quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Resenha: "Todos nós adorávamos caubóis" (Carol Bensimon)

Por Sheila: Oi pessoas! Livro de estréia, e de uma autora conterrânea minha - sim ela é daqui do sul Tchê! - e tive uma idéia que a princípio me deixou hiper, mega empolgada: fazer uma resenha interativa!

Então a proposta foi: entrei em contato com um moooonnte de leitores do livro da Carol, "Todos nós adorávamos caubóis", e expliquei  a minha idéia, convidando aqueles que se dispusessem a participar comigo desta "empreitada". 

Assim, eu escreveria a resenha, e os leitores enviariam para mim os trechos que consideraram mais interessantes/emocionantes/originais/f#d#, e  etc, para que aparecessem aqui na nossa resenha. E o resultado, vocês vêem agora!

O livro é a narrativa do reencontro - e também desencontros - de Júlia e Cora, duas amigas que, quando ainda adolescentes, faziam diversos planos sobre embarcar numa viagem pelos "pampas" do Rio Grande (sim eu sou gaúcha também). Cora, que estava morando fora do país, marca de se encontrar com Júlia e ambas saem, estrada afora, com um carro, malas e um mapa das estradas.

Nossa querida Silvana, do blog Coleção de Frases e Trechos Inesquecíveis contribuiu para a resenha com o seguinte trecho, também disponível com outras mais de 500 frases no seu blog:
"Eu dirigia. Júlia estava com os pés sobre o painel. Eu raramente podia olhar para ela. Nós estávamos ali, finalmente ali. Tínhamos sobrevivido a uma briga que continuava pairando sobre nós."
Essa briga, é justamente um dos motivos para que Cora decida empreender esta viagem, tão docemente planejada entre músicas de vinis, tocadas até altas horas da madrugada. Sim, as coisas tinham ficado muito mal resolvidas entre Cora e Júlia. E, a princípio, não parecem que serão resolvidas, já que Júlia insiste em não querer remexer nas feridas do passado.

O livro vai alternando entre os flashbacks dos acontecimentos entre as duas - como se conheceram, as aventuras que viveram, e o fatídico acontecimento que abalou profundamente esta amizade - e os acontecimentos inusitados da viagem. As descrições da paisagem e dos acontecimentos são narrados de forma belíssima pela autora, como podemos ver no trecho selecionado pela Rosane Dover.
"Havia uma proposta de dia de sol acontecendo lá fora. Ela tinha batido na janela e agora entrava de forma discreta, jogando uma espécie de pó luminoso sobre os objetos dispostos na mesa". 
Claro que eu não vou contar para vocês, de jeito nenhum, por que Cora e Júlia brigaram. Apenas, que esta não será apenas uma viagem por paisagens do interior do estado do Rio Grande do Sul, com passagens tradicionalíssimas, mas também uma viagem interior para as duas amigas.

E o que dizer da escrita de Carol Bensimon? Impecável e impagável, nos fazendo realmente ver, com sua descrição, as paisagens do caminhos, bem como sentir a tensão e as emoções à flor da pela das nossas queridas protagonistas.

O livro tem 190 páginas, mas é uma daquelas obras em que sente-se que foi escrito na medida certa para prender nossa atenção, e deixar sua marca. Recomendo a leitura e espero seus comentários! Abraços a todos e tod@s e o meu muito obrigada às que se dispuseram a participar da resenha comigo! 


Um comentário :

  1. Bela resenha! Você podia fazer um post só com os melhores quotes desse livro, eu teria o prazer de ler.
    Achei legal a proposta do livro e com certeza vou procurar lê-lo. A capa é maravilhosa e só de ser nacional me dá um prazer ainda maior pra ler :)

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris