sexta-feira, 1 de março de 2013

Happy Hour #34 - Museus Incomuns


Oii gente bonita!! Como vão vocês?! Eu tô comemorando minha recente aprovação na UFOP, ou seja, essa colunista que vos fala agora é a mais nova caloura de Arquitetura & Urbanismo!! *corre, pula, grita* rsrs E o melhor é que ainda tenho mais dois meses de férias, para cumprimento dos dias da greve do ano passado. Isso mesmo, dois meses!! (morram de inveja! hahaha).

Deixando minha euforia de lado, queria dizer que as visitas e os comentários foram bem mais tímidos na Happy Hour #33, hein?! Vocês já foram mais falantes. Mas agradeço aos queridos que deixaram lá suas opiniões. '-' 

Maaaaas, vamos ao assunto de hoje... Não sei vocês, mas eu amo ir a um museu, e pensando nisso resolvi abordar o assunto de um modo diferente aqui. Pois bem, vamos hoje falar sobre museus com acervos inusitados!! Abra sua mente e se prepare para conhecer esses lugares! 

Nas minhas pesquisas, separei quatro que achei bem exóticos e interessantes. Vamos falar um pouco sobre eles, seus acervos, algumas curiosidades e, claro, algumas fotos para viajarmos sem sair do lugar!! Preparados?! Então bora lá! ^.^



MUSEU DO EROTISMO, PARIS

A França sempre me surpreendendo!! Instalado no efervescente bairro de Pigalle, entre sex shops e lojinhas de suvenir, a poucos passos do célebre cabaré Moulin Rouge, o museu tem um acervo de cerca de 2.000 peças dedicadas à expressão do erotismo em suas mais diversas facetas. A coleção foi adquirida pelo dono, Alain Plumey, em suas viagens pelo mundo.

O museu possui sete andares, sendo os quatro primeiros permanentes. Os três últimos andares são reservados às exposições temporárias. 


Um dos andares é inteiramente dedicado às chamadas "maisons closes", os reputados bordeis franceses que foram definitivamente interditados no ano de 1946. Lá pode-se encontrar documentos, fotografias e textos reunidos pelo escritor e jornalista francês Romi.

Fachada, que achei linda, por sinal!

Já subsolo, que Plumey chamou durante muito tempo de "inferno", é reservado ao profano, com objetos fálicos de uso cotidiano, vídeos pornográficos antigos e peças inusitadas, como a "cadeira do prazer", com um furo no meio do assento por onde gira uma manivela cravada de línguas.

Foto ilustra a parte destinada aos extintos
bordeis franceses















Achei outras fotos, mas achei melhor não postar aqui, objetos bem explícitos, como a cadeira que falamos acima... Se vocês quiserem ver, melhor pesquisarem depois. rsrs


Quando: funciona diariamente, das 10h às 2h
Onde: boulevard de Clichy, 72, Pigalle
Quanto: € 8 (R$ 22,30)
Site: www.musee-erotisme.com


MUSEU DA VODCA, MOSCOU

Dedicado a um dos maiores ícones da Rússia, esse museu é um deleite para os amantes da bebida. São nada mais, nada menos que cinco séculos de história da vodca! 











Além de poder experimentar três tipos de vodca com acompanhamentos variados -um famoso "tira-gosto"-. O ingresso mais caro dá direito a acompanhamento por uma guia (em inglês), indispensável para aqueles que não falam russo, já que todos os documentos ali expostos estão na língua local e que também contam interessantes curiosidades.



Mais de 2700 tipos de vodcas, das mais comuns às raridades!! 

O guia torna-se imprescindível para 99% dos turistas, né? rsrs Não conheço ninguém que fale russo! Ah! E se você estiver disposto a experimentar bebidas "fortes", é melhor preparar o fígado, porque algumas vodcas possuem teor alcoólico de 40% ou mais!! 


Muito diferentes os formatos das
garrafas! E aquela arma e a
espada? Fiquei curiosa...
Ê moçada, ficaram com água na
 boa aí, né? Bando de pinguços! rss
























Quando: Diariamente (10h às 20h)
Onde: Izmailovskoe Shosee, 73G (Kremlin de Izmailovo)
Quanto: de 60 (R$ 4) a 120 rublos (R$ 8)
Site: www.vodkamuseum.ru



MUSEU DA MORTE, PALERMO
Gente, esse lugar é muito macabro!! Tem cada foto sinistra! Afinal, são mais de 8 mil corpos expostos ao público!! Sinceramente, não iria de jeito nenhum, viu? Faria outras coisas em terras italianas...


Criado em 1599, as catacumbas foram construídas com a intenção de ser um local que permitisse a visitação do corpo do famoso monge Silvestro de Gubbio. Com o passar do tempo não só os monges eram lá enterrados, já que o costume virou moda entre a burguesia da época.
Nem consigo me imaginar num corredor desses... 
Em 1882, o local foi oficialmente fechado para sepultamento, mas recebeu mais alguns corpos a pedidos especiais. O caso mais famoso é de uma menina Rosalia Lombardo, que morreu aos dois anos e que tem um dos corpos mais conservados do museu. Um fato muito interessante sobre o local é que sua atmosfera e seu solo fazem com que os corpos fiquem muito mais conversados do que o normal.


PS: não achei os detalhes de horários, endereço e preço como tinha na onde pesquisei sobre os outros. =/


MUSEU DA GRÁFICA SUBTERRÂNEA, MOSCOU
A história desse lugar é sensacional, gente! Está anotado para quando eu visitar Moscou (o que deve demorar um pouco, porque não é todo o dia que você atravessa o mundo, mas enfim) rsrs. Infelizmente não achei mais fotos, mas segura que vem história boa!! =D

Fachada do museu
No centro de Moscou, em uma casa de três andares típica do final do século 19, a fachada descolorida traz um letreiro em russo em que se lê "Comércio de frutas do Cáucaso Kalandadze". Porém, a função mais importante desempenhada no local durante o período da Primeira Revolução Russa (1905-1907) era a de uma gráfica que imprimia folhetos conspiratórios contra o czar.

Cartaz da Revolução Russa
O porão, uma espécie de depósito de caixas com frutas, era usado para esconder a entrada para a máquina de impressão, depositada em um buraco cavado na própria terra. De tão pequeno, o orifício original precisou ser ampliado pelo museu para os visitantes contemporâneos poderem vê-lo. A cavidade só comportava um funcionário por vez para manusear a máquina, e apenas por cerca de uma hora.

Falsos compradores passavam pela venda e saíam com cestos aparentemente cheios de alimentos - na verdade, repletos de panfletos. O mais interessante é que a gráfica nunca foi descoberta pela polícia do czar e como o museu existe desde 1924, sua composição original foi preservada nos mínimos detalhes, e o visitante pode percorrer todos os cômodos, inclusive o subsolo, com auxílio dos funcionários.

QUANDO: De terça a sábado, das 10h às 18h
ONDE: Rua Lêsnaia, 55
QUANTO: 50 rublos (R$ 3,50)
SITE: www.museum.ru/M386


~//~


E por hoje é só!! Confesso a vocês que amei esses museus! Muito originais e mega interessantes! O que eu mais gostei foi do da gráfica de Moscou, o último. Incrível!! E, como disse mais acima, não iria nesse museu da morte de jeito nenhum!! rsrs Nem vi todas as fotos para vocês terem uma ideia... 

Agora eu quero que vocês me contem: Já foram em um museu com acervo bem inusitado e diferente?! Não deixem de compartilhar conosco! *-* E se já tiverem ido, mandem suas fotos na página do blog no Facebook, eu adoraria ver! 


E não deixem de mandar suas críticas e opiniões para que nosso Happy Hour seja sempre mais gostoso!! Vocês podem me encontrar no Face, Twitter e Skoob também, já sabem. ;) Então, é isso!!



Beijos e até a próxima!! 

Fontes: Folha de S.Paulo, Bem Legaus, Mini Lua.

16 comentários :

  1. Confesso que eu me manteria beeem longe desses museus! kkk Prefiro os mais normais! Mas não deixa de ser interessante..

    Beijos

    Bia - @escrevendomundo

    ResponderExcluir
  2. O museu da vodka é um que eu até moraria por lá.
    Quando vi o link, o primeiro que pensei foi o do sexo, que li anos atrás, na extinta revista 89rock.
    Belo texto, little sister.
    Bora pra cá, Ouro Preto te espera!

    www.eagoraque.com

    ResponderExcluir
  3. Museu do erotismo, haha, quem não se interessaria?

    ResponderExcluir
  4. Muito legal, eu iria em todos! Adoro museus, principalmente museus de coisas estranhas. ^^

    ResponderExcluir
  5. Bem legal a história da gráfica mesmo. E eu visitaria o museu da morte! Minha cara hahaahah

    abraços
    Folhas de Sonhos artesanatos

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do post. É uma maneira diferente de aprender mais, ao lermos sobre esses museus. eu nem sabia da existência deles e gostaria muito, se eu pudesse, de visitá-los.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela aprovação!!!
    Eu também amo ir a museus.
    Eu ri desse Musei do Erotismo, só imagino as exposições, ahahaha
    Eu amo a~m~o A-M-O Vodca, então o Museu da Vodca foi feito para mim, quando eu for ryca com certeza vou visitá-lo.
    É gosto ver gente morta, mas tem louco pra tudo nesse mundo né, haha.
    Achei incrível a história do Museu da Gráfica Subterrânea.
    Eu já fui em vários museus, mas acho que nenhum é inusitado.

    ResponderExcluir
  8. Que loucura esses museus .
    Imagina um museu de erotismo no Brasil . '-'

    ResponderExcluir
  9. Nossa, tem louco pra tudo nesse mundo ein? haha Mas o Museu da Gráfica Subterrânea é o que achei mais interessante... Até o dos Mortos eu queria visitar! sou estranha né? hahaha

    ResponderExcluir
  10. Nossa! Adorei os museus! Queria ir em todos. Acho que o museu erótico deve ser bem interessante, queria deixar bem claro que erotismo não é pornografia, existe uma diferença.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Iria em todos, lógico. Esse de Paris é famosérrimo, já ouvi muito falar. Poderia fazer um post igualzinho só com museus brasileiros, né. Aqui pertinho em Gramado (RS) tem uns bem legais também: de cera, do chocolate, da moda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta. Primeiro, obrigada pela visita e pelo comentário. ^^
      Já está anotada sua sugestão. Vou dar uma pesquisada nos que você me falou e ver se acho alguns outros bem legais aqui em terras tupiniquins.

      Beijoos!

      Excluir
  12. Muito interessante esses museu da morte!!! Se eu tivesse oportunidade com certeza eu visitaria. Eu gosto muito dessas coisas sobrenaturais...

    ResponderExcluir
  13. Meu, que doideira é essa!?Oo
    Gostei, muito maluco mas bem interessante esses museus. Eu nunca que iria imaginar tipos assim...

    ResponderExcluir
  14. Credo! Que horror entrar em um museu cheio de corpos!
    E o museu pornô 0.o
    O último é o mais aceito em minha cabeça!kkkk

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris