terça-feira, 19 de agosto de 2014

Resenha: "Wayne de Gotham" (Tracy Hickman)

Tradução por Edmundo Barreiros
Por Eliel: Por trás de toda máscara existe um homem de verdade. Ainda criança, Bruce Wayne testemunha o assassinato dos pais – e o mistério sobre o motivo o impulsiona a fazer uma busca pelo seu passado. É quando descobre um diário secreto de seu pai Thomas, um médico rebelde que parece finalmente revelar o seu lado obscuro. Sua identidade é seriamente abalada quando um convidado levanta, inesperadamente, questões sobre o evento que acabou com a vida de sua amada mãe e seu admirável pai – caso que provocou para sempre sua vontade insaciável de proteção e vingança.Para descobrir a história real da família, Batman precisa confrontar o antigo inimigo, como o perverso Coringa, seu próprio mordomo Alfred, além do passado que assombra o Asilo Arkham, para assumir o novo fardo de um legado sombrio. Sinopse disponível no SKOOB, adaptada

Ao pegar o livro nas mãos e olhar para o símbolo tão conhecido de muitos, o que esperar das páginas que abrigam uma nova história de um herói que desde muito cedo vive em nosso imaginário? 

É a caçada. Espreitar aquele que espreita. Predar aquele que preda.

Esperamos saber quem realmente é a família Wayne, uma história um tanto quanto sombria. Essa viagem nos é apresentada em duas linhas temporais: A primeira segue um já não tão jovem Bruce Wayne em busca de respostas, e a segunda, a vida e morte de Thomas Wayne, pai de Bruce. Em muitas partes da narração, vemos essas duas linhas se colidirem e responder algumas questões que vão sendo levantadas.

- Talvez possamos vagar juntos por um tempo - sugeriu Bruce.

- Uma pessoa vaga, Sr. Grayson - retrucou Amanda. - Duas pessoas estão sempre indo para algum lugar.

Essa é uma história baseada na imagem que se tem dos pais Wayne e sobre o que eles realmente foram. A cada página descobrimos o passado tão negro que foi escondido até do seu filho. Vemos um Batman mais velho e cada vez mais dependente da tecnologia, mas com a mesma intensidade da juventude.

Autocontrole é poder. Conhecimento é mais importante que força. Espere para atacar no momento certo.

Temos uma narrativa bem dinâmica que prende a imaginação do leitor e não o deixa sair de Gotham. Cada página é repleta de ação, como as histórias em quadrinhos, vale lembrar que essa é uma narrativa e não tem ilustrações.

- Então nós pagamos pelos pecados de nossos pais? - sussurrou Bruce roucamente.

Não sou um grande fã do Homem-Morcego, mas conheço muitas das suas histórias, vilões, filmes e assuntos relacionados; Nada muito profundo, porém, essa narrativa é sem igual. Vemos que o autor seguiu à risca fatos e acontecimentos do Universo de Batman.

Para mim, o ponto alto foi a participação de Coringa, que desempenha um papel importantíssimo para a narrativa, embora tenha apenas uma pontinha.

- Sou quem sou porque escolhi este caminho, Alfred - disse o homem. - E agora verdadeiramente escolhi.

Minha impressão sobre esse livro, é que temos em mãos um ótimo roteiro para um filme, desde que respeitado. Fãs de Batman, não percam tempo e adquiram essa impressionante aventura do Cavaleiro das Trevas!


Um comentário :

  1. Olá, Eliel
    Tudo bem?
    Já li várias resenhas positivas sobre o livro, apesar de não gostar muito do gênero, fiquei bastante ansiosa pela leitura. Parece ser super legal! Amei a resenha, maravilhosa como sempre.
    Beijos*-*
    Território das Garotas

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris