quarta-feira, 27 de março de 2013

Resenha: "Lua de Mel" (James Patterson e Howard Roughan)

Por Sheila: Oi pessoas! Como vão? Hoje a resenha será a respeito do livro do mundialmente famoso autor James Patterson, em co-autoria com Howar Roughan (desse eu nunca havia ouvido falar). Autor das séries com o detetive Alex Cross e do Clube das mulheres contra o crime (já foram publicadas algumas resenhas aqui) este é o primeiro livro de uma série (de, confesso, não sei quantos ...), provavelmente tendo por protagonista o detetive Jhon O'Hara, que faz sua parição neste livro.

Mas vamos à resenha: Nora é uma mulher linda e sedutora, que chama atenção da população masculina em qualquer lugar que passe. Designer de interiores, Nora é além de bonita bem sucedida profissionalmente, refinada e bem relacionada no ramo em que trabalha. Além disso, recentemente ficou noiva de um de seus clientes podres de rico, Connor, com quem acaba tendo alguns desentendimentos em função de seu trabalho.
Nora podia sentir que Connor a observava.
Era sempre assim quando ela arrumava a mala para uma de suas viagens : ele encostava o corpo de 1,90m na porta do quarto, enterrava as mãos nos bolsos da bermuda Dockers e franzia a testa. Ele detestava a ideia de ficarem separados.
- Não vá -  disse ele, com voz profunda... então, onde fica esse cliente que obriga você a trabalhar num domingo?
Acontece que esse cliente não é um cliente qualquer: o que fica muito evidente logo nas primeiras páginas desta estória, fazendo-nos refletir sobre quem, realmente, é Nora Sinclair, designer de interiores.
Enquanto caminhava até as imensas portas duplas do velho sobrado, Nora enfiou a mão bolsa para pegar a chave que recebera ao ser contratada por Jeffrey Walker. Com uma casa tão grande e uma campainha temperamental, o próprio Jeffrey pedira que ela entrasse sozinha (...)
- Nora, é você?- disse uma voz no topo da escada.
- Você estava esperando outra pessoa? - perguntou ela. -  Tomara que não.
Jeffrey Walker desceu apressadamente até o saguão, pegou Nora nos braços e a girou no ar. Os dois se beijaram durante um minuto inteiro. Então se beijaram novamente.
E aqui descobrimos algo importante: Nora, que acaba de ficar noiva de Connor, é casada com Jeffrey Walker, escritor de romances de banca com quem se casou fora do país numa cerimônia não legalizada nos Estados Unidos. Começamos então a ver um padrão: os relacionamentos de Nora são de estados totalmente diferentes, as amigas não conhecem seus parceiros, seus contatos profissionais não conhecem seus amigos nem relacionamentos íntimos.

Por que Nora tem tantos segredos? Por que esta vida de identidades múltiplas? Quando Connor morre de um infarto em sua mansão, o agente Jhon O'hara do FBI é contrata para segui-la  e investigá-la. Afinal, eles acreditam estar lidando com uma viúva negra.
As coisas nem sempre são o que parecem.
Num instante, estou bem.
No instante seguinte, estou curvado, com a mão na barriga, em pura agonia.
Que merda esta acontecendo comigo?
(...)
Se ao menos fosse o Anjo da Morte para me tirar deste sofrimento torturante.
Mas não é ... não ainda. Então me dou conta de que talvez nunca venha a saber o que me matou nesta noite. Mas sei com certeza quem foi.
Agora, Jhon terá de ser o mais profissional possível e juntar provas que possa colocar Nora atrás das grades. No entanto, isto se torna cada vez mais difícil, já que o agente do FBI acaba se envolvendo na teia de mentiras e dissimulações que envolvem Nora Sinclair. Um jogo arriscado, em que a paixão se mistura ao dever, e que é impossível prever o desfecho.

Confesso que foi um livro que me surpreendeu, já havia lido outros títulos do autor que não haviam me deixado com a sensação de que "as páginas viram sozinhas" - o que vem escrito nas contracapas de todos os seus livros. Um livro de ação, que me deixou tensa em alguns momentos e ansiosa pelo desfecho, que realmente não era de forma alguma o que eu esperava. Recomendo!

6 comentários :

  1. Oi sheila, eu sou fã deste autor e fiquei muito feliz em ganhar este livro numa promo, não vejo a hora dele chegar para eu poder ler também.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Eu já li alguns títulos do James Patterson,gosto muito da linha de racíocínio dele...
    Sua resenha está ótima!! Me deixou com vontade de ler este tbm, pena que minha lista de livro pra ler está IMENSA!!!! Amoooo muito tudo isso, mas em breve se eu tiver uma folguinha lerei!!!

    ResponderExcluir
  3. Nunca li esse livro, algumas amigas falam é horrível, outras falam que é ótimo, só lendo pra saber né.

    http://pontofem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada do autor, mas a sinopse e a capa não tinham me chamado atenção, mas sua resenha conseguiu. Não sou muito chegada a livros policiais, mas quando são bem amarrados e bem escritos não tem como não gostar.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o autor, mas não me interessei pelo livro. Tenho que confessar: eu julgo o livro pela capa :(

    Ah, tô seguindo você. Um beijo!
    http://geekdebatom.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu ganhei esse livro hoje, e estou muito ansiosa pra ler, espero não me decepcionar, e tenho certeza que não vou, porque as resenhas desse livro que li eu amei!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris