quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Resenha: "Scarpetta" (Patricia Cornwell)

Por Sheila: Oi pessoas! O título do livro resenhado de hoje leva o nome de sua protagonista, a médica legista Kay Scarpetta. Pelo que entendi, esta é uma personagem recorrente da autora, motivo pelo qual tive de ir atrás de informações adicionais no nosso amigo google. E adivinhem só?? Kay Scarpetta tem até uma página só dela na Wikipédia! E, infelizmente, faz um pouquinho de falta ter lido os outros livros para entender exatamente a relação que ela estabelece com alguns dos outros personagens da trama.

Pois bem, vamos a resenha. A Dr Kay Scarpetta, uma famosa e competente médica legista, é chamada para colaborar em um caso de assassinato cheio de peculiaridades. Há provas vestigiais em demasia, o principal suspeito do crime, bem como a vítima, sofrem de nanismo, e por algum motivo, Oscar - o principal suspeito - pede insistentemente a presença da dr Scarpetta, falando com a médica com uma intimidade e certeza a respeito de fatos que ela julga não conhecer.

"Você deveria ter um advogado. Então, cada palavra do que disser será confidencial, incondicional."
"Você é médica. Tudo que conversarmos é confidencial (...) Se as coisas mudarem, se eu for falsamente acusado e você for chamada a depor ... A essa altura você já vai estar acreditando na minha história e vai brigar por mim de qualquer jeito. Você devia acreditar em mim. Afinal, já ouviu falar de mim."
"Por que você acha que já ouvi falar de você?"
"Entendi", disse Oscar com fúria no olhar. "Você foi instruída a não dizer nada. Tudo bem. Não gosto dessa brincadeirinha. Mas então, tá. Tudo bem. Tudo o que eu peço é que você me escute e não me traia ou viole o juramento que fez."
Se já não bastasse isso, a Dr Scarpetta vem sendo constantemente difamada em um site de fofocas on-line chamado "Quem ver na metrópole", com histórias parte inventadas, parte verdadeiras, expondo ao público coisas das quais ela preferiria muito bem esquecer, além de utilizar uma linguagem altamente ofensiva e difamatória.
"A rainha de tudo que é de morrer: a dra Kay Scarpetta.

Subindo a escadaria de um tribunal para testemunhar em mais um julgamento sensacional de um caso de assassinato (...) Câmeras, a mídia, aspirantes a famosos, espectadores por todo lado. Pois ela é a especialista, certo? Chamam a mulher até lá na Itália, pois afinal quem sabe mais? ... O fato é que Scarpetta é uma megalomaníaca que nos manipula na CNN, fazendo com que acreditemos que ela faz um serviço social altruísta quando a única pessoa a quem ela ajuda é ela mesma ..."

Scarpetta já lera o bastante, e largou seu Blackberry na bolsa, enojada.
Quem será o assassino, que parece ter feito outras vítimas no decorrer dos anos, casos não solucionados que terão de ser revistos? Quem odeia tanto a Dr Scarpetta, e consegue acesso irrestrito a suas lembranças mais íntimas? Terá esse ataque público alguma coisa a ver com o assassinato que vem investigando, como uma tática de desviá-la do foco?

O livro possui uma linguagem acessível e uma escrita ágil, alternando entre pontos de vista de diferentes personagens ao longo da trama, o que nos da uma maior perspectiva das situações e, as vezes, nos faz acompanhá-las antes que os investigadores descubram bem o que esta acontecendo.

Um suspense médico de tirar o fôlego, que por mais que nos traga alguns conceitos técnicos não se torna maçante nem cansativo, mas instrutivo! Só perderam pontos comigo a capa, que eu particularmente achei desinteressantíssima nesse cinza com buracos de bala, e um pedacinho do final que ficou um pouco forçado - mas que eu não vou dizer qual é para não estragar a surpresa.

Ah, e por fim uma curiosidade! Parece que a Fox comprou os direitos sobre a obra de Patrícia Cornwell e vai lançar uma série tendo Angelina Jolie no papel da Dr Kay Scarpetta. Será? Fiquemos no aguardo, mas de toda forma, quanto a leitura, recomendo!


5 comentários :

  1. Bom, eu sou muito apaixonada por suspenses e histórias de assassinatos. Nunca li essa autora, mas seu recente lançamento, Post Mortem, chamou minha atenção.
    Não tinha ouvido falar deste livro ainda, mas gostei da sinopse e da sua resenha. A história, envolvendo ainda a Dra. deixa tudo mais interessante.

    Beijos,
    Hannah - Secrets of Book.

    ResponderExcluir
  2. Bem, desconhecia a autora e o livro em questão.
    Mas não sei, me pareceu um livro bem feito, uma pena somente o fato de pelo que li, a gte se perder um pouco durante a leitura, devido aos nomes de outros personagens q ela já criou. Mas nada como um bom e velho Google né?rs
    Esses suspenses sempre acabam me fascinando!
    Vou procurar o livro, com certeza!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro. Realmente, a capa ficou bem sem graça :S
    Mas a história parece muito boa - gosto muito de suspenses assim! E acho que uma série de TV ficaria bem legal mesmo :)

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro e a sua resenha é a primeira que leio. Gostei da história e pretendo ler esse livro futuramente.

    ResponderExcluir
  5. Parece um suspense dos bons, morro de curiosidade de ler os livros dessa serie. Curti a resenha, parabens.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris