domingo, 26 de maio de 2013

Resenha: "A Aprendiz" - (Trudi Canavan)

- Clique aqui para ler a resenha do primeiro livro da série

Por Sheila: Olá pessoas! Hoje vou apresentar para vocês o segundo volume da Trilogia do Mago Negro, "A Aprendiz". A resenha do primeiro livro, "O Clã dos magos" pode ser lida aqui. Como esta é uma continuação, a partir daqui serão jogados alguns spoilers, então para quem não gosta de saber da estória antes de ler, é melhor parar por aqui.

Bom, mas o livro dois começa com a cerimônia de  aceitação de Sonea. Após o desmascaramento de Lorde Fergusson pelo Lorde Supremo, e a descoberta de que o mesmo vinha tentando manipular Sonea mantendo preso seu amigo Cery, esta decidiu tornar-se uma maga, pois o carinho e dedicação dispensados a ela por Rothen, outro mago do clã que ficou responsável por ajudá-la a controlar seus poderes, e Tânia, a criada de Rothen, acabaram fazendo com que Sonea repensasse a utilidade que seus poderes poderiam ter para a população de Imardim.

Num belo exemplo do lema "se você não pode ir contra eles, então una-se", Sonea decide aprender magia, tornando-se uma aprendiz do clã, para posteriormente poder fazer algo em favor do povo das favelas, de onde vem, ajudando seus tios e amigos que ainda residem lá. Mas isso é apenas o que Sone deixa entrever aos outros aprendizes. Há um segredo que a mantém presa ao clã, e que a une a Rothe e Lorlen, o administrador do Clã.

As páginas finais do primeiro livro nos revelam que Sonea, sem intenção, acaba por descobrir um segredo obscuro do Lorde Supremo e que pode colocar em risco toda a estabilidade não só do Clã, mas de todo reino: Akkarin pratica Magia Negra, que tem seu uso proibido pelo Clã desde tempos muito remotos.
Magos normais não sabiam nada sobre Magia negra, exceto que ela era proibida. os Magos Superiores sabiam apenas o suficiente para reconhecê-la. Mesmo saber como realizar magia negra era crime. Com base na comunicação de Sonea com Lorlen, Rothen agora sabia que a magia negra permitia a um mago se fortalecer extraindo o poder de outras pessoas. Se todo o poder fosse retirado, a vítima morreria.
Agora, Sonea terá de permanecer no Clã para aprender magia, mas também se fortalecer contra a possibilidade de um ataque de Akkarin, pois se desistisse do Clã, teria seus poderes bloqueados e seria uma vítima fácil à Magia Negra do lorde Supremo. Afinal, em suas primeiras tentativas de controlar seu poder, havia constatado junto com Rothen que este era muito maior do que o de um aprendiz comum, o que seria tentador para alguém como Akkarin, uma mago que não hesita em matar para se fortalecer.

No entanto, este não será o único problema a ser enfrentado por Sonea. Afinal, para os novos aprendizes, selecionados das casas nobres, ela não passa de uma favelada, que não deveria estar ali. Em sua tentativa de se encaixar e fazer novos amigos, Sonea irá se deparar com o escárnio dos aprendizes, e a injustiça por parte de alguns dos professores, o que tornará penoso seu aprendizado.
- Você era uma ladra também?
- Eu? - Sonea deu uma risada suave - Nem todo mundo que vive na favela trabalha para os ladrões.
Os outros pareceram relaxar um pouco. Alguns até concordaram com a cabeça. Issle lançou um olhar para eles e então fechou o rosto.
- Mas você roubava coisas não roubava? - ela disse. - Você era uma das trombadinhas do Mercado.
(...)
-Sonea - uma voz chamou de repente. - Olha o que eu guardei para você.
Os aprendizes se voltaram conforme uma figura familiar veio caminhando ate a mesa segurando o prato. Regin sorriu e então empurrou o prato para a frente de Sonea. Ela ficou vermelha de raiva quando ela viu que ele estava coberto de cascas de pão e restos de comida.
Mas as "brincadeiras" de Regin e seus amigos irão muitíssimo mais longe. Na verdade, eles farão todo o possível não só para que Sonea seja humilhada, mas para que pareça totalmente inadequada para continuar sendo ensinada como aprendiz pelo Clã, o que tornará sua vida ainda mais difícil.

Sozinha, sem poder visitar os tios e sobrinho com a regularidade que gostaria, Sonea terá de enfrentar muitos desafios muito maiores do que as humilhações impostas por Regin, outro aprendiz como ela, e seus companheiros. O segredo que guarda junto com Lorlen e Rothen se provará um fardo muito mais difícil de carregar do que ela a princípio imaginara. Por que? Bom, para saber isso vocês terão que ler o livro ...

A estória segue num ritmo muito mais acelerado que a do primeiro livro, o qual confesso que me cansou um pouquinho por se deter em demasia na caçada frustrada do Clã à Sonea, mas o livro ficou muito mais interessante no momento em que esta foi capturada e passou a ter suas primeiras lições no Clã.

O segundo livro é muito mais instigante e misterioso, nos traz diversas outras informações relevantes, que inclusive explicam algumas passagens do primeiro livro, e termina de forma eletrizante, fiquei com uma vontade Mega Hiper Imensa de ler a continuação e saber o desfecho dessa estória fascinante. Recomendo!

4 comentários :

  1. Muito boa a resenha,quero ler esse livro logo.

    ResponderExcluir
  2. Preferi não ler a resenha, já que ainda não li nenhum dos livros da série e quero muito ler. Embora as opiniões estejam bem divididas, quero tirar minhas próprias conclusões, espero não me decepcionar!

    ResponderExcluir
  3. Amo livros de magia, e quando vi essa série pela primeira vez (o primeiro livro) fiquei louca para ler, mas hoje ele não é um dos meus primordiais.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris