quarta-feira, 3 de abril de 2013

Resenha: "Um lugar para ficar" (Deb Caletti)

Por Cari Vieira: Em "Um lugar para ficar", a personagem principal Clara nos conta sua história.
"Para falar a verdade, eu nunca contei esta história a ninguém. pelo menos não a coisa toda e nem a verdade por completo. Só estou contando agora por uma única razão: uma história não contada tem um peso muito grande que pode levar você para o fundo do abismo e deixá-lo lá como um navio naufragado no fundo do oceano."
A partir daí Clara nos conta sobre como conheceu Christian em um jogo de basquete e como a paixão foi fulminante. O romance começa como todos os outros e o rapaz se mostra muito protetor e carinhoso, o que faz com que Clara se apaixone cada vez mais. 
"Ele transmitia tanto sentimento com seu olhar, e eu retribuía. Observei seu rosto, os lábios cheios e as maças do rosto salientes. Eram traços de que eu sentiria falta se acaso, um dia, ele fosse embora. também sentiria falta daquela voz se não a ouvisse perto de mim para sempre. Parece surpreendente, mas pode ser que alguém também se sinta assim sobre você. É simplesmente você, a mesma pessoa de sempre, mas eles não conseguem imaginar não poder olhar para você, nem deixar de admirar seu rosto novamente. É difícil de acreditar mas é verdade. Até seu queixo delicado pode parecer mágico, quem poderia imaginar isso?"
Com o tempo as coisas começam a ficar estranhas e Clara começa a questionar algumas atitudes do rapaz. Suas crises de ciúmes sem motivo, sua agressividade e sua obsessão por ela chegam a um ponto que a levam a se perguntar se aquilo é normal. 
"Já ouvi dizer que pessoas permanecem num relacionamento ruim porque uma situação ruim como esta vai acontecendo aos poucos. Dizem que um sapo pula pra fora de uma panela com água fervente. Porém, se o colocarmos numa panela e deixar o fogo aquecê-la devagar, ele vai ficar até morrer cozido."
A jovem vive com medo e assustada e é alertada pelos amigos e por seu pai que precisa terminar o relacionamento. Primeiramente ela tenta continuar, acreditando que Christian pode voltar a ser o rapaz meigo e fofo por quem ela se apaixonou, mas, com o tempo percebe que a situação está insustentável. O problema é que Christian não a deixará sair dessa facilmente.
"Eu sabia uma coisa agora que não sabia antes. Sabia, mas não queria reconhecer.
Era possível que Christian fosse louco."
A narrativa se desenvolve entre passado e presente. No passado, Clara nos conta detalhes de seu relacionamento com Christian e no presente, ela está se mudando para uma nova cidade, para se afastar do rapaz, esperando que ele não a encontre. Ela se muda com seu pai, já que sua mãe é falecida e está traumatizada e assustada. Ela tenta construir uma nova vida, mas, o medo está sempre presente.
"(...) Uma das coisas que eu estava aprendendo pra valer era que precisamos saber mais sobre as pessoas, ter mais informações, antes de dizer que realmente sabíamos quem eram. Primeiras impressões podem ser traiçoeiras. Podem ser corretas e acertar na mosca, ou podem ser perigosas e causar dor e sofrimento."
Gostei bastante da temática abordada no livro, pois não se trata de um romance comum, ele aborda questões que existem na vida real e que quase não são falados, a não ser quando terminam em tragédia. Trata-se de uma leitura forte, intensa, em muitos momentos eu senti o medo que a protagonista sentia e imaginava o que faria se passasse por isso. A narrativa te prende e você quer terminar logo a leitura para conhecer o seu desfecho.

Indico este livro para aqueles que gostam de romances com temas diferentes e que abordam transtornos psicológicos e para os que estão abertos a novos temas e novas histórias.

- Veja o book trailler:



Espero que tenham gostado da resenha!
Vou gostar muito de ler os comentários de vocês!
Boas leituras e até a próxima!

18 comentários

  1. Jura que você curtiu esse livro?
    Eu não gostei...rs Não sei se criei expectativas demais qdo comecei a ler as primeiras sinopses e resenhas..mas imaginava q se tratava de uma personagem mais adulta e não de uma menina tão jovem.
    Achei que a violência seria maior..
    Por isso, prefiro parar de imaginar tanto sobre os livros..a gte as vezes, se decepciona.
    Não que seja uma leitura de todo ruim..o pai dela é um fofo..rs Mas, eu não leria novamente!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei sim, mas entendi seu ponto de vista. Obrigada por comentar. :)

      Excluir
  2. Achei legal a resenha, coloquei na minha lista para comprar!

    Beijos,
    Ana.

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha lido algumas resenhas desse livro, e não tinha me interessado muito, achei legal o entrosamento entre leitor vs personagem que ocorreu com você, ajuda a leitura ficar mais prazerosa. Outra coisa que notei e me fez lembrar do Sparks, foi o nome praia. Já que o autor tem suas historias sempre nos litorais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, você tem razão, ele tem váaarios livros que se passam no litoral. Obrigada por comentar. :)

      Excluir
  4. Oiee
    Já li esse livro e amei. Muita gente diz que o livro é chato e cansativo, mas eu gostei bastante.
    Adorei a resenha, me deu vontade de lê-lo novamente...rsrs
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não achei cansativo, li rapidinho. Obrigada por comentar! :)

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  5. Quando eu li a sinopse achei ele meio chatinho. Mas também nunca procurei resenhas, e agora acho que vou querer ler ele *-* Adorei a resenha :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Obrigada pro comentar! :)

      Excluir
  6. Gostei dessa história. Apesar de ter sido uma leitura meio lenta pra mim - é, custei a ler - achei bem legal, é uma história boa pra passar o tempo.

    ResponderExcluir
  7. Parece muito bom, gosto de livros com esse tema, relações abusiva sempre despertam uma vontade de ver a protagonista dar a volta por cima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por comentar! Tomara que você goste do livro. :)

      Excluir
  8. Muito boa sua resenha, me interessei bastante pelo livro. Realmente é uma temática diferente, que sem dúvidas entrará para minha wishlist.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado. Obrigada por comentar. :)

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

 
Ana Liberato