quinta-feira, 11 de novembro de 2010

RESENHA "O Evangelho de Coco Chanel" - Karen Karbo

Conhecer Coco Chanel é sempre um prazer para quem admira a personalidade que ela foi. Tendenciosa, feminina, perspicaz e muito ofensiva a criadora do pretinho básico nos mostra os bastidores de sua ascensão à moda. Não era conhecedora de sua vida, apenas do sucesso, o fato, porém, é que ser de origem pobre nunca foi empecilho para que ela se tornasse o que é, até hoje.
“Uma mulher que não usa perfume não tem futuro.”
A autora, Karen Karbo, não faz do livro uma biografia de Chanel, mas conta histórias de sua vida entremeadas a sua trajetória de estilista. O ponto alto do livro são, sem dúvida nenhuma, as frases e conselhos de Coco. Cada capítulo traz uma dica e um pouco de sua história desde à infância até o fim de sua vida. 
“O dinheiro é um bom criado e um mau patrão.
A verdade é que Chanel era uma “boa filha-da-mãe”. E não é segredo a ninguém que personalidade como a dela está para nascer, concordam? Mas, definitivamente, isso não vem ao caso, afinal foi com tal personalidade que a rainha da moda conduziu as mulheres diretamente a uma nova era. Nesse livro você deixa de acreditar que Chanel imortalizou apenas o pretinho básico, isso está longe de ser a única verdade. Fora ela quem popularizou as calças femininas e roupas fáceis e práticas que deixavam as mulheres mais elegantes e confortáveis.  
“O único jeito de não odiar azaleias é cortá-las.” 
Sua história para quem não conhece não começou de forma popularmente dita “em um berço de ouro”, mas em um lar pobre no sul da França, Coco cresceu em um convento após a morte de sua mãe, quando tinha apenas seis anos. O pai a abandonou e a família que julgava ter, não tinha. As freiras lhe ensinaram a costurar e, enquanto trabalhava como cantora em um café, por volta de 1900, começou a desenhar chapéus diferentes dos usados na época, por puro divertimento.
“Os grandes amores também precisam ser suportados.”
Karen Karbo não conta apenas a vida de Gabrielle Chanel, mas nos dá dicas ilustríssimas de como viver de maneira plena e independente. Todos os capítulos têm um toque que envolve e nos faz querer terminar a obra com entusiasmo, como o capítulo destinado à feminilidade ou o de como cultivar arquirrivais... Mas um em questão e que deve ser comentado é “Sobre elegância”, porém, o que mais me chamou a atenção foi a forma como Chanel faleceu. Parecia saber que sua hora havia chegado, pois ao se deitar em sua cama usando um de seus famosos conjuntos, após retirar os sapatos, chamou um de seus empregados e disse: “Morrer é assim”, e faleceu em seguida de maneira tão elegante e excêntrica como fora a trajetória de sua vida, porém, o interessante é que pouco tempo antes ela dera uma entrevista ao New Yorker, e declarou:
“Preciso lhe dizer uma coisa importante. A moda é sempre da época em que se vive. Não é uma coisa independente. Mas o grande problema, o problema mais importante, é rejuvenescer as mulheres. Fazer as mulheres parecerem jovens. Então elas veem a vida de modo diferente. Elas se sentem mais alegres. As mulheres sempre foram as que são fortes no mundo. Os homens estão sempre procurando nelas um travesseirinho para nele encostar a cabeça. Os homens estão sempre ansiando pela mãe que os punha no colo quando eram bebês. As mulheres precisam sempre dizer aos homens que eles são os fortes. Eles são os grandes, os vigorosos, os maravilhosos. Na verdade as mulheres são as fortes. É o que eu penso. Não sou professora. Emito minhas opiniões mansamente. É são verdade para mim. Não sou jovem, mas me sinto jovem. No dia em que me sentir velha eu irei para cama e lá ficarei. J'aime la vie! Acho que viver é uma coisa maravilhosa!”
Coco por Chanel? Uma só mulher. A Gabrielle Chanel que nunca deixou de existir. Pode ter se escondido nas milhares de facetas da grande mulher, mas a garotinha sonhadora ainda permanecia ali, lapidando todos os sonhos para que se tornassem realidade. Teve sim uma vida conturbada, mas e quem não tem?
Não seria, Coco Chanel, senão fizesse tudo o que fez. E sabe mais um aprendizado? É melhor ter umas poucas peças elegantes em que sempre me sentirei à vontade do que qualquer coisa que pareça com as roupas da ex-Spice Girl, Victoria. Palavras de Gabrielle Chanel. Quem sou eu para contestar? rs.

18 comentários :

  1. Uau *O*
    Gostei da resenha do livro, até porque sei que muitos admiram o trabalho de Chanel (como eu), mas desconhecem sua trajetória de vida (eu não sei nada sobre ela :s).Achei bacana o livro não ser uma biografia, porém conta a vida da estilista.Pretendo ler o livro ;D

    ResponderExcluir
  2. Eu quero esse livro, ou melhor, eu preciso dele.

    Sou fascinada por tudo que tem ligação com moda (trabalho na área) e me interesso muito por Coco Chanel!
    Vi esse livro citado pela primeira vez, no blog da Juh (Livros e Bolinhos) e desde então, desejei tê-lo em minha coleção.

    A resenha ficou perfeita, adorei!!!
    Parabéns


    Ler e Almejar

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que resenha linda *--*
    Já tinha visto o livro e ele me chamou a atenção, com certeza eu vou ler ;D

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  4. Ficou ótima a resenha! *-*
    Tenho que ler! Desde que vi o filme "Coco antes do Chanel" me encantei com a tragetoria dela, uma diva, muito a frente do seu tempo!
    As frases dela sao as melhores!

    ResponderExcluir
  5. Nunca tive tanta vontade de ler um livro como agora *------------*

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha. fiquei curiosa pelo livro e procurarei lê-lo.Admiro já a vida e a obra dessa mulher singular :)

    ResponderExcluir
  7. Nossa super essa resenha e esse livro que deve ser maravilhoso vou procurar le-lô deve ser otimo e adimiravel

    ResponderExcluir
  8. Ela podia ate ter um genio do cão rs, mas prefiro assim, uma mulher "bem colocada" no mundi, não veio a passeio! rs

    ResponderExcluir
  9. Resenha perfeita , fiquei com muita vontade de ler esse livro.Parece ser uma história incrível , com muitas realizações.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Adoro ela... Virei fã desde que assisti o filme... Recomendo! Legal a idéia do livro... Pretendo ler!!

    ResponderExcluir
  11. adorei
    nunca tinha ouvido falar
    deve ser bem interessante o livro
    bjokas

    ResponderExcluir
  12. Tb adorei a ideia do livro, tinha uma coletanea de historias dela e dicas pelo q entendi... deve ser fantastico ja q essa mulher foi fantastica em vida... oq ela realizou sozinha e com a mente dela mudou toda a historia da moda praticamente.

    ResponderExcluir
  13. ñ gosto muito desses livros...mas fiquei curiosa para conhecer a história de coco chanel. o.O

    ResponderExcluir
  14. estão falando muito bem desse livro em vários blogs... me interessei Hm

    Igor
    www.SomosCriativos.com

    ResponderExcluir
  15. eu preciso ler esse livro...rsrsrsr
    parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
  16. Já li um pouquinho sobre a vida de Coco Chanel e acho incrível..
    Pensar no que ela conquistou na época em que viveu é admirável.

    Quero ler esse livro e aprender muito mais sobre essa mulher tao a frente de seu tempo.

    ResponderExcluir
  17. Coco é uma personagem marcante e interessantíssima. Tudo que fala sobre ela é muito bem visto por mim. Quero ver!

    ResponderExcluir
  18. Ah, Chanel... Que saudades... As mulheres eram bem vestidas e charmosas. Tudo caía bem. Roupas clássicas e de bom gosto. Já hoje...
    Fiquei muito interessada no livro, obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris