quarta-feira, 25 de maio de 2016

Resenha: “Noite das Garotas” (Izabela Lopes)

Por Kleris: Pense numa leitura gostosinha! Tava numa dessas andanças pela Amazon e, bem, as leituras miúdas e duma tacada só são as que mais procuro por lá, assim achei esse pequeno conto da Izabela Lopes, que me surrupiou a atenção (e umas risadas) logo de entrada. 
Vi está digitando...
Bruna (09:20): Eita, que agora parece sério. Ela está demorando pra digitar!
Vi está digitando...
— Bruna, larga esse celular. – Pedro estava sério.
— Emergência das três espiãs!
— O que pode ser assim tão importante?

Em A Noite das Garotas, topamos com três amigas (“as três espiãs”, como se denominaram) que numa sexta-feira tem cada uma sua experiência cotidiana, e que as divide sempre que podem – mais precisamente em conversa no whatsapp. A narrativa do conto se dá quase como um diário em que cada menina, Mari, Vi e Bruna, relatam cada qual com seu ponto de vista o que está ocorrendo naquele dia e o que faz dele diferencial. 
Respirei fundo. Eu precisava era sair da cama e me trocar. Ninguém disse que seria fácil, Chris Martin, do Coldplay, já cantou isso e deixou bem claro. 
Ele me puxou em direção ao elevador e logo estávamos no estacionamento. O único problema era que ele estava vazio. Não tinha nenhum carro lá embaixo. Se fosse a bosta de uma pegadinha eu podia jurar que iria matá-lo ali mesmo. Já vi muito CSI nessa vida, posso apostar que sei matar alguém sem deixar pistas.

Acho que o que mais me chamou atenção foi a naturalidade das garotas e como juntas elas celebram a amizade. Quem não tem aquele círculo de besties para tagarelar o dia todo no whatsapp, né? ^^

Entretanto, no que consta sobre a estrutura do conto, este deixou a desejar... A história me parece que seria ainda melhor se fosse mais longa, com mais desenvolvimento dos conflitos; senti que a autora ficou um pouco presa a fechá-lo como pequeno. Foi algo mais estrutural mesmo, de maturar e conciliar com a trama. Não curti muito o final ou como a autora foi encaminhando esse fim, me pareceu um pouco fora de tom e foco, porém, é uma leiturinha interessante para um descanso e os diálogos das meninas são ótemos!

Embora iniciante (veja bastidores do conto aqui), Izabela mostra ter uma escrita leve e gostosinha; ela deu um bom pontapé. Gostaria de ler mais histórias dela num futuro. Vale só mais umas revisõezinhas de trama e escrita ;)

Para acessar o conto, clique aqui – é possível ler de graça se você tiver o Kindle Unlimited. 
— Como sempre, vocês até parecem que vivem em alguma série. Nunca vou entender essa ligação que vocês têm, mas não posso negar que acho isso muito legal. [...]


Até a próxima!


Curta o Dear Book no Facebook
Siga @dear_book no Twitter e @dearbookbr no Instagram

Um comentário :

  1. Como eu ainda não tinha visto isso? ♥
    O conto foi, incialmente, um presente para uma amiga (uma Bruna, rs). Toda vez que releio fico pensando nas mil coisas que mudaria, mas no final, acabo gostando dele assim. É tudo e mais um pouco que já vivi com minhas amigas e no final é o que mais goto dele. Fico feliz que tenha gostado. =)

    izabela

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris