domingo, 29 de julho de 2012

Resenha: "Samantha Sweet, Executiva do Lar" (Sophie Kinsella)


Sophie Kinsella é um dos maiores fenômenos da nova literatura britânica, faz muito sucesso na categoria "Chick-lit" e sua série mais famosa é "Os delírios de consumo de Becky Bloom"

Por Juny: Se eu soubesse que os chick-lits da Sophie Kinsella são tão bons teria começado a lê-los antes! Sério!

Samantha Sweet é uma advogada, workaholic, que trabalha dia e noite com o objetivo de ser escolhida para se tornar uma sócia do escritório em que trabalha (um dos mais renomados de Londres). Ela é perfeita no faz, porém para isso, deixa de lado sua vida pessoal e vive somente para o trabalho.

Quando está tudo certo, todos já sabem que sua nomeação acontecerá no final da tarde, ela simplesmente encontra um documento no fundo de sua mesa extremamente bagunçada, sobre um empréstimo que deveria ter sido registrado para poder ter direito a seguro, mas ela não o viu antes e já passou do prazo. Ai começa o caos. Ela descobre que essa falha resultou em um prejuízo de 50 milhões de libras.
A Glazerbrooks vai falir. Agora nunca vão fazer uma nova documentação. Nem em um milhão de anos. (...) Perdi cinquenta milhões de libras do Third Union Bank. Parece que estou alucinando. Quero murmurar qualquer coisa, em pânico. Quero largar o telefone e correr. Bem depressa.
Após essa constatação ela foge sem rumo e vai parar em uma cidadezinha do interior. Morrendo de dor de cabeça, ela acaba entrando em uma casa para pedir um comprimido. Porém os moradores a confundem com uma candidata a empregada que veio para uma entrevista. No auge da loucura Samantha acaba concordando com tudo e ainda inventa qualificações. Quando acorda, na casa dos Geiger, ela começa a se lembrar dos desastres do dia anterior e do fato de que aceitou ser uma empregada doméstica!

O maior agravante é que Samantha não sabe fazer absolutamente NADA, não sabe cozinhar, limpar, passar roupas e etc. Ela é uma completa fraude. Mas admira a hospitalidade das pessoas que a acolheram e começa a tentar, sempre jurando que vai contar a verdade no dia seguinte e acabar com tudo isso. Cada confusão que ela faz ao tentar dar conta do serviço doméstico! Essa parte rende boas risadas.

E como todo bom chick-lit, tem romance. Nathaniel é o lindo jardineiro da família Geiger. Ele descobre facilmente que Samantha é uma fraude e passa a tentar ajuda-la.

E agora? Samantha deve tentar recuperar sua brilhante carreira de advogada? Como irá resolver essa confusão de empregada doméstica?

Pode parecer que contei muito da história né? Mas acredite, isso é só uma introdução. O livro é repleto de reviravoltas, cenas engraçadas, romance e até mesmo investigação! Sério! Sophie Kinsella faz um ótimo trabalho nas 510 páginas do livro.

Se você é como eu, um zero a esquerda no trabalho doméstico, é muito fácil se identificar com algumas confusões em que a Samantha se mete. Ela é uma protagonista muito humana, fácil de simpatizar. Só achei ela um tanto incoerente em alguns fatos nos acontecimentos finais.
Minha vida mudou e estou mudando com ela. É como se a velha Samantha convencional e monocromática tivesse se desbotado até virar uma boneca de papel. Joguei-a na água e ela esta se dissolvendo até o nada. E em seu lugar há uma nova eu. Uma eu com possibilidades. Nunca corri atrás de um homem antes. Mas, afinal, até ontem eu nunca havia assado um frango.
Também já passei por trabalhos extremamente estressantes, por isso não foi difícil entender os sentimentos de Samantha, a sensação de libertação, novas possibilidades. (Calma, não virei doméstica também HAUAHAU).

Nathaniel é especial, aquele cara simples do interior, lindo, rústico, sensual e encantador, o sonho de consumo de qualquer mulher. Só achei uma pena não explorar muito as cenas entre os dois, pois a cena da colheita das framboesas foi a MELHOR parte de todo o livro! *suspiros*
E dessa vez ele não se afasta. Dessa vez é de verdade. Suas mãos estão se movendo sobre o meu corpo, minha saia cai no chão, seus jeans estão escorregando (...) E as framboesas são esquecidas, espalhadas no chão, esmagadas sob nós.
Se você quer uma leitura descontraída, com boas doses de romance e risadas, não pode deixar de ler “Samantha Sweet, Executiva do Lar”! Recomendo! *-*


19 comentários :

  1. Amei o "um zero a esquerda no trabalho doméstico", identificação totallllll, kkkkk.
    Com certeza vou ler!
    Bjoo.

    :D

    ResponderExcluir
  2. Vou adicionar o livro à minha lista. Não li todos os livros da série Becky Bloom, mas o primeiro é uma delícia. A escrita dela é bem bacana mesmo. Chick lit muito gostoso. Esse aí parece ser uma comédia! rsrs E lendo a resenha, o título se encaixa direitinho... =D

    Parabéns pela resenha, Juny!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li nenhum livro dessa autora
    mas essa resenha me deixou com uma super vontade de ler =D
    acho que vou me identificar com ela sim, pois não sei fazer nadinha de nada quando se trata de trabalhos domésticos haha
    parabéns pela resenha.. ficou ótima ;)

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro da autora. Mas adorei muito a sinopse e a resenha. Pra variar,me lembrou um filme..rs(que não me lembro qual)
    Mesmo sendo clichê e ter sido explorado demais, principalmente pelo cinema, a história da mocinha atrapalhada que vai para outra cidade e lá acaba encontrando tudo que na verdade, é felicidade!
    Acho que por isso, há tanta identificação..rs muitas de nós, românticas incuráveis, acabamos ou acabaremos idealizando algo assim.
    Adorei e certamente, o livro vai para a lista de desejados.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu já li um livro da Sophie, não essa, e adorei! Portanto, depois de ler sua resenha fiquei com MUITA vontade de ler o livro, pena que ele não é tão barato. Quando eu conseguir algum cupom de desconto, eu compro ele, por que adoro chick-lits e esse parece ser muito engraçado, e essa capa é linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha eu ainda não li nenhum livro dela, só assisti ao filme Delírios de Consumo de Becky Bloom e fiquei MUITO curiosa para ler todos! Vai para a lista com certeza! Um grande abraço!

    Amanda Ramos

    ResponderExcluir
  7. Olá Juny!
    Recentemente acabei de ler um livro da Sophie Kinsella foi o meu primeiro livro dela, Menina de Vinte e eu ameii, sério a leitura foi tão gostosa, engraçada, estou ansiosa pra ler mais livros da Sophie, e gostei bastante da sua resenha, parabéns pelo blog!

    Beijão
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha, da Sophie só li Do you keep my secret?, e gostei muito. A resenha tá bem legal...

    ResponderExcluir
  9. Apesar de chick-lit não ser um gênero que eu ame, tenho bastante curiosidade de ler algo da Sophie Kinsella. Todo mundo fala muito bem dos livros dela, e pela resenha este me pareceu bem cômico, o tipo de leitura leve p/ dar um tempo nos estresses do dia-a-dia. Ainda lerei algo dela!

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. :D
    Achei interessante!
    :D

    parabéns pelar resenha.

    ResponderExcluir
  11. Já li vários livros da Sophie e esse é um dos meus preferidos.
    E nem precisa dizer que adoro Framboesas! kkkkk

    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nenhum livro da Sophie Kinsella, mas sempre quis ler. *-*
    Tenho uma amiga que adora os livros dela haha Quero muito ler *-*

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li "Os delírios de consumo de Becky Bloom" mas vi o filme e ri um bocado. Adoro livros do estilo Chick-lit. Quero muito ler "Samantha Sweet, Executiva do Lar" também.

    ResponderExcluir
  14. A Sophia deve ser uma Deusa dos Chick-lits!
    Dela eu já li 'Menina de Vinte',e se tornou um dos meus favoritos,ela é muito boa!
    Eu babeeeeei na sua resenha,e me deu vontade de comprar esse livro no momento em que li o trecho das framboesas xD
    HAHA

    Beijooss,
    Jennifer

    ResponderExcluir
  15. Gizeli Regina Meisterquinta-feira, agosto 02, 2012

    Como sempre adorei a sua resenha, me deixou bastante curiosa,
    com certeza vou ler...

    ResponderExcluir
  16. Chick lit pode ser um tanto superficial e fútil, mas é garantia de diversão. Não li nenhum livro da Sophie Kinsella....ainda, espero poder sanar essa falha em breve.

    ResponderExcluir
  17. Não conheço essa autora mas fiquei curiosa para ler o livro. Adoro comédia romântica principalmente quando uma "dondoca" tem que pegar no pesado.



    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  18. Não sabia que esse livro era tão interessante assim. Uma comédia romantica! Muito bom!

    ResponderExcluir
  19. Não sabia que esse livro era tão interessante assim. Uma comédia romantica! Muito bom!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris