domingo, 10 de abril de 2011

RESENHA: "Fetiche" (Tara Moss)

Fetiche tem um nome sugestivo para uma trama que é um tanto sugestiva também. Fazia um tempo que não lia algo misterioso e cheio de suspence e não me decepcionei. A autora, Tara Moss, quebra o tabu de que modelo é uma imagem bonita APENAS para ser contemplada em desfiles, revistas e comerciais. Isso não acontece em momento algum do livro e vocês vão saber o porque.

O livro de Moss conta a história de Makedde Vanderwall, uma modelo canadense, que viaja para a Austrália em busca de novas oportunidades em sua carreira e, também, para reencontrar sua amiga, Catherine Gerber. A história se desenvolve a partir do assassinato de Catherine por um serial killer em potencial, haja vista que o maníaco ao matá-la conquistara sua terceira vítima. Makedde chega à cidade e no primeiro dia de sua estadia e trabalho encontra o corpo de sua amiga no local da sessão de fotos. A cena é totalmente visual, o modo sádico com o qual o assassino desfigura a garota e todos os seus membros são brutais.
“Quando chegou mais perto, seus olhos se arregalaram diante do que viam. Sua boca se contorceu involuntariamente no que deve ter sido um grito, embora seus ouvidos não pudessem captá-lo.
Um jato de sangue subiu à sua cabeça, fazendo-a latejar horrivelmente. Ela não ouvia seus gritos, nem o som dos passos correndo da praia para lá. Imagens giravam à sua frente – manchas escuras numa pele claríssima, cabelos negros emplastrados de sangue seco, formas assustadoras – pedaços do corpo faltando. Extensas feridas abriam uma fenda no tronco desnudo, revelando órgãos e músculos; e o pior, os cabelos negros emplastrados de sangue cobriam parcialmente um rosto que parecia extremamente familiar.”
A partir daquele instante, conhecemos a verdadeira Makedde que não é apenas uma modelo, mas uma estudante de Psicologia Forense e filha de um dos investigadores mais conhecidos no Canadá, ou seja, ela não é nenhuma iniciante e indefesa garota. E por esse motivo mergulha de cabeça para desvendar o mistério do Assassino do Salto Alto, na verdade um maníaco que ao matar suas vítimas e desfigurá-las brutalmente deixam-nas apenas com um par de sapatos.
“Ela usava sapatos de salto-agulha – pretos lustrosos e elegantes, com tiras finas que comprimiam seus tornozelos brancos e delgados. Seus saltos batiam ritmadamente na calçada coberta de gelo enquanto ela subia a rua sozinha. Ele se esforçou para captar esse ruído, a música sedutora que o enfeitiçava, como no conto do flautista de Hamelin.”
É durante suas investigações que conhece Andy Flynn, o detetive responsável pelo caso de Catherine, e apesar de não iniciarem uma amizade com o “pé direito” no decorrer da trama se tornam próximos e instigam a história a mudar a sua vertente para o romance, mas a autora Tara Moss não confunde seu cenário e continua com os sádicos casos de assassinato. Makedde começa a ser perseguida e a cada página o assassino parece ter uma fissura maior por sua imagem. Mas é nesse parágrafo que finalizo sem entregar tantos spoilers, pois o conteúdo merece total atenção para os amantes de um bom mistério.
“Os dois permaneceram em silêncio enquanto ele terminava de tirar as impressões dos dedos médio, anular e mínimo. Quando o detetive Flynn precisou passar a tinta na palma da mão de Makedde, chegou mais perto, encostando seu peito nos ombros dela. O rosto dele estava inclinado diante do de Mak, e ela teve tempo suficiente para olhar a gola da camisa amassada e a pele suave do pescoço, lembrando como ele a tinha impressionado no outro dia, na salinha de entrevistas.”
A revisão está ótima. A capa, simples e objetiva, ganha inúmeros pontos, pois consegue transmitir a relevância da história. E a Editora Fundamento? Um agradecimento enorme por nos dar a oportunidade de ler essa obra. Aguardo com ansiedade o próximo volume, "Obsessão". Para finalizar, o que diz no prefácio “A crítica internacional considera a jovem autora como a nova Agatha Christie”, não é mentira. Tara tem um enorme potencial de conquista e se você gosta de mistérios será conquistado.

17 comentários :

  1. Ótima resenha, Paula!

    Gostei de todo esse clima de suspense e as peculiaridades do assassino da trama. Quero ler! ^^

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito de ler livros de suspense e misterios, mas hoje por curiosidade e por essa capa resolvi ler a resenha e agora estou com muita vontade de ler e desvendar esse misterio AHUSAHUSAHU Já coloquei na minha lista de próximas leituras. Beeijos

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros de suspense...
    Só de ler essa resenha, fiquei com vontade de ler..

    ResponderExcluir
  4. Sabe que eu nunca tive muita vontade de ler esse livro? Não sei, simplesmente não me atraía e, ao contrário de você, a capa me fazia querer lê-lo ainda menos.
    Maaas... a sua resenha me deixou interessada e esse não é exatamente o tipo de livro que a Fundamento publica e parece ser bem interessante (e intrigante, como um bom suspense deve ser!). Só conhecia a autora de nome, mas não tinha ideia do que se tratava seus livros.
    P.S.: fiquei feliz ao saber que ela NÃO deixa de lado o mistério dos assassinatos por causa do romance. Detesto livros onde isso acontece! :/
    Bjs,
    Isa ~ Portal dos livros

    ResponderExcluir
  5. Nossa, pelos trechos que você pôs parece ser um livro de suspense muito bom mesmo. E para considerarem uma nova Agatha Christie, ela está no caminho certo ;)

    ResponderExcluir
  6. Nossa fiquei bem surpresa ao ler que a modelo também é uma estudante de Psicologia Forense, a personagem é interessante. Devo dizer que a primeira vez que via a capa, em momento algum me passou a ideia de uma trama policial, rs. Quanto a comparação com Agatha Christie, cada resenha que eu leio sobre esse livro diz uma coisa, mas acho que só lendo pra tirar a dúvida, rs.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha. Parece ser um excelente livro. Gosto bastante desse tipo ! com certeza mais um pra minha lista!
    Ja li varios livros da Agatha! Sao sensacionais!! =P

    Beeijo

    ResponderExcluir
  8. Mistério e suspense são os tônicos principais para uma leitura interessante e o que parece esta e a receita deste livro. Fiquei curiosa e quero ler!

    ResponderExcluir
  9. Sempre quis ler esse livro justamente pela autora ser considerada uma nova Agatha Christie pq amo esse genero policial bom saber que o livro não decepciona!

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da resenha, adoro suspense, e não sabia que a autora é modelo.

    ResponderExcluir
  11. jurava que esse livro era sobre qualquer coisa menos isso.... acho que pelo nome e a capa me deixei enganar.
    a estória aparenta ser no mínimo intrigante. quero ler

    ResponderExcluir
  12. Se ela chega a ser comparada a Agatha Christie com certeza não me arependerei de ser 'Fetiche'. Pela resenha pareçe ser um livro bastante envolvente e cheio de mistérios daqueles que agente não consegue largar! Espero poder ser em breve! Otima resenha, parabéns! beijos

    ResponderExcluir
  13. Super afim de ler... mas não sei quando, pois estou com minhas leituras atrasadíssimas...
    Muito trabalho na faculdade, os últimos estágios obrigatórios e 24h. tá sendo pouco.
    Mas vai pra lista!
    Até,
    milaresendes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Gosto muito de suspense, mas nao é qualquer suspense que me fascina, esse livro não havia me chamado tanto a atenção e acreditem nao sei porque, mas a resenha ficou ótima e lá vai mais um livro, para minha infinita livros que desejo ler...rsrs...beijokas elis!!!!

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre fui louca pra ler esse livro, pq eu ouvia as pessoas comentarem, mas foia primeira vez que li uma resenha dele.
    Gostei muito mesmo.
    E ainda mais interessada na história.
    Gosto de livros assim, misteriosos.

    ResponderExcluir
  16. Oi!

    Eu quero Fetiche, quero Obsessão, quero Cobiça... tá difícil aqui! :)

    Bjos!

    ResponderExcluir
  17. Eu particularmente gostei bastante do livro, e jpa comprei obsessão que logo logo começarei a ler, com certeza muita gente comprará Fetiche depois de ter lido a sua resenha, parabéns, bjussss

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris