quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Resenha: “As Crônicas de Dopple Ganger – A Primeira Fuga – Vol. 1” (G.P. Taylor)

Por Kleris: Conheci a série As Crônicas de Dopple Ganger um pouco por acaso de uma parceria com a Geográfica Editora e o que me chamou atenção foi a ideia de uma “aventura ilustrada”, em que o livro mescla partes de puro texto com quadrinhos. Esse formato mais dinâmico é um elemento-chave da série e por isso ganhou fácil o coração de muitas crianças.

Na Escola Isambard Dunstan para Crianças Rebeldes, as jovens gêmeas Saskia e Sadie Doppler reinam em traquinagens. Quase todo dia é uma zona. Apesar de ser um orfanato só para meninas, faz um tempinho que adotaram Erik Ganger, quem passou a trabalhar para viver e estudar lá. Logo nas primeiras páginas a gente se depara com mais um dia a dia de jogos teatrais das gêmeas, mas a diretora Rimmer tem, dessa vez, outros planos. Surgiu uma mulher que quer adotar. Rimmer vê a oportunidade de acabar com a dor de cabeça que são as gêmeas... Só que Muzz Elliot, uma escritora, só quer uma menina. Ela insiste em levar Saskia, separando-a de sua irmã. Saskia acaba tendo de ir.


Sadie não aceita bem essa ideia. Pra completar, Charlotte quer ser aproveitar da saída de Saskia e tomar o poder da escola. Erik então propõe um desafio final pra determinar quem mandaria lá, e esse desafio se tratava de aprontar com a diretora. Adivinha quem se dá mal? Sadie acaba presa na torre e com risco de ser levada pela polícia – afinal, incendiou a mesa da professora. Torna-se assim essencial fugir e reencontrar Saskia. Esta, por outro lado, também arruma uma boa dose de confusões na casa de Muzz Elliot e vira alvo de criminosos que rondam a escritora.


A primeira fuga é a entrada de uma série de livros e já temos três publicados. Há muita traquinagem, perigos e ganchos para serem explorados por toda a série. São muitas as reviravoltas que mantêm a história em alto pico, mal nos deixando respirar. E por isso mesmo é de uma leitura super rápida, coisa de uma sentada. Recomendo ter o próximo logo ao lado, porque o leitor vai querer devorar de pronto ao fim deste.

Bem infantojuvenil e bem humorado, as travessuras e mistérios me lembraram aqueles livros que encontramos em bibliotecas de escola – algo que eu teria gostado de ler na minha época rs Fica um ar de Matilda, Chiquititas, Esqueceram de Mim, Convenção das Bruxas e Desventuras em Série... Isso porque a trama foca na esperteza das crianças e como elas podem escapar de situações malucas a partir do conhecimento de mundo. 
De seu quarto na torre Saskia vigiava, imaginando quem usaria um caminho através das árvores em vez da estrada. Por um momento pensou que poderia ser Sadie vindo encontrá-la. Então, lembrou-se repentinamente da visão e lembrou-se que sua irmã estava trancada longe do mundo. [...] Agora ela conseguia ver a forma da figura que levava o lampião. Perguntou-se por que alguém que estava preparado para vir até a casa pelas árvores estaria tão preocupado com a escuridão a ponto de carregar um foco de luz. O que ela sabia de ladrões era que eles amavam a noite.

Apesar dos pontos comuns, é indicado para aqueles leitores mais tímidos e que ainda não pegaram bem o jeito da leitura; leitores mais formados talvez não se prendam tanto, mas também leriam num sopro. E isso se dá por um equilíbrio gráfico que é show, que ajuda o leitor a se situar e brinca com as palavras e as entonações das falas, dramatizando junto às cenas em quadrinhos.




A capa traz em suas "sombras" algumas ilustrações bem bacanas extraídas das páginas, como acima mostrado e a edição por completa é bem trabalhada. Já na contracapa há menções e comparações a literaturas como de Nárnia e Harry Potter. Nesse ponto achei bem pretensioso, pois, apesar do sucesso lá fora d’As Crônicas de Dopple Ganger, a série não chega à proporção que representaram/representam C.S. Lewis ou J.K. Rowling, nem prenuncia alguma grande profundidade. Seria talvez para gerações que antecedam o público desses fenômenos... pra quem procura livros pra aquele primo pequeno, irmã, sobrinhos, pela faixa de 7-14 anos. Mas oferece diversão e é uma ótima entrada para mistérios e investigações. Aproveitem que estamos próximos do dia das crianças haha

Recomendo.

Mais sobre a série, vocês podem conhecer neste booktrailer:


Até a próxima!



15 comentários :

  1. Muito legal ver essa mistura de texto corrico com quadrinhos. Assim dá para agradar aos dois públicos. Pelo que vi, é uma daquelas tramas bem leves e divertidas, ideal para a faixa etária que você falou, mas também aos grandinhos que só querem ler algo divertido mesmo. Enfim, fiquei com vontade de ler, e aproveitar e dar ao meu sobrinho também.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já reservei aos primos e esperando meu sobrinho crescer :) Mto show mesmo!

      Excluir
  2. Não conhecia a série ainda. E fiquei encantada com o que descobri aqui na resenha. A história parece ser bem legal. Amei os desenhos. Sou apaixonada por quadrinhos deste tipo, principalmente sendo eles em preto e branco. Dão impressão de mais profundidade e intensidade a trama. Com certeza vou amar ler. Obrigada por me apresentar este lindo livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então as ilustrações já roubaram seu coração, Beth, porque elas sabem ser bem intensas. Me surpreendi bastante com o que encontrei nesses livros. Fiquei apaixonada *---*

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. O que me chamou mais a atenção foi justamente o fato de misturar quadrinhos no texto. Acho uma ideia super bacana, que além de atrair a atenção da garotada, torna a dinâmica do livro diferente e divertida.
    Pode até ser que seja um livro bem mais para o público infantil, mesmo assim fiquei curiosa em conferir ^-^

    Samantha Artes e Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa mistura foi uma jogada e tanto pra série, Samantha. Muito bem produzido mesmo *----*

      Excluir
  5. Nunca tinha visto e lido nada sobre a serie é já estou apaixonada, principalmente por ser uma leitura que vai agradar a mim e a minha filha, é complicado achar livros que eu possa ler com ela que agrade as duas, muitas vezes leio com ela só para incentivar o hábito da leitura e dou graças quando acaba. Achei interessante a mistura de mistério e travessuras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prato cheio, Gizeli. Para começar e avançar nas leituras, essa série é uma óootema ponte. Bjos!

      Excluir
  6. Curti muito por ser quadrinhos e texto juntos, que é assim que gosto mais! Acho que a história fica mais interessante e até mais fácil de entender.
    Vou anotar aqui, e com certeza, procurarei o livro para comprar, pois amooo livros de aventuras infantis, principalmente quando há um trio de amigos. Troco um bom romance por qualquer aventura infantojuvenil, rsrs
    beijocas,
    Ana
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Caramba, este é exatamente aquele caso onde o titulo engana o leitor, achava que se tratava de uma série sobrenatural, já que a junção dos nomes com uma pequena alteração formaria doppelganger o metamorfo, porém, depois de superar o trauma em descobrir que se trata de um infanto juvenil ilustrado, quase uma Hq, fiquei super animado pela trama, parece algo bem desenvolvido e interessante, com certeza vou adiciona-lo a minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha eu tbm me enganei pelo nome, Julielton! Imaginei que seria algo envolvendo o doppelganger e depois que fui realmente me tocar quem era Dopple e Ganger na hst. Mas isso tbm se revela uma pegadinha. Vai ter que ler pra entender ;)

      Excluir
  8. Oi!
    Gostei bastante desse livro, adoro livrinhos infato-juvenil, pois sempre são daqueles que a gente gruda na história e lê em uma sentada, sem contar que são engraçados e com um fundinho de lição, o que eu adoro!
    Curti bastante essa mescla de quadrinhos e livro, assim deve fluir muito mais a leitura ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham! A série equilibra bem esses elementos, tanto de conteúdo, quanto de jogadas de leitura. Foi mto bem pensado, viu ;)

      Excluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris