profundidade que um homem pode esperar, o que me torna uma pessoa de sorte. Isso também significa que sofri. A vida me ensinou que para voar você precisa primeiro aceitar a possibilidade de cair."
"O Encontro" é o primeiro de quatro livros que formarão a série "Caminhos". Os leitores acharão a leitura fácil e simples pois os capítulos não são longos e o autor escreve com uma linguagem cotidiana. Gostei muito de várias passagens no texto que me fizeram parar e pensar. Dão ótimas citações para compartilhar nas redes sociais, como vocês podem observar ao longo dessa resenha.
"O negócio é que o único sinal verdadeiro da vida é o crescimento. E o crescimento exige dor. Portanto, escolher a vida é aceitar a dor. Algumas pessoas fazem um grande esforço para evitar a dor e abrem mão da vida. Enterram seus corações, ou se drogam, ou bebem até ficarem anestesiadas, sem sentir mais nada. A ironia é que no fim a fuga se torna mais dolorosa do que aquilo de que estavam fugindo."
Em minha opinião, a Lua de Papel fez um excelente trabalho de edição nesse livro. A capa e a diagramação são primorosas, merecem destaque pelo capricho e qualidade, temos até um mapa para acompanhar a trajetória de Alan. Minha única restrição a este livro é que durante a caminhada de Alan, há muita repetição no relato das estradas e das cidadezinhas em que ele para ou passa..

Indico este livro para os que curtem uma história que transmite mensagens positivas e de superação. Os leitores de auto-ajuda com certeza amarão esse livro. Nas minhas aulas, alguns professores compararam o autor deste livro com o célebre Nicolas Sparks, já li quase todos os livros do Nicolas e esse é o primeiro que leio escrito pelo Richard Paul Evans, por isso não tenho embasamento para fazer essa comparação, entretanto, como mencionei anteriormente, se você é fã de romances e auto-ajuda pode ir correndo comprar "O Encontro", você não se arrependerá.

- Para saber mais sobre o autor acesse seu site.

- Veja o book trailler do livro:




Espero que vocês tenham gostado dessa resenha!

Estou louca para ler os comentários.
beijos,

Carine Vieira

OBSERVAÇÃO.

A administradora do blog "Leitura Entre Amigas" entrou em contato conosco hoje, dia 18/09 solicitando esclarecimentos a respeito da semelhança da minha resenha com a publicada por ela. Realmente há semelhanças entre ambas nas citações escolhidas e nas ideias de alguns parágrafos, mas, gostaria de afirmar aqui, para todos, que não houve plágio. Nós aqui do Dear Book somos adultos, responsáveis e temos um nome a zelar, nome esse que foi construído com suor e trabalho duro. É por isso que, estamos esclarecendo publicamente.
Não temos o intuito de arrumar brigas ou confusão com ninguém e em respeito ao blog "Leitura Entre Amigas", retiramos o conteúdo reclamado do ar e com isso a resenha foi editada para não haver mais problemas.
Reafirmamos nosso compromisso com os leitores e contamos com a confiança de todos que nos acompanham nesses 2 anos. Pedimos desculpa aos que se ofenderam com essa situação.

Carine Vieira

Continue Lendo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris