domingo, 15 de abril de 2012

Resenha: "A Esperança" (Suzanne Collins)

- Clique aqui para ler a resenha do primeiro livro, “Jogos Vorazes”

- Clique aqui para ler a resenha do segundo livro, “Em Chamas”



Por Juny: Suzanne Collins você mora no meu coração! Que livro! OMG! Em muitos momentos chorei, tive que parar para refletir sobre o que estava acontecendo, enfim, um livro que desperta muitos sentimentos no leitor!

O distrito 12 foi destruído e reduzido a cinzas. Katniss sobreviveu ao incedente no fim do Massacre Quaternário e foi capturada pelos rebeldes, juntamente com Beetee e Finnick. Eles os levaram para o Distrito 13, que está vivo e auto-suficiente (diferente do que todos sempre acharam) e tem toda sua estrutura no subterrâneo. Só que há um grande problema, não conseguiram salvar Peeta e ele está preso na Capital, possivelmente sendo vitima de tortura.

Toda a organização metódica do Distrito 13, me lembrou muito “A Sociedade” da trilogia “Destino” (clique aqui para ler a resenha), todo o lance de comida sem sabor, em quantidade limitada só para a nutrição, todo mundo com as mesmas roupas, os mesmos direitos, resumindo, diferente da dominação da Capital, porém não pode-se dizer que é algo democrático.

Todos querem que Katniss assuma seu papel na rebelião e seja o “Tordo” ("Mockingjay" para os que leram a versão em inglês), o símbolo da revolução, que se vista com uma roupa (criada por Cinna) inspirada no pássaro, vá aos Distritos falar com os rebeldes e faça discursos na TV (os quais Beetee consegue burlar a segurança do sistema da Capital e transmitir para toda Panem).

“O que vai me quebrar? (...) O que vai me quebrar em milhões de pedacinhos de modo que eu fique além de qualquer possibilidade de conserto, além de qualquer possibilidade de utilização? Não menciono isso a ninguém, mas essa questão devora minhas horas de vigília e se enreda por meus pesadelos”.
Essa é a base de “A Esperança”, uma pequena introdução do livro. Uma trama onde muitas vezes não se sabe quem é o inimigo real ou em quem se pode acreditar. Quando você pensa que esta tudo bem, algo de ruim acontece, vice-versa.

De todas as personagens, quem me cativou profundamente foi Peeta com sua sensibilidade e amor incondicional, que apesar de tudo que passou, de tanta dor e desgraça, no fundo nunca perdeu sua essência. Katniss é a guerreira durona e extremamente fria nos assuntos amorosos, foi uma boa protagonista, com suas ações muitas vezes imprevisíveis. Não posso deixar de citar Haymitch, Cinna, a equipe de preparação, Finnick, Boggs e Johanna, que foram muito importantes ao decorrer da série e também me cativaram. Quanto a Gale, desde o inicio nunca gostei dele e ao longo dos livros isso só piorou, mas isso é puramente a minha opinião pessoal.
Fico pensando em uma resposta sagaz quando Boggs diz bruscamente:

– Bom, não espere que a gente fique impressionado. Acabamos de ver Finnick Odair só de cuecas. – Decido que vou gostar de Boggs.
Suzanne Collins organiza o final com maestria, nos passa uma grande lição de que em uma guerra, por mais que seus objetivos sejam “justos”, nunca há um vencedor, todos são vitimas de sua brutalidade, ninguém será o mesmo depois de tantas batalhas.

Perdas são inevitáveis, não existem finais 100% felizes, e sim, reais, onde as pessoas que ficam tentam amenizar a dor e seguir em frente. O choque de realidade que ela dá no leitor, em alguns momentos é muito doloroso, o que só me fez respeitá-la ainda mais por toda essa história que ela criou e manteve firme até o fim. Depois desses 3 livros Suzanne conseguiu entrar em um patamar, na minha concepção, onde só J. K. Rowling estava.
“(...) Mas há jogos muito piores que esse.”
A série “Jogos Vorazes”, como um todo, é espetacular, vai muito além dos Y.A. Books convencionais, trata de temas como política e liberdade, é um livro que te faz pensar em muitas coisas durante e após a leitura, é um aprendizado. Recomendo imensamente!

- Comentário nessa resenha vale como chance extra na promoção do box da trilogia de Jogos Vorazes

 

70 comentários

  1. Adorei a tua resenha1
    Estava hoje justamente falando com uma amiga sobre este livro, de tanto que falamos eu estou relendo ele agora!
    =D
    Com toda certeza é um ótima trilogia de livros, e eu compartilho com vc meu desgosto por Gale, acho que tem ele DEMAIS neste livro.
    Também continuo amando Peeta e achando o MELHOR personagem dos livros!

    ResponderExcluir
  2. aaa eu quero esse livro! Quero ler rápido os 2 primeiros para poder ler esse!

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha.
    Quero muito ler este livro.
    Ana Paula silveira

    ResponderExcluir
  4. essa saga é um sucesso, e eu ainda não li D:

    ResponderExcluir
  5. Tenho que admitir que esperava mais desse livro. Ele foi o ultimo poxa =/ e aconteceram coisas e mortes desnecessárias na minha opinião, coisas confusas...E só o final que mostrava o futuro deles é o que mais me agradou nesse livro. Senti que ele decaiu muito em relação aos dois primeiros. Foi como se a autora corresse pra dar um final e não tivesse explorado muito bem o contexto. É um bom livro, um bom final, mas senti que deixou alguma coisa a desejar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa tive a mesma opnião q você achei o livro tão diferente da linha q autora estava seguindo pensei q no final eu ia ficar pelo menos satisfeita mas terminei o livro e estou com um sentimento de q falta algo q ainda naum terminou sei la .

      Excluir
  6. Eu amei a resenha, mas venhamos e convenhamos, eu nunca li nenhum dos livros então boiei bastante no post, já falei e repito, quero ver o filme e depois ler os livros, morro de vontade, só falta a grana. Não conheço ninguém que fale mal da série, quero muito *-*

    ResponderExcluir
  7. ughh tô doida pra ler a trilogia inteira!! Tem muita gente falando que esse livro é o melhor da serie, hmm/

    Eu amei a resenha, mas venhamos e convenhamos, eu nunca li nenhum dos livros então boiei bastante no post ++

    Parabéns pela resenha,adorei! bjs ;*

    ResponderExcluir
  8. Nossa, ontem vi pessoas reclamando pela capa ser um pompa branca, rs. Mas acabei de ler a resenha e vi que tem um pouco a ver, como a Kat disse ela não quer ser controlada mais pela capital, quer ser livre assim como os passáros. Mas eu não estou conseguindo acreditar o distrito 12 foi destruido, e muitas pessoas morrem velho, isso é bastante triste.

    ResponderExcluir
  9. Putz me deu calafrios só de ler a sua resenha. Super concordo com o que você falou. JV é totalmente diferente porque o final é realístico, não é enfeitado, e apesar de um pouco previsível consegue tirar o seu fôlego *----*. P.S.: Bom saber que eu não sou a única que não gosta do Gale ¬¬

    ResponderExcluir
  10. Assim como ler os outros livros, esse é primordial. Ai Deus!

    ResponderExcluir
  11. Ainda não cheguei neste livro, mas esse parece o melhor dos 3.

    ResponderExcluir
  12. Sua resenha está maravilhosa. Li apenas "Jogos Vorazes" e assisti o filme. Ainda falta ler "Em Chamas" e "A Esperança". Todos que já leram me falaram o quanto as histórias vão melhorando e impactando. Não vejo a hora de ler!!!!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. não vejo a hora de começar A esperança!! Jogos vorazes é uma das melhores sagas ever *-*

    ResponderExcluir
  14. Acho que se vocês viram meus comentários nas outras resenhas já sabem o quanto eu quero ler esse livro, mas tem como deixar de comentar e expressar o amor?
    (pareço fanática :P)

    ResponderExcluir
  15. A trilogia é o sucesso do momento e eu ainda não li nadinha! =(

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li nenhum livro,assisti o filme Jogos Vorazes,fiquei com vontade de ler o livro *.*

    ResponderExcluir
  17. Ainda não tive a oportunidade de ler os livros (e tava morrendo d emedo de ler tua resenha por causa disso) mas saí do cinema apaixonada. Gostei de saber que o Cinna ainda acompanha a Kat no 3º livro ^^
    Bjus

    Ariana

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito da sua resenha,estou lendo o primeiro e fiquei super empolgada. como você disse a forma como a autora apresenta os fatis é muito diferente, o livrote faz refatir muita coisa, e imaginar que atitude se teria em uma situação parecida..
    Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Estou me animando em ler essa trilogia. Mas, da série, achei essa cara bem fraca.

    Beijão!

    Lu Tazinazzo
    http://aceitaumleite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Como disse nos outros comentários, eu estou muito ansiosa para ler a trilogia, e A Esperança parece ser fantástica! Sinto que vou me envolver totalmente nesses livros lindos! Parabéns pela resenha excelente!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Estou ansiosíssima para ler a trilogia ,espero que eu me agrade de todos os livros e ganhe os da promoção :D

    ResponderExcluir
  22. Resenha ótima como sempre*_*
    e queria tirar uma duvida também, pode até parecer besta, me ajudem leitoras do blog!!!
    Eu estou querendo dar de presente para minha sobrinha um livro junto com uma escrivanhinha e uma luminária de mesa, então, eu queria que vcs me ajudassem me informando,qual tipo de lâmpada e potência usar na luminária de mesa para que ela tenha uma leitura confortável,tipo, aq vcs usam normalmente em suas luminárias e acham confortável para leitura!!
    me ajudem gente.

    ResponderExcluir
  23. Tô no comecinho do livro e ainda tá meio paradão... mas pela resenha pude ver que é demais!!!

    ResponderExcluir
  24. OMG que resenha maravilhosa, até me deu arrepios rsrsrs Estou doida para ler a série *-* Eu gostei dessa série justo pelo que vc disse "não existem finais 100% felizes, e sim, reais" e é tão raro achar livros que tudo não seja conto de fadas, isso é realmente estecial. Sem falar que ela não enrolou tanto por que a série só tem 3 livros o que é um número rázoavel. Espero os próximos livros da autora *-*

    ResponderExcluir
  25. Muito legal a resenha, muito bem feita! Estou adorando ler a trilogia.

    ResponderExcluir
  26. Quando li esperança, de imediato fiquei muitooo revoltada por tudo que Suzanne fez com os personagens. Mas depois analisando o livro novamente, cheguei nessa mesma conclusão que a sua, não existe finais 100% felizes...Maravilhosooo!
    Adorei a resenha
    bjusss

    ResponderExcluir
  27. Quando li esperança, de imediato fiquei muitooo revoltada por tudo que Suzanne fez com os personagens. Mas depois analisando o livro novamente, cheguei nessa mesma conclusão que a sua, não existe finais 100% felizes...Maravilhosooo!
    Adorei a resenha
    bjusss

    ResponderExcluir
  28. Vc me deixou na expectativa para ler todos os livros da série parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  29. Já li todos os livros da série, mas não gostei muito do final...pra falar a verdade, eu odiei...muito triste.
    ainda não pude ver o filme, mas ouvi (e li) que é muuito bom!!!
    achei as capas com os Tordos muito lindas, principalmente a do Em Chamas...
    Adorei a resenha!!!

    ResponderExcluir
  30. Sofri muito com esse livro, mas no final acabei gostando.

    ResponderExcluir
  31. Não gostei da capa desse... Apesar de entender que tem o contexto, ligação do título e tal! Mesmo assim mimimi azul não foi a melhor opção.
    Como já disse nas resenhas anteriores, tô esperando a poeira baixar pra começar a ler essa série, que por sinal, todos amam. :) Beijos mil

    ResponderExcluir
  32. Confesso que não gostei da capa, mas segundo sua resenha o livro só parece ficar melhor cada vez mais, eu espero que realmente seja assim. Em breve começarei a me deliciar com ele, e já estou até vendo que virarei fã de carteirinha. hahah

    ResponderExcluir
  33. Quase não resisti e li a resenha, heheh. Mas não li os dois primeiros livros então tenho de segurar a onda. Gostei mto das capas desses series, são simples e bonitas. Já a historia, mesmo sem ler sei que é mto boa. Vou comprar AE e matar logo a curiosidade. Bjkss

    ResponderExcluir
  34. Confesso que não gostei da capa. +1 A história do livro é boa, maravilhosa. Mas prefiro a capa dos dois primeiros livros em relação a esta. Mas, que história é essa? Parece ser contagiante! Preciso colocar na minha lista de presentes, ur-gen-te-men-te!

    ResponderExcluir
  35. O título do livro já diz tudo não é? A esperança, é um final positivo mas coisas ruins também acontecem, o que deixa a história mais real em vez de um final em que tudo fica resolvido e certinho. Um final digno da trilogia tão bem escrita.

    ResponderExcluir
  36. Não acabei de ler ainda, mas já vi um spoiler que diz que a minha personagem favorita morre...
    Tem coisa pior?
    Mas mesmo assim, não existe final 100% feliz, como você disse!

    ResponderExcluir
  37. Um livro com este titulo com certeza deve guardar grandes coisas, estou louco para ler.

    ResponderExcluir
  38. Já li o livro.. MTO MTO MTO triste... eu chorei pra caramba no final.. É tipo o livro mais triste, mais tbm o mais inesperando.. tipo vc nao imagina oq vai acontecer! Meus parabens a Sussani Collins! Pq é mto bom msm!!!!1

    ResponderExcluir
  39. Bem, não li ainda essa trilogia, mas parece que todos os livros da série são ótimos. E a esperança tinha que ser a última...

    ResponderExcluir
  40. li tudo tudinho em menos de uma semana e meus deus como fiquei triste quando acabou. To morrendo de saudades do Peeta e como no fim das contas no meu ponto de vista ele era mais corajoso que a Katnis. e isso fez com que eu gostasse mais dele do que dela.

    ResponderExcluir
  41. Ainda não li nenhum, mas estou me mordendo de vontade a algum tempo. O duro é que aqui na minha cidade não tem livraria, e preciso ir em outra cidade pra comprar. E também to sem tempo pra ler, por causa dos estudos e isso ta me deixando super deprê.

    ResponderExcluir
  42. É a segunda resenha que leio desse livro, nunca imaginei que a história teria um desfecho assim, só li o primeiro livro e antes de ler imaginava algo totalmente diferente. Mesmo assim ainda quero ler os dois proximos livros.

    ResponderExcluir
  43. Eu vou ser sincera e dizer que não li a resenha por que não li ainda nenhum dos livros anteriores e como você avisou que tinha spoilers da história ... quero ler o quanto antes. Nem vi o filme ainda!

    ResponderExcluir
  44. Jogos Vorazes é uma das minhas séries favoritas e A Esperança é um livro que fecha a história com chave de ouro. Apesar de ter acontecido algumas coisas na história que me incomodaram, adorei o final! Acabou exatamente como eu queria. E esse livro só reforçou ainda mais o que eu sentia pelo Gale. Não gosto e nucna vou gostar u.u

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  45. Me apaixonei por Jogos Vorazes lendo suas resenhas, se eu não ganhar em nenhuma promo, com certeza estou juntando $ para compra-los! Esta é uma trilogia que com certeza está marcando a vida de muitas pessoas, inclusive a minha.
    Uma grande abraço.
    Amanda Ramos

    ResponderExcluir
  46. Adorei Jogos vorazes, e adorei sua resenha também! Ela explica muito bem a forma de como o livro é, adorei.

    ResponderExcluir
  47. Nossa, amei sua resenha!!
    Já li várias resenhas da trilogia e assisti ao filme no cinema...Nossa, fiquei muito apaixonada!!
    Parabéns pelo blog, tá cada dia melhor!!
    Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
  48. Amei sua resenha! Mais curiosa ainda para ler essa série!

    ResponderExcluir
  49. Estou louca para ler a saga e me segurando para nao ver o primeiro filme q esta nos cinemas. Dei uma lida rápida, pq nao l nenhum dos livros ainda, mas parece ser o máááááximo! =D

    ResponderExcluir
  50. luiz henrique abreu nogueiraterça-feira, abril 24, 2012

    Trilogia espetacular

    ResponderExcluir
  51. Acabei de ler ontem o primeiro livro da trilogia e me recuso a ler outras resenhas sobre Em chamas e Esperança..rs tudo q mais quero é adquirir esses livros logo e dar sequencia a saga da kat...Puxa, que livro meu Deus, que livro..nem consegui dormir direito depois q terminei ele e fico me martirizando pq não tem como comprar os outros 2 agora :/ triste..triste..

    ResponderExcluir
  52. "um livro que desperta muitos sentimentos no leitor!"
    Acho a melhor frase para definir ne?? Ainda infelizmente não li nenhum livro da triologia, mas acho um pouco carinho sabe... mas espero ter oportunidade para le-lo... !!!

    ResponderExcluir
  53. ja li os 2 primeiros e estou com muito medo de ler o 3 e me descepiciona vc foi a primeira pessoa que gostou desse livro as outras disseram que odiaram e que foi um final muito ruim para uma ideia tão boa

    ResponderExcluir
  54. ainda não creio q ainda não li nenhum da trilogia =/

    ResponderExcluir
  55. quero terminar de ler :(( preciso desse livro !

    ResponderExcluir
  56. Buááá T^T
    Preciso saber como vai terminar (traduzindo = Peeta ou Gale?)
    Essa foi uma das poucas resenhas que o final foi.. bom. Acho que alguns queriam "aquele" final feliz.

    ResponderExcluir
  57. Aiiii me segurando para não ler a resenha!..preciso urgente ler Em Chamas e este livro!..a história é perfeita!!!!

    bjus

    ResponderExcluir
  58. Eu queria começar a ler a saga, mas ninguém quer comprar pra mim :( kkkk Já vi que vou ter que pedir emprestado.

    ResponderExcluir
  59. Vou começar a ler este livro hoje, parece que é muito bom!

    ResponderExcluir
  60. AMO A SERIE ,JA LI TODOS E ESTOU LOUCAAA PRA ASSISTIR O FILME , AMEI A RESENHA , BJUS

    ResponderExcluir
  61. Adorei a resenha, e simplesmente ameei o livro. É lindo e eu confesso que também chorei várias vezes. Me surpreendi com o final, que superou minhas expectativas haha. Agora quero muito ver o filme (:
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  62. Para começo de conversa, o título nacional é totalmente equivocado - o original é o "Tordo" da protagonista. O porquê dessa tradução nunca vou saber. A trama é dividida em longos três atos. A destruição do distrito 12 e suas consequencias, a convivência no distrito 13 até o aparecimento de um Peeta totalmente enlouquecido e a guerra.

    O primeiro ato é razoável, dentro da linha da história - muitos discursos, explicações, expectativa: onde estará Peeta? O segundo, desnecessariamente vazio, com discussões políticas, lamentações de Katniss quanto à Peeta paralelos ao seu amor por Gale, e um triângulo amoroso impossível. Isso quando descobrimos que Peeta se tornou um escravo de Snow. Aqui também lemos em como ela se torna uma "propaganda de guerra", tal qual os heróis russos na 2ª guerra mundial. O retorno de Peeta é perturbador, mas aceitável, embora sua longa ausência deixe os leitores sem saber o que de fato aconteceu com ele. O problema é o terceiro ato e seu clímax.

    (continua)

    ResponderExcluir
  63. O ato da guerra transcorre até de certa forma lógica, mas somos levados a um anti-clímax ridículo, um desfecho confuso, um desenlace sem maiores explicações. Simplesmente uma zona esse final. O fato de Peeta ficar junto de Katniss era obrigatório (e um alívio) pelo que passaram, mas deveria ter rolado um drama para ele "reencontrar" a sanidade e o amor dela. O ato até que não é ruim até ela chegar na mansão (embora bem mais frágil comparando com os dois primeiros). Mas depois dos bombardeios nas crianças, você se perde totalmente na narrativa.

    Collins te derrama um sem número de pensamentos da protagonista que você passa a duvidar do que é realidade e o que é delirio - você só se reencontra nos três capítulos finais. A morte de Prim foi ridícula do ponto de vista da história e, embora a morte da Coin seja razoável, a forma do fim de Snow é um desperdício.

    Sugeriria um clímax muito mais explosivo: ela escapa e entra na mansão. Depois de cambalear, finalmente encontra Snow, sozinho, já sabedor de seu destino. Consegue agir, mas é subjulgada, e aí ele despeja o discurso da inevitabilidade e sobre Coin. Passam-se segundos e Peeta aparece para salva-la. Mas aí, ele começa a perder de novo o sentido da realidade, estimulado pelos discursos de Snow. Katniss deve fazer aquilo que nunca foi boa, discursar. Ela então, começa a falar, enquanto Snow tenta aproveitar a oportunidade para se aproximar de uma arma. Enquanto isso, vê a urgência – é a última chance. Peeta a enforca. Ela diz que o ama, mas não funciona. Murmura mortes, dor, os Jogos, e nada. Daí, ela percebe que só há uma forma: diz a Peeta: “você disse que me amava desde que me viu pela primeira vez, quando fomos à Padaria eu e meu pai. E desde aquele dia, sempre me amou.” E pergunta: “Verdadeiro ou falso?” Peeta oscila, claramente tentando se lembrar. Seu rosto se contorce de dor. Dúvida. É a oportunidade de Snow. “Mate-a, agora!” E então ele fica calmo. Pega uma arma, com os olhos sem expressão voltados para Katniss. “Agora é o meu fim. Me perdoe, não consegui te proteger. De novo.” Peeta levanta, vira e atira em Snow. Quando Katniss olha para o rosto dele, lágrimas descem dos olhos dele, que larga a arma no chão, mão inerte. “Sempre. Sempre te amei. Nunca deixei de te amar. Desculpe.” Então cai sentado e coloca as mãos no rosto, chorando compulsivamente. Katniss corre para abraçá-lo, também chorando. De repente, Snow se ergue agonizante e dá um tiro em Peeta. Ele cai desmaiado. Katniss então em segundos pega o arco, retesa e acerta uma flecha, no coração do Presidente. Sua preocupação se torna Peeta. Ela não sabe o que fazer, muito sangue sai dele. “Me perdoe por tudo que te fiz passar”, diz ele. Ela responde “não foi culpa sua, nem minha. Foi dessa guerra idiota. Você tinha razão”. E mais lágrimas escorrem. “Você não vai morrer agora. Não agora que eu sei” Ele responde: “Sabe o que?” “Que minha vida será impossível sem você”. Ele sorri, mas começa a fechar os olhos. De repente, Prim aparece e um monte de gente a envolve. E ela não tem tempo de saber se ele está vivo ou morto. Daí, bastaria criar um desenlace decente e raciona, com a salvação de Peeta. uma conversa final com Gale e o discurso do fogo, a morte da Coin.

    Mas não - Collins se perde toda tentando encerrar inúmeras questões com um sem número de delírios da protagoniosta, o desaparecimento de Peeta e sua torpeza mental. Isso para acabar com o vilão da história afogado em vômito. O mais estranho é a protagonista votar favoravelmente aos jogos no final - e ela não pode estar sã depois das confusões mentais para bolar um plano de matar Coin. Ridículo.

    O epílogo salva um pouco o destino dos personagens, embora a loucura dela e a morte de Prim sejam incompreensíveis. Depois do final decepcionante de Herança, merecia algo melhor para ler. Espero sinceramente que modifiquem o final no cinema. Os leitores merecem mais que essa melancolia. Nota 6.

    http://www.advivo.com.br/blog/rafael-wuthrich/resenha-trilogia-jogos-vorazes

    ResponderExcluir
  64. Adorei sua resenha! Mas assim como o Anonimo acima eu me decepcionei muito com alguns aspectos, o amor entre o peeta e a katniss no final fivou MUITO forçado, algo como um consolo fraco pros fans.

    Nos ultimos capitulos eu estava bem confusa, informação demais, sem tempo de respiro na leitura. E ao mesmo tempo, o climax foi muito xoxo. As mortes dos personagens duras e diretas, sem maior tratamento especial me fizeram ficam em depressão por uns 5 dias.

    Mas o que realmente me decepcionou foi como a katniss lidou com o problema do peeta, ela construiu uma barreira depois q ele voltou problemático e estava tentando se curar, eu esperava muito mais dela, até porque se fosse o contrário ele pararia o mundo pra tentar ajudar ela. E eu nem acho que seja uma caracteristica da personagem, tudo bem que ela tem problemas com assuntos amorosos, mas acima disso, ele era um amigo muito precioso e ela simplismente virou as costas!

    Minha dica pra quem ficou chateado com o ritmo frenetico do livro é ler denovo, sem ansiedade, da pra entender melhor a Katniss e o que tá acontecendo :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  65. Eu semprei achei que nunca teria vontade de ler, mesmo depois de ver o filme. Mas alguns dias atrás eu simplesmente comecei a pesquisar mais sobre a história e me interessei. Baixei os livros e li os dois primeiros em 3 dias, o que pra meu costume foi muito rápido. Mas eu não li correndo pra saber o final, eu li rápido porque eu não conseguia parar. Depois que terminei "Em Chamas", eu imediatamente comecei "A Esperança", achando que seria no mesmo estilo dos outros. Me decepcionei. Eu nunca gostei de Gale e nem de Katniss, li mais por conta da história em si do que pelos personagens. Peeta e Finnick são os únicos que eu realmente gostava, mesmo Peeta sendo um babaca. E passar a maior parte do livro com Peeta ausente ou inútil e Finnick sem grandes participações me fez querer parar de ler. Eu quase desisti, mas me forcei a ler até o fim. Pra quê? Pra ver Finnick morrer sem uma despedida, e Peeta não fazer nada de realmente importante o livro inteiro. Pelo menos a Katniss não terminou com o Gale, porque isso realmente selaria o meu ódio à uma trilogia que começou tão bem, e acabou tão ridiculamente.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

 
Ana Liberato