terça-feira, 13 de novembro de 2012

Filme: "Clube da Luta"


Olá pessoal, tudo bem?

Bom, preciso confessar aqui que sou apaixonada por filmes considerados “clássicos”, aqueles que “você precisa assistir antes de morrer”, como “O Poderoso Chefão”, “O Silêncio dos Inocentes”, “Laranja Mecânica” e outros tantos.
Mas, ainda faltam muitos filmes desse gênero para eu ver e resolvi tirar alguns dias para assisti-los (aproveitando esse feriado que está chegando e consequentemente logo entramos em férias \o/).

Ontem foi a vez de “O Clube da Luta”.
Esse era um filme que eu sempre quis assistir porque várias pessoas que eu conheço considerava um de seus filmes favoritos.
Mas, ao mesmo tempo, demorei um tanto pra ver por causa daquele estereótipo: “Será que é realmente bom ou é um filme para os homens?”

Daí, ontem resolvi assistir.
E eu me surpreendi.


Confesso que já sabia muita coisa a respeito do filme, inclusive o final (¬¬’) e as mensagens subliminares mostradas ao longo dele.

Eu também já amava o diretor, David Fincher, que dirigiu Zodíaco (meu quarto filme favorito), “O Curioso Caso de Benjamin Button” e “A Rede Social”.
Idem para os atores: já os conhecia. Brad Pitt (precisa falar mais alguma coisa?), Edward Norton, Helena Bonham Carter.

O filme é narrado em primeira pessoa pelo “Narrador” (Edward Norton) que sofre de insônia. Ele é, junto com Tyler (Brad Pitt), o personagem principal. Porém seu nome nunca é citado.


Para ajudar combater as crises de insônia, ele freqüenta grupos de pessoas doentes, pois se ele conseguir chorar, ele consegue dormir.

Um certo dia, ele descobre que há, além dele, uma outra impostora nesses grupos, Marla (Helena Bonham Carter). Sabendo que ele não é o único que finge, ele não consegue mais chorar e nem resolver seu problema.

Mas, em uma dessas crises de insônia, ele pega um avião e conhece Tyler, um fabricante de sabão. Os dois conversam rapidamente e ficam amigos.
Assim que o avião pousa e o Narrador vai pra casa, ele tem uma surpresa: seu apartamento está em chamas.

Então, sem tem para quem recorrer, ele liga para Tyler que diz que ele não se importa se o Narrador ficar em sua casa (uma casa abandonada).

Só que, antes de irem pra lá, Tyler incentiva o Narrador a bater nele e ambos lutam.
E fica rotineiro.
Aos sábados, ambos são vistos lutando nos fundos de um Bar.
E isso atrai público.
E o público começa a participar das lutas também.
E então, é formado “O Clube da Luta”.

Mas o filme vai muito mais além do Clube.
Logo eles começam a perder o controle.

As questões psicológicas e todas as mensagens subliminares fazem com que seja espetacular.

Brad Pitt, obviamente se encaixou muito bem no papel. Esse foi um dos filmes que eu mais gostei de vê-lo em cena.
E Edward Norton está um show. Acho que foi a melhor atuação dele, na minha opinião.
Eu também adoro a Helena e achei que o papel da Marla combinou muito com ela.

Um ponto positivo pra mim foi que este filme faz parte da coleção “Cinemateca Veja” e vem com um caderninho contando várias coisas sobre o filme, os atores e diretores. Portanto, assim que acabei de assistir, fui correndo bisbilhotar esse caderno e descobri muitas coisas...
Inclusive quero revê-lo para poder prestar mais atenção nas mensagens subliminares que eu perdi ao longo do filme.

Só posso concluir que, SIM, você sendo homem ou mulher, vai gostar desse filme (não só pelo Brad né meninas? Mas ele ajuda e muito... hehehe). E se você gosta de filmes intensos, que abordam questões do nosso psicológico, vai adorar. E claro, tem o finalzinho incrível ;)

Muito bom!

"CLUBE DA LUTA"
(Fight Club- 1999)


ONDE ASSISTI PELA 1ª VEZ: em casa
QUANDO: 12/11/12
POR QUE EU ESCOLHI ESSE FILME: porque era um filme “clássico” que eu estava doida pra ver.
O QUE EU SABIA DE ANTE MÃO:
-que era baseado em um livro homônimo;
-Que Edward Norton e Brad Pitt estavam no elenco
- O final -.-
DIRETOR DO FILME: David Fincher
QUEM SÃO OS ATORES PRINCIPAIS: Brad Pitt, Edward Norton, Helena Bonham Carter
QUE TIPODE FILME É: Ação/Thriller/Drama
O FILME FOI MAIS, IGUAL OU MENOS DO QUE EU ESPERAVA : Foi mais. E foi diferente também. Achei que haveria mais cenas no próprio clube, mas isso é só uma pequena parte desse filme. Gostei muito de toda a história!
PONTO FRACO: Creio que seja realmente esse fato de ter tido poucas cenas até no próprio clube.
UMA CENA: A cena da primeira luta, onde são ditas as regras. E as cenas finais... :D  
UMA FRASE DO FILME: “Regra número 1: Você nunca fala sobre o Clube da Luta”; “In Tyler we trust.”
RECOMENDO ESTE FILME: Sim, é bem legal =)
DICAS PARA QUEM PRETENDE ASSISTI-LO:
- Fazer pipoca;
- Assista legendado (voz do Brad *-*)
-Se você não sabe o final, não procure saber. E tente prestar muita, mas muita atenção na história, porque dá muitas dicas sobre a grande surpresa do filme.
- Depois que você assistir ao filme, vai querer saber das mensagens subliminares, então é só procurar no Google e você vai querer assistir novamente!!

Bom filme e Bom Feriado!
Kell =)



8 comentários :

  1. Esse filme é foda, um dos meus favoritos. Verdadeira tomada de consciência do mundo globalizado e consumista, a anarquia tomando conta do mundo como forma de protesto aos dias vazios das pessoas. Já comprei o livro, logo lerei.

    abraços,
    Luciana
    http://folhasdesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Já faz um bom tempo que assisti a esse filme. Gostei muito. é um filme violento mas muito bom. Que bom que você o trouxe para lembrarmos dele. Agora falta ler o livro. Gostei muito de sua resenha. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Sei bem como é isso. Eu nunca me interessei por esse filme porque acha que era sobre, obviamente, um clube de lutas. Mas de tanto ouvir as pessoas dizerem que era o melhor filme já feito, resolvi me render e me surpreendi, positivamente! Acredita que eu não tinha percebido que o nome do Edward Norton não é citado? Acho que sou meio desligada, vou procurar sobre as mensagens subliminares pra saber o que mais eu perdi.

    ResponderExcluir
  4. Com atores desse porte, não tem como não querer assistir *---*

    ResponderExcluir
  5. Talvez pelo estilo, de luta e tudo mais, eu nunca teria assistido se minha professora não tivesse nos passado no primeiro semestre de faculdade. Muito bom, me surpreendi!

    ResponderExcluir
  6. esse é um dos meus filmes preferidos. confesso que fui muito resistente em assisti-lo pela primeira vez, justamente por pensar q se tratava de um filme de luta para homens. mas ele é surpreendente.
    agora quero muito ler o livro.

    ResponderExcluir
  7. Gizeli Regina Meistersegunda-feira, março 04, 2013

    Acho que é um filme reflexivo, cheio de mensagens subliminares e o elenco, de fato, impressiona! Um dos melhores filmes de Fincher!

    ResponderExcluir
  8. Clube da Luta é a loja de artigos esportivos para lutas e artes marciais. Fight wear, Luvas, Kimonos, Ringues e artigos para MMA, Boxe, Judô, Muay Thai e Jiu-jitsu.
    loja de clube


    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris