terça-feira, 6 de agosto de 2013

Resenha: "Rio 2054 - Os Filhos da Revolução" (Jorge Lourenço)

Por Eliel: Não vejo época mais favorável para falar desse livro que aborda um tema tão polêmico quanto uma revolução. Estamos vivendo a cada dia desses últimos tempos uma revolução sem armas, estamos lutando pelos nosso direitos e o que acontece à seguir ainda não sabemos.
"Ficou parado, sozinho com as memórias que tinha dela e descobrindo o quanto o ódio e o amor tinham uma fronteira tão tênue".
Toda a trama começa 30 anos depois de uma Guerra Civil no Rio Janeiro, motivo da guerra: a disputa pelos royalties do petróleo. O que acabou por dividir a nossa Cidade Maravilhosa em Rio Alfa, lar dos ricos e privilegiados; e os Escombros, o resumo da miséria humana.
"Sei que não há um sonho que não seja destrutível ou confiança ou confiança incorruptível, não sou mais ingenuo para acreditar nessas coisas". 
Porém, novas formas são dadas à disputa entre as grandes organizações que administram o Rio ao surgir uma jovem com poderes psíquicos, justamente dos Escombros. Intrigas e espionagem industrial são empregados para manter o poder sobre as "marionetes humanas".

O protagonista, Miguel, é um jovem morador dos Escombros que sobrevive recolhendo restos de tecnologia. Toda essa trama que acontece fora do alcance dos seus olhos logo acaba envolvendo-o nesse turbilhão que o coloca bem no centro de toda essa disputa.

"É melhor queimar de uma vez do que apagar aos poucos, como já dizia o poeta. Estou dentre dessa merda".
Preso numa rede de segredos e mistérios, é impossível descobrir de que lado ficar, a cada página o bem e o mal (se é possível defini-los) se confundem. O destino dessa cidade dividida está nas mãos de Miguel.

Uma narrativa que te prende desde a primeira página e não te deixa afastar até descobrir o que se esconde
nessa cidade pós-guerra. Descrito como um thriller cyberpunk em solo nacional, confesso que nunca li nada igual. Ler sobre os cenários é como andar novamente pelas ruas do Rio, é claro que dessa vez elas estão um pouco mais diferentes do que conheci, há inteligências artificiais, gangues de motocicletas e muito mais que você só vai descobrir se ler.

P.S.: Encontrei uma receita nesse livro que logo quero disponibilizar na coluna Gastronomia & Literatura.

6 comentários :

  1. Obrigada pela resenha. Achei muito interessante esse livro, em anos vindouros, uma guerra, por conflitos gerados a partir de discussões atuais...
    E mistura poderes sobrenaturais. Deve ser muito bom. Gostei muito da sua resenha!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha. A história parece incrivel! A capa então... Linda! E o título é bem envolvente e deixa um gostinho de 'quero mais'.
    Adorei! Procurarei este livro =)

    ResponderExcluir
  3. Taí um livro que com certeza lerei. Gosto de histórias apocalípticas, e ambientadas aqui no Brasil é demais! Adorei conhecer o livro, adorei sua resenha, amei a dica!

    ResponderExcluir
  4. OIe,
    Gostei muito da capa, mas para descobrir se apreciaria a obra do autor, somente lendo uns capítulos. No entanto o enredo me pareceu fantástico e claro me deixou curiosa.

    Beijokas elis!!
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Achei super interessante, colocar o Rio nesse cenário futurístico devastador, que não foge muito do atual, apenas intensificado ao extremo e com um toque de fantasia. E, se tem gangues, tem violência! Acho que eu ia gostar dessa leitura.

    ResponderExcluir
  6. Adorei, deve ser muito bom mesmo esse livro. Já imagino ele até como um filme. Ah! E muito boa a resenha. Parabéns

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris