segunda-feira, 10 de junho de 2013

[Minhas Palavras] "As Crises"



A coluna "Minhas Palavras" apresenta textos originais, de diversos temas, produzidos pela equipe do Dear Book.
"As crises"

POR: Raquel Morelli
(Colunista de Cinema)


Ultimamente, tenho reparado em vários casais que passam por “crises”: ficam um tempo separados e dias, semanas, meses ou até mesmo anos depois, eles voltam a ficar juntos.

Talvez eu seja uma pessoa que não compreende esse tipo de coisa. Talvez eu não deva julgar e/ou ficar me metendo no relacionamento dos outros porque detesto quando fazem isso com o meu, e quero enfiar a cabeça da pessoa que está falando na privada.

Mas acontece que eu nunca passei por crise nenhuma. Claro que nenhum relacionamento é igual ao outro, ninguém é melhor ou pior que ninguém, cada um vive a vida da forma que julga ser a melhor.

Mas digamos que eu e meu namorado (e vários outros casais que conheço) nunca precisamos entrar em crise. Nunca precisamos de mais de uma noite para resolver alguma coisa. Eu nunca quis entrar em crise, eu nunca quis terminar um longo relacionamento por causa de bobagens.
Eu sei que brigas sempre vão existir, desentendimentos também. Mas às vezes eu acho que quem termina ou dá um tempo achando que vai resolver o problema está, na verdade, fugindo dele.
Acho que eu herdei esse negócio de querer resolver as coisas e não fugir delas da minha mãe. Porque ela sempre me diz algo assim: “Namoro iôiô não dá certo. Ou termina de uma vez pra nunca mais voltar ou não tem porque terminar”.
Eu acho uma verdade isso. Ficar indo e voltando, brigando e se reconciliando durante muito tempo, é sim, desperdício de tempo e desperdício de amor. Porque acho que quando as crises começam a ser frequentes, é sinal de que você e a pessoa não estão se encaixando direito. É sinal que os problemas estão sim atrapalhando e parece que farão a diferença apesar de tudo.
Amor só não basta. Tem que ter entendimento.
Conheço tanta gente que passe por crise, termina, fica com várias pessoas, daí volta e começa tudo de novo. É um circulo vicioso que para mim tem uma grande dose de falta de amor próprio, falta de respeito e falta de vergonha na cara.
Eu posso estar errada, como disse esse é um texto em que exponho a minha opinião que está longe de ser a ideia de perfeição, mas para mim, quando você termina com uma pessoa, fica com várias (e consequentemente ela também) e depois volta, perde a magia. Perde o encanto. E perde o respeito. 
Tem casal que parece que gosta de entrar em crise para fazer essas safadezas. Sim, para mim, mesmo não sendo traição é safadeza.
Lógico que tem casos e casos, às vezes as pessoas terminam, daí no futuro se reconciliam, vêem que é amor o que sente e que vale a pena lutar. E para por aí.
Não estou dizendo que não se pode terminar um namoro. E depois voltar. Mas daí volta com consciência de que se você voltou com a pessoa é porque realmente a ama, apesar dos defeitos e dos motivos que fizeram terminar anteriormente. Volte sabendo que voltou para aquela mesma pessoa, sem mudanças. Se for pra voltar já sabendo que não vai perdoar nada, é melhor não voltar.
Poupe-se de se machucar e poupe o outro de ser machucado.
Se não tem mais amor, se as crises de ‘brigar e voltar’ já extrapolaram todos os limites, então chega. Não tenha medo do fim definitivo porque um recomeço estará lhe aguardando. Não adianta ficar preso(a) numa relação que não vai para frente.
Voltando às palavras da minha mãe: “Se terminar, vai ser definitivo. Não abre mais a porta.”
Sim, seja definitivo mesmo. Daí não terá mais crises e você estará pronto(a) para beijar quem quiser e fazer o que quiser.
Se há brigas, resolva na hora. Ou melhor, pode esperar passar alguns dias para se acalmarem, e às vezes essa é a melhor solução. Mas briga é briga e sempre vai ter. Independentemente da relação. Qualquer relacionamento tem briga. Mas tem que ter respeito e vontade de resolver as coisas e não simplesmente pegar a mala, ir embora e no dia seguinte voltar falando “Ai, tô com saudades, não aguento ficar sem você, me perdoa”. Isso não é nada profundo. Isso também, é falta de ter alguém para estar junto e não da pessoa em si.Entrar em crise, terminar e voltar, é falta de querer se resolver, achar que uma simples desculpa vai acabar com a situação. E eu acho que casal que realmente tem a vontade de querer ficar junto e se resolver, não vai querer entrar em crise. Simplesmente porque essa é uma situação muito ruim para ambos.
Sou a favor do diálogo e do entendimento imediato, na medida do possível. Sou extremamente contra crises.
Pois, para mim, a vida sem crises é bem melhor e mais saudável.

17 comentários :

  1. Pois é, parece que as pessoas não conseguem mais ficar juntos hoje em dia, como se o amor tivesse sumindo... Mas sempre tem um ou outro que realmente se ama e evita essas "crises" da melhor forma possível não é?!

    ResponderExcluir
  2. esse texto me ajudou, abriu meus olhos para mu relacionamento, ta na hora de resolver os problemas ou deixar isso tudo, porque não tem que ter só amor, e tambem entendimento como você disse, obrigada ♥

    ResponderExcluir
  3. você disse tudo..hj em dia parece que amor virou apenas palavras...as pessoas tem que lutar pelo relacionamento conversando,superando as 'crises'. Adorei suas palavras.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo texto super profundo, cativante e realista. Você disse tudo e com as palavras certas, ótima observação

    ResponderExcluir
  5. Caramba adorei essa coluna, e o texto tbm, me fez refletir um poquinho. Parabens *-*

    ResponderExcluir
  6. Amei o texto, palavras cativantes e verdadeiras. Estão de parabéns equipe, o blogger de vocês é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  7. Sempre achei ridículo casaizinhos que terminam e voltam três vezes ao mês, mas, ao mesmo tempo, sempre acreditei em segundas chances, acho que, na hora da raiva, realmente fazemos que não devemos, e podemos acabar largando tudo porque não somos capazes de respirar fundo e colocar as diferenças de lado naquele instante, por isso, um erro é sempre perdoável, mas, a partir do momento em que vira um ioiô, sem mudanças, sem esforços, é perda de tempo e desgaste emocional apenas.

    ResponderExcluir
  8. Ótimo texto!!! Nos faz refletir sobre o nosso relacionamento!!!
    Acho triste ver como muitos casais vivem "em crise"... Não acho isto saudável, nem para eles, nem para o relacionamento!!!

    ResponderExcluir
  9. Terminei e voltei meu namoro por 3 vezes durante os 9 anos de namoro, namoramos e crescemos juntos e hoje acho que estamos consolidados, um sabendo que não pode viver sem o outro. A crise sempre vai aparecer cedo ou tarde, seja no namoro ou no casamento. O fato é que não existe relacionamento sem crise.

    ResponderExcluir
  10. Ameei o texto!! Parabééns pela ótima escrita :)

    ResponderExcluir
  11. Penso da forma descrita. "Amor só não basta. Tem que ter entendimento."
    De nada adianta ficar em um chove e não molha, ter problemas e ficar em problemas todo o tempo e desgastar...
    Se não ter entendimento de nada adianta.

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito do texto.
    Acredito que não importe o quanto um casal brigue, quando eles se completam e não vivem sem o outro... Eles foram feitos um para o outro =)

    ResponderExcluir
  13. Quando o garoto encontra a garota ou a garota encontra o garoto e eles se completam, não tem jeito. Não vai ser uma crise que vai separá-los. Uma coisa que eu gostei no texto, foi a sua denúncia a aquelas pessoas que ficam numa relação que nunca anda, avança. Muitas pessoas sentem medo em ficar sozinhas e por isso se sentem acomodadas com o que está próximo. De que isso adianta? É só mais um atraso, um fracasso.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris