quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Resenha: "As Aventuras de Tibor Lobato - A Guardiã de Muiraquitãs" (Gustavo Rosseb)



Por Marianne: Já deixei declarado na minha resenha anterior meu amor eterno e verdadeiro pelo primeiro romance de ficção fantástica do autor Gustavo Rosseb. No primeiro livro conhecemos os irmãos Lobato, Tibor e Sátir, que depois de perder os pais num incêndio e irem morar num orfanato são encontrados pela avó, a bondosa Dona Gailde.


Depois de descobrir um universo onde Saci, Cuca e Curupira são reais e enfrentar os perigos trazidos pela Quaresma, a época mais perigosa do ano, os irmãos Lobato, junto de seu melhor amigo Rurique, finalmente encontram paz pra poder brincar e cuidar de suas tarefas no sítio sem maiores preocupações.


Mas Tibor não está tão animado com a vida pacata do sítio. Depois de experimentar todas as aventuras da última Quaresma brincar com os amigos e cuidar do sítio não parece mais tããããão excitante assim. Secretamente Tibor sente saudade das aventuras e dos perigos do sítio, e esse sentimento afeta profundamente o comportamento do menino.


A falta de animação de Tibor Lobato muda um pouquinho de figura quando Rosa Bronze, a nova vizinha que veio da cidade, convida a turma do sítio para sua festa de aniversário e se mostra bastante interessada em Tibor, para frustração e ciúmes de Sátir.


O que promete ser o início de um romance entre o casalzinho na festa de Rosa Bronze muda completamente de cenário quando pessoas começam a passar mal e desmaiar na festa. Dona Gailde, que também é curandeira, é chamada para tomar conta dos doentes da festa. Sátir fica muito irritada com o Irmão porque o viu num clima de “romance” com Rosa Bronze e decide não conversar mais com ele. Depois dessa noite de acontecimentos estranhos e conflitos com sua irmã, Tibor decide ir se acertar com Sátir logo pela manhã, mas tudo que encontra é uma carta —bem suspeita — de despedida escrita por Sátir avisando que fugiu de casa.


Finalmente Tibor tem o que tanto queria: mistérios a serem desvendados e a fuga duvidosa de Sátir.
   

O segundo volume da série de Tibor Lobato é um prato cheio pra quem sem encantou com o primeiro livro da série. Temos uma continuação muito bem roteirizada pelo autor com a introdução de novos personagens que fazem todo o sentido de existirem ali na sequencia. O livro tem uma pegada mais sombria que o anterior e um final emocionante que faz cair umas lagriminhas :(


Eu sou apaixonada por ficção fantástica, não interessa pra que faixa etária se destine a obra. Acho uma ótima válvula de escape para o dia-a-dia quando a história é bem escrita e roteirizada. Sou suspeita para falar de A Guardiã de Muiraquitãs porque já desenvolvi um carinho pelos personagens e seu universo. Cresci minha infância toda na casa da minha vó em cidade do interior ouvindo mil e uma histórias de sacis, lobisomens, curupira e outras muitas lendas do nosso folclore. Minha empatia com história foi de cara, acho que muita gente também vai se identificar e muitos jovens vão se encantar com essa continuação.

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!


Curta o Dear Book no Facebook
Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta



0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris