quarta-feira, 13 de março de 2013

Resenha: "O Clã dos Magos" (Trudi Canavan)

Por Sheila: Olá pessoas! Como vão todos? Espero que todos indo muito bem. Hoje vou apresentar a vocês o primeiro livro de uma trilogia (nenhuma novidade, parece que todas as histórias são escritas desta maneira de uns tempos para cá)  intitulada "A Trilogia do Mago Negro". O livro I chama-se "Clã dos Magos" e é o livro onde seremos apresentados à nossa protagonista, Sonea, e a sociedade de Imardin, onde a mesma vive.

A cidade de Imardin é mais que uma cidade: é um Reino, com seu soberano e súditos. Só que neste reino, anualmente, acontece um evento, denominado "Purificação". Neste dia, todos os Magos de Imardin dirigem-se à praça do reino para, com sua magia, expulsar as pessoas consideradas "vadias", "pobres ou arruaceiras do reino para fora das muralhas. Em função da renovação desta prática, ano após ano, criou-se uma nova cidade, conhecida pelos que vivem dentro das muralhas como Favelas.

Sonea é uma garota simples  e pobre. Não é uma favelada, mas está próxima a se tornar, já que o rei decidiu que havia pessoas desfavorecidas demais dentro das muralhas neste ano. Assim, Sonea que até então lutava com seus tios para sobreviver lavando, passando e costurando para as famílias nobres de dentro das muralhas da cidade, serão despejados sem direito a nenhuma reclamação ou reivindicação, e passarão a habitar as favelas - onde já havia residido, mas lugar onde a sobrevivência se torna ainda mais difícil aqueles que não são de casas nobres. Isso faz com que Imardin se torne um lugar frio e triste.
Dizem que em Imardin o vento tem alma e chora lamentosamente pelas ruas estreitas da cidade porque se entristece com o que encontra por lá. No dia da Purificação, ele assobiou por entre os mastros oscilantes da Marina, lançou-se através dos portões Ocidentais e silvou entre os edifícios. Então, como se empalidecido pelas almas atormentadas que lá encontrou, amansou até se tornar um lamento.
Pelo menos assim pareceu a Sonea. Quando outra rajada de vento frio lhe açoitou, ela encolheu os braços no peito e apertou o casaco surrado contra o  corpo.
A revolta de Sonea, o sentimento de impotência, é enorme. Junto com os componentes da gangue de jovens da qual um dia fez parte, acaba se dirigindo para a praça onde os magos já se posicionam, e algumas pessoas tentam organizar todo tipo de resistência e protesto, mesmo sabendo que isso de nada adianta. Muitos, como os antigos amigos de Sonea, enchem os bolsos de pedras que atiram contra os escudos dos magos, mesmo sabendo que é em vão. Afinal, como eles, pessoas comuns, poderão ir contra magia? Mas isto, está prestes a mudar.
Uma ondulação de luz azul relampejou à saída da pedra, que em seguida atingiu a têmpora do mago com um baque surdo. O mago permaneceu imóvel, fitando o nada, até que seus joelhos dobraram. O companheiro avançou para apanhá-lo.
(...)
Sone abaixou a cabeça e olhou para as mãos. Funcionou. Quebrei a barreira, mas não é possível. A menos que ... A menos que eu tenha usado mágica.
Começa agora uma cassada sem precedentes, em que os magos terão de se aventurar até as ruas fétidas e cheias de detritos das favelas para procurar essa nova maga, que ameaça desestabilizar a ordem mantida até o momento. Mas, enquanto alguns querem apenas encontra-la e impedi-la de voltar a realizar qualquer tipo de mágica, anulando seus poderes, há os que querem que ela se junte ao Clã.

Mas será que os magos permitirão que uma favelada faça parte de sua seita exclusivista e cheia de nobres e aristocratas? E Sonea? Quererá ser uma das pessoas que "sua gente" tanto teme e odeia? Ou se juntará aos ladrões, que veem nela a oportunidade perfeita de expandirem seus negócios e dominarem ainda mais as favelas, lugar onde já são soberanos?

Adoro livros de literatura fantástica e esse realmente não me decepcionou. Por mais que eu tenha achado algumas passagens um pouco monótonas, percebi ao final da leitura que diversas destas foram fundamentais á trama (e, confesso, também havia uma ansiedade minha de saber logo como a estória se desenrolaria).

Uma trama bem construída, uma linguagem clara e acessível, apenas as palavras usadas pelas pessoas das "favelas" é escrita em linguagem não culta, mas me parece que a intenção da autora era justamente a de demonstrar a falta de educação e cultura a qual o povo estava submetido. No mais, um livro excelente! Aguardem a resenha do segundo (sim, eu já li!) Abraços.

14 comentários :

  1. Gizeli Regina Meisterquarta-feira, março 13, 2013

    Livros e filmes sobre bruxas e magos sempre me interessam. Eu já conhecia esse livro e outras resenhas que li. Achei muito interessante, uma favelada que de repente se descobre maga, que legal! E isso de purificação das ruas é estranho. Já está na minha listinha (quilometros) de leitura

    ResponderExcluir
  2. Tenho a trilogia aqui só esperando para ser lida hehehe, e tem tempo já!! Não sei bem o que esperar, já que já li resenhas muito positivas dos livros, assim como resenhas negativas. O ponto é que não estou com tantas expectativas, mas sim bastante curiosa. Espero curtir a leitura, pelo menos o tema e a sinopse me interessaram!
    Bj, Livro Lab

    ResponderExcluir
  3. sempre gostei de livros com magia , como as crônicas dos kane ou harry potter, deve ser muito legal!

    ResponderExcluir
  4. Magia é um tema que sempre me chamou atenção E estou namorando essa trilogia faz tempo, mas ainda não tive a oportunidade ($) de comprar...rs. Lendo a resenha e os quotes fica fácil saber que não irei me arrepender no investimento...rs. Quero muito conhecer a Sonea e esse Clã que todos (ou quase todos) falam tão bem.

    ResponderExcluir
  5. Legal,estou muito afim de ler alguma coisa diferente e este é bastante diferente de todos os livros que li!

    ResponderExcluir
  6. Morro de vontade ler esse livro! Até agora não criei vergonha para comprar e ler. Talvez esse ano eu tome vergonha...
    Abraço,

    ResponderExcluir
  7. Gostei do estilo do livro, faz tempo que não leio nada com magos, tipo RPG. Anotando a dica e parabens pela resenha!

    ResponderExcluir
  8. Vários dos meus amigos estão lendo, antes de ler a resenha, eu já tinha uma certa ideia do conteúdo, o que só aumenta a vontade de ler!

    ResponderExcluir
  9. A melhor aquisição do ano. Os livros são envolventes, nos prendem do jeito que só os melhores fazem. Está no topo da minha lista!

    ResponderExcluir
  10. Morro de vontade ler esse livro! Eu já conhecia-o por outras resenhas que li, e desde o princípio me interessou. Esperando ansiosamente ganhá-lo de presente :b

    ResponderExcluir
  11. Oiee
    Não tenho muita vontade de ler esse livro, não sei o por que mas ele não me agrada, nem mesmo com as dezenas de resenhas positivas que eu li dele, ainda não consigo me interessar por ele. Quem sabe mais para frente...Mas a capa é linda.
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha me interessado muito por essa trilogia, mas depois de ler a resenha acho que vou gostar, a historia parece muito boa, e parece que tem um cunho social também.

    ResponderExcluir
  13. Eu fiquei super interessado por essa historia quando li uma resenha do livro dois. E fiquei com muita vontade de te-los em minha estante *-*
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  14. Estou lendo esse livro no momento. Também tenho achado algumas partes monótonas, mas estou gostando e curiosa para saber como a história vai deslanchar! =D

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris