domingo, 10 de junho de 2012

Resenha: "2012 A História" (John M. Jenkins)

Por Sheila: Você já ouviu falar nos 2012ologistas? Não? Para quem ainda não sabe, o termo serve para descrever aquelas pessoas, grupos ou estudiosos que vem mais e mais se interessando pela fatídica data de 21 de dezembro de 2012, criando teorias a respeito do fim do calendário Maia. Bom, pelo menos é o que irá nos dizer John M. Jenkins na obra 2012 A História.

Pesquisador independente dos povos Maias - uma civilização que acredita-se vivia na Mesoamérica, entre 300 d. C. a 900 d. C, mas que se mescla com a cultura olmeca, Izapa, tolteca, recuando no tempo até cerca de 10.000 anos - Jenkins irá esmiuçar em seu livro o florescimento desta civilização, indo da história ao mito.

Como o próprio autor irá dizer, no momento vemos um pipocar de livros sendo escritos a respeito de 2012, com diferentes focos de abordagem. Jenkins vai, inicialmente, resgatar a história dos pesquisadores e suas pesquisas e descobertas correlatas a respeito dos Maias. Alguns pesquisadores chocaram os povos Europeus e Norte Americanos da época ao afirmarem que os ditos "selvagens" possuíam uma cultura extremamente avançada em termos de cosmologia, astronomia, economia, cultura esta que acabou por ser devastada pelas conquistas espanholas.

Dentre os avanços dos povos Maias, esta a elaboração de um complicadíssimo calendário (que eu juro que o autor explicou pormenorizadamente, mas só consegui pegar a idéia geral) chamado Conta Longa. Sabe o nosso calendário? Ele subdivide-se em dias, semanas, meses, anos, séculos, milênios, etc. Os Maias utilizavam uma contagem diferente, levando em consideração o movimento dos astros e sua posição, sendo que o Conta Longa possuia 13Baktuns - que iniciou-se em 3114 a.C e terminaria, segundo cálculos de diversos especialistas, na fatídica data de 21 de dezembro de 2012.
O calendário Conta Longa funcionava como um sistema de referência para inauguração de edificações e do aniversário de eventos importantes na vida do rei, e também ajudava tanto os cálculos astronômicos quanto as profecias xamanistas. O término de períodos era tratado como uma conjuntura importante e envolvia sacrifício e renovação.
Os Maias acreditavam que o mundo vivia muitas Eras, e cada Era do Mundo finalizaria-se com um de seus calendários. Mas o que isto quer dizer? De concreto, apenas que esta era uma crença que movia estes povos. E é aqui que começa a especulação e discussões do mundo acadêmico, que vão desde o puro ceticismo - daqueles que dizem que o fim dos 13 Baktuns seria um correlato ao nosso 31 de dezembro, ou seja uma simples forma de demarcar o tempo - até as teorias de Fim do Mundo - inúmeras! Você pode escolher desde um cata-clisma originado pelas tempestades solares, até o exôdo que será promovido pelas naves alienígenas ....

Mas uma coisa é certa: segundo inúmeros estudiosos - exaustivamente citados por Jenkins! - a escolha desta data encerra um significado que vai para além do mero acaso, provando ao menos o avanço científico que os Maias possuíam.
Descobri que um raro alinhamento astronômico culmina nos anos que levam a 2012, quando a posição do Sol no solstício estará alinhada com a galáxia da Via Láctea. Esse alinhamento do solstício com a galáxia é uma rara ocorrência, acontecendo uma vez a cada 26 mil anos. Pode ser chamado de "alinhamento galáctico" e foi percebido pelos antigos astrônomos como uma mudança na posição do Sol, no solstício, com relação a características de fundo como as estrelas, as constelações e a Via Láctea.
Apesar de em alguns momentos o autor do livro utilizar-se de uma linguagem excessivamente técnica (que eu particularmente considerei difícil de acompanhar) trata o assunto de forma científica e citando um número expressivo de fontes. Não dá nenhuma resposta, mas elucida alguns pontos obscuros relacionados à temática. Teorias, existem por aí aos montes; a questão é justamente em que ponto se irá focar a atenção. Há os que ridicularizam, os que se assustam, os que pregam o fim dos tempos, os que aguardam uma Nova Era, aliada a uma grande mudança na forma de relacionar-se dos seres humanos. E você, no que acredita?

11 comentários :

  1. Acho que sou mais fã da teoria de que não estamos preparados para um evento desse porte..rsrs
    Sei lá, mesmo sabendo e já tendo lido que há comprovações cientificas e tals, fica complicado. Acredito em Deus e que só Ele pode saber exatamente o que acontecerá a raça humana, até pq acredito no fim das pessoas e não no fim do mundo..rs
    Mas é muito bom ficar lendo essas teorias, talvez até possa haver uma mudança de pensamentos ou atitudes. Só uma mente que não se expande não está aberta a novas ideias não é??
    Muito valiosa a dica e com certeza, irei procurar para ler.
    Parabens pela resenha e pela dica!!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Gente, sinceramente? Não há como alguém saber quando que o mundo acaba... Simples assim! Os Maias tavam bem chapadões, viu? hehehe

    Muito boa a resenha: bastante objetiva. Gosto assim.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito de história, e fico fascinada quando leio sobre como esses povos antigos "incivilizados" tinham conhecimentos incríveis, acho que iria gostar do livro, principalmente pelo cunho histórico, quanto ao fim do mundo, acredito firmemente que ele nunca vai acabar.

    ResponderExcluir
  4. Esse tipo de livro não desperta muito o meu interesse, especialmente por causa das explicações técnicas. Eu não acredito que os Maias tenham previsto o dia do fim do mundo, mas é ver para crer, aliás eu já li em algum lugar que esta interpretação e os cálculos feitos estariam errados.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho super fascinantes esse tipo de livro, sou apaixonada por essa parte da história. Achei bem interessante, hehe.

    Beijoos

    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Curti demais a resenha... é esperar pra ver, né? hauhuahuah

    ResponderExcluir
  7. Eu não acredito no fim do mundo não!!! E livros com linguagem deste tipo tbm me deixam desmotivada, gosto de uma linguagem pratica e comum. A resenha está ótima e foi super objetiva, adorei ;)

    Xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do livro porque ele tem embasamento, deve ser bem interessante conhecer mais sobre os Maias, diferente de outros livros que só botam o terror sobre o fim do mundo, sem tese nenhuma.

    ResponderExcluir
  9. Eu não acredito nisso do mundo acabar esse ano, vai acabar, mas não agora, e mesmo assim gosto muito desse assunto *-*

    ResponderExcluir
  10. Eu amo essas teoria e saber o que há por trás delas. Gostei do livro mas não sei se leria. Pelo menos ele explica e não fica inventando que vai haver tempestades, mortes etc

    ResponderExcluir
  11. Eu já estou vendo o que vão inventar ao chegar em 2013. Ahhh, erramos nossos cálculos, vai ser em 2014 KKK

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris