terça-feira, 26 de março de 2013

Resenha: “Frango com Ameixas” (Marjane Satrapi)

Juny: E hoje trago mais uma resenha de um quadrinho da Marjane Satrapi, autora de “Persépolis” (clique aqui para ler a resenha) e “Bordados”(clique aqui para ler a resenha).

Diferente dos anteriores, em “Frango com ameixas” não temos um relato biográfico da autora e nem o clima descontraído de “Bordados”, nesse livro conhecemos a história do tio de Marjane, Nasser Ali, um artista cheio de sensibilidade e melancolia.

Tudo começa com Nasser em busca de um novo “tar” (instrumento musical de cordas da tradição persa), pois sua mulher em uma discussão acabou quebrando-o. Sua insatisfação sem o instrumento é imensa e nenhum outro consegue substitui-lo, ele perde a vontade de tocar, fica em depressão e decide morrer. E dia 22 de novembro vemos o seu velório.

Só que entre a decisão de morrer e o velório são 8 dias que são mostrados um por um no decorrer do quadrinho. Nele conhecemos todos os dramas familiares de Nasser, suas escolhas e consequencias, e principalmente a renuncia ao seu grande amor. Marjane mostra a cada capitulo o quanto é complicada a vida dele e como sua morte vai chegando aos poucos.

É muito fácil pensar no começo que ele decidiu morrer por causa de sua musica, por não ter mais o seu tar especial, mas o final surpreende, mostrando algo que realmente o fez sofrer e motivou a decisão. E se eu alguém por curiosidade quiser saber o motivo do título do quadrinho ("Frango com ameixas") é porque é a comida favorita do protagonista (clique aqui para conhecer a receita).

É incrível como Marjane consegue nos mostrar de forma tão poetica através de seus desenhos a triste história de seu tio, uma leitura rápida, mas com um grande significado. Recomendo!



Creditos pela imagem aqui

E também existe um filme baseado nesse quadrinho, confira o trailer abaixo:





8 comentários :

  1. Fiquei curiosa, excelente resenha. Eu já curti muito Persépolis e esse, pelo jeito, é do mesmo nível de qualidade.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Não conhecia a autora, mas fiquei curiosa. Gostei muito da capa.

    ResponderExcluir
  3. Nossa....não sabia que o filme havia sido baseado numa quadrinho!
    Adorei =)
    Vi o filme esses dias e amei tudo nele.rs a forma poética que é narrada..a tristeza, as emoções.
    Até comentei esse filme com uma amiga do tanto q gostei!rs
    O nome tbém é um show a parte né?rs

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Amei o post, show! Ainda quero ler Persépolis (só cheguei a dar umas boas folheadas na livraria), já que amei o filme. E caramba, não conhecia Frango com Ameixas! Fiquei supercuriosa para ler os quadrinhos e ver o filme. Cada vez mais tenho a impressão de que a autora é sem igual!

    Bj, Livro Lab

    ResponderExcluir
  5. Tem até filme? Que doido! Gostei dele, parece ser bem legal. Triste, meio tenso, mas legal.

    ResponderExcluir
  6. Gostei bastante.
    Achei interessante.
    Só a capa que deixa um pouco a desejar =|

    ResponderExcluir
  7. Puxa, bem dramático.
    Mas, ela soube fazer de forma que fica interessante.

    ResponderExcluir
  8. Bem melancólico, mais ao mesmo tempo, muito bonito. Adorei o trailer. Depois dou uma conferida na receita. hahaha

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris