segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Happy Hour #04 - Gírias do Brasil

Olá, meus queridos!! *-* Como foram as últimas semanas?! Espero que bem. Eu estava numa correria só da Formatura, mas foi muito bom. Vou sentir saudades... 

Antes de começar o assunto de hoje, queria agradecer ao sucesso da Happy Hour #03. Tivemos vários acessos e comentários. E falo mais uma vez que amo os comentários, então podem falar a vontade!! rsrs ;D

Desde nosso último encontro fiquei pensando em um tópico engraçado e, ao mesmo tempo, interessante, para quebrar o gelo desse fim de ano estressante. E foi em um bate-papo com a Kell, nossa colunista de filmes, que tive a ideia. 

Eu estava falando com ela sobre as cidades históricas mineiras e soltei várias gírias mineirinhas. *-* Daí pensei: "Seria muito legal mostrar mais das gírias brasileiras para os lindos leitores!!". Fiquei martelando esse assunto (já é uma gíria -rsrs) e imaginei o quão legal seria essa compartilhação de culturas, já que temos leitores em todo país. Ah, tenho uma pequena observação: Não vou conseguir colocar todas aqui, então se vocês souberem de mais gírias, compartilhem comigo! Vou amar!! '-' 

Então, vamos mergulhar nas gírias brasileiras!! *-*

Vamos começar pela região Norte, famosa pelo tempo quente, belezas naturais, culinária, dentre outros. Vamos conhecer um pouco mais da comunicação típica desse povo.

Poperô: Dance Music;
Pai d´égua: Bom sujeito;
Asa dura: Avião;
Carapanã: Moriçoca, mosquito;
Cunhã Poranga: Moça muito bonita;
Cunhatã: Criança, menina, moça;
Curumim: Menino, garoto;
Brocado: Sujeito que está com fome;
'moscô' (de moscar): caiu em flagrante pela policia;
'borogodó'(Exemplo: Ela é do borogodó.): pessoa que entende de determinado assunto.


Agora vamos à região Nordeste. Oxi mainha!! ôo lugar lindo!! As praias mais exuberantes do mundo! Povo hospitaleiro, festeiro, alegre e com umas comidas típicas de dar água na boca. Gírias nordestinas (que pra mim são muito engraçadas =D):

Ele é chei do leriado!: Ele é conversador!
Ele é muito estribado!: Ele é muito rico! 
Ele é môco!: Ele é surdo!
Peço penico!: Eu desisto! (essa é usada em Minas também! rsrs)
Rebole no mato!: Jogue fora! 
Só o mi!: Muito bom!
Tá fumando numa quenga!: Tá com muita raiva!
Abrir o chambre: Fugir 
Acompanhar farrancho: Meter-se em complicações
Bleforé e caga-fumo: Bailes de ínfima categoria
Califom: Sutiã 
Cornetão-de-semente: Marido traído conscientemente 
Desassuntado: Sem-vergonha 
Fátima: Qualquer espécie de esmalte para as unhas
Função: Festa
Pucumã: Teia de aranha
Saitica: Moça assanhada 
Suco do bambambam: Muito bom 
Tebas: Valentão
Xixilado: Comum demais 
Dor-de-madre, dor-do-mês ou dor-de-boi: Cólica menstrual
Ligeira: Diarréia
Macônia: Melancolia




Hora da região Centro-Oeste. Além de ser famosa pelas belezas do pantanal e da exuberância de Brasília, há ainda as gírias. Vamos conhecê-las:

De rocha: Papo sério ou de verdade
Chegado: Amigo
Colado: Mais que amigo
Papo estranho: Conversa de gay
Careta: Cigarro
Baú: ônibus
Grilado: Preocupado

Dona: Namorada
Birita: Bebida
Gel: Cerveja
Frevo: Festa
Camelo: Bicicleta
Esparro: Coisa exagerada


Passemoa agora à região Sul. Com sua bela arquitetura e os deliciosos churrascos, sem falar naquele povo bonito de lá, né?! Eu, particularmente amo o sotaque sulino. *-* Bah, vamos conhecer logo essas gírias?

Bergamota: tangerina, mexerica
Cana, canha: cachaça, aguardente
Espichar a canela: morrer
Guaipeca, cusco: cão vira-lata; cão pequeno
Guri, guria: Menino, menina
Matear: Tomar mate, tomar chimarrão, chimarrear
Um quadro: Pessoa engraçada
Eita Bigorna!: Meu Deus!
Massinha: Pão doce
Bicuíra: Gaúcho cujo coração se divide entre o campo e o mar
Cacetinho: Pão francês
Negrinho: Brigadeiro (doce)
Taita: Indivíduo valentão, destemido
Xerenga: faca velha
Querência: Lugar onde se nasceu
Retovar: Vestir com couro


Uai, pessoal! Pra finalizar com chave de ouro, a região Sudeste. puchando saco da minha querida Minas Gerais Bom, como aqui temos vários sotaques e gírias marcantes, vou falar um pouquinho de cada, ok?

Primeiro, vamos com as gírias paulistanas:

Banzé: desordem, briga, confusão
Bizarria: esforço, bravura, valentia
Boneca: espiga de milho madura

Cafundó: lugar distante, ermo (aqui em Minas falamos cafundó do Judas -rsrs)
Colher-torta: intrometido, não chamado à conversa
Faxina: mato sujo; limpeza (termo de origem militar). Essa também é usada por aqui.
Sororoca: rumor da respiração dos moribundos
Trabucar: trabalhar
Pantomima: comédia, encenação


Seguimos com as gírias fluminenses:

Eitá preula: Ficar impressionado
Mili duk:Muito tempo
Komboza: Perua, Lotação
Pipoco: Tiro
Gambé: Polícial
Fubanga da peba: Mulher muito feia
Cabrito: Algo não original
Bater um fio: Dar um telefonema
Micreiro: Pessoa que mexe com micro - computadores
Palitó de madeira: Caixão
Larica: Fome
Papo de elefante : Conversa chata
Brogoió: Pessoa idiota
Remador: Motorista de ônibus
Latão: Ônibus
China véia: Cara horrível
Kula: Homossexual
Casinha: Enganar alguém para poder roubá-la ou matá-la
Pagar vecha: Passar vergonha


Passamos agora às gírias capixabas!! Quando falo em Espírito Santo, logo lembro das praias dos mineiros. ô povo que gosta de lá, viu! rsrs Mas quem resiste à muqueca mais famosa do país?! hmmm Confesso que algumas gírias deles são muito usadas aqui em Minas. Vamos lá:

Dar Tilt: Estragar
Catar: Roubar
Saltar: Sair do ônibus
Transcol: Ônibus
Sentir gastura: Mesmo que sentir agonia
Qualé?: Como vai?
Palha: Adjetivo que caracteriza algo como sem graça.
Massa: Legal
Pão de sal: Pão francês
Rock: Programa (Exemplo: Qual é o programa de hoje?!)
Pocar: Estourar ou sair.
OBS: as duas últimas foram mandadas pela leitora Natália Gomes


E, para fechar, às gírias mineirinhas*-* Devo dizer aqui pra nós, tudo é trem, uai e adoramos as abreviações e a junção das palavras :

Barango: diz-se de pessoa ou de coisa de mau gosto
Bololô: confusão, briga
Chá-de-caldeirão: festinha que amigos íntimos do noivo lhe oferecem, poucos dias antes do casamento
Esgandaiado: diz-se de quem está com o cabelo desarrumado, desgrenhado
Patola: preguiçoso, moleirão
Troar: fugir ou sair depressa, correndo
Espírito-santo-de-orelha: aquele que, agindo às ocultas, traz dificuldade a alguém
Facão: termo pejorativo para designar moça velha
Conversa fiada: papo demorado, que não leva a lugar algum
Trem bão: Coisa boa
Sô: Enfatizar o término de uma frase
Rachar de rir: Rir muito
Osso: Difícil (Exemplo: Tá osso, viu! - Tá muito difícil!)
Trem: usamos para designar quase tudo
Uai: Interjeição típica dos mineiros, não tem significado concreto. Pode ser dúvida, afirmação... depende da frase e do contexto.
Cê: Abreviação de você, que é muuuito usada
Né: Interjeitção usada no final de frases. Contração de 'não+é'. Essa aí, vocês já viram muito eu usando por aqui. rsrs


Então, meus amores, essas são as gírias do nosso brasilzão! Vocês gostaram? Conhecem mais alguma que eu não coloquei aqui? Pois então me falem! Estou louca pra conhecer mais sobre a cultura de vocês... *-*

Como sempre, não poderíamos nos despedir sem as dicas especias da Happy Hour, né?

A primeira de hoje é nesse contexto de línguas. Nesse site, encontramos uma comparação muito bacana de um meso idioma em diferentes países. O português do Brasil e o Português de Portugal. Clique aqui para acessar.
A segunda delas é uma viagem no tempo. É uma grande oportunidade de conhecer as gírias usadas por nossos avós e pais desde a década de 50. É bem engraçado. Acessem por aqui.

A terceira eu acho que vocês vão curtir muito. Alguns já devem ter ouvido falar e até acompanham. É o Geração de Valor, canal criado pelo brilhante empresário Flávio Augusto da Silva, onde ele compartilha seus conhecimentos, dá dicas que acabam se tornando grandes incentivos. Não é nada que vocês precisem pagar ou algo do gênero. Um canal gratuito, sem fins lucrativos. Mas eu super recomendo! Acessem os portais do #GV, vejam os vídeos, leiam as mensagens e depois compartilhem comigo o que acharam. Podem ser sinceros, viu!! ;D 

O #GV está no Facebook, Twitter e no YouTube.

UFA!! *-* Agora acabou! rsrs Mas antes do Natal ainda nos encontraremos aqui!! =D

Não se esqueçam de comentar, hein!! ;D

Beijooos e até a próxima!! *-*

17 comentários :

  1. Oxente, acha que o povo do Nordeste fala engraçado !? o.O rsrs

    Então, não falo, nunca falei e nunca ouvi umas girías dessas aí. rs
    Acho que pro lado de cá (Sul da Bahia) a gente fala outras coisas , gosto muito de abreviações , "nestante", falo muito "oxi, oxente, voti, vixe, credo".rsrs E não acho que tenho sotaque não... oO

    Acho sotaque uma coisinha tão fofa, *-* rsrs
    Mas alguns são sim, super engraçados ou até mesmo "enjoadinhos" =)

    Eu gosto muito de falar umas gírias mineirinhas quando to conversando.

    Muito legal esse post. Divertido. Gostei muito!

    Beeijo. =*

    ResponderExcluir
  2. Oi Sheylla!!
    Eu me surpreendi com algumas gírias, viu!!
    Até algumas mineirinhas eu não sabia! =O
    Eu uso bastante um 'vixe maria'. rsrs

    Beijos,

    Gabi.

    ResponderExcluir
  3. O sul deveria se chamar Rio grande do sul né, pq sempre que falam do sul falam só de lá :(

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi. Sim, realmente boa parte delas pra mim são inéditas!! rs
    Ta vendo? Todo mundo acaba pegando alguma coisinha de outros estados!! ^^

    Beeijo, Flor. =)

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post, bem criativo, gostei de conhecer as girias de outras regiões ^^

    Mas as de SP não conheço nenhuma dessas UHAUHAUHUHA

    Separei algumas girias de SP bem conhecidas:

    Trampo, Ta ligado, Fala Serio, Mina / Mano, Bagaça / Bagulho, Cafofo, Castelando / Viajando, Bafão / Babado, puxar o rrrrrr (não é uma gíria, mas acontece e o pessoal que é de fora acha graça), Da hora, Embaçado, Marcou / Moscando, Firmeza, Pinoti, Quebrada, Tirando, Treta, Truta, Parada, Buzão.

    ResponderExcluir
  6. Nossa tinha algumas do Sul que nem eu que sou Gaúcha sabia! *-* kkk (somos REALMENTE fãs do 'Báh')
    Parabéns, muito tri (<~ legal) esse post! Beijos.

    ResponderExcluir
  7. HAHAHA uso muito "moscô" e não sabia que era esse o significado.
    Já ouvi "tebas" em algum lugar, só que não me recordo. Eu falo muito "oxi", aí meus amigos ficam falando que eu sou nordestina e o caramba, rs.
    Eu sou paulista, e dessas eu só conheço "cafundó", mas nunca uso.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake

    ResponderExcluir
  8. Gabiii!
    Mais uma vez, adoreii seu post!
    Super divertido e mega criativo!
    Adorei saber das girias e, realmente as de minas são mega fofas!
    Mas devo dizer que prefiro as girias paulistas! *-*
    hahahaha
    beeijokas,
    Kell ^^

    ResponderExcluir
  9. :: Parabéns! Muito legal mesmo... Tinha gíria que nem sabia da existência. Beijos. ::

    ResponderExcluir
  10. kkkkkkkkkkkkk! As girias dos nordestinos são as melhores,sem base. "Tá fumando numa quenga!" rachei com essa! Gostei demais!!!

    Belo post!

    Parabéns Gabi!

    ResponderExcluir
  11. A girias da região sul, na verdade são somente do Rio Grande do Sul, pois, SC e PR, possuem gírias completamente diferentes daquelas!

    ResponderExcluir
  12. "Tá fumando numa quenga"

    *Eu adorei essa*
    rsrsrsrs

    Legal conhecer as gírias de outros lugares.Tem umas coisas bem sem-noção aí.
    E pra finalizar eu digo que UAI é UAI,uai!!!

    Ótimo post,Gabi.

    Bjos

    >>Ansiosa pelo Happy Hour 05<<

    ResponderExcluir
  13. Obriga pelos elogios, galera! *-* Fico muito feliz.

    Peço que não fiquem chateados se não tiver gírias da sua região. O Brasil é tão grande que não dá pra falar de todas aqui, né?! ;D Mas se faltou alguma bem legal da sua região, conte pra nós!!

    Beijos,

    Gabi

    ResponderExcluir
  14. Aiai, eu sei que o Espírito Santo é perdido na vida, mas ele faz parte do sudeste também, galera! E até que tem umas gírias interessantes, como o verbo "pocar", que pode significar sair fora (pocar fora) ou simplesmente estourar (o balão pocou), e "rock", que seria qualquer programa. É usado tipo "qual é o rock de hoje?", quer dizer o que tem para se fazer hoje. Acho que é usado em outros lugares, mas enfim... falar das gírias de cada estado do sudeste e esquecer o ES? :(

    ResponderExcluir
  15. Nati, mil desculpas meu bem!! É que eu tentei falar de um modo mais geral, tanto que busquei por região, mas é que na SE tem muitas marcantes. Mas não fique triste comigo!! Irei incluir as gírias capixabas no nosso dicionário, ok?!

    ResponderExcluir
  16. Muito legal esse post! O Brasil é um país de dimensões continentais e cheio de contrastes e isso se reflete tb na maneira de falar!
    Bacana conhecer algumas gírias usadas por aí :)

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós! Pode parecer clichê, mas não é. Queremos muito saber o que achou do post, por isso deixe um comentário!

Além de nos dar um feedback sobre o conteúdo, contribui para melhorarmos sempre! ;D

Quer entrar em contato conosco? Nosso email é dear.book@hotmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout de Giovana Joris