quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Resenha: "Apocalipse Zumbi" (Alexandre Callari)

Por Taka: "Apocalipse Zumbi" foi o primeiro livro do gênero no país, produzido por um autor nacional, Alexandre Callari. Antes de ler a obra você pode ficar com um pé atrás, pensando se não é apenas mais do mesmo que já vimos lá fora e positivamente não é.

O autor conseguiu pegar o leitor logo no prólogo e já da uma visão diferente que só uma obra em livro poderia lhe dar, colocando você dentro da pele de alguém contaminado, termo esse usado para descrever os zumbis no livro.

Outro ponto alto que te prende a obra é que a história não é mais um bando de gente andando por ai e querendo sobreviver ou descobrir a cura. No enredo já se passaram quatro anos desde o apocalipse e até mesmo os anos agora foram divididos em antes e após o apocalipse zumbi. Com isso o autor faz uma estrada de mão dupla indo e voltando no passado dos personagens, aprofundando e deixando todos bem elaborados e interessantes.

Após quatro anos, já existe uma pequena comunidade tentando sobreviver nessa nova era e ai entra mais uma singularidade da obra, a filosofia, desde Moore até a mais básica de que mesmo vivendo no apocalipse o homem não consegue deixar de ser seu maior inimigo. Aliás, na comunidade também existem pessoas vitimas de preconceito no passado e agora depois do apocalipse ainda terão que sofrer os preconceitos de outrora?
“O golpe decapitou de uma única vez, acima da linha do cotovelo, o braço esquerdo da contaminada que literalmente planou para longe, aterrissando há mais de dois metros de distancia”.
A escrita do autor é simples e atual, porém eficaz e com muita referencia a cultura pop, músicas, tudo que qualquer um da geração Y era se identificar. O Livro é repleto de ação e não cai na monotonia, mesmo que às vezes uma ou outra dessas cenas fiquem um pouco hollwoodianas. Uma coisa que sem duvida faz você se identificar com a história, principalmente se você for de São Paulo ou de uma grande metrópole é que vários fatos aconteceram em lugares comuns como o Metrô e qualquer usuário que já ficou preso alguns minutos nele vai poder sentir com o personagem em um trecho da ficção.

“A maioria nós, pessoas comuns, é como o pai de Dujas, como ele próprio, um infeliz que caminha na crosta terrestre, um inseto que julga ter um rumo, julga viver uma vida, que se acha especial por contribuir com algum tipo de quadro social…”
Outra genial sacada foi o livro conter algumas ilustrações, todas escuras que dão um tom ótimo à obra, porém algumas ilustrações estão deslumbrantes e outras deixam um pouco a desejar. O livro ainda vem como um CD, contendo 7 faixas, todas compostas pelo próprio autor do livro, sendo uma verdadeira trilha sonora da obra e de alguns personagens. Todos no bom e velho Rock and Roll, destaque para a faixa Terror Blues.

A obra vale a pena ser lida, amarra tudo direitinho para o que promete ser uma trilogia, foge do senso comum de histórias de zumbis e melhor ainda podemos dizer que é uma obra de qualidade e brasileira.

11 comentários :

  1. adorei a resenha e gosto muito de filmes e livros de zumbi! li toda a série residente evil, fiquei com vontade de ler este também.

    abraços

    ResponderExcluir
  2. Como assim eu ainda não conhecia esse livro? Essa história definitivamente me conquistou!
    Se eu visse essa capa em uma livraria, eu pensaria se tratar de uma HQ (parece muito)! Mas mesmo não sendo, ainda sim o livro tem algumas ilustrações bem legais, e eu acho que isso da um "TCHAM" na história.
    Fiquei interessada principalmente por ser uma obra nacional. Com certeza irei ler *-*

    Amei a resenha!

    Abraços,
    http://leitorasanonimas.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha, agora to ate criando coragem de tirá-lo da estante!!
    Por ser brasileiro acho que vale a pena mesmo!!

    bjkasss

    ResponderExcluir
  4. Muito boa sua resenha Taka! C
    Curti o texto e a ilustração do livro. Achei um pouco parecido com "Sangue Quente", mas vc disse que tem varias visões da historia, então deve ser ainda mais legal!

    ResponderExcluir
  5. Nunca tinha visto um livro brasileiro sobre Zumbis!!!! Adorei a resenha quero compra-lo!!!

    ResponderExcluir
  6. Adoro series/filmes/livros sobre Zumbis! E gostei ainda mais desse pela interatividade! Ja é raro ter ilustrações, agora trilha sonora, achei o máximo!!!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia, mas agora fiquei super interessada.
    Gosto de zumbis, apesar de ainda não ter lido nenhum livro sobre. Só assisto a filmes e séries.
    Achei bem interessante. Adorei, adorei.
    E essa ilustração? Muito boa.

    Beijos, Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  8. Peguei o livro emprestado de vc =x huahaua
    Bom, estou no começo do livro e algumas partes achei legal, tipo o lance de transformar zumbi é que nem uma doença, alguns pegam e uns só um pouco que nem um resfriado. Só não curti muito os nomes das personagens e as ilustrações.


    =**

    ResponderExcluir
  9. Muito legal! Fiquei muito interessado, e ainda mais com essa interatividade proposta pelo autor.
    Ainda não me aventurei pelos zumbis, mas vontade não falta.

    @rafaschiabel
    http://lembradaquelahistoria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Obra boa e brasileira? Duplamente interessada.

    ResponderExcluir
  11. Nunca lii nada sobre zumbi, quero mto ler esse livro *-*

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris