domingo, 13 de julho de 2014

Resenha: "Convergente" (Venorica Roth)

Por Juny: E depois de meses eis que eu voltei. A ressaca literária foi tensa e o desanimo para escrever foi maior ainda. As vezes desanima a falta de comentários e a falta de valorização por parte das editoras que acham que nosso serviço é ao estilo “fast-food” te mando 5 livros e quero todas as resenhas em 1 semana senão encerramos a parceria... Essas parcerias unilaterais, sem levar em conta a qualidade das resenhas e somente a velocidade de produção é o que mais acontece por ai. Por isso estamos optando por menos parceria e mais liberdade e qualidade na produção. Desabafos a parte, fiquem com a resenha de “Convergente”.

Resenha: "Convergente" (Venorica Roth)

Um dos livros que mais esperei pela leitura nesse ano e um dos que mais adiei o final. Quanto mais próximo do fim, mas eu queria ir devagar, temia muito o desfecho.

O final de “Insurgente” foi de tirar o fôlego, a revelação sobre a verdade, o mundo por trás das cercas foi bem chocante. Em “Convergente” conhecemos a realidade, e o “experimento” é como um big brother manipulando a vida daquelas pessoas em nome da ciência, da pureza dos genes.
"Solto uma risada, e é a risada, e não a luz, que expulsa a escuridão que estava se acumulando dentro de mim, que me lembra de que ainda estou viva, mesmo que seja neste lugar estranho, onde tudo em que eu acreditava está desmoronando. "
Essa questão de geneticamente puros e geneticamente danificados, vai muito além da Divergencia e coloca Tris e Tobias em lados opostos. Tobias se deixa levar, sem investigar ao certo as reais motivações do grupo de rebeldes geneticamente danificados. Tris, como sempre, busca a verdade, vai além em toda essa trama cheia de mentiras e intrigas e se consagra como uma protagonista que não esqueceremos tão cedo. Christina, Peter e Caleb são boas surpresas, suas participações evoluem a cada livro, a cada capitulo. O passado da mãe de Tris e Caleb também envolve algumas surpresas. Evelyn, Marcus e Johanna comandam a guerra entre os “sem facção” e os “leiais”, mas seus problemas são pequenos quando se conhece tudo o que há por trás.
"Eu me apaixonei por ele. Mas não fico com ele de maneira automática, como se não estivesse mais ninguém disponível para mim. Fico com ele porque decido fazê-lo todos os dias quando acordo e sempre quando brigamos, mentimos um para o outro ou nos desapontamos. Eu o escolho continuamente, e ele me escolhe também."
O amor por mais que tenha sua importância na trilogia, fica para trás, pois os ideais da luta são mais importantes. Estou evitando falar muito sobre a história, pois a cada capitulo nesse livro há um grande spoiler ou uma atitude decisiva.
"Sinto uma pontada no centro do peito. Ela tem razão. O desespero pode levar uma pessoa a fazer coisas surpreendentes. Nós dois sabemos bem disso."
Os capítulos alternam a narração dos fatos entre Tris e Tobias. É difícil uma distopia com final 100% feliz, então “Convergente” não foge a regra, sempre há sofrimento para que no final haja paz e justiça. O final me marcou bastante, Veronica Roth não teve medo de ousar.
"Eu a vira, mas não a enxergara; ninguém a enxergara como ela era de fato, até que ela pulou. Imagino que uma chama que queime com tanta intensidade não seja feita para durar."
A trilogia “Divergente” cresce a cada livro e o final foi bem digno de toda a trama. Sempre estará entre os meus favoritos. Vai ser difícil superar o fim da trajetória de Tris e Tobias. Recomendo muito a leitura!

5 comentários :

  1. Estou terminando a leitura de Convergente, e com muito medo do final! Já sei de um spoiler, o maior deles, mas isso não diminui minha ansiedade. Um dos melhores livros do ano!

    Beijos! || ape56.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!!Bem vinda de volta =)
    Andei sumida..mas espero poder continuar contribuindo pouquinho nos comentários e participação no blog!
    Bem..me apaixonei por Divergente e não vejo a hora de poder ler Convergente! Todas as resenhas que li até agora, falam no quanto a autora não poupou neste livro. Ousadia? Não sei se diria isso, mas sei que ela alcançou um patamar alto no meio dos leitores.
    Espero ler em breve!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Comecei a ler esse livro, ano passado logo (ou inicio desse) que o pdf em inglês caiu na internet e como é um final da série e pelo livro ter caído na internet e ngm sabia se era o original devido ao final acabaram soltando vários spoilers e eu não terminei até hoje de ler o livro pq fiquei chateada como alguns blogueiros deram o final do livro sem avisar... Gostei muito da sua resenha por isso, passou tudo que senti pelo livro, mas sem revelar nada de importante ao leitor! Parabéns pela ótima resenha do livro!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro dá série, mas estou louca para comprar!
    Cada resenha que leio só aumenta ainda mais minha vontade. Os livros parecem ser ótimos!

    ResponderExcluir
  5. Não gostei tanto assim do último livro, apesar de ter me emocionado bastante com o final, acho que tiveram certos pontos que deixaram a desejar :/
    xx
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris