sábado, 10 de novembro de 2012

[Mangá/Anime]: Hataraki-Man


Hiroko Matsukata, 28 anos, é uma jornalista que trabalha na redação de uma revista importante, workholic, fumante compulsiva, perfeccionista que adora seu trabalho, mas vive sempre sobrecarregada, assim surge Hataraki-man, um piada machista, onde Matsukata entra no seu modo masculino, aumenta seu nível de testosterona e trabalha 3x mais rápido, sem deixar a qualidade cair, mesmo que fique até 3 dias sem se preocupar com comida, descanso ou mesmo sua higiene pessoal.





Uma critica inteligente a sociedade onde só quando uma mulher trabalha muito além do normal ela é considerada competente e mais que isso, um "homem", mesmo que isso sempre acarrete em diversas broncas de suas amigas.
Ainda podemos ver na obra diversos personagens que representam esteriótipos clássicos do dia a dia de trabalho, desde a amiga que quer igualdade mais usa a beleza para conquistar coisas, o chefe competente que admira Matsukata, apesar de ser uma mulher ou mesmo a mulher que da duro no trabalho sem deixar a vaidade de lado.


Além de todo a rotina profissional, Matsukata ainda vê seu relacionamento com seu noivo em crise, não só pelos dois trabalharem demais, como pela abstinência sexual, os problemas domésticos que é secularmente visto como uma obrigação feminina. Hiroko acaba deixando sua feminilidade e fragilidade em segundo plano e se firmando como uma mulher durona justamente para aguentar sua rotina.

A obra não levanta nenhuma bandeira de feminismo ou machismo, só tenta mostrar a vida das mulheres no ambiente de trabalho, um ambiente masculino.

Apesar de ainda vivermos em uma sociedade machista, vale lembrar que o Japão ainda hoje é um país de primeiro mundo, e o país onde as mulheres possuem o maior índice de educação do mundo, mas que no mercado de trabalho tem apenas 30% de mulheres e um enorme índices de desigualdade por gênero, além de ainda ser muito um país com muita misoginia como pode ser visto até mesmo em diversos mangás famosos, onde a mulher é sempre o apoio.



Vale lembrar que apesar de ser uma obra que retara o Japão, o Brasil ainda hoje possui uma forte desigualdade de gênero no mercado de trabalho, principalmente nas regiões Norte-Nordeste e mesmo nos lugares com maior igualdade  a mulher ainda gasta mais tempo com os cuidados domestico e apenas 6,1% dividem as tarefas com elas.

A obra também virou serie de TV, confira o trailer e a abertura do anime abaixo:







22 comentários :

  1. Parece ser interessante, mas eu não sou muito fã, mas quem sabe dou uma olhada caso tenha a chance!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei o tema do anime, acho que adoraria ler. Só parece que a resenha foi feita às pressas, né... Valia uma revisão ortográfica.

    ResponderExcluir
  3. Super interessante a ideia do Animê,mas como não sou fã, fica complicado achar assim, tãooo interessante..rs
    Mas com certeza, para quem não abre mão de um animê, essa é do momento!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha ouvido falar de um anime tão maduro que retratasse (mesmo do jeito sempre doidinho dos japoneses) uma realidade tão dura e ignorada. Porqu, como foi dito no post, desigualdade de gêneros ainda existe, mas as pessoas insistem em dizer que ela foi superada. Achei interessante a ideia do anime. Faz tempo que não assisto um, acho que vou recomeçar por esse =)

    ResponderExcluir
  5. Esse anime é um anime que até poderia retratar a vida de uma pessoa normal, achei muito curiosa a história e sou fã de animes e acho esse que por esse ser diferente dos outros, chega a ser muito interessante!

    ResponderExcluir
  6. Eu não vejo muito animes mas gostei dos videos. Achei esse bem interessante e concordo que a desigualdade entre os gêneros é ainda muito grande e reflete principalmente nos salários, pois a mulher nem sempre ganha o mesmo que o homem.

    ResponderExcluir
  7. Não vejo muito ,mas relata perfeitamente como é nosso mundo com as diferenças entre os sexos ...
    As mulheres sempre tem que se mostrar melhores , o tempo todo

    ResponderExcluir
  8. Nunca vi nada de cosias desse tipo. Sera que vou gostar?

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia Hataraki-man,adorei o post,assim conhecemos o maravilhoso mundo dos mangás.
    Parece ter uma história interessante.Vale a pena conferir porque também temo lado da protagonista fazer crítica a sociedade machista e o Japão infelizmente ainda não está acompanhando totalmente a evolução da igualdade entre os gêneros.
    O Brasil,também não fica atrás também acontecem vários casos de desigualdade de gênero no mercado de trabalho.Bem que a situação poderia se muito diferente!

    ResponderExcluir
  10. não sou fã de anime, mas até que curti rs :)

    ResponderExcluir
  11. Eu acompanhei esse anime, e confesso que adorei a história que tratou de uma forma mais culta -sempre forma japonesa de ser-, porem madura é isso foi impressionante. Eu obviamente adorei.

    ResponderExcluir
  12. Não vou conseguir gostar de animes no século XXI por nada no mundo. Já tentei animes, mangás... Nada me entra. Década de 80/90: Isso sim valia os minutos em frente a tv.

    ResponderExcluir
  13. Eu não gosto de assistir isso, só confiro o desenho, não tenho amor pela animação. Mas parece legal, pra quem curte é uma boa dica.

    ResponderExcluir
  14. Eu não sou muito de animes, só o que eu posso dizer é que este tem um bom desenho a arte está muito boa.

    ResponderExcluir
  15. Eu nunca li ANIME. Sério, eu não sei nada sobre esse tipo. Sendo sincera :)
    Mas pra quem curte acho que o o conteúdo está bom!

    ResponderExcluir
  16. Adoro animes e mangás...
    Não conhecia este, mas parece ser interessante!!!
    Quem sabe algum dia eu assista!!! :)

    ResponderExcluir
  17. Adorei.
    Não é qualquer anime que me chama a atenção, mas vou procurar saber mais sobre este =)

    ResponderExcluir
  18. Esse anime é diferente dos que conheço. Nunca havia ouvido falar nele. Deve ser bom, apesar de sair dos assuntos em que estou acostumada.

    ResponderExcluir
  19. Confesso que não conhecia, aborda tema bem atual sobre as mulheres no mercado de trabalho. Fiquei curiosa!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris