segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Littera Feelings #1 – Oi?

Olá, pessoinhas o/

Sou Kleris Ribeiro, começando uma coluna literária *ansiosa* e com uma proposta pra vocês. Não se acanhem, vocês vão gostar (espero!).

Do que se trata? Bom...

Foi no 2º ano do ensino médio, logo nas primeiras aulas que um professor do ano anterior chegou no quadro e disse aos alunos para que indicassem qualquer coisa, qualquer coisa mesmo, que então ele iria fazer alguma relação da realidade com sua disciplina. Bola, vento, nuvem, sei lá que exemplos os meus colegas deram, disso já não sei. O que marcou mesmo foi o que professor falou ao fim: a Física está em todo lugar e não há como escapar.

Não sou da Matemática, tampouco da Física e nem tente a Química comigo, por favor, pois eu puxo a cadeira (e a mesa, o sofá, os livros, a caneta, o papel, o Word...) para outro rumo. Aqui, ali, acolá, eu vejo é Literatura ~aposto que muitos por aqui também~


Bom, não a Literatura em si, mas seus traços, seus pormenores e seus acompanhantes. Um verso, uma melodia, uma história, uma piada. Porque tudo tem que ter uma história, não? Porque se não houvesse, que graça, sabor ou sacada teria?

Lembro que quando um prédio desabou no Rio de Janeiro ano passado (por problemas de infraestrutura se não me engano), pensei “poxa, tá aí um bom conflito de história policial. Pessoas, documentos, trabalhos, trâmites... tudo junto e perdido de uma vez só. E que histórias não terminaram ali? E que outras não começaram?”. Logo aquele acontecimento não seria mera notícia ou uma lição, assim como para o caso das Torres Gêmeas em 2001 ou mesmo a tragédia da boate Kiss.

Com certeza muitos por aqui viram/veem a internet se movimentar a cada ocorrência dessas, com crônicas, reflexões, histórias-base, lamentos, solenidades... Porque isso mexe com o ser humano, que sente essa necessidade de botar pra fora o que povoa suas mentes.

A coluna Littera Feelings é sobre isso?, vocês podem se perguntar.
Não bem isso, mas calma, que chego lá.

Lembro também de ter afirmado então no twitter o seguinte: “Fatos não são apenas fatos. Contam histórias”. E como toda história, ela só tem vida se alguém se dispor a prestar atenção nela. É por aqui que a coluna Littera Feelings vai seguir rumo, amigos.

Quando vamos a um evento que envolva literatura, é comum ter um palestrante, alguém que tome a voz para apresentar um livro, um autor, ou tudo junto e, mesmo com várias cadeiras para os ouvintes, a atenção fica no palco. Agora me diz o que seria se o foco da vez fosse aquela pessoinha que tá na plateia? Eu, tu, ele, ela... também podemos ser despertados de alguma maneira, não podemos?

A proposta que falei no início é essa: dar voz ao leitor, aquele sentando na cadeira, não apenas como plateia, mas também porta-voz de si, de suas experiências e suas próprias histórias, consequência de outras, que se desmembra em mais outras, os feels que toda e qualquer história ouvida/lida bate na gente e assim por diante.

Leitor também das suas, né?

E não só de livros, quero dizer, já que alguns contos não saíram do devaneio para o papel (ou Word rs). A coluna é um convite para você, leitor, desabafar um pouco sobre o que/quem lhe toca, faz refletir, questionar, rir, discutir, zangar, imaginar... É muita manga pra pouca camisa, então por que não uma colcha? Uma colcha de retalhos!


Quem sabe a gente não se encontra ou desencontra nas ideias? Me contem vocês, veremos umas boas e típicas situações de leitor, sintam-se à vontade para comentar. Quem quiser dar um alô, diz aí o está lendo no momento ou em que status de leitura está (pensativo(a), desesperado(a), assustado(a), risonho(a), maravilhado(a)...?).


É um bom começo =)

Em literatura, entretenimento não é passatempo, é sedução pela palavra escrita. É a capacidade de envolver o leitor, fazê-lo virar a página, emocioná-lo, transformá-lo. Felipe Pena
Até o próximo post,
Bjos,

Kleris Ribeiro. 

25 comentários :

  1. Sentimentos. Eu gosto deles. Acho que principalmente o amor.
    Acho que é ele quem mais me faz pensar. Tanto quanto estou sentindo ou quando outra pessoa está demonstrando. Até mesmo quando alguém está prestes a desistir de algo tão bom e puro.
    É isso. Desabafei. :P
    E oi, Kléris. <3

    ResponderExcluir
  2. Bem vinda Kléris, e a coluna também. Interessante o que colocou acima, a física realmente está em todo lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Oliveira. Bem-vindo vc.
      A Física, a História, a Geografia e a Literatura, claro.

      Excluir
  3. Bem vinda Kleris :) E adorei a nova coluna. Sentimentos. Eu gosto deles.+1 No momento estou lendo A Marca de Atena, e estou meio pensativa :/ Eu acabei lendo muitos spoilers sobre o livro, e fico meio desesperada, pra saber onde cada spoiler se encaixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks, Juliana. Sentimentos. Eu gosto deles +2.
      Pensativa e desesperada então. Depois quero saber sobre qnd chegou à dita cena do spoiler, como é que ficou. Ou se mentiram pra ti (vai que foi trollagem?) hahaha. Terrivelmente terrível? Razoável? #LitteraFeelings :D

      Excluir
  4. Imagina aquela sensação de mil coisas para fazer e a sua única vontade é chutar o pau da barraca, pegar o livro tão ansiado e ler até terminar. De uma tacada só. Julgamento de Gabriel, venimim, seu lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Costumo ter esse sentimento também! XD "Imagina aquela sensação de mil coisas para fazer e a sua única vontade é chutar o pau da barraca, pegar o livro tão ansiado e ler até terminar. "

      Excluir
    2. Como digo, mantras de leitura! - e a espera faz ficar muito mais gostosa, né não?
      Mas Gabriel... ele pode ser muito persuasivo XDD Aguenta, Mary!

      Excluir
  5. Seja Bem vinda Kleris! \o/ Adorei o tema da coluna e tenho certeza que vai ser sucesso!

    ResponderExcluir
  6. Oi Kleris, seja bem vinda, mais uma pra somar nessa equipe maravilhosa do DB! Ler pra mim é um sentimento indescritível, cada livro é uma viagem sem igual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciana, valeu o/
      Já estou pensando num post sobre esse sentimento indescritível ó, viagens super válidas a se comentar.

      Excluir
  7. HAHAHA, adorei essa coluna. Eu gostei de quando você disse que a História também está presente em todos os lugares. Eu sou acadêmico de História, então já viu né? <3 Enfim, meus parabéns, como eu disso acima, adorei a nova coluna. Sou visitante novo no blog e espero descobrir muitas coisas com todos vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De História à Filosofia, Literatura traz um pouco de cada :)
      Bem-vindo!

      Excluir
  8. Opa! Adoro quando os blogs abrem esse tipo de espaço para os leitores poderem colocar seus sentimentos em destaque. Parabéns pela nova coluna e estou aguardando o segundo post. ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *----*
      E vai ter mais espaço, tô preparando uma coisa para os leitores :) Enjoy.

      Excluir
  9. Oi Kleris ! Achei muito legal essa ideia !E no momento eu estou chorando com o final da trilogia A Seleção !Apesar de ter lido muuuitos spoilers o final foi bem emocionante !!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, Kleris. Prazer em te conhecer. Adorei o post e suas palavras foram demais. Estou agradavelmente surpresa e feliz por ter lido e conhecido um pouco de você. Pois o que expressamos também fazem parte do que somos e isso foi o que você fez aqui. Muito bom. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks, Beth! Fico feliz e espero que sempre passe por aqui o/

      Excluir
  11. Que ideia legal, adorei o post Kleris e suas palavras. A Física está em todo lugar e não há como escapar meeeesmo, hahaha, assim como a literatura (ainda bem) também <3
    Por fim, adorei a citação no final do post do Felipe Pena, beijos!

    ResponderExcluir
  12. Caaaara, adorei a ideia da coluna.
    Eu também não sou fã de física, química, etc etc.
    Bom, estou lendo no momento o livro com todos os contos de As Crônicas de Nárnia, e tenho percebido uma coisa bem latejante na minha leitura: o meu amadurecimento literário. O livro é bem infantil, com a linguagem inocente e simplista. Daí eu fico lembrando de como eu gostava de livros assim há alguns anos atrás. Hoje em dia eu gosto de narrativas mais complexas, com mais drama e (por que não?) romance e erotismo. Acho que esse seria um tema legal: o amadurecimento literário das pessoas.

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mallú! Venho tbm notando isso cmg, que fica mais perceptível nas releituras, não? Gostei da sua dica, é um tema bacana, está anotado!

      Excluir
  13. Oiu Kleris, tudo bom?? adorei essa sua ideia pra ee post. uper diferente e criativo, além disso amei a forma descontraída que você uou em seu texto para se apreentar e compartilhar conosco suas ideias e opiniões...Sucesso!!Bjs

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris