quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Filme: "Mato sem Cachorro"

Olá leitores! Feliz ano novo a todos!!

Desculpem-me por ter ficado sumida nos últimos tempos, mas realmente o final de 2013 foi uma correria e praticamente não tinha tempo para realizar alguns hobbies, como escrever as resenhas.

Enfim, passou e estou de volta com uma lista gigantesca de filmes para resenhar.

Pensei muito sobre qual filme gostaria que abrisse a coluna em 2014 e percebi que praticamente eu não dou muito espaço nas minhas resenhas para os filmes nacionais. Não, eu não tenho preconceito, apenas acabo sendo levada pela maré hollywoodiana e privilegio os filmes “blockbusters”. Então, como acredito naquele ditado “Ano Novo, vida nova”, resolvi deixar filmes como “O Hobbit 2” na fila de espera e passar “Mato sem Cachorro” na frente.

Para mais tarde, pretendo fazer um “TOP 10” com os filmes nacionais que mais gosto, o que vocês acham?

Bom, começando a falar do filme “Mato sem Cachorro”, ele ficou um tempo no cinema de minha cidade e quando eu vi o trailer, logo me interessei muito.
Simplesmente porque sou apaixonada por cachorros. Filmes como “Marley & Eu” e “Sempre ao Seu Lado” sempre me emocionam (o segundo me transborda em lágrimas).
Então, nem preciso dizer que quando vi o tema do filme, já fiquei com vontade de ver.

Na contra-capa do DVD consta a seguinte informação: “Acena para um público jovem com referências à cultura pop” e ao longo do filme pude constatar ser a mais pura verdade.

É um filme inteligente e dá pra ver que o público alvo (além de ser as pessoas que gostam de animais) é o jovem, pois o elenco conta com Bruno Gagliasso, Leandra Leal, Danilo Gentilli, Rafinha Bastos.

Ou seja, é pura comédia e não poupa palavrões!!

Confesso que quando vi que o Danilo Gentilli era parte do elenco, torci o nariz. Não tenho nada contra ele, mas desde de a época que ele fazia CQC, o considerava o mais chato dos repórteres.

Mas, minha opinião sobre ele nesse filme é outra: ele está hilário como Leleu, o primo de Deco (Bruno Gagliasso). Eu dei muita risada com as coisas que ele fala.

Enfim, a história gira em torno de vida de Deco que após quase ter atropelado um cachorrinho acaba conhecendo Zoé (Leandra Leal) e daí inicia-se uma história de amor entre eles e também entre o cachorro, agora chamado de Guto.
O problema é que o animalzinho sofre de uma doença rara que, quando fica muito animado, acaba desmaiando.

Mas isso não impede o casal de cuidar com muito amor de Guto.
Porém, após dois anos, as coisas entre o Zoé e Deco não vão bem e eles acabam se separando.
Ela leva Guto e Deco acaba sentindo muita falta de ambos.

Um belo dia, ele encontra a Ex com o professor de nado sincronizado e também dono de um SPA canino.
Então, possuído de ciúmes, Deco decide recuperar o que é dele e, com a ajuda do primo Leleco, sequestra Guto.

A partir daí tudo gira em torno do desaparecimento do cão e das tentativas de Deco em voltar com Zoé. Mas para que isso aconteça, ele precisa, primeiramente, contar a verdade sobre o desaparecimento de Guto.

Enfim, é isso.
A história é muito boa, o filme é engraçadíssimo e imperdível!
Gostei da química entre os atores e Danilo Gentilli me surpreendeu. Adorei vê-lo nesse filme e achei que ele e Bruno fizeram muito bem seus papeis.

Talvez Leandra tenha ficado um pouco apagada na história, já que a personagem dela praticamente não tem humor e não conquistou tanto a minha simpatia.

Mas a estrela do filme é o cão que interpreta Guto. Muito simpático e fofo.
Hilárias as cenas dos desmaios.

É diversão garantida!!

MATO SEM CACHORRO
(Nacional/2013)



ONDE ASSISTI PELA 1ª VEZ: Em casa
QUANDO: 05/01/2014
PORQUE EU ESCOLHI ESSE FILME: Porque eu havia visto o trailer e me apaixonado pela história que girava em torno de um cachorro. Além de ser um filme nacional
DIRETOR DO FILME: Pedro Amorim
QUEM SÃO OS ATORES PRINCIPAIS: Bruno Gagliasso, Leandra Leal, Danilo Gentilli
QUE TIPO DE FILME É: Comédia
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 12 anos (Conteúdo sexual e linguagem imprópria)
O FILME CORRESPONDEU OU NÃO ÀS MINHAS EXPECTATIVAS? Correspondeu. Adorei a química entre os atores e o humor é inteligente, apesar dos enormes números de palavrões. Mas, como o próprio DVD já fala: é para o publico jovem. Outro ponto positivo é que o final é feliz, então você não precisa ficar preocupado se vai chorar como em "Marley & Eu".
PONTO FRACO: Achei um pouco obvio demais Guto estar com Deco e Zoé nem ter percebido isso...
UMA CENA: As cenas dos desmaios de Guto são fenomenais, assim como a cena em que Deco rouba o cão.
RECOMENDO ESTE FILME: Recomendo!! Principalmente para quem gosta de animais e quem gosta de uma boa comédia brasileira.
DICAS PARA QUEM PRETENDE ASSISTI-LO:
-Faça pipoca;
-Aproveite o filme!
-O bom de ser brasileiro é que você não precisa se preocupar com áudio dublado e nem legendas! Hahaha

BOM FILME!!!!!!!

Kell ^^

4 comentários :

  1. Eu tenho vontade de ver esse filme, mas fiquei na dúvida porque né, filme brasileiro sempre tem muita bandalheira e nunca consegue ser lá muito engraçado. Mas adorei sua resenha, e pelo visto não é tão ruim quanto pensei, assim que puder irei assistir! :D

    xx Carol
    http://hangoverat16.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bela resenha, eu também vi esse filme e você descreveu muito bem a história...
    As cenas do cachorro desmaiando realmente são muito engraçadas...
    Você escreve muito bem, já pensou em publicar algo? Se sim, não perca tempo... Parabéns...

    Fred Paixão

    ResponderExcluir
  3. Acredito que não gostaria desse livro, não sou muito fã de comédia e nem de palavrões, acho que não é uma boa.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris