domingo, 12 de maio de 2013

Resenha: "Presentes da Vida" (Emily Giffin)

Por Paula: Logo que terminei de ler o primeiro livro da "série", O noivo da minha melhor amiga, fiquei ansiosa para ler o  livro título da resenha, confesso que primeiramente não fiquei contente ao saber que ele retrataria em primeira mão e como protagonista o destino de Darcy, a melhor amiga de Rachel, "traída" no primeiro volume. Porém, o que me fez justamente ter um foco maior e, ainda por cima devorar o livro foi Darcy. Adiante explicarei o por quê.

Darcy continua, no início, a mesma avoada e esnobe de sempre, a diferença é que seu atual endereço é em um pequeno quarto no apartamento de Ethan, mas o detalhe principal: em Londres. A nossa protagonista se muda para Londres na esperança de retomar o auge de sua vida, já que Dex e Rachel parecem ter se acertado como um casal, longe dela e de Marcus, que a deixou com um bebê para ser criado e sem nenhum sonho romântico, em outras palavras: casamento fora de cogitação. É nesse embalo de fim de vida que Darcy se propõe um recomeço e o mais engraçado é que nós acabamos recomeçando também, e dessa vez conhecemos a personagem em seu melhor e pior, pois a história, dessa vez, é narrada por ela, com todos os detalhes sórdidos e os que não são.
"Eu precisava lhe contar que eu planejava ficar mais de algumas semanas ou meses, ou que talvez me mudasse para lá. Mas eu teria de prepará-lo para a notícia. Assim, quando eu lhe contasse a verdade, nossa amizade já seria mais forte do que os laços que tinha com a Rachel. Além disso, eu teria mais tempo para procurar o meu Alistair."
Sabemos que recomeçar não é fácil para ninguém e no livro não é diferente. Darcy se vê morando de favor no apê de Ethan, sem trabalho, sem um pai para seu filho e, ainda sem a amizade que esperava receber de Ethan. E é nesse momento de dificuldade que a ex-patricinha começa a se cuidar e mudar de personalidade, chega o momento em que a nossa protagonista nos enche de orgulho e mostra que com toda a dificuldade e sem destino algum para conspirar a seu favor ela é capaz de reescrever sua história. Primeiramente, ela deixa as marcas famosas de roupas para se cuidar e ter uma gestação tranquila, aceita os humildes preparativos de Ethan para a chegada do bebê, assume a gordura adquirida pela gestação e se torna ainda mais linda. Um ponto cômico é quando Darcy começa a traçar metas para sua nova vida e planeja conhecer e se casar com um homem chamado Alistair, que além de milionário é o pai que ela sempre sonhou para seu filho.  E é quando ela se encontra que o mundo finalmente começa também a encontrá-la. Uma simples consulta médica traz para ela um novo amor, um homem que se preocupa com ela e para sua surpresa: seus filhos gêmeos. Sim. Darcy Rhone, será mãe solteira de gêmeos.
(...) Ah, eu sei que é uma menina - eu disse. - Eu nunca duvidei disso, mas estou louca para ter a confirmação e começar a comprar as roupinhas cor-de-rosa.

O Sr. Moore fez um som estranho e disse:
-Ahhh! Bem, agora, devo avisar que rosa não vai ser a cor mais adequada.
- Oquê? Não é uma menina?
- Não. Você não vai ter uma menina - disse ele, sorrindo orgulhoso, o que indicava que um menino era sempre o sexo mais esperado pelo homem.
-É um menino? Tem certeza?
-Sim. Eu tenho certeza. Você vai ter um menino... E outro menino.
A amizade com Ethan que cresce e se torna verdadeira começa a ser ameaçada pelo novo romance de Darcy, agora as noites com o melhor amigo são esporádicas, diferentes e sem a intimidade que estavam aos poucos conquistando, e o legal é que não só Darcy muda, mas Ethan também sente necessidade da presença da nova mamãe do ano, aos poucos esse sentimento nos conquista tanto quanto aos dois. Digo sem dúvida alguma que a amizade dos dois é a melhor passagem do livro, pois nos conquista, encanta e diverte ainda mais.
_Eu vou lavar as louças. Você fica aí e descança.
Eu concordei, me sentindo exausta e esgotada.
_Obrigada, Ethan.
_Eu que lhe agradeço, Darcy.
_Por quê? - perguntei.
Ele pensou por um segundo e disse:
_Por esse Natal inesquecível.
Eu sorri e esperei ele sair para chorar em silêncio no meu travesseiro.
Aos poucos, porém, a amizade vai se tornando algo muito maior do que sequer imaginaram, a inferência que farão ao ler essa frase, infelizmente será um spoiler e dos grandes, mas não teria como construir uma boa resenha sem esse detalhe rs. O fato é que a autora quando resolveu contar a história de Darcy, ao invés da continuação da vida de Dex e Rachel, acertou em cheio, pois vimos uma vida se "acabar" e recomeçar de maneira simples, difícil, porém encantadora. E o mais delicioso de tudo é ver uma linda família ser construída na base tradicional da vida, cheia de amor. Darcy merecia cada sofrimento que viveu, pois foi recompensada com a vida que sempre sonhou e, quem nunca sofreu para depois alcançar o que sempre sonhou? Sou obrigada a recitar (redigir), a velha e sábia frase de Renato Russo para finalizar essa maravilhosa obra: "Quem espera sempre alcança."



6 comentários :

  1. Eu gostei desse livro mais do que do primeiro, não achava que a Darcy ia conseguir se redimir, mas ela consegue, achei o livro todo bom, ver o amadurecimento e o aprendizado dela foi muito legal.
    Gostei da resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ru não li o primeiro livro, e até fiquei em dúvida se leria esta resenha, mas como acho que eu não vou ambos os livros resolvi faze-lo. Mas, o fato é que não fiquei interessada.

    ResponderExcluir
  3. Não li o primeiro livro, mas vi o filme e gostei bastante. Fiquei curiosa pra saber o que vai acontecer com a Darcy, como acontece essa mudança na vida dela. Ótima resenha, prima!

    ResponderExcluir
  4. Não tinha nenhum interesse em ler este livro, na verdade eu tenho um "pé atrás" com os livros da Emily Giffin. Mas sua resenha foi a segunda que li sobre Presentes da Vida, e as opiniões positivas conseguiram fazer com que eu tivesse vontade de conhecer a Darcy, de acompanhar seu amadurecimento, sua transformação.
    Sua resenha foi muito bem construída, com certeza! Só veio a reforçar a vontade de ler esse livro que promete muita emoção.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Eu não estava tão animada para ler esse livro (ainda não estou completamente), mas lendo sua resenha eu vi que o livro não é nada do que eu esperava. E acho que eu vou gostar. Faz tempo que quero ler um livro da Emily Giffin.

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de saber se precisa ler o outro livro para entender esse?
    E eu gostei da resenha demais.
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris