quarta-feira, 15 de junho de 2011

Resenha: “Palavras Envenenadas” (Maite Carranza)

Confesso que não tinha muito interesse nesse livro e só comecei a lê-lo porque achei que era o mais leve para carregar na bolsa para ler enquanto esperava a aula da auto-escola. E mais uma vez me surpreendi!

Bárbara é uma garota muito controversa, embora na época em que tudo aconteceu tenha apenas 15 anos, ela parece seduzir todos ao seu redor e esconde muitos segredos. Sua mãe, tenta ser liberal, mas acaba sendo omissa, acobertando suas saídas e muito alheia a sua vida. Seu pai é mais rígido e tenta controlá-la.
Ao completar 15 anos, Bárbara levava uma vida dupla amparada pelas suas desculpas. Por essa razão, os segredos foram aumentando, e foi aumentando também a dificuldade para guardá-los.
Após uma serie de acontecimentos obscuros Bárbara foge de casa. Após alguns dias a policia tem informações sobre uma possível cidade onde ela está, mas logo a perde de vista tendo como prova apenas uma cabine telefônica cheia de sangue e sua bolsa no local do crime. Salvador Lozano, o investigador do caso por 4 anos, está prestes a se aposentar, mas não quer sair sem resolver seu caso mais desafiador. Em seu ultimo dia de trabalho começa a encarar o caso sob novas perspectivas ao passar os dados ao seu sucessor, Sureda.
Ele tem razão, sempre tem razão, diz que acabei com a vida dela. Qualquer coisa que eu faça sempre consigo estragar tudo. Não posso tirar a sujeira de cima de mim, não posso, ainda que esfregue meu corpo com uma bucha até sangrar. Quando fica irritado, ele me diz que uma pessoa como eu merece morrer, e é exatamente nisso que todos acreditam. Estou morta e não deveria ter tentado entrar em contato com o mundo os vivos.
Bárbara é mantida em cativeiro em um porão por seu seqüestrador, por mais de 4 anos, em seus capítulos sentimos sua culpa e seu desespero. Um fato que eu achei muito interessante é que após parar suas tentativas de fuga e ter um bom comportamento, ela ganha as temporadas de “Friends” para assistir e usa isso como seu único momento onde esquece o sofrimento que vive.
Depois de comer, assistia Friends e, naquele momento, me sentia como se estivesse em casa, dividindo o apartamento de Joey e Chandler, cuidando de seus animais, tolerando a gravidez de trigêmeos de Phoebe ou roendo minhas unhas toda vez que Ross e Rachel terminavam, quando Joey ficava desempregado ou quando Mônica queria ganhar uma aposta.
Os suspeitos que a policia considera são um ex-namorado com problemas relacionados a drogas e um professor acusado de se aproveitar de suas alunas. Qual é o culpado? Será que há mais alguém nesse quebra-cabeça?

“Palavras Envenenadas” é um grande suspense em que as pistas são reveladas aos poucos por diversos personagens. Contamos com capítulos narrados por Bárbara, Eva (sua melhor amiga), Nuria (sua mãe) e Salvador Lozano (o investigador do caso). O livro é dividido em três partes: “A garota que assistia Friends”, “Ás Escuras” e “O mal de Molière”.

A narrativa é muito bem construída, só tenho elogios a autora, que conseguiu manter o suspense e as duvidas por muito tempo, levando o leitor a palpites falsos sobre o criminoso, até a surpresa da revelação.

É um livro duro, que trata de um dos crimes mais horríveis que o ser humano pode cometer. Também vemos o poder de destruição das “palavras envenenadas”. E principalmente que a família não pode ser omissa na educação dos filhos, é necessário estar presente, ajudar nos momentos mais difíceis, para evitar tragédias.

Após a leitura fiquei muito triste pensando em quantas Bárbaras não tem por ai, mesmo que não estejam trancafiadas em um porão, mas sofrem dessa violência e não sabem a quem recorrer... É uma leitura forte, que não poupa detalhes da violência, mas que pode conscientizar as pessoas sobre esse crime. Recomendo!

19 comentários :

  1. Adoro esse livro... Palavras envenenadas tem um gostinho de Friends, acho que ela se colocava na série. Adorei a história.

    Beijos,
    LEITURAS VIVAS

    ResponderExcluir
  2. Estou até participando de uma promoção desse livro de tão bom que ele me parece. Sua resenha está ótima!
    Amei mesmo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Se não fosse por essa resenha eu acho que eu nunca iria sequer pensar em ler esse livro. Achei que era só mais um romance bobinho, mas essa resenha foi bem reveladora! ^^ A capa dele não me chama muito a atenção, mas se a história for boa, deve valer a pena!

    Está adicionado à minha lista de desejos :)

    Abraços,
    http://leitorasanonimas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa!
    A resenha ta incrivel! Se eu não tivesse visto eu NUNCA teria ideia de que é bom! Mais é bom!

    Bem interessante essa historia, um pouco dramatica, mais tem seus pontos de alegria até!
    Vou querer ler!

    ResponderExcluir
  5. Ah, mas desse jeito eu até queria ser sequestrada, para ficar o dia todo só assitindo Friends, tem coisa melhor? hahaha

    Eu também nunca tinha me interessado muito por esse livro, mas agora que eu vi que tem Friends no meio, a coisa já mudou completamente, hehe. =D

    ResponderExcluir
  6. Eu jurava pelo título do livro que se tratava de um drama referente a um relacionamento, eu estava completamente enganada.
    No meio da resenha vi que me enganei novamente, achei que fosse uma assassinato, mas vi que era um sequestro. Minha intuição está crítica.
    Eu me sintia como descrito no quote quando assistia friends, faço das palavras de Bárbara as minhas.
    O livro parece ser muito bom, mas acho que eu também ficaria meio pra baixo com algumas coisas desse livro que chocam com a realidade.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, parece ser um livro muito bom, apesar de ser bem forte tenho vontade de ler.

    Já li várias reenhas desse livro e nenhum delas falava que ela assistia frinds, achei bem interessante isso.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha..mas não sei se é um livro que eu leria... não gosto mto de ler sobre viôlencia...

    mas não posso deixar de comentar: Tá virando moda falar sobre meninas sequestradas ou é impressão minha? Natasha Kampsk (sei lá como escreve), Menina morta viva, Palavras envenenadas....

    Em partes quero ler esse livro...mas em partes não quero hehe
    Quem sabe um dia..

    ResponderExcluir
  9. Uau. oO Que surpreendente, não esperava mesmo que era livro assim. Pensei que fosse auto-ajuda ou sei lá.
    Que triste. Temas assim são bem reflexivos. E é bom para alertar o "poder das palavras", devemos ter cuidado com falamos, pois podem gerar consequencias drásticas...

    BeijoO ♥

    ResponderExcluir
  10. Nossa até a resenha parece forte... hehe... hoje em dia é dificil achar livros de suspense bons.... espero gostar deste...

    bjuus

    ResponderExcluir
  11. Que bom que o livro surpreendeu...pois ele está aqui na minha pilha e estou pensando em passá-lo na frente de outros.

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia muito bem o livro, adorei a resenha, é um livro com uma temática forte, eu até gosto de ler livros assim, entre outros mais leves. Achei tão especial essa história dela ver Friends, é o meu seriado favorito, sempre que estou triste me anima. Quero muito ler este livro, já o coloquei na minha lista. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Sua resenha foi tão boa que me deixou com vontade de ler esse livro. Muito boa mesmo.
    Esse livro entrou para minha lista de desejados

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Tenho curiosidade de ler este livro, ele deve ser bem forte..bem quando se trata de assuntos assim sempre é :(
    So falta $$ pra ter o meu, beijos.

    ResponderExcluir
  15. Este livros está na minha lista! Tem uma história muito forte e me interesso demais por histórias desse tipo. Bjos!

    ResponderExcluir
  16. Li Quarto há alguns dias atrás e ainda estou meio sensível com esse tipo de tema, mas gostei muito da resenha, e aposto que vou gostar do livro. Foi pra listinha! ;D

    ResponderExcluir
  17. pelo que eu vi esse livro e parecido com o da elizabeth scott, living dead girl.
    achei muito interessante vou procurar mais sobre ele!!
    amei o blog

    ResponderExcluir
  18. como e o final? contem porfavor

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris