sexta-feira, 9 de abril de 2021

Resenha: "Amor sem medidas" (Sophie Jackson)


Tradução: Janaína Senna

Sinopse: Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos. Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos. Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços. Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?


Por Jayne Cordeiro: " Amor sem medidas" é o terceiro e último livro da trilogia "Desejo proibido". Os livros podem ser lidos fora de ordem ou de forma individual, mas o leitor vai curtir bem mais se ler na ordem. Neste livro, Riley, um ex presidiário e agora sócio de uma oficina em Nova York, precisa voltar para a terra natal, após seu pai ter tido um infarto. A relação entre os dois ficou abalada, desde o erro que levou Riley para a prisão. E para piorar, lá na cidade, ele acaba reencontrando Lexi, seu grande amor da juventude, mas que acabou mal.


Lexi e Riley foram amigos de infância e depois namorados. Mas um acontecimento trágico abalou a vida de Lexi e fez com que o relacionamento acabasse, mesmo com os dois ainda apaixonados. Agora, anos depois, eles se reencontram e aqueles sentimentos ainda estão  lá. Mas nenhum dos dois é o mesmo, e um segredo de Lexi, pode piorar ainda mais as coisas, ou talvez levá-los a mais uma chance juntos.


Eu já estava apaixonada por essa trilogia, desde o primeiro livro que eu li. Adoro a idéia da autora de trazer mocinhos que já fizeram algo errado e cumpriram pena por isso. Eles podem não parecer um bom partido devido a isso, mas a mocinha acaba percebendo que há muito carinho, amor e dedicação dentro daquele homem. E esse livro ainda traz algo que adoro e já mencionei várias vezes: um casal que já tem um passado. E o legal é que vamos acompanhando, de forma intercalada, os dois momentos do casal. O passado deles,, desde crianças, quando se conhecem, e também esse novo reencontro, em que precisam lidar com questões do passado e decidir se podem ficar juntos.


Adorei os protagonistas. O Riley é aquele cara que tenta se mostrar mais leve do que realmente é, querendo não mostrar seu sofrimento. Ele é muito ligado aos amigos e a família, e nunca esqueceu seu primeiro e único amor. Lexi é uma mulher forte que sofreu muito no passado, desenvolvendo até depressão. Com tatuagens, piercings e dono de uma loja delicada de joias, ela parece bem incomum. Ela nem sempre tomou decisões acertadas na vida, mas assume seus erros e tenta corrigi-los. Ela e Riley juntos é muito  fofo, além de romântico. Foi um casal que me conquistou fácil.


Adoro a família do Riley, principalmente seus irmãos. Um até já conhecido do livro anterior. Temos um pouco mais dos casais anteriores, que é sempre um prazer. A história é envolvente, mesmo que possa ser um pouco  clichê.  Foi uma ótima conclusao para a trilogia, e essa autora já me conquistou para a vida toda.


Curta o Dear Book no Facebook

Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta




segunda-feira, 5 de abril de 2021

Resenha: "Apaixonada por um highlander" (Maya Banks)

 

Tradução: Alline Salles

Sinopse: Por conta do coração jovem e negligente de Caelen McCabe, seu clã quase foi destruído. Agora, priorizando a lealdade à família, ele se compromete a se casar com a noiva rejeitada pelo irmão, Alaric, e, assim, salvar a aliança instável entre os dois clãs. Embora a linda Rionna McDonald seja a esposa perfeita para qualquer homem, Caelen não confia em nenhuma mulher, principalmente naquela doce tentação que o atormenta com um desejo ardente. Como um carneirinho sacrificado no jogo de poder de seu pai, Rionna vai cumprir sua função, mas jura impedir que seu coração e seu orgulho sejam humilhados. Apesar de tudo, o calor do toque de Caelen derrete suas defesas e ela almeja as carícias sensuais de um marido que proteja suas emoções tão ferozmente quanto protege o próprio clã.


Por Jayne Cordeiro: "Apaixonada por um highlander" é o terceiro e último livro da trilogia "Irmãos McCabe". Caelen McCabe prometeu jamais se deixar envolver com uma mulher, após os danos que uma paixão causaram ao seu clã anos atrás. Ele também decidiu nunca se casar, mas acaba tendo que fazer exatamente isso, com a antiga noiva do irmão,  para manter uma importante aliança com o clã McDonald. Por mais que se sinta atraído pela noiva, ele precisa focar em criar um clã forte e na guerra que vem à frente.


Rionna McDonald é a filha de um Laird que nunca fez nada por seu povo. Se casar, trará um novo líder para seu clã e a oportunidade de uma melhora para todos. E depois de quase se casar com os dois primeiros irmãos McCabe, finalmente um casamento acontece, com o mais novo deles. Um homem que forte, atraente, que sabe como conquistá-la no quarto. Mas que também pode ser muito duro, sério e com idéias muito fixas sobre como sua esposa deve se comportar. Mas Rionna é uma guerreira, além de uma lady, e não pode deixar sua natureza de lado. E agora ela quer mais do que apenas um novo Laird para o clã. Ela quer conquistar o coração do seu marido.


Apesar de esse ser o terceiro livro da trilogia, é possível fazer a leitura dele de forma individual. Mas como acontece com qualquer série, mesmo com livros individuais, o leitor vai aproveitar mais da experiência, lendo na ordem. Eu adoro romances de época, ainda mais aqueles que se passam na Escócia. Amo esse universo de clãs, lairds e casamentos arranjados. E aqui não foi diferente. 

 

Os protagonistas entram nessa relação sem quererem, mas precisando lidar com isso. São dois personagens teimosos, acostumados a fazer as coisas do seu jeito, mas que não chegam a ficar todo o tempo en pé de guerra, o que achei ótimo. Não sou muito fã de casal que fica se alfinetando ou com birra o tempo todo. Rionna é uma protagonista excepcional. Ela quer o melhor para o seu povo, e luta para fazer o relacionamento deles dar certo. Ela sabe lutar, e não quer ser só a Lady que toma conta da casa. Ela vai atrás do que quer, sendo muito esperta e corajosa.


Já Caelen é um homem duro, que procura não se entregar. Ele cobra muito do clã McDonald, mas cheio de boas intenções. Ele pode ser um pouco ranzinza, duro, mas pode ser muito confiável, protetor e carinhoso. Um pouco machista sim  por esperar um determinado comportamento, mas ele se adapta bem a realidade deles. As cenas dos dois juntos são ótimas, com sensualidade e romance. A participação de personagens secundários, como os irmãos de Caelen e outros membros dos clãs, dão o clima leve e divertido a história. Como outros romances do estilo, o leitor vai encontrar romance, interações divertidas de família, aventuras e lutas com espadas. É com certeza, um bom livro do gênero.


Curta o Dear Book no Facebook

Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta



sexta-feira, 2 de abril de 2021

Resenha: "Desejo Proibido" (Sophie Jackson)

 

Tradução: Thalita Uba

Sinopse: Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora.  Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado.  Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária.  Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois.  Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.


Por Jayne Cordeiro: "Desejo Proibido" é o primeiro livro de uma trilogia, em que cada um pode ser lido separadamente. Neste livro, Kat ainda sofre com a morte do pai, quando ela tinha apenas nove anos. Hoje, já mais velha, tenta cumprir o legado dele, dando aulas em uma penitenciária. E é lá que ela conhece Carter, um jovem inteligente, sexy, mas sempre na defensiva, que está precisando cumprir algumas aulas para conseguir sair em condicional.

Carter sempre se sentiu renegado pela família, e nunca pode contar com ninguém além de seu melhor amigo Max. Para cumprir uma dívida, ele acaba preso e agora precisa de ajudar de Kat Lane, a professora para detentos. Mas há dois problemas, a atração inesperada e forte que une os dois, e um segredo do passado de Carter que pode uni-los ou separá-los para sempre.

Quem acompanha as resenhas do blog, sabe que eu comecei a leitura dessa série pelo meio, como o segundo livro "Paixão Libertadora", que eu adorei. Como gostei muito do livro e da escrita, fui atrás dos outros livros da trilogia, e não consegui largar esse daqui. Se eu achava o segundo bom, esse aqui foi ainda melhor. Adorei a história de Carter e Kat. Quando você começa o livro ou idealiza o Carter, não passa pela sua cabeça, o homem sensível e carente que ele é. É impossível não querer abraçar esse homem. Já Kat é uma mulher forte, idealista e que precisa se mostrar forte pelas inseguranças de Carter.

Eles são muito bons juntos, com toda aquela tensão no começo, e depois só paixão e carinho. A forma como Carter se comporta, suas relações tão fortes com o amigo Max (do segundo livro) e com a avó, são encantadoras. O livro ainda busca abordar o preconceito ao ex presidiário, e como é difícil escapar dos estereótipos. A leitura é rápida, dinâmica, e gostosa de acompanhar. É um livro que já te conquista para os outros da série, até por trazer um protagonista fora dos padrões. Vale muito a pena dar uma chance a essa trilogia.


Curta o Dear Book no Facebook

Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta



 
Ana Liberato