sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Happy Hour #49 - O Centenário de Nascimento de Vinicius de Moraes

Oi gente! Como vão todos hoje? Empolgados para mais um Happy Hour? Bem, espero que sim... Nosso tema de hoje vai ser beeeem diferente dos nossos Jardins Exóticos. Não sei bem se vocês curtiram, já que os comentários foram bastante escassos. =/ 


Mas bola pra frente que essa semana foi comemorado o CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE VINICIUS!! Aquele boêmio e adorador de whisky. Aquele que seduz mulheres e encanta a todos com seu lirismo. Aquele gênio das artes. Sim, o Poetinha! 

Sei que em Belo Horizonte haverá uma programação especial para comemorar a data. Os eventos serão no Sesc Palladium, no Sesc Centro Cultural JK e nas Praças Sete e da Estação. Confira detalhes no aqui. Nós aqui também não poderíamos deixar essa data passar bem branco. Pois bem, hoje a Happy Hour fará sua singela homenagem a esse mestre! 




Vinicius chegou ao mundo junto com o temporal que varreu a madrugada de 19 de outubro de 1913. Morreu aos 66 em 1980 não como o maior poeta brasileiro, mas como o mais amado. "Com o ar de quem conversa ocasionalmente...Vinicius vai transformando tudo em estilo, um espaço poético vasto e arejado. E criando alguns dos poemas mais belos e necessários do nosso tempo"
Antônio Candido, importante e respeitado estudioso de literatura do Brail

"Vinicius é o único poeta brasileiro que ousou viver sob o signo da paixão. Quer dizer, da poesia em estado natural."
"Eu queria ter sido Vinicius de Moraes"
"Foi o único de nós que teve vida de poeta!"
Carlos Drummond de Andrade


É com estas belas citações que vamos dar início ao nosso papo. Vamos fazer um aparato bem sucinto de sua vida, depois partiremos para as curiosidades e, por fim, alguns vídeos e curiosidades. ^^ 

Carioca da gema, Marcus Vinicius da Cruz de Mello Moraes, logo aos 16 anos entrou para a Faculdade de Direito do Catete, onde se formou em 1933, ano em que teve seu primeiro livro publicado: “O caminho para a distância”. 

Após alguns anos foi estudar Literatura Inglesa na Universidade de Oxford, no entanto, não chegou a se formar em razão do início da Segunda Guerra Mundial. Ao retornar ao Brasil, morou em São Paulo, onde fez amizade com Mário de Andrade, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade e também efetivou o primeiro de seus nove casamentos. Logo após algumas atuações como jornalista, cronista e crítico de cinema, ingressou na diplomacia em 1943. Por causa da carreira diplomática, Vinicius de Morais viajou para Espanha, Uruguai, França e Estados Unidos, contudo sem perder contato com o que acontecia na cultura do Brasil.

Ele foi também um dos fundadores do movimento revolucionário na música brasileira, a adorada Bossa Nova, junto com Tom Jobim e João Gilberto.



CURIOSIDADES 

- Junto com o compositor Baden Powell, Vinícius se trancou em seu apartamento em 1962 para escrever músicas. Eles ficaram lá por duas semanas. Compuseram cerca de 20 sambas e beberam três caixas de uísque.

-   Morreu no dia 9 de julho de 1980, aos 66 anos. No dia anterior, um repórter lhe perguntou se estava com medo da morte. "Não, meu filho. Eu não estou com medo da morte. Estou é com saudades da vida", disse.

-   Fez seu primeiro poema aos 9 anos. Dedicou-o para uma menina chamada Cacy, por quem estava apaixonado na época. Recebeu dos amigos o apelido "poetinha". 

-   Quando era menino, fazia concertos de piano para os moleques de sua vizinhança. A garotada não sabia, porém, que o instrumento — uma pianola — tinha um recurso automático que executava sozinho as canções. Vinicius apenas simulava a interpretação das peças.

-   Casou-se nove vezes (assim como já tínhamos comentado mais acima). Com sua primeira esposa, Beatriz Azevedo de Mello, a Tati, selou a união por procuração em 1940. Os dois ficaram juntos por 10 anos. Depois, ainda trocou alianças com Regina Pederneiras, Lila Maria Esquerdo e Bôscoli, Maria Lúcia Proença, Nelita Abreu Rocha, Cristina Gurjão, Gesse Gessy, Marta Rodrigues Santamaría e Gilda de Queirós Mattoso. Certa vez, Cristina Gurjão, morta de ciúmes, quase matou o poeta ao acertar sua cabeça com um candelabro de estanho.

-   Tinha insônia e tentava curá-la com banhos frios. Muitas vezes, ia direto para a cama sem se enxugar. 

-   Vinicius de Moraes, casado com Lila Bosco, no início dos anos 50, morava num minúsculo apartamento em Copacabana. Não tinha geladeira. Para aguentar o calor, chupava uma bala de hortelã e, em seguida, bebia um copo de água para ter sensação refrescante na boca. (essa aqui vocês já leram na Happy Hour #38, mas não poderia deixar de colocá-la hoje rs)



ESPAÇO DA EQUIPE
Aqui abri o cantinho para toda a equipe do blog, para que pudessem mostrar suas preferências e nos contar qual é aquele poema, soneto, ou aquela canção do Poetinha que tem um carinho a mais. Aqui vão as participações dos blogueiros do Dear. Apresentei a proposta da coluna, olhem as reações:

JUNY
Bem legal o tema! Eu gosto do mais conhecido e óbvio: Soneto de Fidelidade! ^^


Soneto de Fidelidade
De tudo, ao meu amor serei atento 
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto 
Que mesmo em face do maior encanto 
Dele se encante mais meu pensamento 

Quero vivê-lo em cada vão momento 
E em seu louvor hei de espalhar meu canto 
E rir meu riso e derramar meu pranto 
Ao seu pesar ou seu contentamento 

E assim quando mais tarde me procure 
Quem sabe a morte, angústia de quem vive 
Quem sabe a solidão, fim de quem ama 

Eu possa lhe dizer do amor (que tive): 
Que não seja imortal, posto que é chama 

Mas que seja infinito enquanto dure

Esse foi eleito o queridinho da equipe. Arranca suspiros de todo mundo. Muito lindo, não é gente?

MARIANNE

Gabriela, tem uma poesia dele que eu adoro, se chama A Cachorrinha. É meio infantil, mas muito bonitinha :)

A Cachorrinha
Mas que amor de cachorrinha! 
Mas que amor de cachorrinha! 

Pode haver coisa no mundo 
Mais branca, mais bonitinha 
Do que a tua barriguinha 
Crivada de mamiquinha? 

Pode haver coisa no mundo 
Mais travessa, mais tontinha 
Que esse amor de cachorrinha 
Quando vem fazer festinha 
Remexendo a traseirinha?



GABI

Sabe aquele texto que você lê e pensa: Como esse cara conseguiu escrever isso? De fazer refletir, suspirar, admirar, enfim...

Amor no Infinito
Ser criado, gerar-se, transformar 
O amor em carne e a carne em amor; nascer 
Respirar, e chorar, e adormecer 
E se nutrir para poder chorar 

Para poder nutrir-se; e despertar 
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir 
E começar a amar e então sorrir 
E então sorrir para poder chorar. 

E crescer, e saber, e ser, e haver 
E perder, e sofrer, e ter horror 
De ser e amar, e se sentir maldito 

E esquecer tudo ao vir um novo amor 
E viver esse amor até morrer 
E ir conjugar o verbo no infinito...



ELIEL

Curti!!! Eu gosto do soneto de Fidelidade tbm... Além de Garota de Ipanema em parceria com Tom Jobim...


Um dos maiores sucessos da música brasileira. Tantas vezes regravada, comentada e sempre admirada! 






KLERIS
Garota de Ipanema pra mim é um grande marco dele. Mas um poema que tenho muita admiração é "Operário em Construção", fala das perspectivas que vamos tomando aos poucos e relaciona isso com o trabalhador explorado. Gosto de como ele trabalhou com as ideologias :) 

O Operário em Construção
E o Diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo. E disse-lhe o Diabo:
- Dar-te-ei todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue e dou-o a quem quero; portanto, se tu me adorares, tudo será teu.
E Jesus, respondendo, disse-lhe:
- Vai-te, Satanás; porque está escrito: adorarás o Senhor teu Deus e só a Ele servirás.
Lucas, cap. IV, vs. 5-8.

Era ele que erguia casas
Onde antes só havia chão.
Como um pássaro sem asas
Ele subia com as casas
Que lhe brotavam da mão.
Mas tudo desconhecia
De sua grande missão:
Não sabia, por exemplo
Que a casa de um homem é um templo
Um templo sem religião
Como tampouco sabia
Que a casa que ele fazia
Sendo a sua liberdade

Era a sua escravidão.
[continue lendo]




HOMENAGENS
RODRIGO AMARANTES LÊ VINÍCIUS
Este é um projeto da Editora Cia das Letras em que o compositor, baixista,  vocalista e compositor, integrante da banda carioca Los Hermanos, lê trechos das obras do poetinha. ^.^ Já há alguns episódios. Para assistir aos outros é só entrar no link do vídeo. Confiram o primeiro:

k





ARCADE FIRE HOMENAGEIA VINICIUS EM NOVA MÚSICA 
Na semana em que se comemora o centenário do escritor, compositor e poeta Vinicius de Moraes, a banda Arcade Fire divulgou vídeo com a letra da inédita "Afterlife" com cenas de "Orfeu Negro", filme de 1959, dirigido pelo francês Marcel Camus, baseado na obra de Vinicius, a peça "Orfeu da Conceição". [música UOL]




PRÓXIMA PARADA: BROADWAY!
Folder do filme francês citado


Vinicius de Moraes estreia na Broadway daqui a um ano, no início da temporada teatral nova-iorquina de 2013/14, a tempo de concorrer ao prêmio Tony, com "Black Orpheus", Orfeu Negro.


É um musical escrito pela dupla Charles Möeller e Cláudio Botelho a partir da peça de 1957, "Orfeu da Conceição", e do filme francês dirigido por Marcel Camus em 1959, "Orphée Noir", que também foi baseado na peça de Vinicius, com músicas dele e de Tom Jobim. [ Folha Ilustrada ]









RECONHECIMENTO PÓSTUMO
Em 2010 recebeu uma homenagem póstuma. O então presidente, Lula, junto à Câmara dos Deputados, lhe atribuiu o cargo de Embaixador, o mais alto da carreira diplomática, a que Vinicius tanto se dedicara.  

Família de Vinicius também homenageada na cerimônia


~//~


Aaah gente, eu amei fazer esse post! Peço desculpas por não ter postado semana passada, maaas realmente não consegui. )= Quem sabe depois conte para vocês das loucuras que passei no show desse fim de semana? rs

Espero que tenham gostado. Fiz com muitoo carinho. Esta é a minha homenagem e a do blog ao inesquecível Poetinha! Ah! Não deixem de entrar no site: viniciusdemoraes.com.br já que ele foi repaginado em homenagem ao centenário. Está lindo! ^^ 


Não se acanhem e me contem: gostam das obras de Vinicus? Como foi o primeiro contato? Contem-me tudo! Espero pelas opiniões de vocês!


Beijos beijos e até a próxima! 



Fontes: SouBHletrasBrasil EscolaGuia dos CuriososBlog de Wallace Melo, Óculos de Lennon.

4 comentários :

  1. Por eu não ser fã de poemas e poesias, desconhecia muita coisa sobre Vinicius de Moraes; mas, fiz questão de ler esse post para me redimir um pouco e gostei.
    Um dos maiores brasileiros de todos os tempos!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostaria de ler e saber mais sobre ele. E esse bate-papo me ajudou com isso.
    Muito bacana! Adorei as curiosidades :)
    http://www.literature-se.com/

    ResponderExcluir
  3. Foi ótimo saber mais sobre ele. Agora, puxa vida! Não sabia que ele se casou 9 vezes. Uau!

    ResponderExcluir
  4. Quanta informação bacana. Não sabia metade do que foi exposto aqui. E caramba, que cara casamenteiro hein? hahaha Depois assistirei aos vídeos. Belo trabalho!!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris