terça-feira, 15 de outubro de 2013

Filme: "Escritores da Liberdade"

Olá leitores!

Falando sério agora...
Hoje, 15 de outubro, é um dia muito especial para mim, por ser o "Dia dos Professores"! Eu, como estudante de Letras, e futura professora de Português (\o/), me orgulho muito da profissão que escolhi e a cada dia me sinto com mais vontade de ensinar. 

Portanto, para comemorar, trago a vocês um daqueles filmes a que assisti pela primeira vez na escola (pela segunda e terceira vezes na faculdade) e que realmente vale a pena.
Acredito que uma boa parte de vocês já devem ter assistido a este filme e deve ter sido na escola também, porque ele é bem requisitado entra os professores de algumas áreas, como a Sociologia, História, etc.

Enfim, apresento primeiramente, uma pequena resenha chamada "O Diário da Mudança" que escrevi para entregar ao professor da faculdade na segunda vez que vi o filme como forma de trabalho.

"O DIÁRIO DA MUDANÇA"
(Por Raquel Morelli)

“Escritores da Liberdade” (Freedom Writers, 2007), é um filme emocionante, baseado na história real de uma professora novata que tem que lidar com uma classe de jovens criados em meio a uma sociedade violenta, onde convivem diariamente com membros de gangues e rixas entre as diferentes etnias.
Inicialmente, Erin, a professora é contratada para lecionar inglês, porém, ao perceber a dificuldade do meio em que os alunos vivem, passa uma tarefa inusitada: todos os alunos da sala devem escrever um diário anotando tudo o que sentem.
Porém, um simples trabalho como esse, muda a vida desses adolescentes rebeldes e é aí que o filme tem seu ponto forte, com cenas excepcionais.
À medida que os jovens passam a escrever sobre seus problemas,começam a se interessar também pelas aulas, sempre diversificadas, onde o Inglês é o de menos.
A professora faz uma excelente comparação entre a vida dos adolescentes e o Holocausto, que, no primeiro dia de aula, ninguém sabia o que era...
Essa comparação permanece praticamente até o fim do filme: depois de os alunos lerem “O Diário de Anne Frank”, Erin Gruwell consegue trazer para a escola Wilson, Miep Gies, para contar sobre como foi abrigar a família Frank, que fugia dos Nazistas.
É uma excelente comparação entre a vida dos jovens, que vivem em meio a diferenças de etnias e raças, ao Holocausto, que foi gerado por causa disso.
O filme contém cenas impecáveis, com Hilary Swank no papel principal, interpretando brilhantemente Erin. Porém, peca um pouco na lógica de alguns fatos, como: o passar do tempo é confuso, pois em uma cena, parece que a turma já está no terceiro ano, quando na verdade não está. Também são confusas as cenas que antecedem o julgamento de um membro de uma gangue, que matou uma pessoa e uma das alunas presenciou. Mas o pai da mesma também estava preso, então, às vezes, dá a entender que ela vai testemunhar no julgamento do pai e não desse moço, pois a jovem, quando pequena, também viu o pai ser preso( injustamente).
Apesar disso, o filme é excelente e deve ser assistido por todos que admiram um cinema de qualidade.

"ESCRITORES DA LIBERDADE"(2007)

ONDE ASSISTI PELA 1ª VEZ: Na escola
QUANDO: Provavelmente em 2008 (ou 2009).
PORQUE EU ESCOLHI ESSE FILME: Na verdade, quem escolheu foi meu professor de filosofia/saociolgia. E as outras duas vezes que vi, foi meu outro professor (da faculdade) quem passou. Ou seja, requisitadíssimo por vários profs, de várias instituições.
DIRETOR DO FILME: Richard La Gravenese
QUEM SÃO OS ATORES PRINCIPAIS: Hilary Swank, Patrick Dempsy.
QUE TIPO DE FILME É: Drama (baseado em fatos reais).
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos
O FILME CORRESPONDEU OU NÃO ÀS MINHAS EXPECTATIVAS? Correspondeu muito. A história de Erin, sua persistência e compromisso para ensinar além das salas de aula é motivadora para qualquer um, independentemente de ser professor ou não. E outra, o mais legal é saber que isso, de fato, existiu!
RECOMENDO ESTE FILME: Recomendo!!
DICAS PARA QUEM PRETENDE ASSISTI-LO:
-Faça pipoca;
-Aproveite o filme!
- Indique para professores e amigos
:)

BOM FILME!!!!!!!
Kell ^^

5 comentários :

  1. Não sou muito chegado em filmes situados em escola, mas assistiria esse. E preciso indicá-lo para minha mãe que é professora de história (e que adora passar filmes para seus alunos pois é uma boa forma deles prestarem atenção na aula e aprender algo).
    Feliz dia do professor! (o que seria de nós pessoas sem eles né?)

    ResponderExcluir
  2. Se eu fosse professora, gostaria de ter a força e garra dessa mulher. Fiz Letras, amo o curso, mas nunca me dei pra educação. Admiro quem goste e se empenhe.
    Assisti esse filme na escola e faculdade também, me dava vontade de começar um diário assim ou influenciasse alguém como ela faz. Já passaram O Sorriso de Monalisa pra vocês? É mais para o lado da didática, e é ótimo, tão forte tão Escritores da Liberdade :)
    Feliz dia dos Professores.

    ResponderExcluir
  3. Nunca assisti ao filme, mas com Hilary Swank no papel principal, acredito que não deve decepcionar. Achei interessante essa comparação com o Holocausto e o fato de ter algo da história de Anne Frank mencionada no filme.

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  4. Esse tipo de filme que retrata a mudança em jovens e adolescentes devido a pequenas atitudes de uma pessoa ou outras, são filmes bons, e pouco divulgados. Amei o seu post.

    ResponderExcluir
  5. Muito MUITO parecido com a história de Mentes Perigosas com a Michelle Pfeiffer... mas gostei!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris