quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Resenha: “Antes que Aconteça” (Juliana Parrini)

*Por Mary*: Ei, galere!

Antes de começar esta resenha, preciso fazer uma confissão a vocês: praticamente tiveram que me chantagear para não espiar o final do livro. E ainda assim foi bem difícil não fazê-lo. Fiquei em cólicas para conhecer o tão aguardado desfecho elaborado pela Juliana.

Mas mereço uma estrelinha dourada na testa, porque não espiei a última página! *dancinha da vitória* Segurei a curiosidade até o fim e, olha, valeu a pena.

A Juliana me surpreendeu muito! Não pelo shipper, porque ele já era meio que esperado, mas pela sucessão dos fatos.

Lá vem eu com a minha mania de comentar as coisas antes da hora, né? Então, vamos por partes. 
Ah, o tempo! Para muitos, intimidador, para mim, a salvação. Eu tinha muito medo do que o destino planejara para mim, aterrorizada com a possibilidade de ele ter me abandonado na inércia em que me encontrava. O medo rouba muitas coisas. Rouba sonhos e esperanças.
Quando tudo parecia perdido, depois de sofrer com a ida do amor de sua vida, Isabel Maia encontrou em Daniel Clark uma chance de conhecer novamente a felicidade. Tendo enfrentado inúmeros empecilhos para ficarem juntos – não só a nível emocional, mas também externo – Bel está decidida a reconstruir sua vida ao lado de Daniel e é quando tudo parece estar nos eixos, que o passado ressurge, revirando outra vez o seu mundo de cabeça para baixo e bagunçando suas certezas.

Na resenha de Depois do que Aconteceu, comentei com vocês que não consegui torcer pelo casal Daniel e Isabel, mas não disse a vocês que eu era Team Alex, porque não poderia soltar um spoiler desses. Para mim, persistia uma esperança para esse casal que se amava desde tão jovens.
- Agora quero que me prometa: prometa que se dará uma oportunidade de ser feliz?
Suspiro. Prometer isso vai além da minha capacidade de mentir.
- Por favor, Alex... Só serei feliz por completo quando souber que você também é. Me promete que não negará o que o destino puser em seu caminho?
- Eu prometo.
Quando iniciei a leitura de Antes que Aconteça, ávida por descobrir quais surpresas a autora nos tinha reservado, descobri que a minha torcida já não era mais do Alex. Não, não deixei de amar o Alex e querer botar ele no colo. Não é isso. Acontece que, de forma incidente, comecei a torcer pelo Daniel.

Fiquei encantada, porque um dos meus adendos na primeira resenha foi o fato de não ter conseguido torcer para este casal. Para mim, Daniel e Isabel era um casal completamente errado, sem chance de conserto, mas parece que a Juliana sabia disso – não sei se de forma proposital ou a partir do feedback de seus leitores – de modo que trabalhou melhor neste segundo volume os defeitos e os tantos motivos que fariam uma relação daquelas não dar certo. 
Ninguém é feliz por inteiro, sempre há algo a ser conquistado. Pode ser um trabalho, um amor, e até mesmo um número de calça jeans menor. A sabedoria está em aproveitar a felicidade e ter forças para se reerguer quando a vida te der aquela famosa rasteira. A eterna busca pela felicidade é o que nos faz verdadeiramente felizes.
Outro mega acerto da Juliana Parrini foi o modo como ela reintroduziu o passado naquela história. Nada dantesco, vilanesco ou qualquer outro “esco” que se possa jogar aqui neste parágrafo. A autora manipulou habilidosamente o leitor ao fazê-lo, pari passu, acreditar no Daniel sem deixar de amar o Alex.

Muito além disso, me parece bastante verossímil – e compreensível – o sentimento de dúvida que a Isabel sente. Não a dúvida com relação a quem ficar, não se trata disso; a Isabel, aliás, deu um show de autoconhecimento e retidão ao ter muito claro desde o início a certeza de com quem ficar. O que eu quero dizer é que a autora soube abordar com maestria – e ao mesmo tempo de forma crível – a gravidade de amar duas pessoas ao mesmo tempo. Óbvio que são dois amores absolutamente distintos, no entanto, ainda assim, dois amores.
- Isabel! – grita Daniel, chamando minha atenção.
- Eu o vi! – revelo o que me atormenta, sem pensar duas vezes. Sem mentiras dessa vez, estou exausta.
- O quê?
- Eu o vi, Daniel. Vi o Alex.
Por fim, acentuei na última resenha acerca do que eu chamei de “clichês muito bem trabalhados” pela escritora Juliana Parrini. Nesta resenha, por sua vez, quero deixar a ponderação de que, para um livro nascido em clichês, seu desfecho fugiu bastante disso. Muito original, inesperado, simples e belo.

Não obstante, não concordo com o desfecho dado a um determinado personagem. Primeiro porque acho que ele não merecia; e, segundo, porque acredito que a Juliana perdeu uma excelente oportunidade para abordar a questão da socioafetividade sob o prisma dos novos núcleos familiares, que é um paradigma ainda muito pouco abordado na literatura nacional e que enriqueceria muito a sua obra. Fica aqui a sugestão para um próximo livro.

Sendo assim, se você quer se emocionar, ficar com o coração apertadinho, se sentir completamente perdida com a Isabel e está aí MOR-REN-DO de curiosidade para saber o desfecho dessa história linda iniciada em Depois do que Aconteceu, acho que você deveria ler Antes que Aconteça. Só acho. 
Todo recomeço é assustador. Afinal, ninguém muda quando está feliz. Você sempre começa sem rumo, sem saber ao certo que caminho seguir e cheia de dúvidas. Certo ou errado? Continuar ou parar? Tudo com um único objetivo: a eterna busca pela felicidade. Recomeçar exige coragem e perseverança. Delinear metas é fundamental, mas também é necessário deixar o destino agir. Afinal, mesmo quando queremos algo com todas as forças, isso só acontecerá se o destino der aquela forcinha. Ter muitas expectativas pode causar decepção. E não é o que buscamos.


Curta o Dear Book no Facebook
Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris