domingo, 28 de abril de 2013

Resenha: "Coração de Tinta" (Cornelia Funke)


Por Sheila: Oi pessoas! Trago a vocês hoje uma trilogia (mais uma na verdade) intitulada "Mundo de Tinta". Neste primeiro livro, "Coração de tinta" seremos apresentados a Mo, um restaurador de livros, e sua filha Meggie, uma pré adolescente devoradora de livros, tão apaixonada por eles quanto o é seu pai. A mãe de Meggie é mencionada apenas para sabermos que ela foi, um dia, embora ( e esse é um dos mistérios do livro).

Tudo começa em uma noite chuvosa, em que Meggie estava encontrando certa dificuldade para dormir. 
Chovia naquela noite, uma chuvinha fina e murmurante. Ainda depois de muitos anos, bastava Meggie fechar os olhos e ela podia ouvi-la novamente, como se minúsculos dedinhos estivessem batendo em sua janela. Um cão lati em algum lugar na escuridão e, por mais que se virasse de um lado para outro, Meggie não conseguia dormir. (...)
Meggie adorava ler à luz de velas. Ela havia posto três pequenas lanternas e três castiçais no batente da janela. E estava justamente encostando o palito de fósforo aceso num dos pavios já queimados quando ouviu os passos lá fora. 
Os passos revelam-se pertencer a alguém ainda mais furtivo que o barulho produzido pelo seu caminhar; seu ar, ainda mai misterioso que seu aparecimento na calada da noite. Acordando o pai para receber o estranho, Meggie descobre que este é Dedo Empoeirado, e se diz ser um velho amigo de Mo. Acompanhando-o está uma marta, um bichinho pequeno parecido com uma Doninha (maiores informações com nosso amigo google, a wikipédia também possui informações e até uma foto do bichinho), com um traço um tanto quanto peculiar: ela possui chifres.

Junto com Dedo Empoeirado surgem diversas outras novidades: uma tentativa (frustrada) de fuga por parte de Mo para a casa de uma tia de Meggie, Elinor; e as mentiras, muitas delas, que Meggie consegue ler no rosto de pai (a quem chama sempre apenas Mo, apesar de ele ser Mortimer para Elinor), contadas desde o aparecimento abrupto de Dedo Empoeirado, o dono da Marta esquisita. Além disso, surge um nome, que acompanhará Meggie pelo restante da narrativa, Capricórnio, que nas palavras de Dedo Empoeirado, parece um tanto quanto assustador.
- Como é que vou explicar quem ele é? Se você tivesse que ver um gato devorando um passarinho,  provavelmente choraria não é? ou tentaria ajudá-lo. Capricórnio daria o pássaro para o gato comer, apenas para vê-lo destrinchar o pobre bichinho com os dentes, ele se deliciaria em vê-lo estrebuchar, como se bebesse o mais puro mel.
Meggie deu mais um passo para trás , mas Dedo Empoeirado aproximou-se novamente.
- Suponho que você não tenha prazer em amedrontar alguém até deixá-lo com os joelhos bambos, não é mesmo? - ele perguntou. - Pois não há nada que faça capricórnio se divertir mais. Suponho também que você não ache que pode simplesmente pegar para si tudo aquilo que quer, não importa como, nem de onde. Pois Capricórnio acha. E, infelizmente, o seu pai possui uma coisa que ele quer a qualquer custo.
Agora, Meggie e seu pai tentarão proteger de Capricórnio um bem considerado preciosíssimo para as pessoas envolvidas na trama, o que nem sempre Meggie conseguirá entender muito bem. Terão de enfrentar grandes perigos e situações muito difíceis para conseguir sobreviver aos homens de Capricórnio - sim, este é um livro em que pessoas de fato morrem, não só levam sustos dos vilões.

A estória é escrita com maestria, consegui me envolver a ponto de sofrer junto com os personagens. A única coisa que considerei INADMISSÍVEL  foi a sinopse transcrita atrás do livro que estraga todo o mistério da trama. Passam-se quase duzentas páginas até que o segredo de Mortimer seja revelado, e o livro chega a ficar chato devido a demora para que isto, enfim aconteça. Se eu já não soubesse de antemão, talvez a primeira metade do livro tivesse sido mais interessante.

Mas, ok, a segunda parte do livro compensa - e muito! - a lenga lenga para se chegar no mistério (que eu DE FORMA ALGUMA vou contar qual é, somente quem realmente quiser saber pode ler na parte de trás do livro) que ronda o comportamento itinerante de Mo e o sumiço da mãe de Meggie.

Além disso, recentemente este primeiro livro foi adaptado para as telonas. Mo é interpretado por Brandan Fraser, e Meggie por Eliza Bennett, inclusive foi lançada uma nova edição do livro com a capa do filme. Lançado em  2008, teve uma boa aceitação pela crítica, mas como ainda não pude assisti-lo, deixo aos que viram comentar aqui. Mas o livro é realmente muito bom, e fiquei muito ansiosa pelos proximos dois, não esperava pelo desfecho apresentado. Recomendo!


Continue Lendo

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Happy Hour #38 - Manias e Excentricidades de grandes autores

Oi gente! Tudo bom com vocês? Trabalhando muito, estudando demais e tentando arrumar um tempinho para relaxar, né? Bom, por enquanto não sei como é, porque sinto dizer-lhes que ainda estou de férias. rsrs (Sim, morram de inveja =P). 

Mas bobeiras a parte, devo dizer que fiquei muito feliz com os comentários e o retorno de vocês com a Happy Hour #37. Todo mundo querendo juntar uma trouxinha e ir para a Terra da Rainha. rsrs Ameii! Vocês não estão sozinhos, viu? ;D

Essa semana foi comemorado o Dia Mundial do Livro, na terça-feira, dia 23, e não poderíamos deixar essa data passar em branco, né! Estive pensando em vários jeitos de abordarmos um tema bem bacana relacionado ao assunto e nada melhor que falarmos sobre grandes autores. E, de um jeito bem bacana e diferente. Hoje vamos conhecer mais sobre manias e esquisitices de nossos grandes mestres. Ficaram curiosos? Bora lá...

Continue Lendo

quinta-feira, 25 de abril de 2013

[Gastronomia e Literatura] A Primeira Dama do Jazz

Bom Dia Pessoas,

Hoje é aniversário da Primeira Dama do Jazz, também conhecida como Lady Ella, e se estivesse viva estaria completando 96 anos.

Com uma extensão vocal que abrangia três oitavas, era dona de uma voz absoluta. Era notória pela pureza de sua tonalidade, sua dicção, fraseado e entonação impecáveis, bem como uma habilidade de improviso "semelhante a um instrumento de sopro".

Ouçam esse Medley com Ella FitzGerald e Louis Armstrong

Continue Lendo

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Resenha: "Névoa" (Vários Autores, Organização: Cristiana Gimenes)

Por Eliel: A noite cai e a bruma se levanta e toma conta da visão, já não é mais possível enxergar nada. Na escuridão seus medos se tornarão reais, até os mais secretos temores vão te assombrar.

Névoa é uma coletânea de histórias de arrepiar, contadas por escritores que tiveram a coragem de colocar no papel seus temores, ou seja, se quem as escreveu as teme, o que você deve esperar dessas páginas macabras?
Sinopse: Quando a bruma toma conta do olhar, é impossível não temer o que é invisível aos olhos. Os medos mais secretos tomam forma e o irreal torna-se real. Névoa traz histórias aterrorizantes, contadas por escritores que temem o desconhecido e transcreveram para o papel os temores que os acompanham desde sempre. Se as tramas deste livro assustam quem as escreveu, o que elas farão com leitores desavisados como você? Deixe-se envolver por esta densa névoa, tendo plena consciência de que não sairá dela a mesma pessoa.
Dezenas de contos que vão te deixar de cabelo em pé. Leia-os durante a noite quando a névoa invadir as ruas, assim terá a verdadeira experiência de temer a escuridão.

Sheila Schildt, vocês reconhecem esse nome? Sim, uma das colunistas do Dear Book é uma das participantes dessa coletânea assustadora. Peço aqui a permissão dela para transcrever uma parte do seu conto:
Escuro

"Logo eles chegarão aqui. Logo. Como posso me defender? Por anos consegui fugir, mas agora sei que não há mais saída. Não, não há saída. Por isso escrevo. Guardei o segredo por muitos anos comigo para proteger aos que amo, mas agora... Agora sei, no fundo, que me enganei por todo este tempo. Eles estavam mortos, mortos, mortos..."
Quer saber o que acontece em seguida, e nos outros contos? Não deixe de ler!

Continue Lendo

terça-feira, 23 de abril de 2013

Filme: "Se Beber, Não Case"


Olá pessoal!

 Bom, primeiramente gostaria de avisar que estou em semana de provas e entrega de trabalhos e, também, comecei a estagiar. Por esse motivo, não tive tempo de ir ao cinema (espero que até o feriado eu vá conferir “O Homem de Ferro 3”, se Deus quiser).
Enfim, agradeço a paciência por não trazer nenhuma “novidade” a vocês. Mas creio que na próxima já terei visto algumas estreias...

Pensando nisso, nessas estreias, me veio à cabeça um filme aguardado por mim e por outros fãs do gênero “comédia”: o “final épico da trilogia” de “Se Beber, Não Case”.
Já conferiu o trailer? Então, clique AQUI, saiu esses dias... :)
A parte 3 está prevista para estrear dia 31 de maio, ou seja, logo logo \o/

Por isso, hoje gostaria de falar um pouquinho sobre o começo de tudo. A parte 1. Para quem já viu, é sempre bom relembrar às vésperas de uma estreia de sua continuação. Assim como é bom relembrar o segundo filme também, o qual eu já falei AQUI, nessa resenha.

Continue Lendo

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Novidades da Semana #47

Preparados para as novidades de hoje?

Mais um típico YA Book sobrenatural com mistérios e romance 

Áurica - Gina Rosati

Anna Rogan é uma garota aparentemente normal, mas esconde um grande segredo: ela consegue sair do corpo e fazer viagens astrais. Quando ocorre um acidente fatal, Taylor, uma colega de escola, toma posse do corpo de Anna e passa a viver como se fosse ela, ameaçando transformar o incrível passatempo num verdadeiro pesadelo. Diante da perspectiva de ficar presa no vácuo e nunca mais ser vista, ouvida ou tocada, Anna resolve pedir ajuda a seu melhor amigo, Rei.
Agora os dois têm não só que recuperar o corpo de Anna como também impedir Taylor de acusar um amigo em comum de ser responsável pela sua morte. Juntos, Rei e Anna arquitetam um plano para salvar o amigo, mas são surpreendidos pela paixão que começa a brotar entre eles.

Para quem curte mitologia é uma ótima pedida!

A Canção de Aquiles - Um Romance Histórico Baseado na Ilíada de Homero - Madeline Miller

Baseada na Ilíada, esta obra é uma reconstituição da épica Guerra de Troia. O tímido príncipe Pátroclo é exilado no reino de Fítia, onde cresce à sombra do rei Peleu e de seu extraordinário filho, Aquiles. Apesar de suas diferenças, os meninos logo se tornam companheiros inseparáveis. Os laços entre eles se aprofundam à medida que se tornam adolescentes e hábeis nas artes da guerra e da medicina – para desagrado e irritação da mãe de Aquiles, Tétis, uma cruel deusa marinha que odeia os mortais. Quando se espalha a notícia de que Helena de Esparta foi raptada, os homens da Grécia, ligados por um juramento de sangue, têm de partir para invadir Troia e salvar Helena. Seduzido pela promessa de um destino glorioso, Aquiles junta-se à causa. Pátroclo, dividido entre o afeto e o temor por seu amigo, acompanha-o. Mal sabem eles que os deuses do destino os colocarão à prova como nunca antes, exigindo deles um terrível sacrifício.

Continue Lendo

domingo, 21 de abril de 2013

Resenha: "Extraordinário" (R.J.Palacio)

Por Gabi: Oi pessoal. Hoje vamos falar de um livro que vem conquistando fans por onde passa. "Extraordinário" pertence aos chamados sick-lits, livros voltados para adolescentes mas trazendo personagens envoltos em doenças graves, depressão, anorexia, tentativas de suicídio e outros problemas realistas que antes não eram abordados.

Vamos, então, conhecer a história. August é uma criança de 10 anos que nasceu com uma deformidade facial devido à uma rara síndrome genética. Sua infância foi bem difícil, por um lado, já que ele passou por 27 cirurgias e sempre era submetidos a tratamentos e internações. Mas, por outro lado, ele sempre teve o amor incondicional da família e amiguinhos. 

O garoto nunca deixou de estudar, sua mãe lhe dava aulas em casa, mas aquilo não seria o suficiente para o resto da vida dele. Foi então que seus pais tiveram a ideia de colocá-lo na escola, pela primeira vez. Como estaria começando o quinto ano, seria uma boa oportunidade, já que todos seriam novatos e estariam se conhecendo. 

August fica, a princípio, inseguro, mas conquista confiança para esse novo desafio. Essa fase escolar não é fácil para nenhuma criança e para August, então, que enfrenta várias lutas diárias, é mais difícil ainda. No começo, seus colegas se assustam com o rosto do garoto, não querem se sentar perto dele na sala, nem no refeitório, na hora do almoço, e tampouco conversar. Crianças são criaturas extremamente sinceras e não conseguem esconder o choque com o rosto dele e vemos que muitos adultos, ao longo da história, também não. 
SEUS FEITOS SÃO SEUS MONUMENTOS
As coisas que fazemos sobrevivem a nós. Elas importam mais que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. São como monumentos que as pessoas erguem em honra dos heróis. Só que em vez de pedra, são feitas das lembranças que as pessoas têm de você.
O garoto é, entretanto, uma criança ativa, muito inteligente e tem um senso de humor incrível. E esses fatores são mais que suficientes para que ele conquiste verdadeiras amizades na escola, como as de Summer e Jack, por exemplo. A irmã Via e sua amiga Miranda também são importantes alicerces  (e amigas) para August. 

Sob uma narrativa em primeira pessoa, construída por diferentes pessoas ao longo do livro, em pequenos capítulos, somos introduzidos à trajetória de August fora da proteção constante dos pais, na escola, com seus dilemas, desafios, tristezas, muitas conquistas e alegrias
Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo. - Auggie
O livro é um deleite. Muito bem escrito e apesar de tratar de um tema pesado, como uma fatalidade genética, não é uma leitura massante, muito pelo contrário, eu o devorei em dois dias. A autora teve uma sacada ótima de transcorrer a história por diversos pontos de vista, o que nos permitiu entender cada personagem e ver através de seus olhos. Os personagens são muito bem construídos. (Queria tanto ter um professor como Sr Browne!)
Foto do fofíssimo kit cedido pela Intrínseca.
Atrás há um poster com a capa do livro e atrás
de Star Wars (faz muito sentido na história).
Marcador, um encartezinho com CD com
booktrailer. O redondo vermelho é um espelho por
trás e a cartela cinza é de imãs, daqueles
de geladeira. =)
 
É engraçado como às vezes nos preocupamos muito com uma coisa e ela acaba não sendo nem um pouco importante.
Me senti muito triste em algumas passagens. Na parte da cadelinha da família, vocês vão ter vontade de entrar no livro e confortar todos. (não posso falar muito para não soltar spoiler). É uma história emocionante e muito linda. Não me fez debulhar em lágrimas e nem acho que esse tenha sido o intuito da autora, mas, por outro lado, me levou a refletir muito a respeito da vida, de como reclamamos tanto, de coisas tão frívolas, de como damos tanta importância às aparências e não valorizamos tanto quando deveríamos as verdadeiras e sólidas amizades. 

Foi difícil escrever a resenha, até demorei um pouco. Uma obra bem escrita, que te faz refletir e ponderar a respeito de seu comportamento perante tantos aspectos da vida e, além de tudo, que consegue te arrancar um misto de emoções. É claro que indico imensamente o livro! 


Espero que tenham gostado da indicação de hoje. Não esqueçam de deixar suas críticas e opiniões? Já leram o livro? Estão gostando dessa nova onda dos sick-lits? Comentem! ^.^ 

Beijos beijos e boa leitura!

Continue Lendo

sábado, 20 de abril de 2013

Sessão de autografos com André Vianco em São José dos Campos-SP




Dificilmente acontece um evento literário na Saraiva Mega Store de São José dos Campos e foi com grande surpresa que ficamos sabendo da sessão de autógrafos com o autor André Vianco hoje. Eu e o Leonardo Rios como fãs que somos, não pudemos deixar de comparecer.

O evento foi para a divulgação do mais novo livro do autor: "A noite maldita - Crônicas do fim do mundo", que segundo ele a série ainda deve contar com mais dois livros. Perguntamos se ele pretende escrever mais um livro no universo de "Os Sete", falando mais sobre a origem, e ele disse que já pensou nessa possibilidade e que deve ser explorada quando ele terminar esse projeto. Uma noticia e tanto para fãs! ;D

Resenhas no Dear Book:
Próximas sessões de autógrafos:
  • 20/04 Saraiva de Santos, 19h Avenida Ana Costa.
  • 21/04  Sorocaba, 16 h Livraria Nobel Shopping Sorocaba.
  • 25/04 Rio de Janeiro na livraria Saraiva do shopping Rio Sul 19h
"A noite maldita - Crônicas do fim do mundo" - André Vianco

Sinopse: Quando metade dos seres humanos adormece inexplicavelmente, o que surge é um cenário apocalíptico: prédios em chamas, falta de eletricidade e pessoas desesperadas correndo sem rumo pelas ruas. Nada mais funciona como de costume, e os hospitais ficam lotados com vítimas do que parece ser uma terrível epidemia. Porém, tudo piora quando uma parte dos “adormecidos” desperta com uma sede incontrolável de sangue. Inicia-se então uma guerra de proporções nunca antes registradas, entre humanos e vampiros, naquela que, para sempre, seria chamada de A noite maldita. Ambientado em diversas cidades do Brasil, o livro leva o leitor a um mundo caótico e sombrio, onde a luta pela sobrevivência é constante e qualquer descuido pode ser fatal. Conheça a origem da aclamada saga “O Vampiro-Rei” e descubra como as batalhas entre humanos e vampiros começaram.

COMPRAR: Saraiva // Submarino

Continue Lendo

[Minhas Palavras] "Para Ele"



A coluna "Minhas Palavras" apresenta textos originais, de diversos temas, produzidos pela equipe do Dear Book.
"Para Ele"
 Por: Raquel Morelli (Colunista de Cinema)
Eu não sei se posso dizer que você é o amor da minha vida, mas acho que deva estar quase lá. 
Porque com você estou vivendo algo diferente, algo que eu não imaginava que seria tão incrível. 
Você apareceu “do nada” na minha vida e, sinceramente, não esperava muito de você, ou melhor, da gente, por assim dizer. Mas você me surpreendeu, continua me surpreendendo e sei que vai me surpreender. 
E também acabou me mostrando que as coisas mais certas acontecem nos momentos mais inesperados. 
Eu aprendi a não ter mais medo de me envolver e também a deixar as coisas acontecerem. 
Sei que relacionamentos não são fáceis, na verdade acho até que se relacionar afetivamente com alguém é a coisa mais difícil que existe. 
Mas você vem me mostrando que tudo se encaixa. Tudo tem que acontecer (e acontece) de forma natural. O que estou vivendo com você está sendo perfeito demais, por isso te considero especial e com razão. 
Eu gosto de estar com você. Você me mostrou o que é real e mais ainda, mostrou que o real pode, ou melhor, é muito bom. Melhor até do que o que se imagina. 
Sei que nem tudo está como era antes, mas isso é uma coisa boa porque é a prova de que nosso relacionamento amadureceu e sobreviveu aos pequenos contratempos. 
Ainda temos muito que viver e espero que continuemos sempre, assim:  juntos.

Continue Lendo

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Lançamentos de Maio da Novo Conceito!

Em Maio a Editora Novo Conceito está com ótimos lançamentos. Para mim, o mais esperado sem dúvidas é o 4° livro da série "Os irmão Sulivan", mas tem outros que parecem muito promissores, confira a lista: 

“Só Tenho Olhos para Você - Os irmão Sulivan #4” – Bella Andre

Sinopse: Sophie Sullivan, uma bibliotecária de São Francisco, tinha cinco anos de idade quando se apaixonou por Jake McCann. Vinte anos depois, estava convencida de que o bad boy ainda a via como a gêmea Sullivan boazinha. Isso quando ele se dava ao trabalho de olhar para ela.
Ao se envolver na magia do primeiro casamento dos Sullivan, Sophie sente que já passou da hora de fazer o que quer que seja preciso para que Jake a veja como a mulher que realmente é.
No entanto, ela terá dificuldade em mostrar a Jake que pode ser uma mulher forte e decidida, capaz de amá-lo para sempre. E não só porque ela é a inacessível irmã de seus melhores amigos, mas porque ele tem medo de tê-la perto demais. Na verdade, ele desconfia que seu segredo mais vergonhoso poderá ser desvendado.



“Entre o Amor e a Paixão - Belle #” – Lesley Pearse

Sinopse: No início da Primeira Guerra, Jimmy, o marido de Belle Reilly, é levado para as trincheiras mortais do norte da França e Belle percebe que não pode ficar de braços cruzados quando tantos estão sacrificando suas vidas.
Armada de coragem e boa vontade, ela se torna voluntária como motorista da Cruz Vermelha, também na França.
Então, enquanto cumpre seu dever humanitário, um trágico acidente lhe coloca frente a frente com Etienne — o homem que fez parte de seu passado e a quem nunca esqueceu completamente.
Dividida entre a paixão proibida por Etienne e a lealdade e o amor por Jimmy, Belle encontra-se em uma situação impossível. A confusão de seus sentimentos, misturada à escuridão da mais brutal das guerras, a levará a sucumbir para sempre, ou a força da vida será maior e a conduzirá, finalmente, à verdadeira felicidade?

Continue Lendo

quinta-feira, 18 de abril de 2013

[Gastronomia e Literatura] Gengibre



Bom Dia Pessoas,

O clima aqui em Itu está no mínimo louco, em apenas um dia é possível vivenciar as 4 estações. Resultado: Estou resfriado.

Mas vocês devem estar se perguntando o que isso tem a ver com a coluna de Gastronomia e Literatura. Pois bem, a base da receita de hoje é o gengibre.

Esse ingrediente tem muitas funções. Dentre elas há o uso medicinal, por exemplo, chá de gengibre é usado no tratamento contra gripes, tosse, resfriado e até ressaca. Banhos e compressas quentes de gengibre são indicados para aliviar os sintomas de gota, artrite, dores de cabeça e na coluna, além de diminuir a congestão nasal, cólicas menstruais e previne o câncer de intestino e ovário.

Continue Lendo

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Resenha: "Bem mais perto" (Susane Colasanti)

Por: Cari Vieira - "Bem mais perto", da autora Susane Colasanti conta a história de Brooke, uma jovem muito inteligente de 17 anos e que está terminando o segundo ano do Ensino Médio. Ela é apaixonada por Scott Abrams, um colega de escola que, segundo a própria, nem sabe da sua existência. 

Brooke planeja contar a Scott sobre seu amor e que tem a certeza de que foram feitos um para o outro, mas não consegue e agora ele se mudará para Nova York e ela não terá mais a chance de contar a ele como se sente.

Decidida a correr atrás de seu grande amor, ela resolve segui-lo e também ir morar em Nova York. Brooke mora com a mãe em New Jersey e o relacionamento entre ambas ficou bastante complicado após a separação entre ela e seu pai. A jovem não mantém contato com o pai que se mudou para Nova York, após sair de casa. É aí então que ela resolve entrar em contato e pedir para morar com ele.
"Mamãe não era assim tão severa comigo. Antes de papai se mudar, era muito mais fácil me dar bem com ela. Tudo mudou quando ele nos deixou. É como se ele fosse a cola que nos mantinha juntas. Ele foi embora quando eu tinha 11 anos.  São longos 11 anos de um relacionamento tenso com a minha mãe, o qual eu acho, nós nunca vamos conseguir melhorar."
Brooke abandona os amigos, a antiga escola, a mãe e parte buscando convencer Scott de que foram feitos um para o outro. Toda essa mudança a fará rever pontos importantes em sua vida, como a escola, a relação com os amigos antigos, a família, as novas amizades e seu futuro.
“Sorte não é exatamente do que preciso. O que quero é ter certeza de que não tumultuei minha vida inteira por nada”
Na nova escola Brooke reencontra Scott e os dois fazem uma matéria juntos, é a oportunidade perfeita, pensa a garota, para que o rapaz a conheça melhor antes de que ela se declare, por isso, ela tenta se aproximar dele e descobrir coisas que ambos tenham em comum. 
"- Sem dúvida as coisas estão dando certo. Nós moramos bem perto um do outro. Estamos na mesma escola. Temos uma aula juntos. Nós até conseguimos sentar próximos."
O que ela não esperava é que Scott já tivesse uma namorada. O que ela vai fazer? Deixar tudo de lado e esquecer Scott, ou tentará lutar por esse amor?
“Pode ser que nunca tenha todas as coisas que quero , mas uma coisa que realmente tenho é uma vida nova. E eu decido o que acontecerá depois”
Apesar de extremamente inteligente e com um QI acima da média, ela tira notas medianas na escola, por não querer chamar a atenção. Na escola antiga era fácil passar despercebida, mas, na nova escola, os professores estão sempre atentos e logo notam que Brooke pode dar mais e procuram puxar por ela. Inicialmente isso a irrita, mas ela acaba cedendo e torna-se monitora de John, um rapaz com dificuldades de aprendizagem e que a fará rever suas concepções sobre a escola e o seu futuro.
"(...) A vida é tão mais fácil quando você se dá bem com as pessoas, quando consegue se entrosar, em vez de ser rotulada de anormal. (...)"
Brooke terá, além de John, a amizade de Sadie que também está no terceiro ano e que trabalha duro para entrar em uma boa faculdade: ela estuda, é monitora e ainda se dedica a trabalhos voluntários. Brooke e Sadie aprenderão muito uma com a outra.

A história é contada pela própria Brooke e não se concentra apenas no amor que ela sente por Scott. A relação de Brooke com a mãe, sua vida com o pai ausente numa nova cidade e como isso a afeta é bem desenvolvido pela autora, bem como a revolta da jovem com um sistema escolar que não a estimula. Com a mudança de escola e com a ajuda dos novos amigos ela acaba descobrindo o que quer fazer da vida e repensa suas atitudes em relação às aulas e à escola.
“A única pessoa com quem posso contar sou eu mesma. Criar a vida que quero só depende de mim. Não posso culpar meus pais, Scott ou qualquer outra pessoa pelo jeito que as coisas são. Agora que sei para onde esta vida esta indo, é hora de decidir como quero chegar lá”
A leitura é simples, fácil de ler e com certeza agradará ao público para o qual é destinado: adolescentes entre 15 e 18 anos e adultos que gostam desse tipo de leitura. Gostaria que a autora tivesse acrescentado mais alguns capítulos contando sobre o que aconteceu com os personagens ao final do terceiro ano, senti falta disso! De qualquer maneira o indico para aqueles que procuram um romance leve para se distrair em um fim de tarde. ;)

Continue Lendo

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Novidades da Semana #46

Oi Gente!
Preparados para as melhores novidades do universo literário? ;D
Hoje temos muitas noticias relacionadas a filmes e séries.

_________________________________________________________

Editora Planeta compra direitos de publicação de livro baseado em “Once Upon a Time”

Editora Planeta comprou os direitos de publicação de Reawakened. O livro, escrito por Odette Beane e ilustrado por Kevin Tong, tem previsão de lançamento, lá fora, para 4 de Maio. Ainda não há expectativa de publicação nacional. 
O livro será narrado através dos pontos de vista de Emma Swan (interpretada na série por Jennifer Morrison) no presente em Storybrooke e por Branca de Neve (Ginnifer Goodwin) antes da maldição em Fairy Tale Land. Fonte: Once Upon a Time Brasil 

_________________________________________________________

Game of Thrones - Exposição de 25 a 30 de abril em São Paulo


Conheça agora os detalhes da exposição gratuita de Game of Thrones que a  HBO Brasil traz a São Paulo de 25 e 30 de abril, no Shopping JK Iguatemi. O número de visitantes é limitado e para visitar será necessário retirar senha e marcar horário. O agendamento deve ser realizado sem custo algum no dia 14 de abril, após a exibição do terceiro episódio da série, no site Live Pass. A mostra interativa trará armas, artefatos, peças de figurino do primeiro e segundo anos da série, além de seletos objetos do ano três. Fonte: Omelete 

Continue Lendo

domingo, 14 de abril de 2013

Resenha: “Amante da Fantasia - Série Dark Hunters # 1” (Sherrilyn Kenyon)

Juny: Li esse livro em 3 dias e me apaixonei profundamente, Sherrilyn sabe como escrever um belo romance hot!

Dessa vez acho que se eu descrever o livro não vou conseguir fazer melhor que a sinopse, que nada mais é que um relato de Julian, segue:

“Ficar preso em um quarto com uma mulher é algo formidável. Ficar preso em centenas de quartos durante mais de dois mil anos não é. E ser amaldiçoado dentro de um livro como um escravo sexual pela eternidade pode arruinar até mesmo o dia de um guerreiro espartano. Como escravo sexual, eu sabia tudo a respeito das mulheres. Como tocá-las, como saboreá-las e, principalmente, como satisfazê-las. Porém, quando fui evocado para realizar as fantasias sexuais de Grace Alexander, encontrei a primeira mulher na história que me enxergou como um homem com um passado atormentado. Só ela se importou em me tirar do quarto, levando-me para o mundo. Ela me ensinou a amar outra vez. Mas eu não nasci para conhecer o amor. Fui condenado a uma solidão eterna. Como general, eu tinha aceitado minha sentença havia muito tempo. Porém, agora encontrei Grace... a única coisa sem a qual meu coração ferido não é capaz de sobreviver. Com certeza, o amor pode curar todas as feridas, mas poderá também romper uma maldição de dois mil anos?”
A partir disso o livro gira em torno desenvolvimento da relação entre Grace e Julian, e da busca por uma maneira de quebrar a maldição. Também há dramas do passado e perigos no presente.

Julian a principio é apenas um escravo sexual determinado em realizar sua função. Porém ao decorrer do livro conhecemos sua história, seus dramas e seus sentimentos. Um jogo de intrigas entre os deuses o fez perder tudo e ser aprisionado no livro. Ele é um personagem maravilhoso que te conquista a cada página, impossível não se apaixonar por Julian.
– Veja como ele está vestido. Você traz a público um deus grego usando shorts e uma camiseta regata dois números menores. Céus, Selena, no que você estava pensando?
– Está fazendo 39 graus aqui fora, e a umidade do ar está enorme. Eu não queria que ele morresse de hipertermia.
– Moças, por favor. Julian colocou-se entre elas. – está quente demais para ficarem brigando por algo tão insignificante quanto as minhas roupas. – Ele deslizou um olhar faminto por Grace, e então deu um sorriso que derreteria qualquer mulher. – E eu não sou um deus grego. Sou apenas semideus.
Grace é uma garota que sofreu muito em seu relacionamento anterior, não quer se envolver com mais nenhum homem e não quer ser usada. Resiste bravamente aos encantos de Julian e é a única pessoa que o vê como humano e não apenas um objeto de desejo. Embora sua resistência às vezes seja extrema, ela tem suas razões e isso ajuda no desenvolvido da relação deles.
– Você tem colecionado livros por um bom tempo – ele comentou, olhando as prateleiras repletas.
Ela anuiu.
– Eles eram meus melhores amigos enquanto e crescia. Acho que o amor pela leitura é provavelmente o maior presente que meus pais me deram. – Ela ergueu Peter Pan. – Este era do meu pai quando era criança. É meu bem mais apreciado. (...)
Compreendia bem como Grace se sentia em relação aos livros. Ele fora assim na juventude. A cada chance que tivera, escapara para o mundo da fantasia, onde heróis triunfavam. Onde demônios e vilões eram aniquilados. Onde mães e pais amavam seus filhos. (...)”
Destaque também para Selena, a amiga doida de Grace, que foi responsável pela invocação de Julian, para tentar ajudar a amiga. Ela dá um toque de leveza a trama, mesmo nos momentos mais tensos. Os deuses (Afrodite, Eros, Athena e etc.) são retratados de uma maneira moderna e divertida,e há todo um drama familiar entre eles. Também é divertido o fato de Julian não conhecer a tecnologia moderna e ficar admirado com luz elétrica, micro-ondas, TV, carro e etc. O final é bem desenvolvido, cheio de reviravoltas.

Não pude deixar de ir desesperadamente comprar o segundo livro dessa série, “Prazeres da Noite”, pois preciso de mais uma dose dessa escrita encantadora de Sherrilyn.
– Vou deixa-la me ensinar, mas apenas se colocar seu baby-doll vermelho... (...)
Ela colocou os dedos sobre os lábios de Julian, interrompendo-o.
– Se colocar aquilo, duvido que você vá aprender alguma coisa que já não saiba.
Ele acariciou seus dedos entre os dentes.
– Prometo que vou me comportar.
Mesmo sabendo que era uma péssima idea, ela deixou que ele a persuadisse.
Embora seja um romance hot, a parte hot fica a maior parte do tempo só na expectativa, o foco do livro é a aproximação entre Grace e Julian e o jogo de sedução caliente entre eles. Um livro que te faz suspirar e acreditar na força do amor. É possível defini-lo como um conto de fadas mitológico com um toque adulto. Leitura mais do que recomendada.

Continue Lendo

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Happy Hour #37 - O Parlamento Britânico

Oi pessoal! Como vão vocês? Espero que muito bem. Eu estou aqui de férias, que ainda terão mais um mês e poucos dias de duração. (Sim, eu sei que ficaram com invejinha -rsrs) Falemos agora da Happy Hour #36, vi que apesar dos poucos comentários, tivemos muitos acessos e aqueles que se manifestaram, o fizeram com propriedade. Vocês são ótimos, sério. '-' 

Mas vamos ao nosso assunto de hoje, né! Com a morte de Margaret Thatcher nessa segunda feira, dia 8,  achei super bacana homenageá-la na coluna de hoje. E, para tal, nada mais adequado que falarmos sobre o Parlamento Britânico. Primeira e única mulher até hoje a ocupar o cargo mais importante do Reino Unido, de 1979 a 1990 ela permaneceu na liderança do Parlamento. Sua polêmica e rígida política neoliberal a levou a ganhar o eterno título de Dama de Ferro

Vamos, então, ao grande assunto de hoje. Preparados?



Continue Lendo

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Resenha: "O Primeiro Amanhecer - O Além Mar II" (Roberto Pellanda)

Por Sheila: Olá people! (em inglês, para variar um pouco o "pessoas"...). Hoje trago a vocês o segundo volume da série "O Além Mar". A resenha do primeiro livro "Noite sem fim", de Roberto Campos Pellanda já foi publicado aqui no blog e pode ser acessado aqui.

Sempre aviso, para quem não gosta de estragar a surpresa e saber antes da hora o fim do livro, que não leia a resenha da continuação. Afinal, geralmente começo por onde o último livro terminou, por isso inevitavelmente lanço alguns spoilers. Mas se você não tem problema algum em ficar sabendo como o livro I termina, lei a vontade!

Pois bem, neste segundo volume, logo no início somos apresentados à história de Mrtin, nosso protagonista, e a forma como vem parar na Vila. Na verdade, ele é trazido pelo mar, o que explica de certa forma a luta de seu pai (adotivo) em busca da verdade por trás do regime ancião. Afinal, se nada há no Além Mar, como um bebê pode surgir trazido por ele - o Mar - dentro de um bote?

Logo após o prólogo, o livro é retomado de onde havia terminado: com Martin à bordo do Firmamento, navio no qual foi em busca de Maya e resgatou-a, junto com outros da Vila que haviam sido levados, pelos apavorante Knucks. Mas a viagem para Além Mar, por mais que traga algumas respostas, fomenta mais ainda algumas dúvidas: afinal que lugar é esse onde o céu se incendeia, e assim permanece indefinidamente?
A imensa cortina que cobria a abóbada sobre as suas cabeças, antes escura e apenas perfurada aqui e ali para deixar cintilar as estrelas e a lua, agora estava pintada com uma explosão inacreditável de diferentes cores. Próximo ao horizonte, na direção em que navegavam, havia um brilho intenso; mais ao alto, diferentes tons de rosa se mesclavam em uma aquarela caótica. As poucas nuvens que salpicavam o céu exibiam uma cor rosada tão intensa, que mais se pareciam com fragmentos de algum metal incandescente. Já na direção oposta (de onde tinham vindo), as cores evanesciam e perdiam o brilho, dando lugar a um azul pálido e sem vida.
Assim, descobre Martin o Sol. Um choque, já que na Vila, de onde ele e quase todos os homens a bordo do Firmamento vem, é sempre noite. Agora, eles estão a caminho da Cidade do Crepúsculo lugar onde, ao contrário da Vila, é sempre dia. Habitada por um povo comerciante, religioso ao extremo - ao menos, parte do povo - e que vivem numa sociedade muito bem organizada. Mas que, no entanto, tem alguns problemas muito parecidos com a Vila: os Knucks.

No entanto, onde Martin esperava encontrar apenas amigo e aliados, encontra uma série de intrigas e brigas políticas entre diferentes facções, alguma interessadas em apenas uma coisa: Poder. Agora, o que Martin descobrirá, é que a traição dos Anciãos ao povo da Vila vai muito além do que sequer imaginava. Na verdade, toda a história da criação do mundo como o conhecia - primeiro único no universo, agora possuindo sua metade complementar - estava errada.

Conta a lenda que um dia, muito tempo atrás, o mundo possuía algo que os antigos denominavam "dia" quando o sol brilhava, e "noite", quando este abandonava o céu e dava lugar à lua e as estrelas, e que isso acontecia sempre num intervalo curto de horas, cerca de 24. No entanto, algo aconteceu, cindindo este mundo no meio e dando vida a Knucks, morfélias e atchins, seu contraponto emocional.

Agora, Martin precisa descobrir o que gerou a cisão de seu mundo, proteger-se contra os ataques dos Knucks, sobreviver as intrigas da cidade do Crepúsculo, e ainda achar um jeito de ajudar o povo da Vila, que esta sendo atacada por uma misteriosa doença, e vivendo num clima de tensão crescente.
(...) o pai de Maya caira doente. A febre que o atormentava tinha vindo súbita e implacável. Em poucas horas, ele já não conseguia levantar da cama e passava a maior parte do tempo dormindo, enquanto seu corpo fervia. A mãe ficava ao lado do pai o tempo todo e insistia para que Maya fechasse as portas da livraria. Ela afirmara que, com aquele clima de extrema tensão, além de perigoso, seria inútil deixar o estabelecimento aberto: nenhum cliente apareceria. Maya havia contra-argumentado, afirmando que precisavam de dinheiro; quase não havia mais comida na despensa. Não que se encontrasse muita comida para ser comprada na Vila naqueles dias, de qualquer modo.
Este livro II segue a mesma excelência de escrita assumida pelo primeiro, mas a trama possui elementos ainda mais envolventes e elaborados. A luta pelo poder, a ganância desenfreada, os jogos políticos que privilegiam alguns poucos, toda uma trama que nos faz pensar a respeito da sociedade atual em que estamos inseridos, lógico que de forma metafórica.

Além da explicação (belíssima) para a divisão do mundo de Martin - o que poderia ser, talvez, um "futuro" do nosso - temos ação, aventura, suspense, romance, tantos elementos juntos que chega a ser difícil esmiúça los um a um neste espaço. Este segundo livro é, com certeza, mais denso e complexo que o primeiro, mas em nenhum momento menos instigante.

Uma narrativa ágil, uma trama para lá de bem elaborada e um final realmente de tirar o fôlego, fazem desta continuação um livro que vocês com toda certeza não deveriam deixar de ler. Tornou-se, sem esforço, um dos meus preferidos. Recomendadíssimo.

Continue Lendo

terça-feira, 9 de abril de 2013

Ofertas por ai #16 - O melhor do #SubDay



Hoje é dia de #SubDay e por isso apareceram ofertas bem interessantes, mas corram porque a maioria só vale hoje! Escondam os cartões de crédito! ;D

Esse post pode ser atualizado a qualquer momento com mais novidades! ;D
Os preços informados aqui valem para o dia da postagem, afinal as Lojas Virtuais os mudam o tempo todo e não nos responsabilizamos por essas mudanças.

Para ver as ofertas anteriores clique aqui.
Clique nos links (em vermelho) para acessar as ofertas. ^^

Box e Coleções
Ofertas
Marian Keys em oferta!
Pré venda / Lançamentos

Destaques:
 


  • Qualquer problema com os links ou alguma novidade que nós ainda não comentamos nessa coluna ou nas anteriores, coloque nos comentários! ;D

Continue Lendo

Resenha: "O Príncipe - A Seleção 0.5" (Kiera Cass)

- Clique aqui para ler a resenha do primeiro livro: "A Seleção"

Por Juny: Dentre tantos livros que foram lançados ano passado, uma série se destacou conquistando muitos leitores: “A Seleção” de Keira Cass. A mistura de distopia, conto de fadas e muito romance caiu nas graças do público. Com o final totalmente “OMG! PRECISO DA CONTINUAÇÃO”, o livro deixou muita gente contando os dias até Abril de 2013, para o lançamento do eBook “O Principe” e do segundo livro “A Elite”.

No final de Março foi disponibilizado gratuitamente pela editora o eBook “O príncipe”, que seria o volume 0.5 da série. Nesse livro conhecemos mais sobre o Principe Maxon, seu passado, seus sentimentos e suas preocupações. Ele se mostra muito inseguro e desconfortável com a Seleção. Também vemos o quanto seu relacionamento com o pai é complicado.
“Eu andava em círculos, como se isso pudesse aliviar a tensão do meu corpo. A Seleção parecia emocionante quando estava lá longe – uma possibilidade futura. Mas agora? Bom, eu já não tinha tanta certeza”.
O livro começa antes da Seleção e termina na parte em que ele sela o acordo com América, o que não é nenhum spoiler para quem já leu o primeiro livro. É muito legal ver as impressões de Maxon diante das garotas, e é claro, sua admiração por América desde o inicio, pelo seu comportamento diferenciado.
“América se levantou, pondo fim à entrevista. Não pude deixar de ficar impressionado mais uma vez. (...) Sorria comigo mesmo pensando em América. Comparava-a com as outras. Ela era linda, anda que um pouco rústica. Era uma beleza incomum, e pude reparar que ela não tinha consciência disso.”
E não é só isso, no final podemos ler os dois primeiros capítulos de “A Elite”, o que me deixou ainda mais ansiosa para o lançamento.

“O Principe” é uma leitura rápida e imprescindível para os fãs da série, também é muito bom para aquecer para a leitura do segundo livro. Embora não traga muitas novidades, é muito interessante conhecer o ponto de vista do Principe Maxon. Recomendo!

PS: Eu continuo cada vez mais #TeamMaxon. Aspen ficando cada vez mais pra trás.

- Clique aqui para ir ao site da Editora Seguinte, faça um cadastro e baixe o eBook gratuitamente.

Continue Lendo

domingo, 7 de abril de 2013

Resenha: "Toda Sua" (Sylvia Day)

Por Gabi: Oi gente! Olha eu aqui com mais um romance hot. O que trago hoje é o primeiro livro da Trilogia Crossfire, apontada por muitos como "melhor escrita que Cinquenta Tons de Cinza" e toda aquela conversa na qual já estamos familiarizados. Vamos, então, conhecer a história.

Nossa protagonista é Eva Tramell, uma linda, loira e perspicaz mulher que carrega cicatrizes do passado. Ela acaba de se mudar de San Diego para Manhattan com seu fiel escudeiro Cary Taylor. Ele teve uma infância muito difícil, sua mãe era dependente química e sua adolescência foi vivida em reformatórios.

Eva conseguiu um emprego na Waters Field & Leaman, uma das maiores agências publicitárias dos EUA. Um dia antes de começar seu expediente, ela foi ao Crossfire Building (sentiram a ligação dos nomes?), sede da empresa, para estimar quanto tempo levaria de casa ao trabalho quando teve seu primeiro encontro com o homem mais sexy e irresistível que ela jamais imaginou encontrar. 
Ainda assim, apesar de toda aquela demonstração impressionante de masculinidade, foi só quando vi seu rosto que percebi o que havia de fato diante de mim.

Uau. Simplesmente... uau.
Esse deus grego é o dono da agência, o bilionário Gideon Cross, que impressionou Eva não só por seu pelo porte físico e pelo belo par de olhos azuis, mas também pela atração instantânea que aconteceu entre eles.
Ao olhar para mim, ele mudou... como se um escudo tivesse sido removido de seus olhos, revelando uma força vital esmagadora que me fez perder o fôlego. O magnetismo poderoso que ele exalava se intensificou, transformando-se em uma impressão quase tangível de uma energia vigorosa e inesgotável.
Como trabalham na mesma empresa, encontros posteriores tornam-se cada vez mais inevitáveis, seja em elevadores ou em reuniões de trabalho. Depois da apresentação de uma campanha de vodka, que Ana ajudou seu chefe Mark, Cross chega com uma abordagem mais que direta para Eva, perguntando se ela não está dormindo com ninguém, porque ele "quer comer ela e precisa saber se não há ninguém atrapalhando seus planos". Assim mesmo, bem diretíssimo ao ponto e com essas mesmas palavras. 

Apesar de se sentir incomodada pelo modo impassível com que Gideon trata o sexo, a atração entre eles é inevitável e inicia-se, então um "relacionamento moderno" entre os dois baseado na filosofia de sexo-sem-compromisso. Sexo esse que é incrível para ambos. 

O grande "problema" dessa situação é que eles acabam se apaixonando e vêem que aquele tipo de relacionamento não é o suficiente para supri-los. A medida que a narrativa vai se desenrolando, percebemos que ambos carregam marcas do passado que colocam em cheque o futuro dessa relação. Será que a paixão  e o desejo vão ser combustíveis suficientes para manter firme esse relacionamento? 
Desde que havia conhecido Gideon, eu tinha entrado em um mundo fascinante e sedutor em que quase nenhuma das regras conhecidas do bom senso se aplicavam. Eu estava desbravando um território desconhecido, o que era ao mesmo tempo excitante e assustador. 
Pelo que podemos ver o livro se parece, com a trilogia de E. L. James, exceto pelos fatos que que Eva não é tão inocente no sexo quanto Anastasia e também porque o casal da trilogia Crossfire não curte BDSM. Mas vemos nosso belo protagonista completamente dependente de sua amada e, a seu modo, controlador e dominador. 

O livro não me conquistou. Sinceramente, sou piegas, confesso -rsrs. Gosto do romance, dos personagens bem construídos, da paixão, daquele ritual de conquista, do jogo de olhares, enfim, ROMANCE!! Não tenho problema algum com os romances hots de agora, até curto, mas se é só para trazer o clichê (abuso/sexo), fica algo bem vazio.
Sylvia Day

A impressão que tive é que Sylvia estava muito preocupada em ir "direto ao ponto", se é que vocês me entendem. Podemos logo perceber isso pela construção da personalidade de Gideon e em seu modo seco de abordar Eva. Outra coisa que me incomodou é que em grande parte do livro temos o choque de personalidade deles, resultando em brigas e desentendimentos, que não duram muito tempo, dando lugar a um sexo alucinante de reconciliação. Parece uma sequência já fixada pela autora. 

Fiquei, entretanto, curiosa para descobrir o drama de Gideon, que não foi exposto nesse livro, mas que já temos dicas vagas a respeito. Não tenho ideia,  do que esperar dos próximos livros, além dessa revelação. Espero que "Profundamente Sua" me surpreenda e me conquiste. Muitos dizem que a sequência é bem melhor que o primeiro. Vamos ver...

E vocês aí, já leram algum livro da Trilogia Crossfire ou algum romance hot? Não deixe de comentar suas experiências conosco!

Beijos beijos e boa leitura!


Continue Lendo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris