segunda-feira, 7 de março de 2016

Resenha: "A Torre partida - Saga da terra conquistada vol. 2" (J. Barton Mitchell)

Por Sheila: E aí pessoas, tudo tranquilo? Trago para vocês hoje resenha do segundo livro da Saga da Terra Conquistada. Você pode conferir a primeira resenha aqui.

Como eu sempre digo, mas não custa lembrar, continuarei a resenha do livro 02 falando um pouquinho sobre o fim do primeiro, ou seja, spoilers para aquele que ainda não conhece a saga.

Torre Partida começa exatamente de onde Cidade da Meia noite parou. Holt ainda foge do bando, mas agora sua preocupação imediata não é mais caçar Mira Tombs.

Na Cidade da Meia Noite, vamos conhecer mais a respeito de Mira, as facções que governam a cidade e seu sistema de pontuação, o que comanda a hierarquia dentro da cidade. Nesse meio tempo, Mira e Holt se tornam amigos - talvez até um pouco mais - e encontram Zoey, uma criança com estranhos poderes.

Ao fim de Cidade da Meia Noite, Holt e Mira estão tentando fugir não só da cidade, de onde resgataram um artefato extremamente perigoso, que precipita o estágio final da Estática, para levá-lo às Terras Estranhas e destruí-lo; mas também dos Confederados Alienígenas, que querem capturar Zoey a todo custo. Também descobrimos mais sobre os poderes de Zoey, que envolvem telecinesia e, o mais surpreendente, o poder de curar a Estática.

Mira ficou olhando, em choque, sentindo o coração acelerar.
Holt tinha mencionado aquilo, a luz, mas era novidade para Mira. Ela não tinha visto Zoey usando seu dom na Cidade da Meia-Noite. Tinha quase morrido na ocasião, e a garotinha a salvara. Outro dos poderes dela, e o mais importante, Zoey podia deter a Estática. Bloqueá-la de alguma forma, tornar a pessoa imune. Pensar naquilo a deixava atordoada.
Encontraremos então Mira, Holt, Zoey e, claro, o fiel amigo de quatro patas Max à caminho das Terras Estranhas, não só para destruir o artefato que Mira criou, mas por que o Oráculo da Cidade da Meia Noite disse a Zoey que as respostas que todos procuram estão na Torre Partida, que encontra-se no coração das Terras Estranhas.

Mira piscou e olhou para frente, mas não para ele. Ela olhou para Zoey, correndo de um lado para outro, atrás de Max.- Estou ... preocupada.- Com o quê?- Com as Terras Estranhas.- Você é uma Bucaneira. Já esteve lá um milhão de vezes.- Nunca por conta própria - A voz dela era tão baixa que ele quase não podia ouví-la. - Só uma vez. Muito tempo atrás.

Vemos o reaparecimento de fantasmas do passado de Mira - como Ben, o amigo que a traiu, Eco, e antigos acontecimentos precipitadores de receios e inseguranças que não existiam na Mira de Cidade da Meia Noite - e a separação do grupo, quando os confederados capturam Zoey e Holt e passam a levá-los cada vez mais para o interior das Terras Estranhas.

Assim, Mira terá de fazer uma aliança improvável com o Bando, antigo desafeto de Holt, para conseguir apoio para entrar nas Terras Estranhas e resgatar os amigos levados pelos Confederados. Mas o Bando tem seus próprios motivos para querer entrar neste ambiente inóspito e cheio de Anomalias que desafiam a física, na maior parte das vezes mortais.

Como Mira conseguirá lidar com suas dúvidas e inseguranças, e salvar os amigos sem que o encontro entre o Bando e Holt precipite nova tragédia? De onde vem os poderes de Zoey e por que ela precisa chegar à Torre Partida? Quem são os misteriosos Hélice Branca?

O livros irá responder a muitos destes questionamentos, mais alguns que não foram resolvidos no primeiro livro mas, claro, ainda ficaremos com questões em aberto para o terceiro. Mas como a narrativa é simplesmente MARAVILHOSA, os personagens bem desenvolvidos e profundos, a história muito bem elaborada ... bem, você só precisa sentar e chorar ate o terceiro volume chegar às prateleiras (rsrsrrs).

Teremos tanta ação e aventura quanto no primeiro livro, mas as emoções serão mais intensas e as partes dramáticas mais contundentes, o que torna este segundo volume tão bom quanto ou até melhor que Cidade da Meia Noite. A parte de ficção científica e conceitos elaborados de física que explicam as Anomalias das Terras Estranhas também são muito bem construídos, não é preciso que se entenda e goste da matéria por exemplo, para que você entenda os conceitos por trás das explicações dadas pelos personagens.

No mais, ansiosa pela continuação e esperando fortemente que venha logo e seja tão bem escrita e elaborada quanto os dois primeiros livros. E vocês já leram? O que acharam? Comentem aí e façam uma resenhista feliz :)! Forte Abraço e até a próxima.

Curta o Dear Book no Facebook
Siga o @dear_book no Twitter e o @dearbookbr no Insta


0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris