terça-feira, 10 de julho de 2012

Resenha: "Trabalhando com monstros" (Dr. John Clarke)

Por: Carine: O australiano Drº John Clarke autor de "Trabalhando com monstros. Como identificar psicopatas no seu trabalho e como se proteger deles", realizou várias pesquisas na área de psicologia corporativa e identificou os perfis dos denominados psicopatas corporativos. Neste livro ele busca auxiliar aqueles que enfrentam problemas com chefes, colegas de trabalho ou funcionários que agem com comportamentos de psicopatas.

Para começar o autor nos dá a definição de um psicopata do trabalho ou corporativo:
"(...) busca poder e controle sobre os outros alimentando se do sofrimento e da miséria infligidos aos colegas de trabalho.”

“- Pessoas que intimidam e ridicularizam de propósito os companheiros de trabalho; funcionários impulsivos, superficiais ou que não demonstram nenhuma empatia com quem está ao redor; pessoas que abusam de seu charme na tentativa de impressionar chefes e clientes.”
Percebemos então que nem todos os psicopatas agem da mesma maneira de forma que, conhecer um pouco mais sobre o tema é importante, pois afeta diretamente a nossa qualidade de vida. As vítimas desses "monstros" passam a sofrer de depressão, distúrbios de sono, pesadelos, falta de confiança, medos das pessoas, entre outros.

Vocês podem achar que se trata de uma leitura extremamente acadêmica entretanto, a linguagem é simples e o autor usa exemplos reais para que conheçamos o modus operantis dos psicopatas corporativos, o que facilita bastante a compreensão do tema.

Esses são alguns dos comportamentos identificados pelo Drº Clarke com os quais precisamos tomar cuidado;
  • Humilhar uma pessoa em público gritando com ela, ataques de raiva, ridicularizar uma deficiência profissional ou física
  • Espalhar maliciosamente mentiras sobre uma pessoa para depreciar a reputação dela na organização
  • não demonstrar remorso ou culpa por seu comportamento
  • mentir frequentemente
  • mudar rapidamente de emoções para manipular situações ou causar altos níveis de medo...
Acredito que é difícil ler esse livro e não pensar em algum colega de trabalho ou chefe, entretanto, o autor esclarece que não basta ler sobre suas pesquisas para começarmos a diagnosticar as pessoas como psicopatas corporativos, somente um psiquiatra e/ ou psicólogo pode dar o diagnóstico efetivo. De qualquer maneira é interessante prestar atenção nas dicas que o autor nos dar sobre como lidar com essas pessoas.
"Esse livro tem como objetivo fornecer a você o entendimento e o conhecimento sobre o psicopata corporativo, necessários para lhe dar uma chance muito maios de reconhecer um psicopata e lidar com ele no ambiente de trabalho."
O livro assusta ao nos mostrar com que frequência essas pessoas existem e como é difícil identificá-las porque eles são especialistas em camuflar e manipular suas emoções em relação as pessoas a sua volta.
"Estima-se que de 1% a 3% dos homens adultos e de 0,5% a 1% das mulheres adultas sejam psicopatas. é difícil saber quantos psicopatas corporativos estão lá fora porque eles são mestres em se esconder dentro de uma empresa. (...) No entanto, pesquisadores ao redor do mundo acreditam que 1% da população adulta que trabalha é de psicopatas corporativos."
Indico "Trabalhando com Monstros" a todos que se interessam por temas psicológicos e por aqueles que trabalham em empresas, escritórios, escolas e acreditam estar sendo vítimas de algum tipo de comportamento psicopata. Com uma linguagem bem simples o autor, trata de um problema real enfrentado por muitos de nós de forma que é muito útil um manual como este, que abra os nossos olhos para uma realidade tão pouco comentada. Não posso deixar de destacar o projeto gráfico, desde a capa até o miolo do livro, a Editora Fundamento está de parabéns!

Espero que vocês tenham gostado da minha primeira resenha de um livro de não-ficção. Aguardo os comentários.

Beijos!

12 comentários :

  1. deve ser uma leitura interessante. o tema psicopatia de uma maneira geral é algo que me gera bastante curiosidade, mas não sei se teria paciência de ler um livro sobre o assunto, a menos que estivesse realizando alguma pesquisa!
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Achei bem interessante a resenha e as caracteristicas citadas coincidem MUITO com uma pessoa que trabalha comigo @_@

    ResponderExcluir
  3. Um tema que chama a atenção porque todo mundo conhece um psicopata desses... Gostaria de ler!

    ResponderExcluir
  4. Nossa parece bem legal, só de lê alguns trechos que vc colocou já pensei em algumas pessoas, uahuahua
    Ótima dica.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Nunca imaginei que pessoas que agem dessa forma são 'psicopatas', não sei...acho a definição forte demais. rs
    Acredito que trate de algum distúrbio (menos intenso que a psicopatia). Mas como não sou psicóloga, nem entendo disso, deixa pra lá. rsrs

    Bem interessante esse livro. Sou fissurada por ''psicopatia'', muito legal a abordagem desse livro, apesar de ter uma visão diferente.
    Gostaria de ler pra aprender um pouco mais sobre o tema (sei pouquíssimo sobre isso, mas gostaria de conhecer mais essa obra. E quem sabe conseguir distinguir alguém com esse problema -difícil- e lidar com um problema desse caso ocorra comigo ou algum conhecido).

    Gostei da resenha. Bem legal.

    Beeijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, achei ''monstros'' uma palavra muito forte pra caracterizá-los. rs

      Excluir
  6. como vc falou, todo mundo lembrou de algum colega, algum chefe... kkk eu mesma lembrei. acho que é bem dificil ter certeza se a pessoa é um psicopata ou se é só um arrogante-maluco-estúpido dos bons. acho que não vale a pena ter medo dessas pessoas, pq elas se escondem, então não vão te dar uma facada no meio do trabalho mto provavelmente, mas não podemos deixar que elas nos humilhem ou façam qualquer coisa que nos prejudique. eu preferiria sair do emprego. =Z

    ResponderExcluir
  7. Cara adoro esse tipo de tema, analise psicológica é muito legal. Pensei em uma pessoa em especial aqui, talvez eu esteja errada, mas tudo pode acontecer. Nunca ouvi falar sobre esse livro, mas vou procurar, fiquei afim de ler. Tenho muita gente aqui na minha família que também vai adorar.

    ResponderExcluir
  8. Acho que se a gte for levar a sério tudo que a gte lê sobre psicopatas, acaba-se chegando a triste conclusão, que todos nós o somos.rs
    Puxa, li um livro Mentes Perigosas,o psicopata mora ao lado, da Ana Beatriz, fiquei meio cabreira..olhava mesmo pras pessoas, tentando ver nelas um traço de loucura..e acabei chegando a conclusão que a louca era eu.
    Todo mundo já teve ou terá ou ainda, tem um chefe que se enquadra direitinho nos dizeres do livro. Isso não faz dele, um monstro...apenas alguém q não sabe lidar com o poder. Isso é errado? Não sei.rsrs
    Adorei a temática, mas não faz meu tipo no momento.rs
    Parabens pela resenha!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Um assunto que acontece muito nas organizações, mas é pouco abordado. Os departamentos de RH precisavam estudar livros como esse para poder identificar as ameaças e tentar melhorar o clima organizacional da empresa.

    ResponderExcluir
  10. Esse tema está bem em voga no momento. Outro dia eu li que 10% das pessoas se enquadram na definição de psicopata, eu só tenho medo desse tipo de afirmação causar algum tipo de paranoia nas pessoas, mas que eles estão à solta é a mais pura verdade.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris