terça-feira, 24 de junho de 2014

Resenha: "As Gêmeas" (Saskia Sargison)

Por Sheila: Oi todos e tod@s, como vocês estão? Trago a resenha de mais um autor – na verdade autora – estreante, Saskia Sarginson (nomezinho complicado, não é? Ela cresceu em Suffolk, na Inglaterra, talvez seus pais quisessem que os nomes combinassem ...) uma mãe de gêmeas, de onde parece ter advindo um pouco da sua inspiração para a criação desta história.

Nela conheceremos as gêmeas Isolte e Viola. A primeira, é uma editora de moda de uma grande revista, e esta em um relacionamento – apesar de não chamar assim – com o fotógrafo Bem. Viola está presa em uma cama de hospital, sendo alimentada por uma sonda, já que recusa-se a comer. 
- Ela dormiu muito hoje – a enfermeira avisa Isolte. Ela balança a cabeça, apontando para a cama do canto, onde há um monte pequeno. Uma forma adormecida. A forma tão pequena que é mais como um montinho criado por um arado.
Quando Viola foi internada no hospital, Isolte pensou que seria curada. Nove anos depois, Viola teve vários terapeutas e passou um mês na ala psiquiátrica; ficou um pouco melhor e depois piorou novamente. Esta é terceira vez que foi hospitalizada. O ato de desaparecimento de Viola vem acontecendo faz muito tempo.
Acontece que há algo no passado das gêmeas. Algo do que sabemos, mas que não chegamos a tomar conhecimento. Viola irá nos contar que algo aconteceu quando eram pequenas, mas não o que, ou de eu forma, apenas como se sentiu.
Estou cansada agora. Quero voltar a dormir. Estou divagando. Sei que estou. Issy não ia gostar disso. Ela me disse para ficar quieta quando tivermos de sentar naquela salinha com um homem e uma mulher nos fazendo as mesmas perguntas de novo e de novo.
O que fizemos? O que vimos? A que horas? Quando? Onde?
Eles pensavam que éramos malvadas, entende? Eles pensaram que tínhamos feito alguma coisa imperdoável.
Aos poucos, vamos sendo apresentados ao passado das duas irmãs: sua mãe hippie que as criou em uma comunidade, sem regras e sem um pai, indo depois para uma casa isolada no litoral, perto de uma floresta. A idéia era que tivessem uma vida autossustentável, e tirassem da floresta o que precisavam para viver.

Perto das outras crianças, elas são estranhas, mas compensam as gozações e comportamentos excludentes aproximando-se mais. Também ajuda conhecerem dois meninos da cidade, também gêmeos, que passam a ser seus companheiros em suas explorações pela floresta.

No desenrolar da trama, acabaremos descobrindo que não foi só Viola que ficou com marcas profundas do que quer que tenha acontecido naquela floresta. Isolte, ou Issy, também carrega seus fantasmas – apesar de sua vida aparentemente “normal” fazer com que as pessoas sequer notem.

“Gêmeas” é escrito em primeira pessoa, e narrado ora por Isolte, ora por Viola; ora no presente, ora no passado. A princípio essas “idas e vindas” me deixaram um pouco confusa, levou um tempo até que eu conseguisse diferenciar entre os tons de narração das duas gêmeas.

Mas, assim que consegui acompanhar estas duas “vozes” a leitura seguiu rápida e fácil. Afinal, a história tem todos os elementos para ser uma grande obra. Há momentos dramáticos, romances juvenis, outros mais maduros, suspense – afinal o que houve com as gêmeas? – e momentos bastante tensos que beiram o terror.

O final também me surpreendeu, esperava algo diferente. Mas valeu a pena a leitura, acabou sendo uma historia que me prendeu do início ao fim. Ficarei esperando pelo próximo livro de Saskia (espero que ela continue escrevendo!) e, por enquanto, recomendo!

Um comentário :

  1. Sou apaixonada por histórias de gêmeas, já que sou uma. Este já está na minha lista faz tempo e sua resenha me deixou com mais vontade de ler.
    Beijos, nostalgemeas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris