terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Resenha: "Mercadores da Morte" (Sandy Lima)

Por Gabi: Oi gente! Como é que cês estão? Bem, eu to super empolgada em escrever essa resenha, porque a autora não é nada mais nada menos que minha melhor amiga! Sim, pasmem! Vou tentar me conter ao máximo aqui, mas não vai ser fácil. rs Eu acompanhei a criação do livro e ainda me lembro dos papos de colégio em que surgiam "e aí, conta tudo do livroo!" ou "como vai o livro?", passando pela fase de busca de editora, publicação e etc. Mas enfim, não estamos aqui para eu contar minhas experiências, mas sim falar sobre o livro, né? ahahah Então bora lá...

O livro é narrado em primeira pessoa por Kate, ou Katherin Elise Dammario Carlton, como prefiram. Filha de ricos pais norte-americanos, ela nasceu nos Estados Unidos e ainda quando era uma criança com apenas 7 anos perdeu os pais em um acidente de avião, quando voltavam de uma viagem de negócios na Europa. Aos treze se mudou para Inglaterra numa tentativa de se manter o mais distante possível de tudo que lhe pudesse lembrar sua infância com os pais e todo o sofrimento que aquilo trazia. 

Ela construiu uma vida na Inglaterra, formou-se em Oxford e amava sua profissão de jornalista. Nunca teve talento nem gosto para administrar o império deixado pelos pais, deixando o sócio e amigo da família Hunfrey no comando de tudo. Alguns anos mais tarde, porém, ela se vê forçada a voltar para os Estados Unidos. As coisas na empresa não vão nada bem e ela, como única herdeira precisa estar por perto para tomar algumas decisões.
Fatos estranhos surgem a todo instante, fatos dos quais a maioria das pessoas jamais tomará conhecimento. Algo irônico, pois todas elas estão envolvidas. E sem de repente, você descobrisse que não é quem esperava? Isso anula a regra de naõ poder mudar quem - ou o que - você é?
Na maravilhosa cidade de Chicago (quem não sonha em conhecer esse lugar?) ela consegue um emprego de colunista no mais famoso jornal da cidade, o Chicago News. É lá que ela conhece o fotógrafo e redator Nicholas Carter, ou apenas Nick, dono do maior sobrenome que Kate já viu: Nicholas Nikolaieich Dmytro Ivanov Carter. Perdi até o fôlego aqui... Dom Pedro I feelings, hein? Descendente de russos e ucranianos, ele possui profundos olhos azuis, é super sexy, inteligente, enigmático e mega implicante com ela.

Eles vão se tornando mais próximos, seja fazendo trabalhos para o jornal em equipe, ela com os textos e ele com as fotografias ou nos intervalos do expediente. A vida de Kate parece estar entrando nos trilhos agora, mas aqueles sonhos que ela tinha quando era criança e não se lembrava ao acordar, estão se tornando cada vez mais frequentes e reais, além do mais seu banheiro vira e mexe aparece todo bagunçado e não havia motivos para duvidar de sua colega Samantha. 

As coisas também não andavam nada bem pela cidade. Assassinatos brutais e inexplicáveis eram mais e mais frequentes em Chicago. Aparentemente havia um serial killer à solta. Kate descobre que há muita coisa louca por trás desses crimes, coisas que lhe trouxeram muitas perguntas e dúvidas, mas também muitas respostas... ela descobre um "universo paralelo" onde existem neutros, o ceifador e Mercadores da Morte, etc.
A verdade é que uma criança de sete anos não entende claramente o que a morte significa, mas é suficientemente capaz de compreender que quando alguém morre, não há volta - ou pelo menos era como eu pensava que as coisas funcionavam. 
Seus sonhos, visões e pressentimentos passam a fazer mais sentido agora. Mas essas respostam não facilitam em nada sua vida, muito pelo contrário. Kate é uma peça super importante e forte nesse jogo obscuro, perigoso e mortal. Mas afinal, quem está por trás disso? O que essas criaturas querem? Como Kate pode usar suas habilidades recém desenvolvidas e aprimoradas para proteger aqueles que ama? Já estou me segurando aqui para não tagarelar muito sobre a estória.

O livro é muito bem construído e narrado e a estória bem amarrada. O que mais me chamou a atenção foi o detalhamento a respeito do Sub Mundo, as lendas, as histórias, como tudo se encaixa e é bem explicado, mas sem ficar aquela coisa que se delonga por páginas e páginas e deixa o leitor cansado. Eu queria muito ver essa estória ambientada aqui no Brasil! Me bateu uma grande curiosidade em imaginar todos aqueles cenários em terras tupiniquins. rs

Então se você curte livros com temática sobrenatural, com uma história bem traçada e quer dar um tempo nos enredos de vampiros, lobisomens e afins, pode se entregar a essa leitura! E se a sua pegada literária vai pra uma outra direção, é uma boa oportunidade de enfrentar essa "barreira literária", hein? 

E aí, alguém já leu o livro? Não deixem de compartilhar suas experiências conosco! ^^ Caso queiram adquirir um exemplar ou bater um papo com a autora, podem entrar em contato com ela pela página do facebook ou por email


Curta o Dear Book no Facebook | Siga o @dear_book no Twitter | Siga o @dearbookbr no Insta 

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris