domingo, 2 de março de 2014

Resenha: "Belle" (Lesley Pearse)

Por Paula: O livro Belle, da autora Lesley Pearse, trata-se de um misto de sentimentos, mais precisamente de amor, paixão e decepção.
A história se passa em Londres, no ano de 1910, em um bordel. Belle é, na verdade, filha de Annie, a proprietária do local e passou sua vida ali. A história, porém, se inicia quando a jovem tem quinze anos e testemunha o assassinato de Millie, uma das garotas que ali ganhava a vida.
“Mas algum tempo se passou e não houve batidas, apenas respiração pesada, então Belle se mexeu para o lado da cama, assim podia ver o reflexo deles no espelho. Mas o que viu foi tão chocante que quase gritou.
O homem estava ajoelhado na cama, completamente nu agora e esfregava seu membro enquanto o segurava no rosto de Millie. O queixo dela estava virado para cima, expondo seu nariz branco, mas ela não reagia ao que ele fazia.”
Logo no começo nos encantamos com a amizade de Belle por Jimmy Reilly, garoto que trabalha no pub de seu tio, o Ram’s Head. Jimmy é pouco mais velho que a garota, mas já se mostra um personagem cativante, nos encanta com seu jeito doce e idealizador e a protagonista também, logo começamos a torcer pelo casal.
Infelizmente, como única testemunha do assassinato de Millie, Belle é sequestrada e vendida para um bordel de Paris, o começo eletrizante do livro se inicia. A garota sofre como nunca, o conto de fadas e a vida colorida que sempre viveu, perde-se na imensidão do sofrimento, passada de mão a mão, Belle se vê como uma mulher da vida, daquelas que dão o corpo para algum sustento.

Como a dona do bordel não vê futuro para a garota, quando ela já faturou fortunas ao vender a inocência da menina, manda a garota para um local onde praticamente elas são descartáveis e ficam a espera de outros compradores, logo a garota por sua beleza estonteante é vendida para outra casa, dessa vez ainda mais distante, em Nova Orleans. Ali Belle conhece Étienne, personagem fundamental para o desenrolar da história. Étienne nada mais é que uma espécie de mensageiro, que é contratado para buscar e levar as garotas para as casas de Nova Orleans, dessa vez a Casa de Martha.

Lá a garota, já convicta de sua nova vida, esquece seus sonhos, sua vida em Londres e aquele sonho de abrir uma chapelaria e se tornar estilista de chapéus, sua vida está longe do que sonhava, está longe daquela inocência de antes e, então procura encontrar homens que a valorizem e que de certa forma possam sustentá-la futuramente para que ela não precise viver sempre como uma “funcionária de Martha”, mas sim como uma única meretriz, sustentada por apenas um homem. Lesley narra todos os acontecimentos de forma real, senti muitas vezes que estava presente na cena, pela forma como a autora nos envolve com o momento vivido pelos personagens.
“Belle voltou para a cama depois que ele se foi. Não tinha certeza de como se sentia. Sentia-se satisfeita por ter se aproximado de Faldo, talvez ele a quisesse como amante a partir de então,  e ela tinha certeza de que ele poderia pagar o que Martha pedisse para liberá-la.”
Enquanto, Belle se encontra em sua nova vida em Nova Orleans, Jimmy aquele garoto encantador faz o impossível para encontrá-la e se aventura junto a Noah, um jornalista em busca de um furo de reportagem para se realizar profissionalmente, em busca de pistas do paradeiro da garota, pois já se sabe quem fora o sequestrador e assassino.

Belle, na verdade, é um livro onde não se pode cavar muito a fundo, pois cada trecho é atrelado a outro e outro que, se revelado, perde o ápice de uma história tão maravilhosa e eletrizante que vocês não me perdoariam rs. Apesar das muitas páginas, 552 na verdade, nem se nota que o livro é tão longo devido ao tamanho interesse que desperta em nós leitores.

A história conta com os mais diversos personagens, como Moug, a amiga e empregada de Annie que criou Belle como sua filha, Lisette, uma enfermeira que no passado sofreu todos os abusos sofridos por Belle, quando também foi vendida para vários bordéis.

O que mais gosto na Editora Novo Conceito é que ela dá chance a novos autores e sempre tem um leque diversificado de histórias, Lesley, por exemplo, eu não conhecia e nunca havia escutado falar de suas obras, porém, a parabenizo e também a editora, pois a história é realmente muito bem escrita e editada, a autora desenvolve uma fase na vida da garota que simplesmente nos arrepia, é nítido e muito bem detalhado a perda de sua inocência até o encontro de sua nova essência como uma prostituta. Vibrei mais ainda quando ao terminar o livro descobri sua continuação, já adianto para os assim como eu, Team Jimmy, que sim haverá uma continuação, aliás, já estou terminando-a, e que o casal fofo do início, apesar de todos os encontros e marcas dolorosas pela vida que cada um levou, têm muitas histórias para nos contar. É isso, leiam e se encantem, a frase da capa “É preciso coragem para perder a inocência”, com certeza vai remeter vocês para um mundo realmente fantástico nesse livro, podem confiar.


3 comentários :

  1. Adorei a sua resenha, gosto muito desse livro, ele tem uma história muito impressionante, mas com personagens muito carismáticos. Não sabia que teria continuação, vou procurar o outro para ler, espero que seja tão bom quanto o primeiro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei! Além da capa ser linda, o livro trata de um assunto que ainda é frequente na sociedade..
    Quero leer haha
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Amo essa capa e quero muito ler esse livro! Apesar de ter muitas páginas, a estória parece ser bem interessante! Não sabia que tinha continuação, fiquei mais interessada nele *-*
    Beijos

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris