segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Resenha: "Inverso" (Karen Alvares)



Nem sempre as coisas são como parecem. Às vezes o mundo é um imenso teatro (...)
Por Marianne: Karen Alvares ganhou meu coração literário quando tive a oportunidade de ler o suspense Alameda dos pesadelos. No momento que recebi Inverso, já estava com a expectativa lá em cima. Não é todo dia que colocamos a mão num suspense bom, e Karen domina esse universo com muita destreza.
   Em Inverso conhecemos a história de Megan. A adolescente carrega junto de seu pai e sua irmã mais nova o fardo da morte da mãe, vítima de um câncer. Na tentativa de um novo recomeço com a família, Renato se muda com Megan e Mina para um novo apartamento.
   A mudança tem como premissa deixar pra trás toda dor e sofrimento que vagavam no antigo lar da família. Mas acomodar a mudança e revirar algumas gavetas que pertenciam a Marina, mãe de Megan, trazem lembranças que todos na casa tentam evitar. Além do pai e da irmã, sempre presentes na vida de Megan, ela também tem a companhia de Daniel, seu melhor amigo de infância com quem ela passa horas dentro (e fora) da escola. 
– Toma. Chocolate é bom contra dementadores. E é pra comer, esquece essa dieta doida aí que isso é deprimente.
   As coisas, que já não são simples, ficam mais complicadas quando Megan começa a sofrer com alucinações que a fazem enxergar seu próprio reflexo no espelho com uma aparência completamente diferente, como se uma outra pessoa usando seu corpo estivesse do outro lado.
   Preocupada, com medo de estar perdendo sua sanidade metal, Megan evita a todo custo olhar para o espelho. Mas a curiosidade é mais forte e quando Megan tenta investigar melhor esse fenômeno estranho  algo surpreendente acontece: seu reflexo a puxa pra dentro do espelho.
Desesperada e sem entender nada, a adolescente se afunda num monte de pensamentos. Isso tudo é um pesadelo? Ela está ficando louca?
   Ali, do outro lado do espelho, Megan percebe que está enxergando de dentro do seu próprio corpo outra pessoa assumindo o controle de sua vida. Do lado de lá do espelho ela se chama Megami.
Megami vive uma vida completamente diferente da de Megan, porém dentro da mesma, “estrutura”, podemos dizer. Estão lá seu pai, Mina e, pro choque de Megan, Marina. Apesar de serem as mesmas pessoas  da vida de Megan, seus comportamentos são muito diferentes. A família vive desestabilizada e todos são distantes e ausentes da vida um do outro. Suas melhores amigas na escola são as garotas que ela mais despreza e seu relacionamento com Daniel, é totalmente superficial. 
— Ele tem as sobrancelhas grossas demais – Stefanie comentou, como se sobrancelhas fossem um fator de extrema importância para o destino da humanidade.
   As duas dividem o corpo, medos e sentimentos. Mas é sempre Megami quem está no controle de tudo, quem decide o que fazer, o que dizer, com quem falar. Aos poucos Megan vai percebendo que em determinados momentos ela consegue assumir o controle do corpo de Megami, mas assumir o domínio de um corpo que não é seu (ou é?) não é uma tarefa fácil. 
   O livro é consumido pelo suspense da história e sua ambientação é sempre tensa. Ficamos o tempo todo na dúvida se tudo está acontecendo na cabeça de Megan ou se ela realmente está vivendo toda aquela realidade paralela na vida de Megami. Sentimos na pele a claustrofobia da adolescente ao estar presa no seu próprio corpo assistindo Megami destratar seus pais, seu irmão, seu amigo e principalmente sua mãe, que ali está viva e saudável, mas completamente distante da filha.
   Vários mistérios são lançados ao longo do livro e que vão ficar martelando na sua cabeça, mas podem chorar amiguinhos, muitos desses mistérios provavelmente só serão desvendados na continuação !VAI TER CONTINUAÇÃO! Reverso.
   Os personagens são encantadores e bem desenvolvidos. A maturidade de Megan é mostrada ao leitor de maneira não óbvia, a partir de algumas observações feitas pela personagem sobre os fatos que a cercam.
   Pra quem gosta de suspense que prende e deixa aquela agoniazinha, que faz parecer que você entrou, de fato, na história, vai fundo. Inverso entrou pra minha lista de queridinhos e me mostrou (de novo!) que as obras da Karen Alvares sempre vão me surpreender.

Espero que tenham gostado da resenha, até a próxima!

Curta o Dear Book no Facebook Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta!

Se gostou da resenha você pode comprar clicando aqui.

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris