segunda-feira, 27 de julho de 2015

Resenha: "Dois Irmãos" (Fábio Moon e Gabriel Bá)

Sinopse: Um dos livros mais importantes da literatura brasileira contemporânea, Dois irmãos vem, desde seu lançamento há quinze anos, conquistando novas gerações de leitores. E foi com o mesmo entusiasmo desses leitores que Fábio Moon e Gabriel Bá embarcaram na missão de adaptar o romance de Milton Hatoum para uma graphic novel. Entre os mais premiados da última década, os irmãos quadrinistas vêm igualmente arrebatando fãs e trazendo uma verdadeira legião de leitores às HQs. Suas obras foram publicadas em diversos países, atravessando fronteiras culturais e políticas. 

Ao mesmo tempo que preserva a força narrativa de Hatoum, esta adaptação evidencia o talento de Bá e Moon na construção de histórias que alternam entre a tragédia, a delicadeza, a brutalidade e o humor. No traço deles, a vida dos gêmeos Yaqub e Omar ganha novos contornos épicos. A Manaus dos quadrinhos, feita de um jogo de luz e sombras, acolhe este drama que cruza gerações e, seja nos grandes planos ou nos mínimos detalhes, carrega o enredo original de energia e vitalidade.

Quem conhece a obra de Hatoum vai não apenas reencontrar, mas redescobrir com outros olhos personagens marcantes como Domingas, Halim, Zana, Rânia e Dália. E os novos leitores terão contato com um riquíssimo universo ficcional, um drama que, ao esmiuçar a intimidade e a rivalidade de Yaqub e Omar, lança luz nas frestas das relações familiares, do amor e da história recente do Brasil.

Fonte: Skoob

Por Eliel: A literatura nacional contemporânea vem me surpreendendo a cada dia com a sua boa safra de lançamentos. Confesso que não conhecia a obra de Milton Hatoum, mas depois de ler essa maravilhosa adaptação para quadrinhos dos irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá, quero. 

Dois Irmãos é uma grande reflexão sobre as relações familiares, o poder delas em guiar o destino das pessoas e sobre construir e moldar a personalidade, tudo isso dentro de uma família em crise.

O centro da história, como podemos deduzir, são os irmãos Yaqub e Omar e a sua relação com os familiares, empregados, vizinhos e o ambiente. A história é narrada por Nael, trinta anos depois, sobre os acontecimentos que vivenciou ou ouviu como um espectador sem voz ativa sobre os acontecimentos.

"A reticência, o ruído de sua vida".

O objetivo de Nael é encontrar a figura paterna para preencher esse vazio que existe em sua identidade, ele faz essa busca dentre os homens da casa. Do seu lugar ele se torna testemunha de histórias, vinganças e relações conturbadas.

"Era pouco mais que uma sombra habitando um lugar".

Zana é uma mãe protetora, aquela que nasceu para ser mãe. Porém dedica muito amor apenas a um dos filhos, Omar, por quem move céus e terras para vê-lo bem. Halim, é um pai ausente, afinal não queria ter filhos e perder sua esposa para a maternidade.

Sobre os gêmeos, Yaqub e Omar, cresceram juntos até os 13 anos de idade até que Yaqub fora mandado para viver no Líbano (de onde a família teve origem). Desde antes da viagem a relação já estava corrompida. Duas palavras vão reger a relação desses dois: traição e perdão. Vou deixar na mão de vocês, leitores, a responsabilidade de fazer a ligação desses fatos.

"Os gêmeos eram dois opostos, habitando o mesmo corpo e dormindo sob o mesmo teto".

O cenário dessa aventura é Manaus, lugar que o autor da obra original, Milton Hatoum, conhece muito bem. Dois Irmãos é o seu segundo romance e foi lançado em 2000 e  garantiu um prêmio Jabuti e foi traduzido para 8 idiomas.


Fábio Moon e Gabriel Bá são também gêmeos, formados em Artes Plásticas e trabalham com quadrinhos desde 1993. Tantos anos de trabalho já lhe garantiram muitos prêmios como HQ Mix de artistas revelação e um Jabuti com a adaptação de O Alienista de Machado de Assis. Como fruto de toda essa dedicação, nós leitores, podemos ter em mãos uma joia da 9ª arte.

A Companhia das Letras tem um selo conhecido como Quadrinhos na Cia. que já conta com quase 100 títulos. A quantidade de títulos de histórias em quadrinhos que chegam ao mercado, tanto inéditos quanto adaptações, tem trazido uma nova geração de leitores. Só temos agradecer à Fábio Moon, Gabriel Bá, Milton Hatoum e a Companhia das Letras por tornarem essas joias do Brasil acessíveis. 






0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris