segunda-feira, 31 de agosto de 2015

[Novidades] Uma parceria diferente e um impulso verde-amarelo-e-roxo: #dracospirit 2015-2016



Oi, pessoal. Acho que todo mundo tem visto nos últimos dias a avalanche de parcerias que a Editora Draco tem feito. Quem não está entendendo nada, nós explicamos :)

Eis que a Editora Draco lançou um proposta especial para todo e qualquer interessado que queira fazer uma parceria. Não há seleção, apenas inscrição. Siiiiiiiim, é só preencher o formulário com seus dados e você já é parceiro!

Mas, claro, há uma política específica para isso, não é uma parceria à qual a blogosfera literária está acostumada. E quer saber? Foi genial abarcar todo mundo sob essas diretrizes, tudo em favor de um bem maior: impulsionar nossa literatura.

Se você tem um blog, canal, insta ou algum perfil de divulgação literária, corre aqui e entenda mais sobre essa política de parceria. Não se esqueça de preencher este formulário.

Siga e curta a editora nas redes para acompanhar cada passo:
Twitter: @editoradraco 
Facebook: Editora Draco 

Pois bem, a Draco é uma editora de médio porte no mercado literário e publica APENAS literatura nacional contemporânea. Seguindo uma linha interessante de publicação (dentre romances, antologias de contos e HQs), a editora possui uma dedicação admirável para as produções de nossa terrinha. Eles realmente apostam e prezam elas ;)

Já tivemos por aqui algumas poucas passagens de publicações suas e esperamos que em breve tenhamos mais e mais do #dracospirit conosco. Revejam nossas resenhas de Lagoena – O Portal dos Desejos (Vol. 1) da Laísa Couto, e de O que poderíamos ter sido e A Dama das Ameixas, contos da Karen Alvares, e se encantem tal como essas literatas nos conquistaram <3

E, claro, conheçam mais das publicações da editora:



O catálogo completo vocês podem ver aqui 

Quais vocês já andam de olho?


Até breve!

P.S.: Esse ano a Draco marca presença com estande próprio na Bienal do Rio.


Aqui tem mais sobre a sessão de autógrafos da Karen Alvares e aqui da Laísa Couto. Beijo, meninas, boa bienal!


Equipe Dear Book.


Continue Lendo

#PROMO - Uma Bienal de livros pra você!

Olá, pessoal. Como está ansiedade aí? Borbulhando? Paralisando? Surtando?

Até mesmo quem não poderá ir na Bienal esse ano está em POLVOROSA, imaginamos ;) Bom, pra entrar nesse aquecimento, VAI TER PROMO SIM, E COM VÁRIOS ESCRITORES E LIVROS SUPER MANEIROS :)



Em parceria com a digníssima Kássia Monteiro, e mais escritores de nossa terrinha como Eric Novello, Vanessa Bosso, Janaíno Rico, Karen Alvares, Jim Anotsu e Maurício Gomyde, o Dear Book participa desse aquecimento que tem 7 kits especiais para premiar 7 lindos e sortudos ganhadores! Vem ver e surtar junto:



Ok, aí vocês perguntam... COMO QUE EU PARTICIPO?

Muito fácil, gentes: só logar no formulário Rafflecopter abaixo com o Facebook ou por nome e e-mail e curtir as páginas dos 7 autores parceiros. Suas chances de ganhar aumentam e muito se cumprirem também as entradas extras, afinal, elas podem acrescentar mais de 200 pontos para garantir bilhete premiado!!!!

Queremos ver todo mundo participando, hein ^.^


REGRAS DA PROMOÇÃO

1) Este sorteio é válido apenas para pessoas com endereço de entrega no Brasil.

2) Não será aceita a participação de perfis criados exclusivamente para sorteios.

3) As únicas entradas obrigatórias são curtir as páginas dos autores que estão cedendo os prêmios. Todas as outras são entradas adicionais para quem desejar ter mais chances de ganhar.

4) Serão sorteados os seguintes kits:

1 - Soberana + O Beijo das Sombras + A garota do outro lado da rua + A aposta
2 - Inverso + O presente + A mais pura verdade + A aposta
3 - Ser Clara + Apimentando + 100 dias de sensualidade + A aposta
4 - Rani e o sino da divisão + Marley e eu + Shadowmancer + A aposta
5 - Exorcismos + Imaginários 1 + Imaginários 2 + A aposta
6 - A máquina de contar histórias + Soberana + kit de marcadores + A aposta
7 - A aposta + Beco do Crime

ATENÇÃO
Serão 7 kits e 7 sorteados.
O primeiro sorteado poderá escolher o kit de sua preferência, o segundo sorteado escolherá um kit entre os restantes e assim sucessivamente.

5) Caso as pessoas sorteadas não tenham seguido as regras, será realizado novo sorteio.

6) As inscrições começam à meia-noite do dia 31/08/15 e se encerram à meia-noite do dia 01/10/2015.

7) O sorteio será realizado até o dia 05/10/ 2015 e os vencedores terão 48h a partir da divulgação do resultado para responder ao e-mail que será enviado. Para solicitar o prêmio, os vencedores deverão enviar nome completo e endereço para falecomkassia@gmail.com. Caso contrário, será realizado novo sorteio, até o máximo de três sorteios.

8) Caso nenhum vencedor se manifeste, os prêmios ficarão disponíveis para uma próxima promoção.

9) Uma vez estabelecidos os vencedores, os autores terão até 30 dias para enviar os prêmios.

10) Os autores não se responsabilizam por avarias causadas aos livros ou extravios ocorridos após o envio dos prêmios.

Observações ademais

- Os livros Soberana, O Beijo das Sombras, A garota do outro lado da rua e Beco do Crime serão enviados pela autora Kássia Monteiro.

- Os exemplares de "A aposta" serão enviados pela autora Vanessa Bosso.

- Os livros Inverso, O presente e A mais pura verdade serão enviados pela autora Karen Alvares.

- Os livros Exorcismos, amores e uma dose de blues, Imaginários 1 e 2 serão enviados pelo autor Eric Novello.

- Os livros Apimentando, Ser Clara e 100 dias de sensualidade serão enviados pela autora Janaina Rico.

- O livro A máquina de contar histórias e o kit de marcadores serão enviados pelo autor Maurício Gomyde.

- Os livros Rani e o sino da divisão, Shadowmancer e Marley e eu serão enviados pelo autor Jim Anotsu.
- Os exemplares de A Aposta a serem enviados pela autora Vanessa Bosso são os da versão da Amazon (sem orelhas), não a nova edição.



Bônus: vai na XVII Bienal do Livro do RJ e quer encontrar essas figurinhas?
Vejam as datas e se programem :)


1) Kássia Monteiro
Onde: Estande da Editora Draco – O10A, Pavilhão Verde
Quando: 05/09, 16h | 06/09, 14h | 07/09, 11h

2) Maurício Gomyde
Onde: Estande da Intrínseca – F08/G09, Pavilhão Azul
Quando: 12/09, 12h
Lançamento: Surpreendente!

3) Janaina Rico
Onde: Estande da Qualis Editora – E19, Pavilhão Azul
Quando: 04/09, 15h | 05/09, 17h | 06/09, 15h | 10/09, 15h

4) Jim Anotsu
Onde: Estande do Grupo Autêntica – H12/I11, Pavilhão Azul
Quando: Sem horário fixo para autógrafos

5) Vanessa Bosso
Onde: Estande da Editora Novo conceito – H6, Pavilhão Azul
Quando: 06/09, 16h30
Lançamento: A aposta

6) Eric Novello
Onde: Estande do Grupo Autêntica – H12/I11, Pavilhão Azul
Quando: 12/09 (sem horário fixo)

7) Karen Alvares
Onde: Estande da Editora Draco – O10A, Pavilhão Verde
Quando: Dias 10, 11, 12 e 13/09 – várias sessões durante o evento.
Lançamento: Inverso


A Equipe Dear Book deseja sorte e uma feliz Bienal :)

Continue Lendo

Resenha: "Infinity Drake: Os filhos da Scarlatti (John Mcnally)

Por Sheila: E aí pessoinhas? Tudo tranquilo? Na sequência da minha saga por tentar-terminar-o-máximo-possível-de-resenhas-antes-de-me-operar cheguei a conclusão que era chegada a hora de trazer esta história divertídissima para vocês, pois não era justo que só eu tivesse lido o livro!

Eu sinceramente não soube o que pensar quando peguei este livro em mãos. E, ao invés das eventuais pesquisas pelo "tio" google afora, resolvi abrir as páginas do livro e me entregar a leitura.

Infinity, por incrível que pareça, é um nome. E de um garoto no auge de sua adolescência, que prefere ser chamado de Finn e já carrega, tão cedo, as marcas de uma tragédia familiar: seus pais foram vitimados por um acidente, e ele é criado por uma avó extremamente superprotetora.

No entanto, Finn tem um tio, cientista e meio atrapalhado, que vem libertá-lo de tempos em tempos da atenção sufocante da avó. E é isso que acontece no início deste livro. A avó está indo para um cruzeiro de crochê, deixando ao seu tio, All, a incumbência de cuidar de Finn até que ela retorne.

Acontece que Finn é apaixonado por insetos. Por caçá-los e catálogos. E seu tio Al sabe disso. Então os dois planejam uma viagem para explorar esta paixão, que parece começar muito bem. Os dois estão a caminho de sua aventura planejada quando uma outra, muito maior, praticamente desce no colo dos dois.

Eles haviam acabado de começar a discutir a afirmação de Al de que "rock é ruim para os jovens" quando Finn notou o helicóptero pela primeira vez.
Ele esticou o pescoço para dar uma olhada para trás, na estrada. Al tentou localizá-los pelo espelho (...)
- O que eles estão fazendo? - disse Al.
Depois uma voz ecoou pelo alto-falante na barriga do helicóptero.
- DOUTOR ALLENBY, PARE O CARRO.
- Eles conhecem você? - gritou Finn impressionado.
Agora, Finn descobre que seu tio All as vezes trabalha para o governos, ajudando a solucionar crises. E é exatamente isto que esta acontecendo: uma vespa modificada geneticamente, criada como arma biológica, foi solta. Seus único instinto é matar. Sua picada é mortal. E o desastre parece iminente. Parece que a única chance de apanharem o inseto, é usarem uma cópia do mesmo e segui-la. Mas existe um detalhe: a tripulação tem que estar miniaturizada para fazer isso.

Bom, acho que não preciso dizer para vocês que há um vilão. E que em algum momento, as coisas dão muito errado. E Infinity Drake, o nosso Finn, acaba sendo miniaturizado e envolvido nessa caçada eletrizante e fenomenal, deixando para trás um tio seriamente preocupado, uma avó com bons instintos que resolve entrar nessa briga e um cachorro, que também terá um papel decisivo no desenrolar desta história.

Esse é o primeiro livro que pego em mãos do novo selo da Novo Conceito, #irado, que faz jus ao nome. Por mais que a trama seja claramente infanto-juvenil, eu acabei lendo todo o livro em pouquissimo tempo, pela curiosidade que o autor ns faz ficar ao final de cada capítulo. Estes, são curtos e muito bem escritos e desenvolvidos, e o final realmente me surpreendeu. Ficaram algumas pontas soltas, mas como esse é o primeiro livro de uma série, creio que serão explicadas nos próximos.

A capa e os detalhes são simplesmente maravilhosos! Hoje em dia, é muito difícil encontrarmos livros com capa dura, coisa que eu simplesmente AMO, assim como aqueles pequenos detalhes, que fazem dar gosto ter um exemplar em sua estante. Já não é mais só literatura, mas pura arte.

A única coisa que eu salientaria como negativa são os inúmeros termos e referências científicas. Se por um lado elas dão verossimilhança ao relato, eu que não entendo "lhufas" ficava torcendo para que esta parte mais explicativa acabasse logo, e chegasse na ação. No mais, super recomendo e ansiosa pelo próximo livro da série. Abraços e até a próxima.







Continue Lendo

domingo, 30 de agosto de 2015

Resenha: "A Guerra dos Tronos - Graphic Novel - Vol. 3" (George R. R. Martin)

Tradução por Heitor Pitombo
Sinopse: A Guerra dos Tronos #3 - Intrigas, morte e traições vão abalar os Sete Reinos... Neste volume, fica cada vez mais acirrada a conquista pelo lugar mais disputado dos Sete Reinos - o Trono de Ferro. Os Stark estão se desintegrando, os Lannister finalmente são desmascarados após a morte do rei Baratheon, e no outro lado do Mar Estreito, um membro da família Targaryen renasce das cinzas... E, como se a batalha já não estivesse sangrenta o bastante, além da muralha, seres sobrenaturais prometem trazer o terror para Westeros. Fonte: Skoob

Por Eliel: Sob olhar atento de Martin, o romancista Daniel Abraham e o ilustrador Tommy Patterson trouxeram à vida mais um volume dessa Guerra dos Tronos. Você pode ver a resenha dos primeiros volumes aqui e aqui

Nesse terceiro volume, vemos que a Casa Stark está se desmanchando aos poucos, as tramas vis da Casa Lannister são reveladas perante a morte do Rei Robert, do outro lado do Mar Estreito a Casa Targaryen se ergue das cinzas e a guerra pelo Trono de Ferro só está começando. E se todo o sangue que será derramado dessas páginas não fosse suficiente, do outro lado da Muralha seres sobrenaturais trazem terror para o povo de Westeros.

O garanhão que monta o mundo não precisa de cadeiras de ferro. 

E como já é de conhecimento de quem acompanha essa série, sempre temos um making of sobre a construção dessa nova mídia para a Guerra dos Tronos. Esse volume não é diferente, aqui veremos sobre a construção dos personagens, Ahhh os personagens, em uma mídia ilustrada são uma parte primordial da narrativa.

Aproveitem mais essa batalha da Guerra dos Tronos. E não se esqueçam de que o Inverno está chegando...


Continue Lendo

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Resenha: "Alma Celta" (Marmor)

Sinopse: Alma Celta é parte de um projeto multimídia único no Brasil, composto por um seleto grupo de artistas. Idealizado pelo renomado compositor e baterista Marcelo Moreira (Almah), a obra completa se estende através de literatura, música, quadrinhos, RPG, shows e demais plataformas, costurando um intricado universo fantástico a ser explorado.Partindo de um episódio histórico real (a invasão dos milesianos na Irlanda), Alma Celta cria uma trama de ficção profundamente embasada na mitologia céltica. O mago Amergin, um milesiano, está disposto a volta com um exército à terra verde (atual Irlanda) para vingar a morte do tio. E terá de enfrentar os habitantes Tuatha Dé Dannan, uma sociedade formada por druidas. O único jeito de dominar a Irlanda será ir atrás de três objetos mágicos: A Lança da Realeza, o Caldeirão da Abundância e a Espada da Luz. E, durante essa jornada, terá de passar por guerras, deuses e feiticeiros para provar seu verdadeiro valor.
Fonte: Skoob

Por Eliel: MARMOR é um projeto cultural que envolve mais de 20 artistas de várias partes do mundo. É mais do que uma banda, é um projeto transmídia que combina diferentes áreas como literatura fantástica, música, RPG, HQ, animação 3D, entre outras. E Alma Celta é o reflexo desse projeto na literatura fantástica, uma verdadeira jornada fantasy rock.



O livro começa com uma pincelada pela cultura celta, o que nos coloca bem a par do contexto histórico em que a aventura se passará. Pode parecer um pouco confuso com aquele monte de nomes complicados e tudo o mais, porém é necessário para que aventura não se torne um tanto confusa.


Nessa faceta literária do projeto, Eduardo Amaro, apresenta uma parte desse gigantesco mundo celta. O romance contido nessas páginas é sobre como os milesianos, povo descendente Mil Espaine, tentam se vingar da morte do seu líder, Ith. Ele foi fazer uma visita à tribo Tuatha Dé Danann - conhecidos pelo seus poderes druidas, capazes de profetizar o futuro -, para consultar um dos quatro tesouros desse povo, que era composto por: a Pedra da Soberania, que profetizava quem seria o próximo governante da Ilha Verde; a Lança da Realeza, que era invencível; a Espada da Vitória, que tornava o portador invencível; e o Caldeirão da Abundância, que possuía alimento infindável. Ith foi morto por engano e sob a liderança do druida Amergin os milesianos entram em guerra com a tribo de Dana.

Um tributo à riqueza dos velhos mitos que formam uma parte fundamental - embora negligenciada - da herança da cultura ocidental.

Por conhecer um pouco mais da cultura celta é possível perceber a sua presença em diversos livros, filmes e séries que abordam o tema medieval. Eu como um apaixonado pelo mito arthuriano fiquei feliz de ver esse projeto tão grandioso ser idealizado em terras tupiniquins, provando assim que a nova geração de artistas (afinal, são escritores, músicos, ilustradores etc. envolvidos nisso tudo) está cada vez mais preparada para satisfazer os mais exigentes consumidores de cultura.


E para deixar vocês com vontade de correr adquirir esse livro aqui vai uma amostra das ilustrações de Gabriel Fox (que na minha opinião são um complemento excepcional ao romance), juntamente com a música composta para esse projeto. Aproveitem:



E não deixem de curtir a página do projeto MARMOR no Facebook para saber de mais novidades, afinal a Alma Celta continua viva.




Continue Lendo

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Resenha: "A Mais Pura Verdade" (Dan Gemeinhart)

Por Clarissa: Olá pessoal, tudo bem? Bom minha super indicação é “A mais pura verdade” para os leitores que gostam de uma história comovente e de superação.

Em todos os sentidos Mark é uma criança normal, tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas em certo sentido - um sentido importante- Mark esta doente. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Mas Mark nunca desiste daquilo que quer, e não vai ser por essa doença que ele vai desistir. Com muita força de vontade e com seu melhor amigo do lado, ele pode chegar aonde quiser.

“Mesmo a muitos quilômetros de distância,

     um amigo ainda pode segurar sua mão
              e estar ao seu lado.”

Então toma uma decisão, ele foge. Ele sai com sua máquina fotográfica, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a ultima coisa que ele faça. Mark vai enfrentar tudo do que mais teve medo, e assim passar pelos obstáculos, nada pode o parar. Para Mark os pequenos momentos são os precisos, sobre saber as respostas de grandes e pequenas questões que o rodeia. Lutar para realizar um sonho, numa jornada inacreditável para uma criança doente.
“Viver com medo não é jeito de se viver, querido – ela disse, enfim. – Eu... eu sei que é difícil, meu amor, mas não tem motivo para fica com medo.”
Bom, para começar, esta é uma história muito fofa, com certeza você vai querer abraçar e querer ao seu lado Mark e Beau. Dan Gemeinhart nos transmite que o amor pode superar tudo, seja de amigos, família, desconhecidos que te querem bem ou mesmo de um cachorrinho. Mas que tudo podemos superar com eles, algo que não podemos explicar, porque esse sentimento vai além. Nunca é tarde para viver a maior aventura de nossa vida. Uma historia comovente que nos mostra a superação e seus sacrifícios, uma chance para recomeçar. Enfrentar nossos próprios demônios e seguir a diante.

Você não vai querer largar o livro, a cada capitulo que termina vai querer mais e mais, saber o que vai acontecer com ele e sua família, de sua jornada ate o ponto final. Uma indicação use lenços no final do livro, o que deixou triste foi o final, sim, ficou muitas perguntas soltas, mas desde quando que uma doença horrível tem final feliz. Mas não deixei que este livro seja meu xodó. Meu amor por este livro foi literalmente a primeira vista, bati o lho na capa e me apaixonei, com certeza seria uma historia comovente, e foi. Neste livro você vai encontrar drama, aventura e suspense. A Editora Novo Conceito arrasou com este livro, vai deixar muitos corações moles (risos). Mas a mais pura verdade é que devemos viver, do jeito que somos, sem medo de ser feliz.

Espero que tenham gostado da indicação, e deixem seus comentários.

Até a próxima, Boa leitura!




Continue Lendo

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Resenha: "Eve & Adam" (Michael Grant & Katherine Applegate)




Por Marianne: “Quando nenhum namorado é perfeito, construa o seu.” Foi com essa premissa preguiça que eu comecei a leitura de Eve & Adam (cheia de “expectativas” como vocês podem perceber).

Eve é filha da trilionária geneticista Terra Spiker, dona de da Spiker Biopharmaceuticals, empresa que comanda a indústria de pesquisa genética. Sua relação com a mãe é distante desde que seu pai faleceu num acidente. Terra Spiker vive pro trabalho, e Eve vive no seu mundo.

A história começa depois que Eve é atropelada. Apesar da dor e de estar praticamente inconsciente Eve percebe que o acidente foi feio e que pode perder uma de suas pernas. Horas depois Eve acorda no hospital ouvindo uma discussão entre sua mãe e um médico. Terra Spiker exige que o médico libere sua filha pra leva-la pra a Spiker Biopharmaceuticals, o médico insiste que depois de uma cirurgia de quatorze horas costurando a perna da paciente de volta no lugar, Eve não está em condições de ir a lugar nenhum.

Mas Terra Spiker não é uma mulher que aceita não, e Eve vai pras instalações da Spiker Biopharmaceuticals.

Chegando lá Eve fica internada num mega master ultra moderno aposento da indústria da mãe, aos cuidados dos melhores médicos do mundo. Sabendo que sua perna foi arrancada e costurada de volta, Eve não consegue deixar de se preocupar sobre uma das suas maiores paixões: correr.

Mas além de todo o choque de ser transferida de hospital, de ter perdido e recuperado a perna, Eve não deixa de notar a presença de Solo, um rapaz que tem aproximadamente a sua idade e que a acompanha durante toda sua transferência pro hospital da Spiker
Biopharmaceuticals.

Por que um rapaz tão jovem como Solo trabalha na empresa da sua mãe? E, aparentemente, num cargo de confiança, já que o moço acompanha pessoalmente Eve durante todo o trajeto.

Mas esse é apenas um dos milhares de mistérios que Eve vai descobrir ao chegar à Spiker Biopharmaceuticals.  Sua perna se cura numa velocidade assustadora e pra ajudá-la a passar o tempo, Terra Spiker coloca a filha pra “trabalhar” num programa experimental que consiste em criar um ser humano numa tela combinando códigos genéticos, como em um vídeo game.

O livro é beeeem fraco em todas as questões que se propõe a abordar. É fraco ao abordar conflitos familiares, questões éticas na manipulação de genes humanos e até questões envolvendo criminalidade na adolescência, que cai de paraquedas no livro e vai embora do mesmo jeito que apareceu, sem fazer sentido algum.

Mesmo o livro sendo voltado pra um público mais jovem a leitura subestima esse público. Os jovens retratados na história tem que lidar com questões sérias e tudo parece ser tão superficial pra eles que é quase um descaso com os personagens, numa fase da vida onde qualquer particularidade se transforma em um furacão, deixar de lado suas emoções.

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!


Continue Lendo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris